quarta-feira, 23 de abril de 2008

LIÇÃO 3 - ORAÇÃO - O DIÁLOGO DA ALMA COM DEUS

LIÇÃO 3 - ORAÇÃO - O DIÁLOGO DA ALMA COM DEUS AS DISCIPLINAS DA VIDA CRISTÃ Trabalhando em busca da perfeição Comentarista: Pr. Claudionor de Andrade Consultor Doutrinário e Teológico: Pr. Antônio Gilberto Complementos e Ajuda para professores e alunos: Ev. Luiz Henrique. TEXTO ÁUREO: "Orando em todo tempo com toda oração e súplica no ESPÍRITO e vigiando nisso com toda perseverança e súplica por todos os santos" (Ef 6.18). VERDADE PRÁTICA A oração move o coração de DEUS de tal forma, que O leva a operar o impossível na vida do crente. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: Mateus 6.9-18. 9 Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome.10 Venha o teu Reino. Seja feita a tua vontade, tanto na terra como no céu.11 O pão nosso de cada dia dá-nos hoje.12 Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores.13 E não nos induzas à tentação, mas livra-nos do mal; porque teu é o Reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém! 14 Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós.15 Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas.16 E, quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas, porque desfiguram o rosto, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.17 Porém tu, quando jejuares, unge a cabeça e lava o rosto,18 para não pareceres aos homens que jejuas, mas sim a teu Pai, que está oculto; e teu Pai, que vê o que está oculto, te recompensará. Observação importante: Como o único mediador entre DEUS e os homens é JESUS, a única oração válida para DEUS é aquela que passa por JESUS. Qualquer oração dedicada ou intermediada por outra pessoa ou criatura que não seja JESUS, deixa de ser oração e passa a ser invocação de demônios. 1Tm 2.5 Porque há um só DEUS, e um só Mediador entre DEUS e os homens, CRISTO JESUS , homem. 6.6 TU, QUANDO ORAIS. Todo filho de DEUS deve ter um lugar para estar a sós com DEUS a fim de buscá-lo. Sem isto, a oração secreta não terá a duração desejada ou será algo casual. JESUS tinha seus lugares -secretos para orar (14.23; Mc 1.35; Lc 4.42; 5.16; 6.12). Nós, também, devemos disciplinar nossa vida a fim de mantermos nossa comunhão com DEUS e demonstrar nosso amor por Ele. A oração secreta é especialmente importante: (1) de manhã cedo, para dedicarmos a DEUS o nosso dia; (2) no fim da tarde, para render-lhe graças por suas misericórdias; e (3) nos momentos em que o ESPÍRITO nos impulsiona a orar. A promessa é que nosso Pai nos recompensará abertamente com a resposta à -nossa oração, com sua presença íntima, e com honra -genuína por toda a eternidade (ver 6.9).6.9 ORAREIS ASSIM. Com esta oração modelo, CRISTO indicou áreas de interesse que devem constar da oração do cristão. Esta oração contém seis petições: três dizem respeito à santidade e à vontade de DEUS e três dizem respeito às nossas necessidades pessoais. A brevidade desta oração não significa que devemos ser breves quando oramos. Às vezes, CRISTO orava a noite inteira (Lc 6.12). 6.9 PAI NOSSO... NOS CÉUS. A oração envolve a adoração ao Pai celestial. (1) Como Pai, DEUS nos ama, cuida de nós e anela comunhão e intimidade conosco. Em CRISTO, temos acesso ao Pai, em todo tempo, para adorá-lo e expressar-lhe as nossas necessidades (vv. 25-34). (2) DEUS, como nosso Pai, não significa que Ele seja como um pai terrestre, que tolera o mal nos filhos ou que deixa de discipliná-los corretamente. DEUS é um Pai santo, que se opõe terminantemente ao pecado. Ele não tolera a iniqüidade, mesmo naqueles que o chamam de Pai. Seu nome deve ser santificado (v. 9). (3) Logo, como Pai celeste, Ele pode castigar, tanto quanto abençoar; reter, tanto quanto dar; agir com justiça e também com misericórdia. Sua maneira de atender seus filhos depende da nossa fé e obediência para com Ele.6.9 SANTIFICADO SEJA O TEU NOME. O maior empenho em nossas orações e na nossa vida deve concentrar-se na santificação do nome de DEUS. É da máxima importância que o próprio DEUS seja reverenciado, honrado, glorificado e exaltado (cf. Sl 34.3). Em nossas orações e em nosso viver diário, devemos ter o máximo zelo com a reputação de DEUS, da sua igreja, do seu evangelho e do seu reino. Fazer algo que cause escândalo para o nome e o caráter do Senhor é um pecado horrível que o expõe à vergonha pública.6.10 VENHA O TEU REINO. A oração deve ocupar-se com o reino de DEUS na terra agora e com seu pleno cumprimento no futuro. (1) Devemos orar pela volta de CRISTO e pelo estabelecimento do reino eterno de DEUS no novo céu e na nova terra (Ap 21.1; cf. 2 Pe 3.10-12; Ap 20.11; 22.20). (2) Devemos orar pela presença e manifestação espiritual do reino de DEUS agora. Isso inclui a operação do poder de DEUS entre o seu povo para destruir