sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

O SENHOR PELEJA POR SEU POVO 5partes Ev Henrique

O SENHOR PELEJA POR SEU POVO 5partes Ev Henrique LIÇÃO 09 - O SENHOR PELEJA POR SEU POVO Lições Bíblicas Aluno - Jovens e Adultos - 1º TRIMESTRE DE 2009 Livro de Josué - As Conquistas e as Promessas do Povo de DEUS Comentários: Elienai Cabral Consultor Doutrinário e Teológico: Pr. Antônio Gilberto Complementos, questionários e videos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
TEXTO ÁUREO 1- Complete: "O Senhor pelejará por vós, e vos calareis". (Êx 14.14).
VERDADE PRÁTICA 2- Complete: É DEUS que nos concede a vitória. É Ele quem nos livra das mãos dos nossos inimigos. Portanto, somente o Senhor é digno de todo o louvor e de toda a glória. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Josué 10.6-15 Js 10. 6 - Enviaram, pois os homens de Gibeão a Josué, ao arraial de Gilgal, dizendo: Não retires as tuas mãos de teus servos; sobe apressadamente a nós, e livra-nos, e ajuda-nos, porquanto todos os reis dos amorreus, que habitam na montanha, se ajuntaram contra nós. 7 - Então subiu Josué de Gilgal, ele e toda a gente de guerra com ele, e todos os valentes e valorosos. 8- E o Senhor disse a Josué: Não os temas, porque os tenho dado na tua mão; nenhum deles parará diante de ti. 9 - E Josué Ihes sobreveio de repente; porque toda a noite veio subindo desde Gilgal. 10- E o Senhor os conturbou diante de Israel, e feriu de grande ferida em Gibeão; e seguiu-os pelo caminho que sobe a Bete-Horom, e os feriu até Azeca e a Maqueda. 11- E sucedeu que, fugindo eles diante de Israel, à descida de Bete-Horom o Senhor lançou sobre eles, do céu grandes pedras até Azecat e morreram; e foram muitos mais os que morreram das pedras de saraiva do que os filhos de Israel mataram à espada. 12 - Então Josué falou ao Senhor, no dia em que o Senhor deu os amorreus na mão dos filhos de Israel, e disse aos olhos dos israelitas: Sol, detém-te em Gibeão, e tu, lua, no vale de Aijalom. 13- E o sol se deteve, e a lua parou, até que o povo se vingou de seus inimigos. Isto não está escrito no livro do Reto? O sol, pois, se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro. 14- E não houve dia semelhante a este, nem antes e nem depois dele, ouvindo o Senhor assim a voz dum homem; porque o Senhor pelejava por Israel 15 . E tornou-se Josué, e todo o Israel com ele, ao arraial, a Gilgal. NÃO OS TEMAS. Embora Israel tivesse falhado ao fazer um pacto com os gibeonitas, DEUS ajudou seu povo a defendê-los (cf. 9.18-20). Muitas vezes, falhas que nos afastam da perfeita vontade de DEUS são por Ele usadas como oportunidade para demonstrar sua fidelidade e amor por nós.JOSUÉ FALOU AO SENHOR. Josué orou pedindo um milagre, e DEUS atendeu a sua oração. O crente não deve hesitar em orar para que o Senhor opere maravilhas em seu favor. O povo de DEUS vive num mundo hostil e maligno, enfrentando grandes desafios e dificuldades. Às vezes, há necessidade de milagres para o cumprimento do plano e propósito de DEUS, na vida do crente.E O SOL SE DETEVE. Não se sabe o método exato que DEUS usou para prolongar a luz do dia. DEUS podia ter reduzido a rotação da terra, inclinado a terra no seu eixo, como acontece nos pólos, onde o sol não se põe, ou produzido uma refração nos raios solares. Seja qual tenha sido a opção empregada por DEUS, o prolongamento daquele dia foi uma resposta excepcional à oração (vv. 12-14). O DEUS que criou o mundo e os corpos celestes com suas respectivas funções, pode também suspender seus movimentos naturais, visando a seus próprios propósitos (cf Is 38.7,8). ALGUNS MILAGRES DE DEUS REFERENTES AO SOL: O sol, pois, se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro (Js 10.13b). Os "10 graus, pelos graus que já tinha declinado no relógio-de-sol de Acaz" O dia em que JESUS morreu na cruz houve manifestação de DEUS sobre o Sol também - A Terra se escureceu, o Sol recusou-se a brilhar. Milagre: Manifestação maravilhosa do poder de DEUS sobre a natureza. É o agir de DEUS na natureza. Seria normal que o sol nascesse e se pusesse como DEUS o criou para fazer, ou seja, seria natural que a Terra girasse em seu eixo e que o vale de Aijalom ficasse no escuro, mas DEUS fez com que todo o universo parasse para que Josué pudesse vencer a guerra contra os 5 reis amorreus. Tudo isso foi feito para cumprir a palavra de um servo de DEUS. Imagine o que DEUS fará se nos dispusermos a vencer suas batalhas!!! Glória a DEUS!!!
SUBSÍDIO GEOGRÁFICO Gilgal: Aqui estão mais algumas informações sobre Gilgal: "Gilgal, a leste de Jericó, entre essa cidade e o rio Jordão. A localização exata de Gilgal, dentro dessa área, continua incerta. J. Muilenburg ... tentativamente sugere um local logo ao norte de Khirbet el-Mefjir, cerca de dois quilômetros a nordeste da Jericó do Antigo Testamento (Tell es-Su Itan). Em apoio a essa localização aproximada, Muilembrug lança mão do testemunho combinado de algumas referências do Antigo Testamento com afirmação de alguns escritores posteriores (Josefo, Eusébio, etc.), enquanto que uma escavação experimental revelou ali restos pertencentes à Idade do Ferro Primitiva." (Novo Dicionário da Biblia) Beth-Horon - Casa da caverna "Havia dois sítios com este nome em Efraim, respectivamente chamados "o superior" e "o inferior", perto da fronteira de Benjamin (Js 10.10). Os lugares representantes destas duas povoações se chamam hoje Beit-Ur el Foka e Beth-Ur el Tahta, significando uma palavra "o lugar mais alto" e a outra "o lugar mais baixo". O fundador destas duas vilas foi Serah, filha de Beriah, que em 1Cr 7.24 se diz tê-Ias edificado. A referência, que Ihes é feita em 2 Cr 8.5, implica que Salomão as reedificou e as converteu em fortalezas. A posição de Beth-Horon, na orla do planalto, mesmo ao pé da descida para a fértil planície de Saron, e sobre a grande estrada, que parte de Jerusalém, tomou esse lugar de grande importância debaixo do ponto de vista militar. Quando Gibeon foi ameaçado pelos cananeus da baixa região, Josué derrotou-os e perseguiu-os, subindo a ladeira de Beth-Horon e continuou a feri-Ios na descida de Beth-Horon (Js 10.10,11). E mais tarde, nos perturbados tempos do reinado de Saul, os filisteus que estavam acampados em Michmas, tinham sob a sua ação estratégica aqueles lugares. Depois disto refortificou Salomão tanto a Beth-Horon de cima, como a Beth-Horon de baixo, e também Gezar (1 Rs 9,17; 2 Cr 8.5). Foi passando por Beth-Horon que os egípcios invadiram Judá durante o reinado de Roboão. A estrada está já pouco em uso, mas por certos restos de calçada sabemos que os romanos não desprezaram tão importante posto, que protegia a principal linha de comunicação entre Jerusalém e a costa." SUBSÍDIO DOUTRINÁRIO Em seu minucioso estudo sobre o Livro de Josué, escreve o pastor Antonio Neves de Mesquita: "Josué, inflamado com a vitória divina nesta campanha decisiva pela posse da terra, fez uma proclamação ao Sol e à Lua, para que parassem até o término da guerra. Não poucas discussões tem suscitado esta Escritura. Pela astronomia moderna, o Sol e a Lua não pararam, mas, sim, a Terra. Contudo, nos tempos de Josué 9 e 10 segundo a astronomia egípcia, eram o Sol e a Lua que andavam ao redor da Terra. Foi preciso que Copérnico, sábio alemão, tivesse coragem para demonstrar a astronomia dos seus dias. Com Galileu, Newton e Kepler, deu ao mundo os conhecimentos de leis astronômicas que estão servindo aos viajantes do espaço. Nicolau Copérnico nasceu a 19 de fevereiro de 1473 na aldeia de Toron, na Alemanha, e graças ao seu conhecimento e coragem desbancou Aristóteles, Ptolomeu e todos os antigos, que haviam sustentado a teoria geocêntrica, isto é, a Terra como centro do sistema planetário. Deixando de lado a questão científica, perguntamos: "Como podia a Terra parar e com ela todos os outros astros do nosso sistema solar? A Igreja Romana não podia conformar-se com a nova ciência, e, não conseguindo lançar mãos de Copérnico, apanhou Galileu, que sofreu nas masmorras de Florença. O autor (o pastor Antonio Neves de Mesquita) teve oportunidade e tristeza de visitar a masmorra onde esteve encarcerado o grande seguidor de Copérnico, o astrônomo Galileu. A Igreja era senhora dos céus e da terra e a teologia ensinava que a Terra era imóvel, e o Sol, a Lua e os demais planetas é que giravam ao seu derredor. Foram precisos anos e sofrimentos para que a igreja se conformasse com a verdade." "Não temos que demorar na apreciação do milagre. Os astrônomos modernos deram-se ao trabalho de buscar, no calendário astronômico, se o fato teria realmente ocorrido. Depois de buscas e fastidiosos estudos, concluíram que efetivamente falta um dia no calendário astronômico, concluindo então, que o quase um dia inteiro (Js 10.13b), corresponde a 23 horas e vinte minutos, e os 10 graus de sombra do relógio de Acaz, que DEUS mandou retroceder (Is 38.1-8), correspondam a 40 minutos. Está assim provado que de fato a Terra esteve parada por todo um dia de Sol. Depois dessa tremenda vitória, Josué voltou ao quartel general, em Gilgal, onde as noticias da vitória certamente já haviam chegado, pois não ficava muito longe." INTRODUÇÃO Na lição em foco, veremos como DEUS quando quer (porque poder Ele pode) intervém no curso natural das coisas. Ouvimos muitas vezes, a expressão: "Isto aconteceu pela interferência imediata de DEUS". O método de DEUS não mudou. Ele não pode mudar! Dele é "...tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade (Fp 2.13b). Qualquer teoria que se opõe a estes princípios deve ser ignorada. (SCR) Vale de AijalomRegião de Sefelá (24 km NO de Jerusalém) Local onde ocorreu a Batalha de Josué contra os amorreus em que o sol parou sobre Gabaom e a lua sobre o Aijalom (Js 10.12-14). Possui 18 km de extensão por 9 km de largura I. A GRANDE VITÓRIA CONCEDIDA POR DEUS A JOSUÉ 1. Josué socorre os gibeonitas (vv 6-9). Ao saberem da coligação dos gibeonitas com Israel, os reis amorreus moveram guerra contra os moradores de Gibeão (Js 10.1-5). Então, de imediato Josué recebe uma embaixada por parte de Gibeão pedindo socorro dizendo: "Não retires as tuas mãos de teus servos; sobe apressadamente a nós, e livra-nos, porquanto todos os reis dos amorreus, que habitam na montanha, se ajuntaram contra nós" (v.6). Os monarcas amorreus haviam tomado a estrada clássica que vai a Beth-Horon alta (617 m) e depois desceram rapidamente para Beth-Horon baixa (400 m), para continuar em direção a Aijalom e a zona costeira. Em socorro a Gibeão, "subiu Josué de Gilgal, ele e toda agente de guerra com ele, e todos os valentes e valorosos (v.7). Após uma caminhada forçada de 60 Km, .. Josué Ihes sobreveio de repente, porque toda a noite veio subindo desde Gilgal" (v.9). (SG) 2. DEUS interveio na batalha (vv 10,11). Entre a noite e o amanhecer, mesmo antes da batalha final, DEUS participou da batalha preliminar com manifestações sobrenaturais, a saber: · Primeiro: "E o Senhor disse a Josué: Não os temas, porque os tenho dado na tua mão: nenhum deles parará diante de ti" (v.8) · Segundo: "O Senhor os conturbou diante de Israel" (v. 10), isto é, desorientou-os, lançando entre eles cisma, pânico e extremo terror. . Terceiro: "Sucedeu que, fugindo eles diante de Israel à descida de Beth-Horon, o Senhor lançou sobre eles, do céu, grandes pedras até Azeca e morreram (v. 11). A participação de DEUS foi marcante derrotando seus inimigos, com uma chuva de saraiva que estava retida nos seus tesouros "até ao tempo da angústia, até ao dia da peleja e da guerra" (Jó 38.22,23).
II- O DIA LONGO DE JOSUÉ E A CIÊNCIA 1. Uma oração que mexeu com o Universo (v .12). Nesta coluna e naquela que se segue, tomaremos para exemplificar o significado do pensamento, algumas expressões tópicas dos astrônomos Tottem e Rendle Short em um artigo sobre "O Dia Longo de Josué", tradução do Pastor Antonio Gilberto. É fora de dúvida que a oração de Josué pedindo a DEUS para que "detivesse" o Sol e parasse as rodas do carro lunar, produzindo assim a prolongação do dia, se fez de manhãzinha, a julgar pela posição da lua no vale de Aijalom (ao Ocidente) e do Sol em Gibeão (ao Oriente). Ora, só há um dia no ano em que o Sol e a Lua assume tais posições na região onde se deu o fenômeno: 22 de julho...na sua posição com relação ao Sol, a Lua nascera as sete horas da noite (19:00 horas) do dia que precedeu a batalha e pôs-se às 13 horas do mesmo dia da batalha. 2. DEUS ouviu a Josué e o milagre aconteceu (vv.12,13). O raio completo da batalha cobria a cidade de Gibeão e o vale de Aijalom. Regiões estas famosas pelo notável acontecimento. "Vale de Aijalom" (em hebraico Aialom) foi mencionado nas cartas de Tel-el-Amama como "Campos de Ialuna". Este nome persiste na atual aldeia árabe de Ialu. É um vale extenso, onde o "levantar do sol" de fato ocorre "mais cedo" e o "pôr-do-sol" mais tarde, pela própria configuração do terreno. III. O SOL SE DETEVE E A LUA PAROU. 1. "Quase um dia Inteiro" (v.11). Os rabinos judaicos, quando ferem a exegese da expressão "detém-se", confirmam a veracidade dos fatos. Esta expressão significa "silencia-te ", mas, por vezes, tem o sentido de "deixa" ou "acaba" e ainda "pára" (cf. 2 Rs 4.6; Lm 2.18). Quanto à frase "o sol não se apressou a pôr-se" , o sentido mais natural da palavra traduzida "pôr" é "ir" ou "vir". Só uma vez em Gênesis 28.11, tem o sentido de "pôr". DEUS criou os dois grandes luminares: o Sol e a Lua, "para haver separação entre o dia e a noite". E no contexto sucessivo, acrescenta-se: "Para sinais e para tempos determinados" (Gn 1. 14). Aqui, no texto em foco, DEUS disse ao Sol e a Lua: "Fiquem quietos, silenciosos ou parados", e então "descansem" da atividade costumeira. Então, "o Sol e a Lua pararam nas suas moradas... "(Hc 3.11). 2. A comprovação da ciência. A ciência astronômica já provou que esse dia foi de 23 horas e 20 minutos, conforme aquilo que narra a Bíblia: "quase um dia inteiro" (v.13b). O professor Tottem, astrônomo das Universidade de Yale, descobriu esse dia longo. Ele contou o tempo para trás, partindo do equinócio do outono de 1886 até o dia da batalha de Josué. Achou que a mesma acontecera no dia 22 de julho de 1447 a.C.,numa quarta-feira. Isso foi possível, graça as expressões "o sol se deteve no meio do céu... e a lua no vale de Aijalom". A ciência diz que somente há um dia no ano em que os dois astros assumem tais posições naquela região: 22 de julho. 3. A terra fora do horário cronológico. Tottem descobriu que a terra está fora do horário cronológico, pela contagem regressiva, cerca de "24 horas" e não apenas "quase um dia inteiro" . Então os estudos continuaram entre ele e outros sábios, e finalmente chegaram a 2 Rs 20.11, e encontraram a complementação da passagem de Josué. O "quase um dia inteiro" de Josué 10.13, corresponde a 23 horas e 20 minutos. Os "10 graus, pelos graus que já tinha declinado no relógio-de-sol de Acaz", corresponde a 40 minutos, perfazendo, assim, as 24 horas perdidas pelo cálculo do professor Tottem. 2Rs 20.8 – Qual será o sinal de que o Senhor DEUS vai me curar e de que daqui a três dias eu poderei ir até o Templo? 9Isaías respondeu: – O Senhor lhe dará um sinal para provar que vai cumprir a sua promessa. O que você prefere: que a sombra da escadaria avance dez degraus ou volte dez degraus? 10Ezequias respondeu: – Fazer a sombra avançar dez degraus é fácil! Eu quero é que ela volte dez degraus. 11Então Isaías orou a DEUS, o Senhor, e ele fez a sombra voltar dez degraus na escadaria feita pelo rei Acaz. Isaías 38:8 eis que farei retroceder dez graus a sombra lançada pelo sol declinante no relógio de Acaz. Assim, retrocedeu o sol os dez graus que já havia declinado.