as obras de Satanás, curar os enfermos, salvar os perdidos, promover a justiça e derramar o ESPÍRITO SANTO sobre seu povo.6.10 SEJA FEITA A TUA VONTADE. Orar seja feita a tua vontade significa que anelamos sinceramente que a vontade e o propósito de DEUS sejam cumpridos em nossa vida e na vida dos nossos familiares, segundo seu plano eterno. Podemos conhecer a vontade de DEUS, primeiramente através da Bíblia, que é a sua vontade revelada, e através da direção do ESPÍRITO SANTO em nosso coração (cf. Rm 8.4-14). A vontade de DEUS é cumprida quando oramos para que o reino de DEUS e a sua justiça prevaleçam entre nós (v. 33.)6.11 O PÃO NOSSO DE CADA DIA. A oração deve conter petições concernentes às nossas necessidades diárias (Fp 4.19; ver Lc 11.3).6.12 PERDOA... ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS. Na oração devemos tratar dos nossos pecados e também estar dispostos a perdoar aqueles que nos fizeram mal (vv. 14,15; Hb 9.14; 1 Jo 1.9).6.13 LIVRA-NOS DO MAL. Todos os crentes são objeto especial da hostilidade e dos maus propósitos de Satanás. Por essa razão nunca devemos esquecer de orar para que DEUS nos livre do poderio e das tramas do inimigo (ver Lc 11.26; 18.1; 22.31; Jo 17.15; 2 Co 2.11)6.15 SE, PORÉM... PERDOARDES AOS HOMENS. Esta declaração de JESUS salienta o fato de que o crente deve estar pronto e disposto a perdoar as ofensas sofridas da parte dos outros. Caso ele não perdoe seu ofensor arrependido, DEUS não o perdoará e suas orações não terão resposta. Aqui está um princípio essencial para obtermos o perdão de DEUS (18.35; Mc 11.26; Lc 11.4).6.16 QUANDO JEJUARDES. Na Bíblia, jejuar refere-se a abstenção de alimento por motivos espirituais. Embora o jejum apareça freqüentemente vinculado à oração, ele por si só deve ser considerado uma prática de proveito espiritual. Na realidade, o jejum bíblico pode ser chamado de oração sem palavras . (1) Há três formas principais de jejum, vistas na Bíblia: (a) Jejum normal a abstenção de todos os alimentos, sólidos ou líquidos, mas não de água (ver 4.2); (b) jejum absoluto a abstenção tanto de alimentos como de água (Et 4.16; At 9.9). Normalmente este tipo de jejum não deve ir além de três dias, pois a partir daí o organismo se desidrata, o que é muito nocivo à saúde. Moisés e Elias fizeram jejum absoluto por 40 dias, mas sob condições sobrenaturais (Dt 9.9,18; Êx 34.28; 1 Rs 19.8); (c) o jejum parcial uma restrição alimentar, e não uma abstenção total dos alimentos (Dn 10.3). (2) O próprio CRISTO praticava a disciplina do jejum e ensinava que a mesma devia fazer parte da vida consagrada do cristão (6.16), além de ser um ato de preparação para a sua volta (ver 9.15). A igreja do NT praticava o jejum (At 13.2,3; 14.23; 27.33). (3) O propósito do jejum com oração: (a) um ato para DEUS, visando à sua honra (6.16-18; Zc 7.5; Lc 2.37; At 13.2); (b) o crente humilhar-se diante de DEUS (Sl 69.10; Ed 8.21; Is 58.3), para receber mais graça (1 Pe 5.5) e desfrutar da presença íntima de DEUS (Is 57.15); (c) expressar pesar por causa de pecados e fracassos pessoais cometidos (1 Sm 7.6; Ne 9.1,2); (d) pesar por causa dos pecados da igreja, da nação e do mundo (1 Sm 7.6, Ne 9.1,2); (e) buscar graça divina para novas tarefas e reafirmar nossa consagração a DEUS (4.2); (f) como um meio de buscar a DEUS, aproximar-nos dEle e prevalecer em oração contra as forças espirituais do mal que lutam contra nós (Ed 8.21,23,31; Jl 2.12; Jz 20.26; At 9.9); (g) como um meio de libertar almas da escravidão do mal (Is 58.6-9; Mt 17.14-21); (h) demonstrar arrependimento e assim preparar o caminho para DEUS mudar seus propósitos declarados de julgamento (Jn 3.5,10; 1 Rs 21.27-29; 2 Sm 12.16,22; Jl 2.12-14 ); (i) obter revelação, sabedoria e entendimento no tocante à vontade de DEUS (Dn 9.3,21,22; Is 58.6,11; At 13.2,3); e (j) abrir caminho para o derramamento do ESPÍRITO e para a volta de CRISTO à terra para buscar o seu povo (ver 9.15). PRIMEIRA PARTE EM NOME DE JESUS (Jo 16:23-26) CONSIDERAÇÕES SOBRE ORAÇÃO: A- PRIMEIRA ORAÇÃO NA BÍBLIA: Gn 4:26 B- DEUS OUVE AS ORAÇÕES: Sl 65:2 C- TEMOS A AJUDA DO ESPÍRITO SANTO: Rm 8:26 D- TEMOS A AJUDA DE JESUS: Rm 8:34 E- AS NOSSAS ORAÇÕES CHEGAM AO CÉU: Ap 5:8 F- SOBEM PARA DEUS COM O INCENSO: Ap 8:34 G- FOI-NOS DADO ORDEM PARA ORARMOS: 1 Cr 16:11; Mc 13:33 H- QUANDO ORAR? TODO O TEMPO: Ef 6:18; 1 Ts 5:17 I- COM QUAL TIPO DE ORAÇÃO DEVEMOS ORAR? TODA: Ef 6:18 J- RESPOSTA PROMETIDA: Is 58:9; Lc 11:9 K- UMA FORMA DE ORAÇÃO: PÚBLICA, OU EM FAMÍLIA (ORAÇÃO DE CONCORDÂNCIA): Mt 18:19; At 1:14; At 4:24,37 L- CONDIÇÃO DE QUEM ORA: *CONTRIÇÃO: 2Cr 7:14 *SINCERIDADE: Jr 29:13 *FÉ: Mc 11:24 *JUSTIÇA: Tg 5:16 *OBEDIÊNCIA:1Jo3.22 M- BREVIDADE NA ORAÇÃO: Ec 5:2; Mt 6:7 N- POSTURA OU POSIÇÃO NA ORAÇÃO *EM PÉ: 1 RS 8:22; Lc 18:11 *ASSENTADO:At2:2 *AJOELHADO:Dn6:10;Lc22:41 *DEITADO:Is38:2;Sl4:4;Sl6:6 *PROSTRADO:Mt26:39;Js5:14 *INCLINADO:Ex4:31;Ex12:27;Ex34:8;1Rs18:42 O- OUTRA FORMA DE ORAÇÃO: SECRETA: Mt 6:6 P- ORAÇÃO PELA MANHÃ: Mc 1:35; Dn 6:10; Sl 55:17 Q- ORAÇÃO À TARDE: Dn 6:10; At 3:1; Sl 55:17 R- ORAÇÃO À NOITE: Lc 6:12; Dn 6:10; Sl 55:17 S- ORAÇÃO PÚBLICA DE JESUS: Lc 3:21 T- ORAÇÃO PERDOADORA: Mt 6: 14,15 U- TIPOS DE ORAÇÃO: U.1- ARREPENDIMENTO: (CONFISSÃO, CONTRIÇÃO) 2 Cr 6:27; 1 Jo 1:9; At 11:18; Jó 42:6; Ez 18:32; Mt 4:17; Lc 13:3,15:7 U.2- AGRADECIMENTO: (AÇÃO DE GRAÇAS) Cl 3:15, 4:2; 1 Tm 2:1,2, 4:3,4; Ef 5:20; Fp 4:6; 2 Ts 1:3; Ap 7:12 U.3- LOUVOR: (PELO QUE DEUS FEZ, FAZ E FARÁ) Sl 100:4; Sl 150:2,6; Sl 67:3; Hb 13:15; At 2:47; Ap 5:12, 19:5 U.4- ADORAÇÃO: (PELO QUE DEUS É ) Sl 29:2; Ap 7:11,12; Jo 4:24; Sl 89:9; Sl 93 Todo. VEJA ADORAÇÃO U.5- PETIÇÃO: (PEDIDO POR SI MESMO, COM SÚPLICA) Tg 4:3; 1 Tm 2:1; Lc 11:9; Jo 15:7; Fp 4:6 VONTADE DEUS 1 Jo 5:14 U.6- ENTREGA: (LANÇAMENTO, TRANSFERÊNCIA DE PROBLEMAS) Lc 23:46; At 4:34; 1 Pe 5:7 U.7- CONSAGRAÇÃO: (A VONTADE DE DEUS É PERFEITA) Lc 22:42; At 4:29; 13:2 U.8- INTERCESSÃO: (ORANDO PELOS OUTROS, COLOCANDO-SE NO LUGAR DE OUTREM, INDO A DEUS A FAVOR DE E RESISTINDO A SATANÁS QUE ESTÁ CONTRA). É UM ENCONTRO COM DEUS E UM CONFRONTO COM SATANÁS. A intercessão é tão importante que DEUS quando vai fazer algo que influencie o quotidiano humano, ELE primeiro fala aos seus servos na terra para que estes intercedam para que aconteça, caso seja bom, ou intercedam para que não aconteça, caso seja mau. (2 Rs 24.2; Jr 25.4; Jn ) Amós 3.7 = Certamente o Senhor JEOVÁ não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas.Exemplo: Quando DEUS quis destruir Sodoma e Gomorra primeiro falou com Abraão (Gn 18.17), quando DEUS quis destruir o povo hebreu, primeiro falou com Moisés (Ex 32.9,10), Quando quis enviar libertação do cativeiro primeiro falou com Daniel (Dn 9.2), quando quis castigar o povo de Israel primeiro falou com seus profetas (Jr 7.25; 11.7; Jr 25.4; 26.5; 29.19; 35.15; 44.4). Quando quis mandar o salvador, primeiro falou com os profetas (Dt 18.15; At 28.25; Hb 1.1). Note que ao pensar em destruir Sodoma e Gomorra, DEUS não se lembrou de Ló e sua família, mas de Abraão, porque Abraão era um Intercessor (Gn 19.29). Quando nosso filho, ou filha, ou mãe, ou pai, ou marido, ou esposa, ou parente, ou amigo, ou conhecido, ou desconhecido, qualquer pessoa estiver em perigo, DEUS recorrerá a nós para orarmos intercedendo, isso se nós estivermos ali na brecha (Ez 22.30), para interceder, ou seja estivermos prontos para orar costumeiramente todos os dias em favor daqueles que precisam de nossas orações. VEJA Lc 13.1-9 = É por isso que às vezes cai um avião, ou outra catástrofe acontece e escapa uma pessoa só, ela tinha um intercessor orando por ela e os outro não. Ez 22.30 E busquei dentre eles um homem que estivesse tapando o muro e estivesse na brecha perante mim por esta terra, para que eu não a destruísse; mas a ninguém achei. Is 53:12; Jo 17:9; Rm 8:34; Hb 7:25; 1 Tm 2:1; 1 Sm 19:4, 25:24; Fm 10; Jó 9:32-35; Is 62:6, 59:16; Ez 22:30,31: SE NÃO TIVER INTERCESSOR A IGREJA FECHA EXEMPLO DE ABRAHÃO: Gn 18:17, 19:29 – DE MOISÉS: Gn 32:10-14; 32:32, 33:18 OBS.: VEJA ESTUDO SOBRE DONS (DOM DE LÍNGUAS, QUEM ORA EM LÍNGUAS EDIFICA-SE A SI MESMO E PODE CHEGAR A SER USADO PELO ESPÍRITO SANTO NA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA COM GEMIDOS INEXPRIMÍVEIS. JESUS É INTERCESSOR COMO HOMEM E COMO DEUS. DEUS ESTÁ NA TERRA, DENTRO DE NÓS (ESPÍRITO SANTO); O HOMEM ESTÁ NO CÉU NUM CORPO DE HOMEM (GLORIFICADO. EM JESUS CRISTO, NOSSO INTERCESSOR) SEGUNDA PARTE Oração Pai-Nosso (Lc 11.1-4 E Mt 6.7-15 ) NA VERDADE JESUS NÃO NOS ENSINOU “O QUE ORAR”, E SIM “COMO ORAR”; PROIBINDO-NOS DE FICAR REPETINDO SEMPRE A MESMA ORAÇÃO. (NOS EVANGELHOS AS ORAÇÕES PAI-NOSSO SÃO DIFERENTES, mostrando-nos que não é uma reza para ser repetida toda vez que formos orar). LUCAS 11.1-4 1 Estava JESUS em certo lugar orando e, quando acabou, disse-lhe um dos seus discípulos: Senhor, ensina-nos a orar, como também João ensinou aos seus discípulos. 2 Ao que ele lhes disse: Quando orardes, dizei: Pai, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; 3 dá-nos cada dia o nosso pão cotidiano; 4 e perdoa-nos os nossos pecados, pois também nós perdoamos a todo aquele que nos deve; e não nos deixes entrar em tentação, (mas livra-nos do mal.) MATEUS 6.7-15 7 E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos.8 Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes. 9 Portanto, orai vós deste modo: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome; 10 venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; 11 o pão nosso de cada dia nos dá hoje; 12 e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores; 13 e não nos deixes entrar em tentação; mas livra-nos do mal. Porque teu é o reino e o poder, e a glória, para sempre, Amém. 14 Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; 15 se, porém, não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas. Devemos orar a Palavra de DEUS, vamos ver alguns exemplos de oração, seguindo o padrão bíblico da oração que JESUS nos ensinou: Filiação Divina Pai nosso que estás nos céus Ó DEUS, eu Te chamo Pai, Tu és meu pai. Mas agora, ó Senhor, Tu és meu Pai; eu sou o barro, e Tu o meu oleiro; O ESPÍRITO mesmo testifica com meu espírito que sou Teu filho, ó DEUS; Recebi a JESUS , crendo no seu nome, pelo que me foi dado o poder de ser chamado filho de DEUS; Graças Te dou, ó pai, porque enviaste JESUS para me resgatar a fim de que eu recebesse a adoção de filho. Pai justo, Pai santo, meu pai, dirijo-me a ti que estás nos céus, em teu trono de glória, entronizado entre os querubins. Referências bíblicas: Is. 63:16; 64:8; Gl 4:4-7; Hb. 12:8,10; Dt. 32:6; Jo. 16:27; Tg. 1:17; Rm. 8:15-17,14; 2 Co 1:3,4; Ef. 1:3; 1 Jo 3:1,2; 2 Co 11:31; Fp 4:20. Exaltação ao nome de DEUS Santificado seja o Teu nome Bendito seja o Teu glorioso nome, que está exaltado sobre toda bênção e louvor. Bendito seja o Teu Nome, desde agora e para sempre. Desde o teu nascimento de sol até a seu ocaso, há de ser louvado o Teu Nome. Seja Bendito o Teu Nome, ó DEUS, para todo o sempre, porque são tuas a sabedoria e a força. Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao teu nome dá glória, por amor da tua benignidade e a tua verdade. O teu nome, ó senhor, subsiste para sempre; e a tua memória, ó Senhor por todas as gerações. E tudo o que há em mim, bendiz o teu santo nome. Referências Bíblicas Ne 9:5b; Gn 1:1,26; Sl 71:22; Sl 113:2,3; Rm 8:29; Ex 3:14; Pv 18:10; Gn 49:24,25; Jr 3:10 ; Dt 28:58; Gn 15:1,2,8; Dt 10:17; Dn 2:2; Hb 13:8; 1 Cr 29:10; Sl 8:1; 72:17; Lv 20:7,8; Sl 138:2; Sl 75:1; 115:1; Sl 91:1; Jo 1:14; Sl 103:2; Dt 33:27 Estabelecimento do Reino de DEUS Venha o Teu Reino Venha o Teu reino, Tua soberania domínio e senhorio em todas as áreas da minha vida. Venha o Teu reino sobre minha família, minha cidade, meu Estado, meu País. Venha hoje o Teu reino na igreja e na vida de todos os homens. Porque o domínio pertence a Ti e reinas sobre as nações. Teu Reino, Senhor, não consiste no comer e no beber, mas na justiça, na paz, e na alegria no ESPÍRITO SANTO. Não consiste em palavras, mas em poder e este é o caminho que quero seguir. Pai, aguardo o dia quando unirei minha voz à de miríades, proclamando: O reino do mundo passou a ser do Senhor nosso e do Seu CRISTO, e Ele reinará pelos séculos dos séculos. Referências Bíblicas Sl 145:11-13; Mt 6:33; Hb 12:28; Mt 6:10; Lc 17:21,22; 1 Jo 3:2,3 Amp.; Sl 22:28; Mt 5:3-11; Tt 2:11-13; Sl 103:19; Rm 14:17; Zc 14:5,9 ;Is 9:6,7; 1 Co 4:20; Ap. 11:16,17; Mt 4:17; Cl 1:12-14; 1Cr 29:11 Submissão Seja feita a Tua vontade, assim na terra como é no céu. Pai, oro para que Tua vontade seja feita na minha vida, de um modo tão perfeito como ela é feita no Céu. Deleito-me em fazer tua vontade, ó DEUS meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração. Ensina-me a fazer a tua vontade, pois tu és o meu DEUS; guie-me o Teu bom ESPÍRITO por terreno plano. Oro como JESUS : “Não se faça a minha vontade, mas a tua”, não importa qual seja, pois ela é sempre o melhor para minha vida. A minha comida é fazer a Tua vontade e realizar a obra que me confiaste. Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma; porque não procuro a minha vontade, mas a Tua. Pois esta é a Tua vontade, que eu seja consagrado (separado e colocado á parte para uma vida pura e santa): que eu me abstenha de todo vicio sexual; que eu saiba como possuir (controlar dirigir) meu próprio corpo em consagração (pureza, separado das coisas profanas) e honra, não (para ser usado) em paixão e lascívia como os pagãos, que são ignorantes do verdadeiro DEUS e não têm conhecimento da Sua Vontade. Referências Bíblicas Mt 6:10; At 13:22; 1 Jo 2:17; Ef 1:4,5 Amp.; Sl 40:8; 143:10; Rm 8:26,27; 12:2; Cl 1:9 Amp; Lc 22:42; 1 Ts 4:3-5 Amp.; Fp 2:13; Jo 4:34; 5:30; Sl 1:3,4 Amp.; Hb 13:20,21. Provisão “O pão nosso de cada dia nos dá hoje” Pai, tu és meu DEUS Provedor, Jeová Jiré, pelo que supres liberalmente cada uma das minhas necessidades, de acordo com Tuas riquezas em glória em CRISTO JESUS . Sou Teu amado e me dás o pão enquanto durmo. Dás mantimento aos que Te temem; Confesso que não ando ansioso quanto à minha vida, pelo que hei de comer, ou pelo que hei de beber; nem quanto ao meu corpo, pelo que hei de vestir. Olho para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajudam em celeiros; e Tu, meu Pai celeste, as alimenta. Não valho eu muito mais do que elas? Portanto