IV. DEUS E A VERDADEIRA CIÊNCIA NÃO SE CONTRADIZEM 1. O milagre foi possível (v. 13). Com efeito, o milagre do dia longo de Josué, como ficou conhecido dos historiadores, foi um milagre operado por DEUS. DEUS é um DEUS de milagre! "Porque para DEUS nada é impossível" (Lc 1.37). Se DEUS não existisse, também tais milagres não aconteceriam. Se eles acontecem é sem sombra de dúvida, que, por trás de tais milagres, existe uma inteligência racional, que é DEUS. (SD) 2. DEUS pode se manifestar quando e onde quiser. DEUS pode se manifestar nos diferentes modos de Sua existência. Os sinais operados por JESUS eram atuações de DEUS em respostas as necessidades prementes. Não existem coisas semelhantes aos milagres. Cada milagre tem sua forma didática de proceder. No caso de Josué, "Não houve dia semelhante (v.14). Quando CRISTO descer para o Vale do Armagedon, haverá manifestações parecidas, porém, num outro prisma (Zc 14.6,7; Ap 19.17). Zc 14.7 Será um dia singular conhecido do Senhor; não será nem dia nem noite. Quando a tarde chegar, haverá luz. Ap 19.17 Então vi um anjo em pé no sol, o qual clamou com grande voz a todas as aves que voavam pelo meio do céu: Vinde, e ajuntai-vos para a ceia do grande DEUS, V. O LIVRO DO RETO 1. "Isto não está escrito no Livro do Reto?" (v.13). Além do registro bíblico feito por Josué (10.13), o episódio está também escrito no "Livro do Reto", livro este que vem citado nas seguintes passagens das Escrituras (Nm 21. 14; Js 10.13; 2 Sm 1.18). Talvez Êxodo 17.14, que fala da vitória sobre Amaleque, tenha sido o princípio de formação desta Coletânea Poética-Guerreira. Na passagem de Nm 21.14,15, ele encerra uma poesia em forma sofística: "Contra Vaebe em Sufá, e contra os ribeiros de Amom. E contra a corrente dos ribeiros, que se volta para a situação de Ar, e se encosta aos termos de Moabe" . Em 2 Sm 1.18, se relaciona, com "Uma canção fúnebre" , aludindo às bravuras dos mais ilustres guerreiros de Israel: entre eles, Jônatas vem citado em primeiro lugar. Êx 17.14 Então disse o Senhor a Moisés: Escreve isto para memória num livro, e repete-o a Josué, porque riscarei totalmente a memória de Amaleque de debaixo dos céus. 2. Seus títulos. Vários nomes tinha este livro e eles aparecem entre os escritores sagrados variadamente: a) Simplesmente "Um Livro" (Êx 17.14); b) "O Livro das Guerras do Senhor" (Nm 21.14); c) "O Livro do Reto" (Js 10.13); d) "O Livro dos Justos" (2 Sm 1.18). Em Josué, este livro trás o nome hebraico de "Jaser", e em 2 Sm 1.18, "Yashar". 3. Quando se perdeu o Livro do Reto. Nos dias de Davi (1056 a.C.), este livro ainda existia e deve ter sido acrescentado com o cântico de Davi em relação ao seu amigo Jônatas, Especialmente aquela parte de como Jônatas usava seu arco na batalha. Com o passar dos séculos, provavelmente se tinha perdido ou arrebatado por exército invasor. Em nossos dias, não temos notícias de que alguém encontrou o "Livro do Reto", a não ser uma publicação, que, em 1751, apareceu na Inglaterra que pretendia ser uma tradução do Livro do Reto, mas foi reconhecida como grosseiro embuste. Talvez um dia a Arqueologia possa encontrá-Io. Então nós todos poderemos ver e ler o "Livro do Reto". "O Senhor pelejará por vós, e vos calareis" (Êx 14.14).
RESUMO DA LIÇÃO 09 O SENHOR PELEJA POR SEU POVO INTRODUÇÃODEUS se utiliza de meios naturais e sobrenaturais para dar vitória ao seu povo I- AS VITÓRIAS DE ISRAEL AO SUL DA PALESTINA (Js 10) 1. Josué socorre os gibeonitas (Js 10.6). 2. DEUS peleja a favor de seu povo (Js 10.10,11). II- O DIA MAIS LONGO DA HISTÓRIA (Js 10.12-14) 1. A discussão leviana dos críticos da Bíblia. 2. O "dia prolongado" é um fato incontestável (Js 10.13). III- NOVAS CONQUISTAS MILITARES DE ISRAEL (Js 10.16-11. 1-9) 1. O ânimo de Josué após a vitória em Gibeão (Js 10.25). 2. O Senhor dá a vitória a Josué contra outros reis (Js 10.28-43). 3. Josué destrói a coalizão de reis inimigos (Js 11.1-5). CONCLUSÃO - É o Senhor quem nos garante a vitória. AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO - Subsídio Devocional "O dia prolongado. O evento do dia prolongado (vv.12-14) não é facilmente explicado pela ciência. É preciso reconhecer que Aquele que fez as leis da Natureza tem o direito de usá-Ias. Aquele que usou a saraiva como arma de destruição contra seus inimigos também poderia usar a luz e as trevas para servirem aos seus propósitos. A soberania de DEUS sobre a natureza o capacita a promover seu reino espiritual pelo uso do mundo físico. O sal mista enfatizou que todo o universo visível existe para propósitos espirituais. Ele afirmou que ,US céus manifestam a glória de DEUS e o firmamento anuncia as obras de suas mãos. Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite' (SI 19.1,2). Também declarou que 'do Senhor é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam' (SI 24.1). Josué não demonstrou hesitação ao chamar as forças do universo para ajudá-Io contra aqueles que se opunham a DEUS (12). A declaração de que não houve dia semelhante a este, nem antes nem depois dele (14) reafirma a singularidade deste evento. Também destaca o fato de que DEUS usa milagres com grande reserva. Ele evita que os homens se tornem dependentes deles. DEUS insiste que devemos depender Dele próprio, que realiza os milagres." (MULDER, C. O. (et al) Comentário bíblico Beacon. VI. 2 Josué a Ester. RJ: CPAD, 2005, p.51.)
APLICAÇÃO PESSOAL "Visto que o termo milagre é popularmente aplicado a ocasiões incomuns, até mesmo por aqueles que professam não acreditar no sobrenatural, nem sempre é fácil atribuir o verdadeiro significado bíblico à palavra. É provável que a definição mais simples seja a de C.S.Lewis: 'Milagre é uma interferência na natureza por um poder sobrenatural'. Por outro lado, Machen define o milagre como 'um evento no mundo exterior, que é trabalhado pelo poder imediato de DEUS'. Com isso ele quer dizer que uma obra divina é milagrosa quando DEUS 'não usa meios, mas utiliza o seu poder criativo, como o utilizou quando fez todas as coisas a partir do nada'. Em outras palavras, um milagre acontece quando DEUS dá um passo para fazer algo além do que poderia ser realizado de acordo com as leis da natureza, do modo como entendemos, e que na verdade pode estar em desacordo com elas e ser até uma violação delas. Além disso, um milagre está além da capacidade intelectual ou científica do homem." (Dicionário bíblico Wycliffe. R): CPAD, 2006, p. 1267.) QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 9 O SENHOR PELEJA POR SEU POVO RESPONDA CONFORME A REVISTA DA CPAD DO 1º TRIMESTRE DE 2009 TEXTO ÁUREO 1- Complete: "O Senhor ____________________ por _____________________, e vos _________________________". (Êx 14.14). VERDADE PRÁTICA 2- Complete: É DEUS que nos _____________________ a vitória. É Ele quem nos _____________________ das mãos dos nossos inimigos. Portanto, somente o Senhor é _________________ de todo o louvor e de toda a glória. INTRODUÇÃO 3- Complete: DEUS se ___________________ de meios naturais e ________________________ para dar _______________________ ao seu povo em suas lutas. I - AS VITÓRIAS DE ISRAEL AO SUL DA PALESTINA (Js 10) 4- Por que os cinco reis dos amorreus uniram-se numa confederação contra os gibeonitas? ( ) Porque estavam preocupados com o acordo de paz entre Israel e os moradores de Gibeão. ( ) Porque estavam preocupados com a divisão das terras que rodeavam o Mar Grande. ( ) Porque estavam preocupados com o acordo de paz entre Gibeão e os moradores de Aijalom. 5- O que fizeram os Gibeonitas quando souberam do ataque dos 5 reis dos amorreus contra eles? ( ) Fugiram em disparada rumo ao Líbano. ( ) Reconhecendo o enorme risco que corriam, pediram socorro a Josué: "sobe apressadamente a nós, e livra-nos, e ajuda-nos". ( ) Durante a noite fugiram para Aijalom. 6- O que demonstraram os gibeonitas nessa situação tão difícil? ( ) Sabedoria humana e falta de fé em DEUS. ( ) Esperteza e irreverência diante de DEUS. ( ) Sabedoria e uma autêntica fé em DEUS. 7- Qual a resposta de Josué ao pedido de socorro dos Gibeonitas? ( ) Enviou mensageiros a lhes dizer que estava ocupado com as guerras do Senhor. ( ) Reuniu seu exército para partirem em socorro de Gibeão ao amanhecer. ( ) Foi imediata: reuniu seu exército e partiu em socorro de Gibeão. 8- O que disse o Senhor dos Exércitos a Josué quando partiu para ajudar aos Gibeonitas? ( ) "Porque fizeste aliança com esse povo rebelde" ( ) "Não os temas, porque os tenho dado na tua mão; nenhum deles parará diante de ti" ( ) "Tenhas temor, pois esses inimigos são mais terríveis do que os de Ai, mas Eu os ajudarei" 9- Como foi a caminhada de Israel, de Gilgal até Gibeon, para essa guerra? ( ) Caminharam durante toda a noite, cerca de trinta e dois quilômetros a oeste de onde estavam (v.9). ( ) Caminharam durante todo o dia, cerca de quarenta e dois quilômetros a oeste de onde estavam (v.9). ( ) Caminharam durante toda a tarde, cerca de sessenta e dois quilômetros a oeste de onde estavam (v.9). 10- Como foi a batalha de Josué e o exército de Israel contra os 5 reis dos amorreus? ( ) Após uma renhida batalha, os amorreus perseguiam Israel que só se safou pela intervenção de DEUS. ( ) Após uma renhida batalha, os amorreus fugiram, mas Israel os perseguiu. ( ) Após uma renhida batalha, os Girgaseus fugiram, mas Israel os matou a todos com seus exércitos. 11- Como DEUS interveio nessa batalha? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) DEUS os queimou com o Sol ardente. ( ) O Senhor não permitiu que os inimigos de Israel escapassem com vida. ( ) No momento em que fugiam à descida de Bete-Horom, o Todo-Poderoso surpreendeu-os, lançando sobre eles, do céu, grandes pedras de gelo. 12- Complete: "E foram muito ____________________ os que morreram das ______________________ da saraiva do que os filhos de Israel ____________________ à espada" (v. 1]). II- O DIA MAIS LONGO DA HISTÓRIA (Js 10.12-14) 13- Quais as discussões levianas dos críticos da Bíblia? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Dizem que só DEUS pode fazer milagres. ( ) Há os que se negam a acreditar nos milagres, atribuindo a eles um caráter lendário ou místico. ( ) Acreditam que só os apóstolos poderiam fazer milagres. 14- Quais os milagres mais criticados pelos que descrêem na Bíblia e em DEUS? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) A passagem de Israel pelo Mar Vermelho. ( ) A morte dos primogênitos no Egito, o mais criticado. ( ) A provisão do maná durante 40 anos. ( ) A água que jorrou da rocha em Horebe. ( ) O machado que flutuou. ( ) A ressurreição do filho da viúva,o mais criticado. ( ) A saraivada sobre os reis fugitivos.. ( ) O extraordinário "dia longo", o mais criticado. 15- Como, alguns teólogos incrédulos, têm interpretado o milagre do "dia longo"? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Como uma "hipérbole poética". ( ) Como mais uma maravilha de DEUS. ( ) Como uma possibilidade de um eclipse. ( ) Alguns o relacionam como um acontecimento de presságios místicos e astrológicos sobre o sol e a lua, algo comum entre os antigos povos do Oriente Médio. ( ) Alguns chegam a dizer que um cometa passou bem perto da Terra, diminuindo sua rotação, e assim, prolongando a claridade do dia. 16- Complete: Os _____________________ bíblicos não necessitam de _______________________ científicas que os tornem verdadeiros. A inspiração e a autoridade da _______________________ são suficientes para crermos em sua realidade. 17- O que lembra o ato criador de Gênesis 1.16-18, quando DEUS criou os dois grandes luminares para a terra, o sol e a lua? ( ) O texto que diz "o sol se reteve e a lua andou". ( ) O texto que diz "o sol se absteve e a lua varou a madrugada". ( ) O texto que diz "o sol se deteve e a lua parou". 18- A batalha estava em andamento, e Josué objetivava a vitória. Sua fé e destemor adentraram o sobrenatural de DEUS e, sem que ninguém esperasse, o que o homem de DEUS ordenou ao sol e à lua? ( ) "Sol, detém-te em Gilgal, e tu lua, no vale de Aijalom" (v. 1 2). ( ) "Sol, detém-te em Gibeão, e tu lua, no vale de Aijalom" (v. 1 2). ( ) "Sol, detém-te em Gabaon, e tu lua, no vale de Gibeão" (v. 1 2). 19- Complete: DEUS prolongou a ____________________ do dia. Ele não tem obrigação de detalhar o "como" de seus atos. O milagre singular aconteceu: "E não houve ___________________ semelhante a este, nem antes nem depois dele, ______________________ o SENHOR, assim, a voz de um homem; porque o SENHOR pelejava por Israel" (v.14). O que a Bíblia diz é mais que suficiente para os que crêem: Josué orou, DEUS ouviu, o _________________ se deteve e a _________________ parou! O Senhor é o Criador do universo e tem poder sobre tudo o que Ele criou. Ele faz o que quer. Seja interferir nos pólos e inclinar a terra no seu eixo, seja produzir uma refração nos raios solares; não importa. Tudo fará para cumprir seus _______________ e propósitos. Ele é o Criador, dono e Senhor ________________ do universo (SI 97.1-12; 136.4-9). III- - NOVAS CONQUISTAS MILITARES DE ISRAEL (Js 10.16-11. 1-9) 20- Como era o ânimo de Josué após a vitória em Gibeão (Js 10.25). Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) A cada vitória, Josué buscava ao Senhor que prontamente o animava e concedia-lhe as diretrizes para as batalhas (v.25). ( ) Josué se sentia como um grande rei, após uma grande vitória. ( ) Josué não assumiu a prerrogativa de um vencedor arrogante, mas reafirmava aos seus homens que "assim fará o Senhor a todos os vossos inimigos" (v.25). ( ) Ele apenas dizia: "Não temais, nem vos espanteis; esforçai-vos e animai-vos" (v.25). 