não me inquieto, dizendo: Que hei de comer? Ou: Que hei de Beber? Ou: Com que hei de vestir? Porque Tu, meu pai celeste, sabes que preciso de Tudo isso. Meu Pão de cada dia me dás hoje. Referências Bíblicas Fp 4:19; Ex 23:25; Mt 6:25,26,31,32; Sl 127:2; 111:5; 2 Co 9:10; Sl 34:10; Sl 145:15,16; Sl 146:5,7; Dt 28:1,4,8,12; Sl 37:25; Pv 10:3; Dt 8:3. Perdão Pessoal “E perdoa-nos as nossas dívidas” Pai, tenho experimentado Teu perdão em minha vida.Confesso-te meus pecados e Tu és fiel e justo para me perdoares os pecados e me purificares de toda a injustiça. Tu, Senhor, perdoas todas as minhas iniquidades e saras todas as minhas enfermidades. Pois me perdoaste a iniqüidades e não Te lembraras mais dos meus pecados. Referências Bíblicas Mt 6:12; Sl 139:23,24; Rm 4:7,8; 1 Jo 1:9; Sl 86:4,5; 103:1,3; 1 Jo 2:12; Sl 32:5; 19:12; Jr 31:34; Cl 1:14. Perdão a Outros (geral) “Assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores” Pai de amor, tenho provado o Teu ilimitado perdão. Lançaste meus pecados nas profundezas do mar e deles não Te lembras mais. Tratas-me como se eu nunca tivesse pecado. De Ti recebo o espírito perdoador e libero o meu perdão a todos quanto me ofendem. De todo o coração perdôo o que peca contra mim. Recebo Tua palavra: “Antes sede bondosos para com os outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros (pronta e livremente), como também DEUS vos perdoou em CRISTO. “ Suporto o meu irmão e o perdôo, assim como JESUS me perdoou. Amo meu próximo como a mim mesmo, e porque o amo, o perdôo, sabendo que o amor cobre uma multidão de pecados. Referências Bíblicas Mt 6:12; Cl 3:13; Mc 12:31; Is 43:25; Mt 6:14,15 Amp.; 1 P 4:8; Mt 18:35; Mc 11:25,26; Mt 5:44,45,48; Ef 4:32; Mt 18:22; Nm 6:24-26 Proteção “Não nos deixes cair em tentação” Pai reconheço que não me sobrevêm nenhum tentação, que não seja humana, mas Tu és fiel, e não deixarás que eu seja tentado acima do que possa resistir, antes com a tentação darme-ás também o escape, para que a possa suportar. Tu me sustentas, meu DEUS. Andarei seguro pelo meu caminho, e não tropeçará o meu pé. Quando me deitar, não temerei: sim, deitar-me-ei e o meu sono será suave. Não temo o pavor repentino, nem a assolação dos ímpios quando vier. Porque Tu, Senhor, serás a minha confiança, e guardarás os meus pés de serem presos. Não me deixarás cair em tentação. Referências Bíblicas 1 Co 10:13; Tg. 1:12 Amp.; 1 Sm 2:9; Pv 4:11,12; Mt 26:41 Amp.; Pv 3:23-26; Tg 1:2-4,13; Sl 116:8; Ap. 3:10; Libertação “Livra-nos do mal” Nenhum mal; me sucederá, nem praga alguma chegará à minha tenda, porque aos Teus anjos darás ordem a meu respeito, para me guardarem em todos os meus caminhos. Eles me sustentarão nas suas mãos, para que eu não tropece em alguma pedra. Teu anjo, Senhor, acampa-se ao redor, pois temo a Ti, e me livras. Senhor, Tu me Livrarás também de toda a obra maligna, e me levarás salvo para o Teu reino celestial. A ti, glória pelos séculos dos séculos. Amém. Referências Bíblicas Gl 1:4,5; Sl 18:2; 2 Tm 4:18; Sl 91:3,10,12; Sl 34:7,17; 1 Ts 1:10; Sl 91:14,15; Sl 56:13 Exaltação “Porque Teu é o reino e o poder, e a glória, para sempre. Amem” Sê exaltado, ó DEUS, acima dos céus; e em toda a terra esplenda a Tua glória. A ti, o único DEUS, nosso Salvador, por JESUS CRISTO Nosso Senhor, glória, majestade, domínio e poder, antes de todos os séculos, e agora, e para todo o sempre . Amem. Referências Bíblicas Sl 57:5; 34:3; Sl 63:2; Sl 113:4; Sl 148:13; 1 Cr 29:10-13; 1 Cr 16:36; Sl 29:9; Is 25:1; Sl 72:18,19; Sl 92:2; Dn 2:20-22; Jd 25 TERCEIRA PARTE QUE ACONTECE QUANDO A IGREJA ORA? I. EXISTEM TRÊS TIPOS BÁSICOS DE ORAÇÃO 1. A oração individual, At 9.112. A oração em grupo, At 16.263. A oração coletiva, At 2.42 II. AS GRANDES VANTAGENS DA ORAÇÃO COLETIVA 1. Ela fortalece a união do povo de DEUS2. Ela multiplica a nossa fé3. Ela tem garantias de pronta resposta, Mt 21.22 III. TIPOS DE oração QUE A IGREJA NUNCA DEVERIA FAZER 1. A oração sem fé - ela invalida a Palavra de DEUS. Tg 1.62. A oração sem humildade - oração de revolta. oração ou afronta?2.1 ela despreza a vontade de DEUS, Mt 6.102.2 ela insulta a DEUS2.3 ela cega a mente do crente, impedindo de discernir a vontade de DEUS,Rm 8.283. A oração sem reverencia - ela afasta a presença de DEUS4. A oração sem temor e unção do ESPÍRITO. IV. VOCÊ SABIA QUE DEIXAR DE ORAR É UM PECADO? 1. Leia I Samuel 12.232. Deixar de orar é pecado de desobediência, I Ts 5.17; Lc 18.13. Deixar de orar é um pecado de desprezo da alma para com DEUS4. Deixar de orar é um convite a viver em incredulidade5. Deixar de orar é perder a chave que a abre o Celeiro de DEUS6. Deixar de orar é a maneira mais perfeita de afastar-se de DEUS7. Deixar de orar significa deixar de abastecer a alma com o gozo do Céu V. QUE ACONTECE QUANDO A IGREJA DEIXA DE ORAR? 1. O povo de DEUS começa a experimentar escassez, Mt 6.112. Muitos dentre o povo de DEUS morrem prematuramente, II Cr 16.12,133. Muitos que estão prestes a morrer alcançam sua cura, Is 38.14. A Obra de DEUS sofre e se debilita, II Cr 7.145. A salvação de almas pode ser reduzida6. Se a Igreja deixa de orar, suas prioridades mudam (passatempos/piadas/tv/lazer) VI. QUE ACONTECEU QUANDO A IGREJA PRIMITIVA OROU? 1. Aconteceu um grande Movimento, At 4.31 1.a na casa: Moveu-se o lugar em que estavam reunidos1.b nos corações dos crentes: Todos foram cheios do espírito SANTO1.c na Cidade: Anunciavam com ousadia a palavra de DEUS 2. Aconteceu um grande livramento, At 12.5-17 2.a Essa oração atraiu os anjos2.b Essa oração cegou e imobilizou os guardas da prisão2.c Essa oração abriu as portas do cárcere 3. Aconteceu um avivamento missionário 3.a Eles serviam, jejuavam e oravam3.b O Senhor levantou os primeiros missionários3c. A Obra missionária nunca mais terminou. QUARTA PARTE A PRÁTICA NA ORAÇÃO: 1. Definição A prática da oração é a arte de entrar no SANTO dos Santos e de se colocar na presença do próprio DEUS em espírito, por meio da fé, valendo-se do sacrifício de CRISTO, e falar com DEUS com toda liberdade por meio da palavra audível ou silenciosa. Conforme esta definição, qual o pré-requisito para orar? 2. Resultados da oração A oração é um instrumento pelo qual confessamos duas coisas ao mesmo tempo: a estreiteza de nossos recursos e a extrema largueza dos recursos de poder e do amor de DEUS. A prática da oração é um dos mais extraordinários meios de graça de que o homem pode dispor. Descubra nos textos três efeitos distintos da oração em nossa vida. Tome nota. Fp 4.6-7 Mt 7.7-8 e Tg 5.16bTg 4.2-3, 1 Pe 3.7 e Pv 28.9 Podemos verificar que a oração produz resultados psicológicos (paz de espírito, tranqüilidade), espirituais (maior sentido de vida) e concretos (atendimento real do pedido feito). 3. Elementos da oração A maior parte de nossas orações são de súplica. Não deveria ser assim. No contexto bíblico, a oração tem pelo menos seis elementos. Eles não precisam estar presentes numa única prece, mas devem ser lembrados sempre. Descubra quais são esses elementos, verificando os textos indicados. 2 Cr 7.3 Sl 103.2Sl 51.1-9 1 Sm 1.15Tg 5.16 e Mt 5.44 Jr 33.3 e Mt 7.7 4. O sim e o não DEUS diz sim a muitas de nossas orações. É animador listar os sins de DEUS nas orações contidas na história bíblica. Veja alguns exemplos. Escreva os nomes dos personagens e seus pedidos, de acordo com as referências. Gn 25.21 Êx 2.23-25Jz 13.8-9 2 Rs 20.5Lc 1.13 At 10.4 Mas DEUS diz não também a não poucas orações, mesmo que elas sejam proferidas por pessoas de caráter e de fé. Leia estes textos e anote da mesma maneira. Dt 3.23-27 2 Sm 12.15-202 Co 12.7-9 5. Oração e ação Lutero dizia: “É preciso orar como se todo trabalho fosse inútil e trabalhar como se todo orar fosse em vão”. É o que acontece do início ao fim do livro de Neemias. Você ficará impressionado ao procurar as passagens que descrevem como ele conciliava oração e ação (Ne 1.4; 2.4-5; 4.4-6; 4.9; 6.9 e assim por diante). Sublinhe o que encontrar em sua própria Bíblia e tire suas conclusões. 6. Freqüência da oração Pense por um momento: Você ora todos os dias? Quantas vezes? Na hora de levantar e de deitar ou às refeições? Somente em caso de doença ou morte? Leia as passagens abaixo e anote os períodos de oração que elas sugerem. Sl 55.17 e Dn 6.10 Lc 6.12Ne 2.4 e Lc 22.44 1 Ts 5.17 Porque a oração é de grande importância e porque o homem é naturalmente indisciplinado, é bom que haja algum horário fixo de oração. O que não dispensa o “orai sem cessar”, que é a manutenção do espírito de oração em todos os momentos e circunstâncias, que caracteriza a nossa total dependência de DEUS. 7. Sugestões 1) Antes de orar, pare e pense um pouco em DEUS e seus atributos. Com certeza, você iniciará sua oração da maneira correta: com uma palavra de adoração que partirá do fundo da alma. 2) Lembre-se de que a oração não substitui a leitura da Bíblia. As duas práticas são essenciais para o seu crescimento na vida cristã. Sem a Bíblia, as orações podem tornar-se sem conteúdo, egoístas e até mesmo erradas (Tg 4.3). 3) Tente “balancear” suas orações com adoração, ações de graça, confissão, extravasamento, intercessão e súplica. 4) Peça sem constrangimento. Não é necessário substituir a súplica pelo louvor. É DEUS quem abre a porta da oração e diz: “Pede-me”. Mas não peça apenas saúde, cura física, sucesso, prosperidade, felicidade. Ore por virtudes e valores espirituais. Insista até obter resposta. 5) Reserve horários especiais no dia para oração, sem deixar de aplicar o “orai sem cessar”. 