21- Complete: A despeito de vencer uma coligação de __________________ reis, Josué perseverou em sua marcha contra outros __________________ (vv.28-43). Nos versículos que narram essas grandes conquistas deparamo-nos com a seguinte frase: "E o SENHOR a deu na _________________ de Israel" (vv.30, 32). Isto denota que Josué e seus valorosos soldados guerreavam, mas a vitória provinha da sua confiança no _________________ dos Exércitos (SI 46.7; 84.12; 1 Cr 11.9). A Bíblia é convincente: "E de uma vez tomou Josué todos esses ____________________ e as suas terras, porquanto o SENHOR, DEUS de Israel, pelejava por Israel" Js 10.42). Quando é o Senhor que peleja a favor do crente, a _______________________ está garantida. 22- Como Josué destruiu a coalizão de reis inimigos (Js 11.1-5)? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) As notícias de que Israel derrotou as coligações sulistas, preocuparam os reis da região norte de Canaã (vv.I-5). ( ) Sob a liderança do rei Jabim, de Hazor, os reis nortistas uniram-se na tentativa de impedir o avanço dos israelitas. ( ) Josué se utilizou de uma estratégia já conhecida de atacar só quando o Sol estivesse a pique. ( ) DEUS, mais uma vez, anima a Josué, dizendo: "Não temas diante deles" (v.6). ( ) A vitória foi total e completa, pois DEUS sempre cumpre suas promessas. 23- Como era o exército que Josué e Israel teriam que enfrentar agora? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Apenas exércitos pequenos, pois os grandes já haviam sido destruídos. ( ) Era uma multidão, "como a areia que está na praia do mar", e possuíam "muitíssimos cavalos e carros" (v.4). ( ) Todos faziam parte do grupo de povos a serem destruídos por Israel (Gn 15.18-21; Dt 7.1,2; Js 11.3). CONCLUSÃO 24- Complete: Nesta lição aprendemos que não devemos ______________________ de nossas próprias forças, inteligência, estratégias ou recursos, quando estivermos enfrentando uma luta, problema, crise, conflito, tribulação, sofrimento, etc... É o ____________________ quem nos garante a vitória. Portanto, depositemos nEle toda a nossa ________________________. O Senhor pelejará por nós (Êx 14.14). RESPOSTA NOS VÍDEOS EM http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/videosebdnatv.htm ou em outros sites diversos de vídeos, afins. Ajuda: CPAD - www.cpad.com.br - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - BÍBLIA de Estudos Pentecostal. http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/videosebdnatv.htm (VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE) BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD. Nosso novo endereço:http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos Veja vídeos em www.ebdweb.com.br, em http://www.idbpa.net/joomla/index - Ou nos sites seguintes: 4Shared, BauCristao, Dadanet, Dailymotion, GodTube, Google, Magnify, MSN, Multiply, Netlog, Space, Videolog, Weshow, Yahoo, Youtube. Revista CPAD- 1992 - Severino Pedro da Silva Veja http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/livrodejosue.htm

sábado, 21 de fevereiro de 2009

LIÇÃO 08 - O PERIGO DO ARDIL GIBEONITA Ev Henrique

LIÇÃO 08 - O PERIGO DO ARDIL GIBEONITA
LIÇÃO 08 - O PERIGO DO ARDIL GIBEONITA Lições Bíblicas Aluno - Jovens e Adultos - 1º TRIMESTRE DE 2009 Livro de Josué - As Conquistas e as Promessas do Povo de DEUS Comentários: Elienai Cabral Consultor Doutrinário e Teológico: Pr. Antônio Gilberto Complementos, questionários e videos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva TEXTO ÁUREO "Não durmamos, pois, como os demais, mas vigiemos e sejamos sóbrios" (1 Ts 5.6). VERDADE PRÁTICA Precisamos estar vigilantes quando àqueles que, com artifícios ardilosos, infiltram-se na Igreja visando impedir a concretização das promessas de DEUS na vida de seu ovo. LEITURA BÍBLlCA EM CLASSE Josué 9.1-6, 1 5,16. 1 - E sucedeu que, ouvindo isso todos os reis que estavam daquém do Jordão, nas montanhas, e nas campinas, e em toda a costa do grande mar, e em frente do Líbano, os heteus, e os amorreus, e os cananeus, e os ferezeus, e os heveus, e os jebuseus, 2 - se ajuntaram eles de comum acordo, para pelejar contra Josué e contra Israel. 3 - E os moradores de Gibeão, I ouvindo o que Josué fizera com Jericó e com Ai,4 - usaram também de astúcia, e foram, e se fingiram embaixadores, e tomaram sacos velhos sobre os seus jumentos e odres de vinho velhos, e rotos, e remendados; 5 - e nos pés sapatos velhos e remendados e vestes velhas sobre si; e todo o pão que traziam para o caminho era seco e bolorento. 6 - E vieram a Josué, ao arraial, a Gilgal e lhe disseram, a ele e aos homens de Israel: 7Vimos de uma terra distante; faze i, pois, agora concerto conosco. 15 - E Josué fez paz com eles e fez um concerto com eles, que Ihes daria a vida; e os príncipes da congregação Ihes prestaram juramento. 16 - E sucedeu que, ao fim de três dias, depois de fazerem concerto com eles, ouviram que eram seus visinhos e que moravam no meio eles. OBJETIVOS Após esta aula, o aluno deverá estar apto a: Citar os sete povos que habitavam Canaã. Descrever o ardil Gibeonita. Relacionar os grupos étnicos de Canaã aos seus territórios. RESUMO DA LIÇÃO 08 - 1º TRIMESTRE DE 2009 O PERIGO DO ARDIL GIBEONITA INTRODUÇÃO Moradores de Gibeão fizeram Aliança com Israel. I - A CONFEDERAÇÃO DOS REIS DE CANAÃ (9.1 ,2) 1. O pavor e a reação dos reis cananeus. 2. O respeito pelo nome de Josué. II- O ARDIL DOS GIBEONITAS (9.3-1 5) 1. o perigo da astúcia do inimigo. 2. Os ardis ocultam males destruidores (9.3,4). 3. A estratégia dolosa dos gibeonitas (9.4,5). 4. O perigo da convivência com o engano. III- A FARSA DESCOBERTA (9.16-22) 1. Israel descobre o erro cometido (9.16). 2. Josué teve de honrar o acordo com os enganadores (9.18-20). 3. Os gibeonitas atuais na igreja. CONCLUSÃO Precisamos estar atentos, vigilantes e dependentes da direção divina, para evitarmos erros e males como os que Josué e Israel cometeram. SINOPSE DO TÓPICO (1) A Bíblia menciona sete raças que habitavam a terra de Canaã: os amorreus, cananeus, ferezeus, girgaseus, heteus, heveus e jebuseus. SINOPSE DO TÓPICO (2) Ardil é o mesmo que seduzir, ludibriar ou enganar alguém astuciosamente. SINOPSE DO TÓPICO (3) Depois da farsa descoberta, os gibeonitas tiveram que servir como "rachadores de lenha e tiradores de água para a congregação e para o altar do Senhor". ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA Prezado professor, seus alunos sabem que a terra de Canaã compunha-se de um grupo misto de povos? Quem eram os gibeonitas? Heveus, girgaseus ou ferezeus? Nesta lição explique aos alunos a composição demográfica da antiga Canaã, mas tarde chamada de Palestina pelos romanos. Canaã é o nome da área habitada pelos filhos de Canaã. Esta terra era habitada por povos mistos descendentes provavelmente de Canaã, filho de Cam (Gn 10.15-20). A Bíblia menciona sete raças que habitavam essas terras: amorreus, cananeus, ferezeus, girgaseus, heteus, heveus e jebuseus (Gn 10.16; Dt 7.1; Js 3.10; 24.11). AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO Subsídio Histórico "A campanha em direção ao sul". Ao ficar claro que Josué havia ferido o norte de Canaã a partir do sul, e que efetivamente instalara a nação de Israel na região montanhosa central, os cananeus e outras populações decidiram pôr de lado as diferenças e formar uma só defesa contra Israel. Os heveus (horitas ou hurrianos?) de Gibeão (el-Jib), situados apenas a onze quilômetros ao sul de Betel, ficaram tão apavorados em face do que acontecera a Jericó e a Ai que tentaram uma ação diplomática ao invés de militar. Disfarçados de viajantes que vinham de muito longe, uma delegação de Gibeão foi a Gilgal - agora acampamento de Israel e persuadiu Josué a assinar um pacto de não agressão contra eles. O acordo requeria que o povo servisse a Israel como escravos (Dt 20.11 ; Js 9.15, 21,27), uma condição que embora indesejável, era definitivamente melhor que a morte. É claro que os gibeonitas eram alvos do herem, juntamente com os demais cananeus, e por isso deveriam ser destruídos (Dt 20.16,17; Js 9.24). Em vez disso, despercebido como estava Josué, o pacto teve de vigorar, e os gibeonitas com seus amigos heveus de Quefira (Te Kefireh), Beerote (Nebi Samwil?) e Quiriate-jearim (Qiryat Ye'arim) conseguiram sobreviver, e todas as vilas que ficavam nos oito quilômetros de Gibeão foram permitidas viver," (MERRILL, E. H. História de Israel no Antigo Testamento. Rio de janeiro: CPAD, 2001, pp.112-3.) APLICAÇÃO PESSOAL Somos desafiados à prudência. JESUS nos admoesta a respeito da cautela diante do mundo (Mt 10.16). O propósito divino é que sejamos puros, santos e humildes. Contudo, nenhuma dessas virtudes espirituais elimina o comedimento, a precaução e a sensatez dos filhos de DEUS. Os servos do Senhor cultivam a ingenuidade, mas não a tolice (Pv 1.22); a candura no lugar da malícia; a piedade em vez da profanação. O cristão que ama a DEUS e obedece às santas Escrituras não se torna refém do crédito fácil, da mentira, injustiça e toda sorte de mazelas e perturbações que afligem a alma do incauto. Ele procede com prudência, galhardia, moderação e segurança. Tudo o que promete, cumpre. Tudo que compra, paga. Andemos com prudência e temor ao nome do Senhor para que em tudo o nosso Senhor seja glorificado. TEMA As Conseqüências de Não Vigiar TEXTO BÍBLlCO BÁSICO Js 9.1-7,14··16 Em conseqüência de sua precipitação, fizeram os israelitas uma comprometedora aliança com os moradores de Gibeon. E, desta aliança, advieram males e transtornos à família de Jacó. De igual modo, se não vigiarmos, poderemos cair nas mesmas ciladas. E, comprometidos espiritual e socialmente, não seremos capazes de desempenhar com dignidade o ministério que nos confiou o Todo-poderoso. Os gibeonitas continuam a semear enganos e embustes no arraial dos santos. São embustes e enganos tão sutis que somente poderão ser discernidos por aqueles que se mantém ligados ao céu. Vigiemos, pois. A - ORIENTAÇÕES BÁSICAS OBJETIVOS Ensinar a importância da vigilância na vida do crente. Levar os alunos a ter uma vida de permanente vigilância e oração. MOTIVAÇÃO Como introdução à aula de hoje, fale sobre a vigilância na vida dos filhos de DEUS. Reporte-se, por exemplo, aos homens de Neemias que, enquanto construíam o SANTO Templo, mantinham-se alertas para não serem surpreendidos pelos inimigos do povo de Israel que tramavam contra o Reino de DEUS. Cabe-nos, igualmente, mantermo-nos em permanente vigilância para não sermos submetidos aos ardis do demônio. O ENGANO FATAL DOS GIBEONITAS EM NOME DE DEUS Quando não vigiamos, somos enganados Quem eram os gibeonitas Moravam no meio deles Os gibeonitas atuais O ENGANO DOS GIBEONITAS TROUXE CONSEQÜÊNCIAS E SERVE DE ADVERTÊNCIA PARA NÓS 1. Vivemos dias perigosos em que o engano vem se alastrando A falsa humildade - Passaram a conviver juntos INTRODUÇÃO A perfeita vontade de DEUS, era que o povo eleito tomasse posse da Terra Prometida na sua totalidade. Isso somente seria possível através da destruição total das sete nações ali existentes. Todas elas, são descritas pelo sufixo "eu" - Js 3.10. Entretanto, isso não aconteceu, pelo menos na prática. O povo começou a fazer "aliança" com os moradores daquela terra, começando pelos gibeonitas (9.15-16) e daí por diante em todas as conexões do Antigo Testamento, encontramos a nação convivendo com aquela gente (SCR e SG). NÃO PEDIRAM CONSELHO... DO SENHOR. Josué e os líderes de Israel não oraram, nem buscaram a vontade de DEUS no tocante aos gibeonitas. Entraram presunçosamente num concerto irrevogável com os gibeonitas (v. 18; 2 Sm 21.1,2). Essa decisão imprudente trouxe os cananeus ímpios para dentro de Israel (ato este proibido em Dt 7). Os gibeonitas eram amorreus, e um dos povos de Canaã (2 Sm 21.2; Gn 10.15,16). Em todas as decisões da vida devemos buscar a vontade de DEUS e orar pedindo sua sabedoria e orientação. Isso nos poupará de tristezas e tragédias (BEP). Balaão engano do prêmio. Jacó engana a Esaú, engano para ter vantagens. Saul morreu, consultou uma espírita. Ananias e Safira (At. 5), engano da Igreja. Os gibeonitas, como os demais povos de Canaã, deveriam ser destruídos, conforme haviam recebido instrução divina (Dt. 7.1-6). os inimigos já sabiam deste concerto (Js. 9.24) Josué e o povo de Israel só descobriu a verdade, três dias depois de serem enganados (v. 16). Mentira tem perna curta. Foi com louvores e bajulações que os gibeonitas conseguiram ludibriar a Josué e seu povo. verso 9. “O homem é provado pelos louvores que recebe” (Pv 27:21). O verso 14 resume o erro de Josué: “então os homens de Israel tomaram da provisão deles, e não pediram conselho ao Senhor”. Uma das principais estratégias do inimigo é provocar o enfraquecimento do seu oponente. Uma das formas de gerar essa condição é a mistura, isto é, a fragmentação do todo, em partes. A união com aqueles que se opõem a DEUS leva à desconcertante situação de abrir mão dos princípios bíblicos. Um pouco de fermento levada toda massa (I Co. 5.6) e não estejamos em jugo desigual com os descrentes (II Co. 6.14). A- O ENGANO FATAL DOS GIBEONITAS EM NOME DE DEUS 1. Quando não vigiamos, somos enganados (vv .4,22). O fato de enganar involuntariamente o próximo, por ignorância ou erro, e falando de acordo com o que pensa, não é, portanto, uma mentira propriamente dita. Para que seja mentir propriamente dito, é necessário e suficiente que a palavra "enganar" voluntariamente é algo oposto ao que se sabe com efeito, no caso dos gibeonitas, o engano foi premeditado. Eles "se fingiram embaixadores" (v.4). Nesse caso, a mentira deles, segundo a divisão correta, estava embasada nos seguintes pontos: · Era jocosa (em forma de brincadeira ou de jogo); · Oficiosa (tratava-se do próprio interesse deles); · Perniciosa (visava expressamente prejudicar o povo de DEUS, levando-o a desobediência (Dt 7.1-5). Com efeito, houve desobediência em ambos os lados. Os gibeonitas enganaram usando a "astúcia" - os israelitas porque "não pediram conselho à boca do Senhor" (v.14). Especialmente ao sumo sacerdote Eleazar (Nm 27.21). 2. Quem eram os Gibeonitas (v.7). Os gibeonitas que aqui estão em foco, pertencem "a tribo dos heveus, descendentes de Cão (Gn 10.17; Êx 3.17). (SA e SC) Posteriormente essa gente passou a formar várias comunidades. Uma delas.ocupava Siquém no tempo de Jacó (Gn 33.18; 34.2). Outras, ocuparam as cidades do planalto central e montanhoso da Palestina, como estão relacionadas suas cidades em Js 9.17; a ordem divina em Dt 20.15-16 era que Israel somente deixasse com vida "as cidades que estivessem bem longe", mas as que estivessem perto, ordenou expressamente sua destruição, especialmente "os heveus" (gibeonitas) entram nessa lista (Dt 20.17). Entretanto, aqueles homens "não pediram conselho à boca do Senhor" (v.14) e depois de três dias (v.16) "ouviram que eram seus vizinhos, e que moravam no meio deles". As escavações feitas pelo Prof. J.B. Britchard, entre 1956 e 1962, apoiaram que Gibeão (El-Bib), ficava a 10 quilômetros ao norte de Jerusalém. Cefira, corresponde a El Kefieh, a 8 quilômetros a sudeste de El Gil e Quiriate-Jearim (Deir Azhar), cerca de 9 quilômetros a sudoeste de El-Gib. Beerote é a aldeia de EI-Bereque, cerca de 12 quilômetros ao norte de Jerusalém. Evidentemente, todas estas cidades estavam encravadas no raio da destruição demarcada por DEUS. Os "netinins", citados em Ed 2.70 e Ne 7.73, são os gibeonitas. 3. "Moravam no meio deles" (v.16). Quando Israel saiu do Egito, uma "mistura de gente" o acompanhou (Êx 12.28). O hebraico emprega a palavra' 'enxame" , derivada da mesma raiz usada em Êx 8.21 para descrever a praga das moscas. Essa "mistura de gente" seria o resultado de casamentos de hebreus com egípcios como em Nm 11.4, onde essa "mistura" está novamente em evidência. Ali usa-se o termo "populacho" (ralé), expressão essa apenas encontrada nessa passagem, que os tradutores dizem: "vulgo". Em Lv 24.10, o "filho de uma mulher israelita, o qual era filho de um egípcio" fazia parte dessa mistura. Coisa semelhante acontece aqui com respeito aos gibeonitas entrando fraudulosamente na herança do Senhor. 4. Os gibeonitas atuais. Nos dias atuais uma certa "mistura de gente" tem acompanhado a Igreja do Senhor JESUS como o "fermento na massa" (1 Co 5.5-7) e passagem paralela como Mateus 13.33. Entre nós essa "mistura" "lobos cruéis" (At 20.29) e "falsos apóstolos são obreiros fraudulentos" (2 Co 11.13). Essa gente nunca está satisfeita com coisa alguma. Estão sempre do lado dos "rachadores" (v. 21) que procuram "rachar" o corpo de nosso Senhor JESUS CRISTO que é a sua Igreja (CI 2.19; Jd v.19). B- O ENGANO DOS GIBEONITAS TROUXE CONSEQÜÊNCIAS E SERVE DE ADVERTÊNCIA PARA NÓS 1. Vivemos dias perigosos em que o engano vem se alastrando. Vivemos dias perigosos em que o mundo está invadido' 'de espíritos enganadores... e doutrinas de demônios" (I Tm 4.1); isso tem tomado as coisas tão parecidas que, se não for um discernimento do ESPÍRITO SANTO em nossa visualização de aquilatar as coisas de DEUS e os movimentos paralelos, seremos enganados também (Mt 24.5,11). Uma vez por outra, aparece em nosso meio um Jacó disfarçado de Esaú (Gn 27. 1824). O "disfarce" pode ser praticado por pessoas de ambos os sexos e idade. Por exemplo, pode ser um senhor já idoso (Gn 12.10-20); uma mulher jovem (Gn 38.14), um servo (2 Rs 5.20-27), um rei (1 Sm 21.13), uma rainha (1 Rs 14.1-6), um príncipe (2 Sm 12.1-5), uma princesa (1 Sm 19.12-17), um parente, em sentido geral (cf. At 5.1-10), um obreiro (Lc 22.48) etc. Entretanto, o engano não traz à criatura humana recompensa para quem engana, pelo contrário, quem engana é sempre enganado! (2 Tm 3.13). 2. A falsa humildade (v. 13). O Dr. Geo. Goldman oferece aqui a seguinte explicação, com respeito a falsa atuação dos gibeonitas: . Fingem propósitos pacíficos, oferecendo aliança. "Fazei, pois, agora, concerto conosco" (v.6). · Fingem submissão: "nós somos teus servos" (v.8). · Fingem piedade: . 'teus servos vieram de uma terra mui distante, por causa do nome do Senhor" (v.9). O apóstolo Paulo falou-nos de pessoas que têm quase as mesmas características em nossos dias, dizendo: "Tendo a aparência de piedade, mas negando a eficácia dela" (2 Tm 3.5) e conclui: "Confessam que conhecem a DEUS, mas negam-no com as obras" (Tt 1.16a). A falsa capa da religião não assegura entrada no reino eterno de CRISTO, mas, sim, o branquejar das vestes no sangue do Cordeiro (Ap 22.14). 3, Passaram a conviver juntos (v.22). Aqui esta portanto as conseqüências de não vigiar. A partir dai; Israel passou a conviver com um "corpo estranho" no seio da comunidade. Nos dias pós-cativeiro, essa mistura ainda continuava convivendo com Israel (Ed 2.70; Ne 7.73). A ordem divina era que deveriam expulsar todos estes "eus", conforme está escrito: . 'Disse mais Josué: Nisto conhecereis que o DEUS vivo está no meio de vós, e que de todo lançará de diante de vós aos cananeus, e aos heteus, e aos heveus, e aos perizeus, e aos girgaseus, e aos amorreus, e aos jebuseus" (Js 3.10). Infelizmente isso não aconteceu! Em figura de retórica, em nossos dias, estes "eus" são representados pelas . 'obras da carne". Eles são contrários à vontade divina que deseja ter o controle total de toda a nossa vida. lamentavelmente, isso não acontece - a culpa não é de CRISTO - é nossa. Expulsamos alguns "eus" - uns temos e com alguns tipos, até nos acostumamos a conviver com eles. Entretanto;o desejo de nosso Senhor, redenção total, por meio da crucificação de nossa carne, como diz o apóstolo Paulo em Gálatas 2:20 Já estou crucificado com CRISTO; e vivo, não mais eu, mas CRISTO vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de DEUS, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. (SD). 4- Força de uma Aliança (Só o sangue derramado ou a morte pode desfazer uma aliança, pois a Aliança envolve um juramento, envolve o nome de DEUS). Aliança entre Davi e Jonatas 1 Sm 18.3 "Então Jônatas fez um pacto com Davi, porque o amava como à sua própria vida. 4 E Jônatas se despojou da capa que vestia, e a deu a Davi, como também a sua armadura, e até mesmo a sua espada, o seu arco e o seu cinto." Mefibosete filho de Jonatas Davi sofre uma fome de três anos consecutivos por causa da Aliança Gibeonita com Josué, devido ao rei Saul a ter quebrado. 2Samuel 21.1E houve nos dias de Davi uma fome de três anos consecutivos; e Davi consultou ao SENHOR, e o SENHOR lhe disse: É por causa de Saul e da sua casa sanguinária, porque matou os gibeonitas. 2 Então chamou o rei aos gibeonitas, e lhes falou (ora os gibeonitas não eram dos filhos de Israel, mas do restante dos amorreus, e os filhos de Israel lhes tinham jurado, porém Saul, no seu zelo à causa dos filhos de Israel e de Judá, procurou feri-los. 3 Disse, pois, Davi aos gibeonitas: Que quereis que eu vos faça? E que satisfação vos darei, para que abençoeis a herança do SENHOR? 4 Então os gibeonitas lhe disseram: Não é por prata nem ouro que temos questão com Saul e com sua casa; nem tampouco pretendemos matar pessoa alguma em Israel. E disse ele: Que é, pois, que quereis que vos faça? 5 E disseram ao rei: O homem que nos destruiu, e intentou contra nós de modo que fôssemos assolados, sem que pudéssemos subsistir em termo algum de Israel, 6 De seus filhos se nos dêem sete homens, para que os enforquemos ao SENHOR em Gibeá de Saul, o eleito do SENHOR. E disse o rei: Eu os darei. 7 Porém o rei poupou a Mefibosete, filho de Jonatas, filho de Saul, por causa do juramento do SENHOR, que entre eles houvera, entre Davi e Jonatas, filho de Saul. Nós temos uma Aliança com DEUS, em CRISTO, cujo sangue foi derramado na cruz, quebrando assim nossa aliança com o pecado (nós morremos em CRISTO, naquela cruz), assim ficamos livres do velho marido, o pecado e sua força em Satanás; agora estamos livres para casar de novo, agora com a santificação em CRISTO JESUS, nosso Senhor. 1 Jo 1.7 mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de JESUS seu Filho nos purifica de todo pecado. MORTE DE UM ANIMAL: (Jo 19.30; Rm 8.10). 1 Pedro 8.18 sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver, que por tradição recebestes dos vossos pais, 19 mas com precioso sangue, como de um cordeiro sem defeito e sem mancha, o sangue de CRISTO. - JESUS é o cordeiro que deu sua vida por nós e é o que tira o pecado do mundo (Jo 1.29). Lembrando que no batismo nas águas nós morremos. Rm 6.8 Ora, se já morremos com CRISTO, cremos que também com ele viveremos. Veja http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/alianca.htm C - SUBSÍDIOS PARA O PROFESSOR SUBSÍDIO CRONOLÓGICO Ainda nos encontramos em 1.422 a.C. SUBSÍDIO GEOGRÁFICO Escreve o pastor Claudionor Corrêa de Andrade acerca do Mar Mediterrâneo: "O Mediterrâneo aparece nas Sagradas Escrituras com outros nomes: Mar Grande, Mar Ocidental, Mar dos Filisteus, Mar de Jafa. Biblicamente, ele é tratado simplesmente de o Mar. Sua importância é incontestável. Afirma Paul Valery: " ... o Mediterrâneo tem sido uma verdadeira máquina de fabricar civilização". Por seu turno, comenta E. M. Forster sobre esse gigante: "O Mediterrâneo é a norma humana. Quando as pessoas deixam esse lago encantador, através do B6sforo ou dos Pilares de Hércules, aproximam-se do monstruoso e do extraordinário; e a saída meridional leva às mais estranhas experiências. "Com uma extensão de 4.500 km e uma superfície de três milhões de quilômetros quadrados, o Mediterrâneo é o maior dos mares internos. Suas águas banham a Europa Meridional, a Ásia Ocidental e a África setentrional. Famosos rios deságuam em sua histórica e milenar grandeza. "O Mar Mediterrâneo banha toda a costa ocidental de Israel. Nessa área, suas águas são bastante rasas o que tornava impossível a aproximação de navios de grandes calados. O Grande Mar, por esse motivo, não era usado pelos judeus como via de transporte. Eles, aliás, sentiam-se isolados pelo Mediterrâneo. "Jope era o único porto do Grande Mar utilizado pelos israelitas. Entretanto, por causa de seus arrecifes e bancos de areia, os navegantes não se aventuravam a procurá-Io com freqüência. Por outro lado, o mesmo Mediter­râneo formava uma vastíssima área defensável à pequena nação hebréia." Gibeon "Ficava esta povoação à distância de cinco milhas ao noroeste de Jerusalém, e estava edificada sobre um pequeno monte isolado e oblongo, no meio de uma rica planície, de terreno elevado, "a terra de benjamim". Uma das cidades principais dos heveus; os seus habitantes fizeram uma liga com Josué (Js 9.3 a 17). Por esta razão foi a cidade atacada por alguns reis cananeus, mas socorrida por Josué (Js 10)." (Buckland) SUBSÍDIO ANTROPOLÓGICO Quem eram os heveus? Responde John Davis: "Nome de umas das raças residentes em Canaã antes da conquista da terra pelos hebreus, Gn 10.17; :Êx 3. 17; Js 9.1. Formavam diversas comunidades. Uma delas ocupava Siquém no texto de Jacó, Gn 33.18; comp.34.2, e seus descendentes ainda exerciam influência naquela cidade muito tempo depois da conquista, Jz 9.28. Outro grupo habitou em Gabaom e suas vizinhanças. Possuíam grande estabelecimento, talvez o principal, nas raízes do Líbano, desde o monte Hermom até a entrada de Hamate, Js 11.3; Jz 3.3. Nesta região possuíam aldeias ainda nos dias de Davi, 2 Sm 24.7. Salomão exigiu deles, e dos demais que permaneceram em Canaã depois da conquista, que prestassem serviços como operários nas grandes obras que o rei executava, 1 Rs 9.20-22." SUBSÍDIO CULTURAL Vejamos agora como se vestiam os hebreus do tempo de Josué. Desta forma, poderemos ter uma idéia sobre a indumentária dos gibeonitas. Escreve Osvaldo Ronis: "Túnica - era uma camisola de algodão ou linho, sem mangas, chegando até os joelhos. A túnica dos ricos e dos sacerdotes tinha mangas compridas e largas. Manto ou capa - era uma peça de fazenda geralmente de lã que se usava por sobre a túnica, servindo também como cobertor, tapete, sela, etc. Era uma peça bastante adornada com franjas e borlas (Dt 22.12). O cinto do manto era feito de couro ou fazenda espessa, bastante comprido para dar várias voltas na cintura, por dentro do qual também carregava-se dinheiro e outras miudezas. O sapato dos palestinos era a sandália confeccionada de couro ou pano e presa ao pé por cordões de algodão ou fitas de couro fino. Os ornamentos masculinos mais comuns eram o cajado, o anel-sinete (que nos tempos mais remotos usava-se pendurado ao pescoço por meio de um cordão, porém posteriormente no dedo) e as filactérias (tiras de couro com caixinhas, contendo alguns trechos da lei, presas à testa e ao pulso esquerdo (Êx 13.9; Dt 6.8). Na cabeça usava-se o turbante que consistia de uma fita longa enrolando a parte superior da cabeça, ora em forma esférica, ora em cônica, truncada, dependendo do gosto. Porém a cobertura mais comum era um lenço quadrado preso por uma fita ao redor da cabeça, deixando a parte mais longa para trás a fim de proteger o pescoço. Geralmente a fita era de cor diferente da do lenço. Parece que os calções eram usados, por algum tempo, somente pelos sacerdotes (Êx 28.42; 39.28; Lv 6.11 ). SUBSÍDIO DOUTRINÁRIO Com respeito ao episódio de hoje, comenta Goodman: "O erro de Israel foi que "não pediu conselho à boca de Jeová". É perigoso agir apressadamente e chegar a uma decisão sem ter tempo para orar e esperar em DEUS. George' .Müller foi consultado por um homem que recebera a oferta de um negócio que prometia grandes lucros. "Preciso dar uma resposta dentro de uma hora", disse o homem. O sr Müller respondeu: "então a resposta é Não. Pois aquilo que não deixa tempo para oração não pode estar certo." Portanto, nada façamos sem oração. Em primeiro lugar, consultemos o senhor. se Ele disser sim, que seja o sim. Mas, se a resposta for negativa, sejamos obedientes para que não soframos as conseqüências de nossa precipitação e imprudência. QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 08 - O PERIGO DO ARDIL GIBEONITA RESPONDA CONFORME A REVISTA DA CPAD DO 1º TRIMESTRE DE 2009 TEXTO ÁUREO 1- Complete: "Não ___________________, pois, como os demais, mas ____________________ e sejamos _________________________" (1 Ts 5.6). VERDADE PRÁTICA 2- Complete: Precisamos estar ________________________ quando àqueles que, com artifícios _____________________, infiltram-se na Igreja visando impedir a concretização das ___________________________ de DEUS na vida de seu povo. INTRODUÇÃO 3- Como ficaram e o que decidiram os reis que estavam daquém do Jordão, ao tomarem conhecimento das vitórias de Israel sobre Jericó e Ai? Coloque "X" nas respostas corretas: ( ) Ficaram apavorados e inseguros, formaram uma espécie de confederação para pelejar contra Israel. ( ) Ficaram apavorados e inseguros, formaram uma espécie de cidade-fortaleza para pelejar contra Israel. ( ) Ficaram apavorados e inseguros, formaram uma espécie de arma de guerra para pelejar contra Israel. 4- Como ficaram e o que decidiram os moradores de Gibeão? Coloque "X" nas respostas corretas: ( ) Os moradores de Gibeão, destemidos que eram, com grande astúcia anteciparam-se, propondo a Israel uma aliança para que não os atacasse. ( ) Os moradores de Gibeão, com medo e grande estultícia, propondo a Israel uma guerra santa. ( ) Os moradores de Gibeão, com medo e grande astúcia anteciparam-se, propondo a Israel uma aliança que Ihes preservasse a vida. I - A CONFEDERAÇÃO DOS REIS DE CANAÃ (9.1 ,2) 5- A que estavam prontos a superar, os inimigos do povo de DEUS, e por que? Coloque "X" nas respostas corretas: ( ) Estavam prontos para superar suas diferenças pessoais e fortificarem-se para destruir o povo de DEUS. ( ) Estavam prontos para superar suas diferenças pessoais e unirem-se para resistir ao avanço do povo de DEUS. ( ) Estavam prontos para superar as forças do exército do povo de DEUS. 6- Complete: "Toda _____________________ preparada contra ti não ______________________; e toda língua que se levantar contra ti em __________________, tu a condenarás" (ls 54.1 7). 7- Em que se tornara Josué em toda a terra de Canaã? Coloque "X" nas respostas corretas: ( ) Josué tornara-se um líder e estrategista, com sérios problemas de condução do povo de DEUS. ( ) Josué tornara-se um sacerdote, reconhecido com temor de DEUS. ( ) Josué tornara-se um líder e estrategista, reconhecido com temor em toda a terra de Canaã. II- O ARDIL DOS GIBEONITAS (9.3-1 5) 8- O que é Usar de Ardil? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Usar de ardil é o mesmo que seduzir, ludibriar ou enganar alguém. ( ) Usar de sabedoria, é o mesmo que tomar conselho, conduzir alguém. ( ) E uma manobra ardilosa com o intuito de induzir alguém ao erro. 9- Como também eram conhecidos os gibeonitas? Coloque "X" nas respostas corretas: ( ) Conhecidos como jebuseus. ( ) Conhecidos como heveus. ( ) Conhecidos como amorreus. 10- Qual foi a ordem divina, que deveria ser cumprida cabalmente, a respeito dos heveus? Coloque "X" nas respostas corretas: ( ) Deveriam ser lançados fora da terra prometida. ( ) Deveriam ser todos mortos, menos seu rei. ( ) Deveriam ser todos mortos, menos os que já estavam na prometida. 11- Complete: "Sede sóbrios, ____________, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como ________________, buscando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé" (1 Pe 5.8,9). Nosso campo de batalha é invisível e espiritual. Portanto, devemos estar vigilantes quanto às _________________ investidas de Satanás contra a nossa vida cristã. 12- Complete: A Bíblia conta-nos que os _________________________ fizeram parte de algumas nações que viveram entre os israelitas para, com a permissão divina, ________________ a fidelidade de Israel diante do Senhor (Jz 3.1-3). A Igreja de CRISTO está no mundo, e vive entre os que não pertencem ao povo de DEUS. Estes, às vezes, costumam se _________________ no seio da igreja, com fingimento e hipocrisia (1 Jo 1.5-7). 13- Qual foi a estratégia dolosa dos gibeonitas (9.4,5)? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Se fingiram de bêbados errantes pelo deserto. ( ) Tomaram sacos velhos sobre os seus jumentos; ( ) Tomaram odres de vinho velhos, e rotos, e remendados; ( ) Nos pés, sapatos velhos e remendados; ( ) Vestes velhas sobre si; ( ) Pão que traziam para o caminho era seco e bolorento". 14- O que queriam dar a impressão, os Gibeonitas, com essas atitudes? Coloque "X" nas respostas corretas: ( ) A impressão de estarem vindo de uma terra seca e perto do Mar da Galiléia, quando, na verdade, moravam em Gibeão. ( ) A impressão de estarem vindo de uma terra chuvosa e perto do Mar Grande, quando, na verdade, moravam em Hebrom. ( ) A impressão de estarem vindo de uma terra distante, quando, na verdade, moravam em Gibeão, cidade bem próxima do acampamento de Israel. 15- Quando é que Josué e os príncipes de Israel descobriram que haviam sido enganados? Coloque "X" nas respostas corretas: ( ) Só 3 dias depois de feito o pacto (v.16). ( ) Só 7 dias depois de feito o pacto (v.16). ( ) Só 12 dias depois de feito o pacto (v.16). 16- Complete: Após ter feito um acordo de ___________________ com os gibeonitas, Israel teve de aceitar o "fermento que já estava na massa". Paulo exortou a igreja de Corinto dizendo: "Não sabeis que um pouco de ______________________ faz _________________________ toda a massa?" (1 Co 5.6). 17- Por que Josué, como líder, falhou? Coloque "X" nas respostas corretas: ( ) Por não conseguir ouvir a voz Senhor. ( ) Por não pedir conselho à boca do Senhor. ( ) Por não consultar os sacerdotes do Senhor. 18- O que é agir por livre-vontade? Coloque "X" nas respostas corretas: ( ) É deixar de "andar na carne" para seguir os ditames do mundo. ( ) É deixar de "andar no ESPÍRITO" para seguir os ditames da carne (GI 5.16,25). ( ) É deixar de "andar no ESPÍRITO" para seguir os anjos. III- A FARSA DESCOBERTA (9.16-22) 19- Aquele povo, que dizia ter vindo de terras distantes, era vizinho de Israel e morava em três cidades de perto dali, quais eram? ( ) Betel, Hebron, e Quiriate-Jearim. ( ) Cefira, Beerote, e Quiriate-Jearim. ( ) Jerusalém, Belém, e Quiriate-Mearim. 20- Complete: A _____________________ que se fundamenta na ___________________________ não tem qualquer __________________________ nem continuidade. 21- O pacto feito em nome do Senhor (v. 15), podia ser invalidado? Por que? Coloque "X" nas respostas corretas: ( ) Não, porque a quebra de um juramento feito a algum povo pagão significava perder a salvação. ( ) Sim, desde que o juramento não fosse feito num Sábado. ( ) Não, porque a quebra de um juramento constituía uma grave transgressão. 22- O que fez Josué para cumprir o pacto com os gibeonitas? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Primeiramente, libertou-os da morte. ( ) Deu-lhes parta e ouro para se sustentarem. ( ) Fez com que os gibeonitas se tornassem seus servidores. 23- O que seriam, dali para frente, os gibeonitas, no meio de Israel? Coloque "X" nas respostas corretas: ( ) Eles seriam "lenhadores e transportadores de água para a tenda de Josué" ( ) Eles seriam "rachadores de lenha e tiradores de água para a congregação e para o altar do Senhor" ( ) Eles seriam "valentes guerreiros da guarda do Tabernáculo do Senhor" 24- Como são os gibeonitas atuais na igreja? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) São os "espíritos enganadores" que têm entrado no seio da igreja (1 Tm 4.1) para difundir o erro, confundindo e distraindo o povo de DEUS para estacionarem no caminho da fé e, por fim, se desviarem. ( ) São os diáconos, os servidores em geral, separados entre os crentes para servirem à Igreja. ( ) São os que têm trazido para a Igreja toda sorte de contaminação, por meio de ensinos heréticos, falsa unção, pseudo-espiritualidade e costumes mundanos. ( ) São os que utilizam-se de todo tipo de trapaça a fim de ludibriar o povo de DEUS. CONCLUSÃO 25- Complete: A grande lição desta história bíblica dos gibeonitas é que precisamos estar atentos, vigilantes e _________________________ da direção divina, para evitarmos erros e males como os que _____________________ e Israel cometeram. Satanás sempre usará de artifícios para ___________________________ o povo de DEUS, com o intuito de impedi-Io de chegar à "Terra Prometida". Vigiemos, pois, em todo o tempo, na dependência do Senhor. RESPOSTA NOS VÍDEOS EM http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/videosebdnatv.htm ou em outros sites diversos de vídeos, afins. Ajuda: CPAD - www.cpad.com.br - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - BÍBLIA de Estudos Pentecostal. http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/videosebdnatv.htm (VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE) BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD. Nosso novo endereço:http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos Veja vídeos em www.ebdweb.com.br, em http://www.idbpa.net/joomla/index - Ou nos sites seguintes: 4Shared, BauCristao, Dadanet, Dailymotion, GodTube, Google, Magnify, MSN, Multiply, Netlog, Space, Videolog, Weshow, Yahoo, Youtube. Revista CPAD- 1992 - Severino Pedro da Silva Veja http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/livrodejosue.htm

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

LIÇÃO 07 - DA DERROTA À VITÓRIA

LIÇÃO 07 - DA DERROTA À VITÓRIA Lições Bíblicas Aluno - Jovens e Adultos - 1º TRIMESTRE DE 2009 Livro de Josué - As Conquistas e as Promessas do Povo de DEUS Comentários: Elienai Cabral Consultor Doutrinário e Teológico: Pr. Antônio Gilberto Complementos, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
TEXTO ÁUREO "O cavalo prepara-se para o dia da batalha, mas do SENHOR vem a vitória" (Pv 21.31).
VERDADE PRÁTICA Fé em DEUS e perseverança, em tempos de tribulação e desânimo, são os meios pelos quais DEUS nos outorga a vitória.
LEITURA BÍBLlCA EM CLASSE Josué 8.1-7. 1- Então, disse o SENHOR a Josué: Não temas e não te espantes; toma contigo toda a gente de guerra, e levanta-te, e sobe a Ai; olha que te tenho dado na tua mão o rei de Ai, e o seu povo, e a sua cidade, e a sua terra. 2- Farás, pois, a Ai e a seu rei como fizeste a Jericó e a seu rei, salvo que para vós saqueareis os seus despojos e o seu gado; põem emboscadas à cidade, por detrás dela. 3- Então, Josué levantou-se, e toda a gente de guerra, para subir contra Ai; e escolheu Josué trinta mil homens valentes e valorosos e enviou-os de noite. 4- E deu-Ihes ordem, dizendo: Olhai, poreis emboscadas à cidade, por detrás da cidade; não vos alongueis muito da cidade; e todos vós estareis apercebidos. 5- Porém eu e todo o povo que está comigo nos achegaremos à cidade; e será que, quando nos saírem ao encontro, como dantes, fugiremos diante deles. 6- Deixai-os, pois, sair atrás de nós, até que os tiremos da cidade; porque dirão: Fogem diante de nós, como dantes. Assim, fugiremos diante deles. 7- Então, saireis vós da emboscada e tomareis a cidade; porque o SENHOR, vosso DEUS, vo-la dará na vossa mão. ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA Professor, nesta lição apresente aos alunos o Mapa da Conquista de Ai. Há sete passos que resumem a conquista (veja o mapa). Observe que durante a noite Josué enviou um grupo de soldados para o oeste de Ai (vv.3,4). No dia seguinte, pela manhã, conduziu um segundo grupo para o norte para distrair o exército da cidade. Quando o exército inimigo atacou o segundo grupo, estes recuaram fazendo com que a tropa de Ai os perseguisse enquanto o primeiro grupo invadia e atacava a cidade (vv. 5-8). Leia todo o capítulo 8 antes de ministrar a lição e explicar o mapa. RESUMO DA REVISTA DA CPAD 1º TRIMESTRE DE 2009 DA DERROTA À VITÓRIA INTRODUÇÃO DEUS jamais abandona seus filhos. I- JOSUÉ REANIMADO POR DEUS (Js 8.1-1 7) 1. O SENHOR assume o comando da conquista (js 8.1). 2. O SENHOR restaura a confiança de Josué (Js 8.1). 3. DEUS dá a estratégia da conquista (Js 8.2-8). II- JOSUÉ ENTRA EM AÇÃO 1. A estratégia da conquista (Js 8.9-13). 2. O SENHOR assegurou a Josué a vitória (Js 8.18-27). III- OS MEMORIAIS NO VALE DE ACOR E DO MONTE EBAL . 1. O memorial no vale de Acor (Js 7.26). 2. O memorial do monte Ebal (Js 8.30,31). 3. O altar e a cópia da Lei em pedras (Js 8.31). CONCLUSÃO - A fé nas promessas do Altíssimo, evidenciada no altar da expiação e nos mandamentos, era essencial para a manutenção de um relacionamento pactual com DEUS. SINOPSE DO TÓPICO (1) o SENHOR reanimou a Josué assumindo o comando da conquista, restaurando-lhe a confiança e a estratégia da batalha. SINOPSE DO TÓPICO (2) Durante a noite,Josué enviou um pelotão de 30 mil homens para atacar a cidade de Ai por detrás. Na manhã seguinte, um _ outro pelotão distraía o exército inimigo, enquanto o primeiro atacava a cidade. SINOPSE DO TÓPICO (3) Foram construídos dois memoriais, um no vale de Acor e outro no monte Ebal. O primeiro lembrava o pecado de Acã, e o segundo a vitória de Israel - a maldição do pecado e a bênção da obediência.
AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO Subsídio Teológico "A Batalha de Ai Durante a noite, Josué enviou um grupo de soldados para o oeste de Ai, a fim de aguardar o momento do ataque. Na manhã seguinte, levou um segundo grupo para o norte da cidade. Quando o exército de Ai atacou, os israelitas que se encontravam na frente dispersaram-se, apenas para distrair o inimigo, enquanto os homens que aguardavam em uma emboscada entraram na cidade e a queimaram. Por que DEUS permitiu que os israelitas tomassem para si o despojo capturado desta vez? As leis de Israel para a posse dos espólios de guerra cobriam duas situações: (1) cidades como Jericó que estavam debaixo da proibição de DEUS (julgamento pela idolatria) não poderiam ser saqueadas (Dt 20.16 1 8). O povo de DEUS precisava ser santo e separado de toda influência idolátrica; e (2) a distribuição dos bens capturados das cidades que não estavam debaixo da proibição fazia parte da guerra. Ela provia ao exército e à nação a comida, rebanhos e armas necessários para o sustento dos tempos de guerra," (Bíblia de Estudo Aplicação Pessoa. Rio de Janeiro: CPAD, 2004, , p.287.) APLICAÇÃO PESSOAL O SENHOR nosso DEUS é o único capaz de transformar o vale de Acor em vale de esperança (Js 7.26; Os 2. 14, 15). O vale de Acor, literalmente, o "vale da desgraça e da tribulação" é símbolo da cobiça, egoísmo, soberba e materialismo de Acã. Também representa a tristeza e angústia que assolam a vida humana. É o vale da solidão, da tristeza, da ira, e da desesperança. Semelhante a Ai, é uma intrigante ilustração da "ruína" e do "monturo". Todavia, a vontade do SENHOR é transformar o vale da perturbação em "porta de esperança", tristeza em alegria, o fracasso em vitória e o pecado em santidade. Seja submisso à Palavra de DEUS e permita que o SENHOR transforme o vale de Acor em "Porta da Esperança". INTRODUÇÃO A vitória é certa quando se luta com fé e obediência a DEUS, santificando nossa vida e mantendo a comunhão como ESPÍRITO SANTO. Nosso general é CRISTO que nunca perdeu uma batalha. Glória a DEUS! DEUS, desta vez, se comunica com Josué como se comunicava com Moisés, ou seja em seus pensamentos, com ele ouvindo a voz de DEUS em seu interior. DEUS fala de maneira direta e objetiva. Devido a um momento de insensatez de Josué, talvez num momento de autoconfiança exagerada em suas próprias forças e em suas técnicas de guerra, pois era um general, por excelência, um estrategista. Com uma informação super confiante de seus espias, Josué decide atacar a pequena cidade de Ai, mesmo sem consultar a DEUS, se esquecendo de quem ganhou a guerra em Jericó. Devido ao excesso de confiança em si mesmos Josué envia cerca de 3000 soldados para a tarefa de atacarem e destruírem a cidade de Ai e seus habitantes. Os moradores de Ai com certeza ficaram irritados com o descaso de Israel que possuindo cerca de 600 mil soldados, envia apenas cerca de 3000 para atacá-los. Com isso ficam encorajados a investirem contra esses soldados e de tal maneira os atacam que conseguem matar 36 dentre eles e perseguirem os restantes até bem perto do acampamento de Josué e os israelitas. Josué com certeza aprendeu uma lição importante, sem DEUS na batalha, não há vitória. Somente DEUS pode garantir a vitória e muitas vezes nem se precisa lutar. Nossas derrotas muitas vezes nos ensinam mais do que nossas vitórias. Nossas frustrações acabam por nos conduzir a DEUS em busca de solução e é ai que aprendemos a sempre depender de DEUS. Josué teve culpa no episódio pois além de não ter consultado a DEUS, se esqueceu também de que o povo antes de atacar Jericó teve que se santificar, mas para atacar Ai não se lembraram deste importante detalhe. Para DEUS operar é preciso santidade. Agora DEUS fala com Josué em resposta a sua oração desesperada, oração até certo ponto, sem o devido respeito, mas DEUS sabia que Josué estava totalmente inocente quanto ao pecado de Acã e que falava do que não sabia. Agora DEUS dá uma condição para que continue a abençoar seu povo, só há um jeito, o anátema tinha que ser destruído, o pecado tinha que ser punido. Com a certeza de que DEUS os ajudaria dali para frente, após a morte de Acã e da destruição dos objetos roubados, Josué agora recobra o ânimo, volta a crer na vitória certa que só se encontra com a estratégia de DEUS.
A estratégia de DEUS foi a seguinte: Primeiro, era para Josué enviar um grupo de soldados (30.000 deles, os melhores), a noite ainda, para o norte de Ai e ali permanecerem escondidos até que o exército de Ai visse o grupo maior e os seguisse pelo campo, quando então esse grupo menos atacariam a cidade de Ai por detrás segundo a ordem de Josué. Segundo, era para Josué, pela manhã cedo, seguir junto e enviar o grupo maior de soldados (todos os demais que eram por volta de 570.000) para a parte oeste da cidade, Em terceiro lugar era para, agora, as tropas que estavam ao norte, escondidas, quando vissem que o exército de Ai atacava os soldados de Israel que fugiam e se dispersavam pelo campo, entrarem na cidade de Ai pelo norte e destruírem tudo. Depois atacariam o exército inimigo pela retaguarda. Assim o exército de Ai ficaria entre dois exércitos e seria totalmente destruído. Foi o que aconteceu, a vitória foi esmagadora. Pronto, agora estaria resolvido o caso de Acã e também DEUS estava novamente em comunhão com seu povo.
Josué como Moisés com seu cajado, levantou sua lança enquanto Israel prevalecia contra seus inimigos, até que todos foram mortos e a cidade destruída. A lança de Josué nos lembra da espada do ESPÍRITO que temos em nossa mão, em nossa mente e em nosso coração: a Bíblia. Só venceremos as batalhas que se nos apresenta com fé em DEUS, unção do ESPÍRITO SANTO e a Palavra de DEUS. Assim também todo líder (incluindo aqui, principalmente, os professores de EBD), permanecerem com a espada do ESPÍRITO levantada, ou seja, com a Palavra de DEUS, a doutrina de DEUS, sempre levantada à frente do povo de DEUS que marcha rumo à vitória final sobre Satanás e seus demônios. Agora aquele vale onde Acã e sua família que foi conivente com ele, fora morto e seus pertences queimados tinha um novo nome: "Acor" que significa "desgraça" ou "tribulação". Esse nome foi dado em memória do trágico incidente que atingiu toda a nação de Israel: o pecado de Acã (Js 7.24). Assim o SENHOR se tornou do ardor da sua ira; pelo que se chamou o nome daquele lugar o vale de Acor" (v.26).
Muito tempo depois, em uma profecia de Oséias, DEUS fez menção a esse vale como uma "porta de esperança" para Israel" (Js 2.14,15)ç isso significa que podemos tornar a tribulação em esperança. Romanos 5:3 E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, 4 E a paciência a experiência, e a experiência a esperança. Romanos 15:4 Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança. 2 Coríntios 1:6 Mas, se somos atribulados, é para vossa consolação e se somos consolados, para vossa salvação é, a qual se opera suportando com paciência as mesmas aflições que nós também padecemos; 2 Coríntios 6:4 Antes, como ministros de DEUS, tornando-nos recomendáveis em tudo; na muita paciência, nas aflições, nas necessidades, nas angústias, 2 Tessalonicens. 1:4 De maneira que nós mesmos nos gloriamos de vós nas igrejas de DEUS por causa da vossa paciência e fé, e em todas as vossas perseguições e aflições que suportais; Hebreus 12:1 Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, Tiago 1:3 Sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência. Tiago 1:4 Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma. Apocalipse 1:9 Eu, João, que também sou vosso irmão, e companheiro na aflição, e no reino, e paciência de JESUS CRISTO, estava na ilha chamada Patmos, por causa da palavra de DEUS, e pelo testemunho de JESUS CRISTO. A armadura de DEUS é necessária para se lutar e fazer parte deste glorioso exército que marcha contra Satanás e seus demônios e os derrota, usando a estratégia de DEUS, a espada do espírito, a poderosa Palavra de DEUS.No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no SENHOR e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de DEUS, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Pois não temos de lutar contra a carne e o sangue, e, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de DEUS, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. e calçados os pés na preparação do evangelho da paz, Tomai também o capacete da salvação, e a espada do ESPÍRITO, que é a palavra de DEUS. E orai em todo o tempo com toda a oração e súplica no ESPÍRITO. Vigiai nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos.
O ALTAR DE DEUS EM NOSSA VIDA Js 8.30-35 Como Moisés, servo do SENHOR, ordenara aos filhos de Israel, conforme o que está escrito no livro da lei de Moisés, a saber: um altar de pedras brutas, sobre as quais não se manejara instrumento de ferro. E ofereceram sobre ele holocaustos ao SENHOR, e apresentaram ofertas pacíficas. Então Josué edificou um altar ao SENHOR DEUS de Israel, no monte Ebal, Escreveu ali em pedras uma cópia da lei de Moisés, que este já tinha escrito diante dos filhos de Israel. E todo o Israel, assim estrangeiros como naturais, com os seus anciãos, oficiais e juízes, estavam de um e de outro lado da arca, perante os sacerdotes levitas que levavam a arca da aliança do SENHOR. Metade deles estava em frente do monte Gerizim, e a outra metade em frente do monte Ebal, como Moisés, servo do SENHOR, dantes ordenara, para que abençoassem o povo de Israel. Depois leu em alta voz todas as palavras da lei, a bênção e a maldição, conforme tudo o que está escrito no livro da lei. Palavra nenhuma houve, de tudo o que Moisés ordenara, que Josué não lesse perante toda a congregação de Israel, e as mulheres, e os meninos, e os estrangeiros, que andavam no meio deles.INTRODUÇÃO O ALTAR MARCAVA A VIDA DOS HOMENS QUE ANDAVAM COM DEUS. Abraão Isaque e Jacó, todos tiveram suas vidas pontilhadas pelo altar de adoração ao SENHOR. Ao lado da tenda de Abraão poderemos procurar uma boa piscina ou área de lazer, certos de que não iremos encontrar tais mordomias ou diversões ali; mas, o altar de adoração a DEUS, sempre o encontraremos erguido (Gn 12.7; 13.4,18; c.15 por inferência; 21.33; 22.9). Então, seus filhos devem seguir o mesmo exemplo de fé; pois, "os que são da fé são filhos de Abraão" (01 3.7). Podemos exclamar permanentemente: 'temos um altar de adoração ao SENHOR em nossa vida"! Aleluia. (SCR e SB) À semelhança dos primeiros patriarcas, Josué edificou um altar e invocou o nome do SENHOR. Isto demonstra claramente que Israel não poderia ficar indiferente à adoração do único e verdadeiro DEUS. A felicidade do novo país dependeria, doravante, da maneira como os filhos de Jacó iriam encarar o culto ao DEUS de Abraão, Isaque e Jacó. Neste momento, cabe-nos uma pergunta: "Como estamos encarando o culto ao SENHOR?" Estamos, de fato, adorando-o em ESPÍRITO e verdade? Ou o nosso altar continua derribado? A- O ALTAR TORNA-SE O SÍMBOLO DE ADORAÇÃO NA NOVA TERRA 1. O altar era o lugar Ideal onde se agradecia a DEUS (v.30). Quando Noé saiu da arca com sua família, seu primeiro ato foi edificar um altar e oferecer sobre ele um holocausto a DEUS, como sinal de gratidão e adoração (Gn 8.20), tomando-se assim, o primeiro altar edificado sobre a terra purificada. Noé reconheceu o fim trágico do juízo divino que trouxe "o dilúvio sobre o mundo dos ímpios" (2 Pe 2.5), e o despertar de um novo dia de esperança para si e para a humanidade. O mesmo exemplo, anos depois, foi seguido por Abraão. Seu primeiro ato, na posse da terra de Canaã, foi edificar um altar ao SENHOR e invocar o seu nome (Gn 125-8). Josué, o grande comandante israelita, segue o mesmo exemplo de fé. Então, sua primeira construção na nova terra foi a edificação de um altar, como prova de sua gratidão a DEUS que o tornava vitorioso em tudo que empreendia. Que belo exemplo para nós! Façamos o mesmo. 2. A obediência de Josué em construir um altar. Antes que Israel entrasse na posse da terra santa, foi ordenado por DEUS, através do ministério de Moisés, que passando para o outro lado do Jordão, construíssem um altar conforme diz Dt 27.4,5: "Quando houveres passado o Jordão, levantareis estas pedras, que hoje vos ordeno, no monte Ebal, e as caiarás com cal. E ali edificarás um altar ao SENHOR teu DEUS, um altar de pedras, não alçarás ferro sobre elas". Josué cumpriu fielmente esta recomendação da parte de de DEUS. Edificou o altar conforme o modelo exigido na passagem acima (v.31). Para o povo eleito, a maior significação do altar seria sua edificação no monte Gerizim (Dt 27.12,13) e não sobre o monte Ebal, visto que o primeiro expressava a bênção e o segundo a maldição. Foi este o conceito da mulher samaritana séculos depois quando falava com JESUS junto ao poço de Jacó (10 4.20). (SG). Com efeito, a ordem de DEUS para edificação do altar nesse monte, certamente era para persuadir seu povo que Ele é o DEUS do Universo e não um deus geográfico, local, limitado pelo tempo e pelo espaço, como eram reputados os deuses dos cananeus. E, ainda mais, "os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade" (Jo 4.23). Não depende do lugar, depende da circunstância a adoração de seus filhos. 3. Josué lembra ao povo a bênção e a maldição (v.33). Uma vez que tinham edificado um altar ao nome do SENHOR DEUS de Israel, Josué então aproveitou a oportunidade de sentimento religioso para fazer uma reflexão espiritual, dando instruções religiosas ao povo. Ele lembra a toda a nação que as bênçãos de DEUS somente virão ao nosso encontro pelo caminho da obediência. "E será que, se ouvintes a voz do SENHOR teu DEUS, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos...todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão...o SENHOR mandará que a bênção esteja contigo...o SENHOR te porá por cabeça, e não por cauda..." (Dt 28.1,2,8,13). Josué foi um verdadeiro ministro de DEUS: ensinava a si mesmo e aos outros. Este, portanto, deve ser o mesmo exemplo a ser seguido pelos ministros do SENHOR JESUS CRISTO na presente dispensação. Paulo recomenda para que Timóteo seja um ministro modelo com o mesmo sentimento (1Tm 4.6). Dt 11.29 Quando, porém, o SENHOR, teu DEUS, te introduzir na terra a que vais para possuí-la, então, pronunciarás a bênção sobre o Monte Gerizim e a maldição sobre o Monte Ebal.
Bênção e Maldições da Aliança com DEUS. Deuteronômio 28.165; 29.1 1 E será que, se ouvires a voz do SENHOR teu DEUS, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu DEUS te exaltará sobre todas as nações da terra. 2 E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do SENHOR teu DEUS;3 Bendito serás na cidade, e bendito serás no campo.4 Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e o fruto dos teus animais; e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas.5 Bendito o teu cesto e a tua amassadeira.6 Bendito serás ao entrares, e bendito serás ao saíres.7 O SENHOR entregará, feridos diante de ti, os teus inimigos, que se levantarem contra ti; por um caminho sairão contra ti, mas por sete caminhos fugirão da tua presença.8 O SENHOR mandará que a bênção esteja contigo nos teus celeiros, e em tudo o que puseres a tua mão; e te abençoará na terra que te der o SENHOR teu DEUS.9 O SENHOR te confirmará para si como povo santo, como te tem jurado, quando guardares os mandamentos do SENHOR teu DEUS, e andares nos seus caminhos.10 E todos os povos da terra verão que é invocado sobre ti o nome do SENHOR, e terão temor de ti.11 E o SENHOR te dará abundância de bens no fruto do teu ventre, e no fruto dos teus animais, e no fruto do teu solo, sobre a terra que o SENHOR jurou a teus pais te dar.12 O SENHOR te abrirá o seu bom tesouro, o céu, para dar chuva à tua terra no seu tempo, e para abençoar toda a obra das tuas mãos; e emprestarás a muitas nações, porém tu não tomarás emprestado.13 E o SENHOR te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo, se obedeceres aos mandamentos do SENHOR teu DEUS, que hoje te ordeno, para os guardar e cumprir.14 E não te desviarás de todas as palavras que hoje te ordeno, nem para a direita nem para a esquerda, andando após outros deuses, para os servires.15 Será, porém, que, se não deres ouvidos à voz do SENHOR teu DEUS, para não cuidares em cumprir todos os seus mandamentos e os seus estatutos, que hoje te ordeno, então virão sobre ti todas estas maldições, e te alcançarão:16 Maldito serás tu na cidade, e maldito serás no campo.17 Maldito o teu cesto e a tua amassadeira.18 Maldito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e as crias das tuas vacas, e das tuas ovelhas.19 Maldito serás ao entrares, e maldito serás ao saíres.20 O SENHOR mandará sobre ti a maldição; a confusão e a derrota em tudo em que puseres a mão para fazer; até que sejas destruído, e até que repentinamente pereças, por causa da maldade das tuas obras, pelas quais me deixaste.21 O SENHOR fará pegar em ti a pestilência, até que te consuma da terra a que passas a possuir.22 O SENHOR te ferirá com a tísica e com a febre, e com a inflamação, e com o calor ardente, e com a secura, e com crestamento e com ferrugem; e te perseguirão até que pereças.23 E os teus céus, que estão sobre a cabeça, serão de bronze; e a terra que está debaixo de ti, será de ferro.24 O SENHOR dará por chuva sobre a tua terra, pó e poeira; dos céus descerá sobre ti, até que pereças.25 O SENHOR te fará cair diante dos teus inimigos; por um caminho sairás contra eles, e por sete caminhos fugirás de diante deles, e serás espalhado por todos os reinos da terra.26 E o teu cadáver servirá de comida a todas as aves dos céus, e aos animais da terra; e ninguém os espantará.27 O SENHOR te ferirá com as úlceras do Egito, com tumores, e com sarna, e com coceira, de que não possas curar-te;28 O SENHOR te ferirá com loucura, e com cegueira, e com pasmo de coração;29 E apalparás ao meio dia, como o cego apalpa na escuridão, e não prosperarás nos teus caminhos; porém somente serás oprimido e roubado todos os dias, e não haverá quem te salve.30 Desposar-te-ás com uma mulher, porém outro homem dormirá com ela; edificarás uma casa, porém não morarás nela; plantarás uma vinha, porém não aproveitarás o seu fruto.31 O teu boi será morto aos teus olhos, porém dele não comerás; o teu jumento será roubado diante de ti, e não voltará a ti; as tuas ovelhas serão dadas aos teus inimigos, e não haverá quem te salve.32 Teus filhos e tuas filhas serão dados a outro povo, os teus olhos o verão, e por eles desfalecerão todo o dia; porém não haverá poder na tua mão.33 O fruto da tua terra e todo o teu trabalho, comerá um povo que nunca conheceste; e tu serás oprimido e quebrantado todos os dias.34 E enlouqueceras com o que vires com os teus olhos.35 O SENHOR te ferirá com úlceras malignas nos joelhos e nas pernas, de que não possas sarar, desde a planta do teu pé até ao alto da cabeça.36 O SENHOR te levará a ti e a teu rei, que tiveres posto sobre ti, a uma nação que não conheceste, nem tu nem teus pais; e ali servirás a outros deuses, ao pau e à pedra.37 E serás por pasmo, por ditado, e por fábula, entre todos os povos a que o SENHOR te levará.38 Lançarás muita semente ao campo; porém colherás pouco, porque o gafanhoto a consumirá.39 Plantarás vinhas, e cultivarás; porém não beberás vinho, nem colherás as uvas; porque o bicho as colherá.40 Em todos os termos terás oliveiras; porém não te ungirás com azeite; porque a azeitona cairá da tua oliveira.41 Filhos e filhas gerarás; porém não serão para ti; porque irão em cativeiro.42 Todo o teu arvoredo e o fruto da tua terra consumirá a lagarta.43 O estrangeiro, que está no meio de ti, se elevará muito sobre ti, e tu mais baixo descerás;44 Ele te emprestará a ti, porém tu não emprestarás a ele; ele será por cabeça, e tu serás por cauda.45 E todas estas maldições virão sobre ti, e te perseguirão, e te alcançarão, até que sejas destruído; porquanto não ouviste à voz do SENHOR teu DEUS, para guardares os seus mandamentos, e os seus estatutos, que te tem ordenado;46 E serão entre ti por sinal e por maravilha, como também entre a tua descendência para sempre.47 Porquanto não serviste ao SENHOR teu DEUS com alegria e bondade de coração, pela abundância de tudo.48 Assim servirás aos teus inimigos, que o SENHOR enviará contra ti, com fome e com sede, e com nudez, e com falta de tudo; e sobre o teu pescoço porá um jugo de ferro, até que te tenha destruído.49 O SENHOR levantará contra ti uma nação de longe, da extremidade da terra, que voa como a águia, nação cuja língua não entenderás;50 Nação feroz de rosto, que não respeitará o rosto do velho, nem se apiedará do moço;51 E comerá o fruto dos teus animais, e o fruto da tua terra, até que sejas destruído; e não te deixará grão, mosto, nem azeite, nem crias das tuas vacas, nem das tuas ovelhas, até que te haja consumido;52 E sitiar-te-á em todas as tuas portas, até que venham a cair os teus altos e fortes muros, em que confiavas em toda a tua terra; e te sitiará em todas as tuas portas, em toda a tua terra que te tem dado o SENHOR teu DEUS.53 E comerás o fruto do teu ventre, a carne de teus filhos e de tuas filhas, que te der o SENHOR teu DEUS, no cerco e no aperto com que os teus inimigos te apertarão.54 Quanto ao homem mais mimoso e delicado no meio de ti, o seu olho será maligno para com o seu irmão, e para com a mulher do seu regaço, e para com os demais de seus filhos que ainda lhe ficarem;55 De sorte que não dará a nenhum deles da carne de seus filhos, que ele comer; porquanto nada lhe ficou de resto no cerco e no aperto, com que o teu inimigo te apertará em todas as tuas portas.56 E quanto à mulher mais mimosa e delicada no meio de ti, que de mimo e delicadeza nunca tentou pór a planta de seu pé sobre a terra, será maligno o seu olho contra o homem de seu regaço, e contra seu filho, e contra sua filha;57 E isto por causa de suas páreas, que saírem dentre os seus pés, e para com os seus filhos que tiver, porque os comerá às escondidas pela falta de tudo, no cerco e no aperto, com que o teu inimigo te apertará nas tuas portas.58 Se não tiveres cuidado de guardar todas as palavras desta lei, que estão escritas neste livro, para temeres este nome glorioso e temível, o SENHOR TEU DEUS,59 Então o SENHOR fará espantosas as tuas pragas, e as pragas de tua descendência, grandes e permanentes pragas, e enfermidades malignas e duradouras;60 E fará tornar sobre ti todos os males do Egito, de que tu tiveste temor, e se apegarão a ti.61 Também o SENHOR fará vir sobre ti toda a enfermidade e toda a praga, que não está escrita no livro desta lei, até que sejas destruído.62 E ficareis poucos em número, em lugar de haverem sido como as estrelas dos céus em multidão; porquanto não destes ouvidos à voz do SENHOR teu DEUS.63 E será que, assim como o SENHOR se deleitava em vós, em fazer-vos bem e multiplicar-vos, assim o SENHOR se deleitará em destruir-vos e consumir-vos; e desarraigados sereis da terra a qual passais a possuir.64 E o SENHOR vos espalhará entre todos os povos, desde uma extremidade da terra até à outra; e ali servireis a outros deuses que não conheceste, nem tu nem teus pais; ao pau e à pedra.65 E nem ainda entre estas nações descansarás, nem a planta de teu pé terá repouso; porquanto o SENHOR ali te dará coração agitado, e desfalecimento de olhos, e desmaio da alma.66 E a tua vida, como em suspenso, estará diante de ti; e estremecerás de noite e de dia, e não crerás na tua própria vida.67 Pela manhã dirás: Ah! quem me dera ver a noite! E à tarde dirás: ah! quem me dera ver a manhã! pelo pasmo de teu coração, que sentirás, e pelo que verás com os teus olhos.68 E o SENHOR te fará voltar ao Egito em navios, pelo caminho de que te tenho dito; nunca jamais o verás; e ali sereis vendidos como escravos e escravas aos vossos inimigos; mas não haverá quem vos compre.29.1 Estas são as palavras da aliança que o SENHOR ordenou a Moisés que fizesse com os filhos de Israel, na terra de Moabe, além da aliança que fizera com eles em Horebe. CRISTO NOS RESGATOU DA MALDIÇÃO DA LEI - Gl 3.13 - Todos nós estávamos amaldiçoados, pois fomos desobedientes a DEUS e pecamos contra ELE, mas JESUS levou nossas maldições na Cruz, pela graça e graças a DEUS. B- JUNTO AO ALTAR, JOSUÉ LEU TODAS AS PALAVRAS DA LEI DO SENHOR " A Lei", ou "As palavras da Lei" e expressões similares, são termos técnicos para denotar toda a extensão da revolta divina, ou aquilo que ela representa. Por exemplo: 1. Antigo Testamento. "A Lei" (Js 8.34; Ed 10.3; Ne 8.2,7,14; 10.34,36; 12.44; 13.3). "O Livro da Lei" (Js 1.8; 8.34; 2 Cr 22.8; Ne 8.3). "0 Livro da Lei de Moisés" (Js 8.31; 23.6; 2 Rs 14.6;Ne8.1). "Livro de Moisés" (2Cr 25.5; 35.12; Ed 6.18; Ne 13.1). "A Lei do SENHOR" (1 Cr 16.40; 2 Cr 31.3; 35.26; Ed 7.10). "A Lei de DEUS" (Ne 10.28,29). "O Livro da Lei de DEUS" (Js 24.26; Ne 8.18). "O Livro da Lei do SENHOR" (2 Cr 17.9; 34.14). "O Livro do SENHOR, seu DEUS" (Ne 9.3). "O .Livro do SENHOR" (Is 34.16). "O Rolo" (SI 40.7). "A Lei de Moisés" (Dn 9.13; Ml 4.4). "A Lei de Moisés servo de DEUS" (Dn 9.11), etc. 2. Novo Testamento. "A Lei" (Jo 1.7). "A Lei e os Profetas" (Lc 16.16). "Lei; Profetas e Salmos" (Lc 24.44). "O Livro da Lei" (G13.1O). "O Livro de Moisés" (Mc 12.26). "A Lei do SENHOR" (Lc 2.23,24). "A Palavra de DEUS" (Hb 4.12). "As Palavras da Vida" (At 7.38)."Moisés" (At 15.21). "Os Mandamentos de DEUS" (Ap 12.17). "As Sagradas Letras" (2 Tm 3.15). "A Escritura" (Jo 10:35; G14.30; 2 Tm 3.16; 2Pe 1.20). "As Escrituras" (Jo5.39; At17.11; 1Co 15.3,4; 2 Pe 3.16), etc. C- O ALTAR DEVE ACOMPANHAR A NOSSA VIDA 1. O altar é o ponto de encontro com DEUS. Observando através dos séculos, podemos detectar como as vidas dos grandes homens de DEUS estavam pontilhadas de altares. Daremos aqui apenas um resumo das primeiras citações: Noé (Gn 8.20), Abraão (Gn 12.7), !saque (Gn 26.25),Jacó (Gn 33.20), Moisés (Êx 17.15), Josué (Js 8.30), Gideão (Gn 6.24), Manuá (Jz 13.19-20), Samuel (1Sm 7.17), Saul (1Sm 14.35), Davi (2Sm 24.25), Salomão (1Rs 3.4), Elias (1Rs 18.30,32) etc. Na dispensação da graça o altar da comunhão e da oração com DEUS deve estar presente na vida de cada um de nós. E não somente isso, mas, sobretudo, o nosso corpo deve ser transformado em templo e nosso coração num altar, onde "um sacrifício santo e agradável a DEUS" seja oferecido permanentemente a Ele por meio de JESUS CRISTO (Rm 12.1; Hb 13.15). Davi, Daniel e outros vultos de expressão, não arredavam o pé do "altar da oração" (SI 55.17; Dn 6.10). Nós devemos também, "orar sem cessar" (1Ts 5.17). 2. O fogo arderá continuamente sobre o altar (Lv 6.13). A ordem divina a Moisés a ser transmitida à Arão e seus filhos, em relação ao altar, foi esta: "O fogo arderá continuamente sobre o altar, não se apagará" (Lv 6.13). O fogo era o sinal marcante da presença de DEUS nos seres e nas coisas. Concluímos, então, que o fogo divino deve arder: . No povo (cf. Êx 3.2-3; MI3.3.2-3; 1 Pe 4.12). · No altar (Lv 6.13). · No monte (Dt 4.11). · No inferno (Dt 32.22). · Nos inimigos (SI 97.3). . No coração (SI 39.3; 45.1; Lc 24.32). · Finalmente, na casa do SENHOR a chama Pentecostal do ESPÍRITO SANTO deve permanecer acesa em cada coração (Rm 5.5). Com efeito, essa chama do ESPÍRITO somente continuará acessa em nossa vida, se o altar da comunhão com DEUS estiver levantado. Se nosso altar estiver quebrado ela não virá, pois em altar quebrado DEUS não opera (1 Rs 18.26-35). Porém, se nos dispusermos a reerguer o altar que deixamos cair, o SENHOR, com infinita misericórdia, ouvirá as nossas orações. Levantemos, pois, o altar da adoração ao SENHOR em nossa vidas. (SD). SUBSÍDIO GEOGRÁFICO Em sua Geografia Bíblica, Osvaldo Ronis fala acerca dos Montes Ebal e Gerizim: "Monte Ebal, situado ao norte de Nablus, antiga Siquém, tem uma altitude de 300 m acima do vale (1015 m acima do nível do Mediterrâneo) e é árido e escarpado. "Monte Gerizim, que fica ao sul do vale de Siquém, também árido e escarpado, com apenas 230 m acima do vale (940 , m do Mediterrâneo) possue uma história particular. É que, depois do cativeiro babilônico dos judeus, os samaritanos, sob o governo de Samba lá, construíram um templo rival ao de Jerusalém, constituindo a Manassés some-sacerdote do mesmo. Este era genro de Sambalá, o governador, e fora expulso do sacerdócio judaico de Jerusalém por ter esposado uma mulher estrangeira (Nm 13.28). Embora mais tarde, em 129 a.C., o templo fosse destruído por João Hircano, nos dias de JESUS ainda os samaritanos continuavam a celebrar o seu culto no alto do monte Gerizim (João 4), como se deduz da conversa de JESUS com a mulher samaritana junto ao poço de Jacó que ficava à beira da estrada que passava pelo vale de Siquém." O autor acima citado fala-nos da importância de ambos os montes a Israel: "Ebal e Gerizim .... (são) também conhecidos como o Monte da Maldição e o Monte da Bênção, porque Josué, conforme determinação de Moisés (Dt 11.29; 27.1-13), reuniu seis tribos num monte e seis no outro ficando a arca, os sacerdotes, os levitas e os anciãos no vale, para que de um dos montes - o Gerizim, fossem lidas as bênçãos para os que guardam a lei do SENHOR, respondendo o povo das seis tribos reunidas no Ebal com um "amém"; e deste monte - o Ebal, fossem pronunciadas as maldições que viriam sobre os infiéis, respondendo, por sua vez, com um "amém" as tribos reunidas no Gerizim. (Js 8.30-34). Dizem os que têm visitado o vale de Siquém que os dois montes de fato formam uma espécie de anfiteatro em que os efeitos acústicos permitem distinguir num dos montes e no vale a voz de uma pessoa que fala do outro monte." SUBSÍDIO BÍBLICO "O altar, de acordo com as Escrituras, era um lugar construído para nele se oferecerem sacrifícios e holocaustos de animais. Era um testemunho perpétuo de um favor; sentia-se nele a manifestação divina, significava a presença de DEUS, santificava as ofertas, e era o lugar onde se realizava a comunhão dos fiéis com o SENHOR. Por tais razões o altar era respeitado. "A legislação mosaica foi dada a um povo nômade, cuja união e fé deviam ser perpetuadas. "Um altar de terra me farás e sobre ele sacrificarás os teus holocaustos" (~x 20.24,25). Um altar de terra em que houvesse uma vida a oferecer ou um coração a consagrar ao serviço divino, esse era o verdadei­ro significado. O altar podia ser construído também de pedras, mas estas não deviam ser lavradas porque o burilo profanaria. "O cristianismo verdadeiro, o espiritual, o que mora no coração e não nos lábios ou nos templos, tem um altar espiritual, vivo, verdadeiro e eterno. O altar dos cristãos é o próprio Filho de DEUS, através do qual são oferecidos os louvores e o culto racional. "Esta é a maravilha da graça e 65te é o mistério da fé. Além de ser o verdadeiro altar, dos verdadeiros cri5tà0s, JESUS CRISTO é também a oferta aceitável e aprazível a DEUS, a única que a justiça divina aceita com agrado. JESUS ofereceu-se a si mesmo como oferta voluntária para, de uma vez por todas, "aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo." (Para maiores informações leia o Tesouro de Conhecimentos Bíblicos, lançado pela CPAD). SUBSÍDIO DOUTRINÁRIO No Novo Comentário da Bíblia, encontramos estas edificantes considerações: "Numa cerimônia religiosa que se reveste do mais alto significado, Josué chama a atenção dos israelitas para a verdadeira natu­reza das suas conquistas. Dirigindo-se ao interior da terra inimiga, levou o povo até Siquém, e ar, num ambiente que a presença dos patriarcas tomou sagrado, em conformidade com o mandamento exposto a Moisés, convidou-o a renovar as suas promessas de fidelidade e obediência a Jeová e a ouvir as condições em que iria tomar posse da Terra Prometida. Veja Dt 11.29, 30; 27.1-26. Ergueu-se então um altar de pedras inteiras no Monte Ebal para a oferta de solenes sacrifícios, procedeu-se à leitura em voz alta duma cópia da Lei de Moisés gravada em pedras estucadas e finalmente fez­se pregão público das bênçãos e maldições. Seis tribos sobre Gerizim responderam com o "Amém" às bênçãos acabadas de enumerar, enquanto as outras seis sobre o Ebal com outro "Amém" finalizavam as maldições. "Poucas cenas a História nos fornece tão cheias de grandeza e significado moral como a duma nação que abraça solenemente a Lei de DEUS, considerando-a regra de vida e condição de prosperidade! (Fairweather, From the Exodus to the Monarchy). QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 7 DA DERROTA À VITÓRIA RESPONDA CONFORME A REVISTA DA CPAD 1º TRIMESTRE DE 2009 TEXTO ÁUREO 1- Complete: "O _____________________ prepara-se para o _____________________ da batalha, mas do SENHOR vem a _________________________" (Pv 21.31). VERDADE PRÁTICA 2- Complete: Fé em DEUS e ____________________, em tempos de tribulação e _______________________, são os meios pelos quais DEUS nos ___________________ a vitória. I- JOSUÉ REANIMADO POR DEUS (Js 8.1-1 7) 3- De que forma o SENHOR comunicou-se com Josué, aqui no cpítulo 8? ( ) Através de um anjo. ( ) De forma direta e objetiva. ( ) Através de um profeta. 4- Num momento de fraqueza, Josué decidiu confiar em quem? ( ) Em seus soldados, investindo contra o inimigo em Ai, derrotando-os em nome do Eterno. ( ) Em suas próprias forças, investindo contra o inimigo em Ai sem a ordem expressa do Eterno. ( ) Em suas próprias armas, resistindo ao inimigo em Ai com a ordem expressa do Eterno. 5- Qual o resultado da investida de Josué contra Ai, sem a consulta prévia a DEUS? ( ) Israel teve de bater em retirada diante daquela insignificante cidade. ( ) Israel venceu com louvor àquela insignificante cidade. ( ) Israel teve que lutar bravamente contra aquela cidade e vencê-la. 6- O que Josué aprendeu da sua frustrada investida contra Ai? ( ) Que, seja qual for a situação, a vitória do povo de DEUS é certa. ( ) Que, seja qual for o combate, a vitória vem de um líder forte e corajoso. ( ) Que, seja qual for o embate, a vitória vem do SENHOR dos Exércitos. 7- O que as derrotas que experimentamos na vida nos ensinam? ( ) Que somos fracos e nada podemos fazer contra o mau. ( ) A depender sempre do povo de DEUS. ( ) A depender sempre de DEUS. 8- Qual a culpa de Josué na frustrada investida contra Ai? ( ) Mobilizou o exército antes de ter consultado a DEUS e foi junto com eles. ( ) Mobilizou o exército antes de ter removido o pecado do meio do povo. ( ) Mobilizou o exército antes de ter treinado o povo e lhes dar uma estratégia militar. 9- O que o SENHOR disse para Josué sobre sua proteção dali em diante? ( ) Não mais iria com Israel até que a cidade de Ai fosse destruída. ( ) Protegeria Israel até do pecado quer fosse confessado ou não e o povo voltaria a obedecer-lhe sem reservas. ( ) Não mais protegeria Israel até que o pecado fosse confessado e o povo voltasse a obedecer-lhe sem reservas. 10- O que fez Josué após ouvir as palavras do SENHOR? ( ) Josué chorou e lhe bateu um desânimo e logo entrou em depressão pensando na conquista de Ai. ( ) Josué não se recuperou e o ânimo lhe faltou, mas logo entrou em ação para a conquista de Ai. ( ) Josué recuperou o ânimo e logo entrou em ação para a conquista de Ai. 11- De quem foi a estratégia para derrotar a cidade de Ai e seu exército? ( ) Do SENHOR. ( ) De Josué. ( ) Dos anciãos de Israel. II- JOSUÉ ENTRA EM AÇÃO 12- Como foi a estratégia da conquista de Ai (Js 8.9-13)? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Durante a noite, Josué enviou um grupo de soldados para o oeste de Ai, a fim de aguardar o momento do ataque. ( ) Na manhã seguinte, levou um segundo grupo para o norte da cidade. ( ) Durante o dia, Josué enviou um grupo de 50.000 soldados para o norte de Ai, a fim de aguardar o momento do ataque. ( ) Quando o exército de Ai atacou os israelitas que se encontravam à frente, dispersaram-se estes, a fim de iludir o inimigo. ( ) Enquanto isto, os que já aguardavam o sinal de Josué (v. 18), estrategicamente entraram na cidade e a queimaram. ( ) Vitória completa, resolvido o caso do pecado escondido de Acã. 13- Qual a garantia da vitória contra Ai? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Teve como sinal a "lança de Josué": ( ) Teve como sinal a "espada de Josué": ( ) "Josué não retirou a sua mão, que estendera com a espada, até destruir totalmente a todos os moradores de Ai" (v.26). ( ) "Josué não retirou a sua mão, que estendera com a lança, até destruir totalmente a todos os moradores de Ai" (v.26). III- OS MEMORIAIS NO VALE DE ACOR E DO MONTE EBAL . 14- O que significa Acor (Js 7.26)? ( ) Acor significa, "graça" ou "bênção". ( ) Acor significa, "desgraça" ou "tribulação". ( ) Acor significa, "guerra" ou "ação". 15- Por que o vale de Acor recebeu tal nome? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Em memória do trágico incidente que atingiu toda a nação de Israel: o pecado de Acã. ( ) Ali, Acã e sua família foram mortos e sepultados sob um monte de pedras: ( ) Em memória de Acã e o incidente que atingiu somente sua família. ( ) Assim o SENHOR se tornou do ardor da sua ira; pelo que se chamou o nome daquele lugar o vale de Acor". 16- Complete: Muito tempo depois, em uma __________________ de Oséias, _____________ fez menção a esse vale como uma "porta de __________________" para Israel" (Js 2.14,15). 17- Como era o Monte Ebal e o o que significou o memorial ali erigido (Js 8.30,31)? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Ebal era um monte pedregoso que ficava atrás do monte Gerizim (Dt 27.4, 12, 13). ( ) Ebal era um monte pedregoso que ficava de frente para o monte Gerizim (Dt 27.4, 12, 13). ( ) Foi lá que Josué, após a conquista de Jericó e Ai, erigiu um altar ao SENHOR com pedras inteiras, não lavradas, conforme a i instrução do SENHOR (vv. 30, 31). ( ) O altar foi levantado para que nele fossem oferecidas orações, velas e flores. ( ) O altar foi levantado para que nele fossem oferecidos holocaustos e sacrifícios pacíficos. ( ) Era um memorial temporário, pois Israel não permaneceu neste lugar por muito tempo. ( ) Enquanto ali estivesse deveria lembrar-se de que DEUS não pode ser preterido em nenhum momento de nossa vida. 18- Como deveria ser erigido o Altar e a cópia da Lei em pedras e o que significa (Js 8.31)? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) O altar erigido ao SENHOR teve um significado especial. ( ) Ao final do trabalho, Josué "leu em alta voz só as bênçãos, conforme tudo o que está escrito no livro da Lei" (v.34). ( ) Além de servir como "um memorial", deveria ser feito com pedras toscas, inteiras, sem serem lavradas, conforme (Êx 20.25). ( ) Josué entendeu que a lei de Moisés deveria ser preservada, por isso esculpiu-a em tábuas de pedra perante os anciãos do povo, príncipes, juízes e sacerdotes que levavam sobre os ombros a Arca do SENHOR (v.32). ( ) Ao final do trabalho, Josué "leu em alta voz todas as palavras da lei, a bênção e a maldição, conforme tudo o que está escrito no livro da Lei" (v.34). ( ) Josué queria que todos soubessem que a partir daquele momento nada faria sem que o SENHOR fosse consultado. CONCLUSÃO 19- O que significou a edificação de um altar ao SENHOR no monte Ebal e a leitura da Lei perante o povo (v.34)? ( ) Demonstraram que Israel não precisava mais combater seus inimigos, deveria somente dedicar-se a DEUS com fé, amor e obediência à Palavra de DEUS. ( ) Demonstraram que Israel estava recebendo as bênçãos divinas, porque se dedicava a DEUS com fé, amor e obediência à Palavra de DEUS. ( ) Demonstraram que para Israel continuar recebendo as bênçãos divinas, deveria dedicar-se a DEUS com fé, amor e obediência à Palavra de DEUS. Ajuda: CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - BÍBLIA de Estudos Pentecostal. http://universobiblico.com.br/assembleia/Users/sony.com/Desktop/videosebdnatv.htm (VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE) BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD. Nosso novo endereço:http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/ Veja vídeos em http://www.ebdweb.com.br/, em http://www.idbpa.net/joomla/index.php?option=com_content&task=category&sectionid=10&id=44&Itemid=133&limit=50&limitstart=0 - Ou nos sites seguintes: 4Shared, BauCristao, Dadanet, Dailymotion, GodTube, Google, Magnify, MSN, Multiply, Netlog, Space, Videolog, Weshow, Yahoo, Youtube. Revista CPAD- 1992 - Severino Pedro da Silva Veja http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/bibliaconstituicaodivina.htm AS RESPOSTAS DO QUESTIONÁRIO VOCÊ ENCONTRA ASSISTINDO AOS VÍDEOS DO PROGRAMA "EBD NA TV" http://universobiblico.com.br/assembleia/Users/sony.com/Desktop/videosebdnatv.htm