8. Oração Senhor DEUS, obrigado por ter acesso a ti pela oração. Ensina-me a orar. Ajuda-me a orar mais. Amém. RESUMO DA LIÇÃO 03 - 2º TRIMESTRE DE 2008 ORAÇÃO - O DIÁLOGO DA ALMA COM DEUS Palavra Chave: Oração - É o ato reverente e piedoso por meio do qual o crente adora e aproxima-se de DEUS. I. O QUE É A ORAÇÃO - Prática da Igreja. 1. Definição. Aproxima-se de DEUS. 2. Fundamentos da oração. a) Nos ensinos - b) buscar a DEUS - c) Na experiência - d) Convicção. II. OBJETIVOS DA ORAÇÃO - Mathew Henry 1. Buscar a presença de DEUS. Warren W. Wiersbe 2. Agradecê-lo pelos imerecidos favores. Tem você agradecido a DEUS? 3. Interceder pelo avanço do Reino de DEUS. John Knox 4. Apresentar a DEUS nossas necessidades. Jó 5. Confessar a DEUS nossos pecados e faltas (Dn 9.3-6). Daniel III. CULTIVANDO O HÁBITO DA ORAÇÃO - John Bunyan 1. Orar cotidianamente. 2. Sem interferências. Daniel - Senhor JESUS CONCLUSÃO É chegado o momento. Busquemos a presença de DEUS (Is 55.6). -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 3 - ORAÇÃO, UM DIÁLOGO DA ALMA COM DEUS RESPONDA CONFORME A REVISTA DA CPAD - 2º TRIMESTRE DE 2008 TEXTO ÁUREO: 1- Complete: "Orando em todo tempo com toda oração e _____________________ no ESPÍRITO e ___________________ nisso com toda perseverança e súplica por ___________________ os santos" (Ef 6.18). VERDADE PRÁTICA 2- Complete: A oração move o ______________________ de DEUS de tal forma, que O leva a ___________________o impossível na _____________do crente. COMENTÁRIO: INTRODUÇÃO 3- O que o pai da Reforma Protestante, Martinho Lutero, declarou certa vez, quanto ao seu tempo ocupado? ( ) Não esteja ocupado, mais se dedique a falar com o Salvador. ( ) Quanto mais ocupado, mais se dedicava a falar com o Salvador. ( ) Quanto menos ocupado, mais se dedicava a falar com o Salvador. I. O QUE É A ORAÇÃO 4- O que distingue os discípulos do Nazareno como a mais singular e excelente comunidade de clamor da história? ( ) A oração. ( ) A capacidade de divulgar a Palavra de DEUS, na evangelização. ( ) O Jejum coletivo. 5- Defina "Oração", completando a frase a seguir: Oração é o ________________ pelo qual o crente, através da fé em CRISTO JESUS e mediante a ___________________ intercessora do ESPÍRITO SANTO, aproxima-se de DEUS com o propósito de adorá-lo, render-lhe ações de graça, interceder pelos salvos e pelos não-salvos, e apresentar-lhe as petições de acordo com a sua suprema e inquestionável ___________________ (Jo 15.16; Rm 8.26; 1 Ts 5.18; 1 Jo 5.14; 1 Sm 12.23). 6- Onde estão os fundamentos da oração? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Nos ensinos da Bíblia; ( ) Na independência humana. ( ) Na necessidade de o homem buscar a DEUS; ( ) Na experiência dos homens e mulheres que porfiaram em desejar a presença de DEUS; ( ) E na convicção de que DEUS é bom para nos atender as petições. ( ) No império romano. II. OBJETIVOS DA ORAÇÃO 7- O que disse o pastor e erudito inglês, Mathew Henry, sobre um dos objetivos da oração? ( ) "Quando DEUS pretende dispensar grandes misericórdias a seu povo, a primeira coisa que faz é inspirá-lo a orar". ( ) "Quando DEUS pretende dispensar grandes milagres a seu povo, a primeira coisa que faz é inspirá-lo a orar". ( ) "Quando DEUS pretende dispensar grandes provações a seu povo, a primeira coisa que faz é inspirá-lo a orar". 8- Dentre os muitos objetivos da oração, cite 5: Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Buscar a presença de DEUS. ( ) Fazer uma troca de favores com DEUS. ( ) Agradecer a DEUS pelos imerecidos favores. ( ) Interceder pelo avanço do Reino de DEUS. ( ) Decretar o que DEUS deve fazer. ( ) Apresentar a DEUS nossas necessidades. ( ) Exigir de DEUS uma solução para nossos problemas. ( ) Confessar a DEUS nossos pecados e faltas. 9- Diante da sede pelo Eterno, que ia na alma de Davi, o que disse o pastor norte-americano Warren W. Wiersbe? ( ) "Não se limite a buscar a ajuda de DEUS. Almeje a sua ajuda. O sorriso de DEUS é tudo o que você precisa para vencer as ciladas humanas". ( ) "Não se limite a buscar a ajuda de DEUS. Almeje a sua face. O sorriso de DEUS é tudo o que você precisa para vencer as ciladas humanas". ( ) "Não se limite a buscar a ajuda de DEUS. Almeje a sua misericórdia. O sorriso de DEUS é tudo o que você precisa para vencer as ciladas humanas". 10- Qual a resposta do salmista à sua própria pergunta? "Que darei eu ao Senhor por todos os benefícios que me tem feito? ( ) Tomarei o cálice da salvação e invocarei o nome do Senhor. Pagarei os meus votos ao Senhor, agora, na presença de todo o seu povo". ( ) Tomarei o álamo da salvação e invocarei o nome do Senhor. Pagarei os meus votos ao Senhor, agora, na presença de todo o seu povo". ( ) Tomarei a coroa da salvação e invocarei o nome do Senhor. Pagarei os meus votos ao Senhor, agora, na presença de todo o seu povo". 11- Diante da miséria de sua gente, o que rogou John Knox? Qual foi o resultado de sua oração? ( ) "CRISTO, dá-me a América se não morrerei". Um avivamento varreu aquele país, levando milhares de impenitentes ao pé da cruz (a CRISTO). ( ) "CRISTO, dá-me a Alemanha se não morrerei". Um avivamento varreu aquele país, levando milhares de impenitentes ao pé da cruz (a CRISTO). ( ) "CRISTO, dá-me a Escócia se não morrerei". Um avivamento varreu aquele país, levando milhares de impenitentes ao pé da cruz (a CRISTO). 12- O que se deu com o patriarca Jó, enquanto orava por seus amigos? ( ) "E o Senhor virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos; e o Senhor acrescentou a Jó outro tanto em dobro a tudo quanto dantes possuía" ( ) "E o Senhor virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos; e o Senhor acrescentou a Jó outro tanto em triplo a tudo quanto dantes possuía" ( ) "E o Senhor virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos; e o Senhor acrescentou a Jó outro tanto em riquezas quanto dantes possuía" 13- Complete: Não se limitava Daniel a confessar os pecados de seu povo; nessa confissão, sentida e repassada por um pranto incontido, também se _________________. Se lermos o capítulo nove do livro que lhe leva o nome, ver-nos-emos constrangidos a confessar cada uma de nossas ________________________. Alguém disse, certa vez, que Daniel não confessou os pecados de seu povo por atacado; ____________________ cada um deles. III. CULTIVANDO O HÁBITO DA ORAÇÃO 14- Qual observação John Bunyan, autor de O Peregrino, nos faz sobre o hábito da oração? ( ) "Jamais serás um pastor, se não fores uma pessoa de oração". ( ) "Jamais serás um missionário, se não fores uma pessoa de oração". ( ) "Jamais serás um cristão, se não fores uma pessoa de oração". 15- Quais as duas maiores providências devemos tomar para mantermos o hábito da oração? ( ) Orar diariamente e Orar o Pai-nosso. ( ) Orar insistentemente e Orar para não haver interferências. ( ) Orar cotidianamente e Orar sem interferências. 16- O que é "Orar cotidianamente"? Dê um exemplo de alguém que orava 3 vezes ao dia: ( ) "Orar continuamente". Daniel. ( ) "Orar continuamente". Davi. ( ) "Orar continuamente". Demétrio. 17- Complete: Procurava Daniel ______________ com o Senhor livremente, longe do atribulado cotidiano de Babilônia: "Daniel, pois, quando soube que a escritura estava assinada, entrou em sua casa (ora, havia no seu quarto janelas abertas da banda de Jerusalém), e ___________________ vezes no dia se punha de ______________________, e orava, e dava graças, diante do seu DEUS, como também antes costumava fazer" (Dn 6.10). 18- Qual a recomendação que nos faz o Senhor JESUS quanto à oração sem interferência? Complete: "Mas tu, quando _______________________, entra no teu _________________________e, fechando a tua porta, ora a teu Pai, que vê o que está _______________________; e teu Pai, que vê o que está oculto, te recompensará" (Mt 6.6). 19- Tem você um lugar e uma hora para a oração? ( ) Sim. ( ) Não. ( ) Vou ter a partir de hoje. CONCLUSÃO 20- Complete: Sem ____________________, jamais haveremos de mover a mão de DEUS para que haja sobrenaturalmente, no ___________________, por intermédio de seu povo. É chegado o momento de buscarmos, ainda mais, a _____________________de DEUS (Is 55.6). Palavra Chave: Oração - É o ato reverente e piedoso por meio do qual o crente adora e aproxima-se de DEUS. SINOPSE DO TÓPICO (1) - Oração é o ato reverente e piedoso através do qual o crente adora e se aproxima de DEUS, mediante a intercessão de nosso Senhor JESUS CRISTO. SINOPSE DO TÓPICO (2) - Os principais objetivos da oração: buscar a DEUS e agradecê-lo pelos imerecidos favores, interceder pelo avanço do Reino de DEUS, confessar os nossos pecados e apresentar a DEUS as necessidades pessoais. SINOPSE DO TÓPICO (3) - O cultivo da prática da oração se manifesta através da oração perseverante, cotidiana e bíblica, conforme Mateus 6.6. REFLEXÃO - "Se os que são chamados para a liderança e o ministério não forem cautelosos, acabarão tão rapidamente envolvidos com os negócios alheios, que o ato de esperar em oração no Senhor será menosprezado." (Robert L. Brandt) Ajuda: CPAD - www.cpad.com.br - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - Bíblia de Estudos Pentecostal. www.escoladominical.com.br - www.ebdweb.com.br http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/videosebdnatv.htm (VÍDEOS da EBD na TV) BÍBLIA ILUMINA EM CD - Bíblia de Estudo NVI EM CD - Bíblia Thompson EM CD. Nosso novo endereço: http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/ (http://www1.uol.com.br/biblia/shema/viver.htm) insejec@uol.com.br Revista Ultimato 269 QUE ACONTECE QUANDO A IGREJA ORA? (Pastor Geziel Gomes)

Nenhum comentário: