sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

LIÇÃO 07 - DA DERROTA À VITÓRIA

LIÇÃO 07 - DA DERROTA À VITÓRIA Lições Bíblicas Aluno - Jovens e Adultos - 1º TRIMESTRE DE 2009 Livro de Josué - As Conquistas e as Promessas do Povo de DEUS Comentários: Elienai Cabral Consultor Doutrinário e Teológico: Pr. Antônio Gilberto Complementos, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
TEXTO ÁUREO "O cavalo prepara-se para o dia da batalha, mas do SENHOR vem a vitória" (Pv 21.31).
VERDADE PRÁTICA Fé em DEUS e perseverança, em tempos de tribulação e desânimo, são os meios pelos quais DEUS nos outorga a vitória.
LEITURA BÍBLlCA EM CLASSE Josué 8.1-7. 1- Então, disse o SENHOR a Josué: Não temas e não te espantes; toma contigo toda a gente de guerra, e levanta-te, e sobe a Ai; olha que te tenho dado na tua mão o rei de Ai, e o seu povo, e a sua cidade, e a sua terra. 2- Farás, pois, a Ai e a seu rei como fizeste a Jericó e a seu rei, salvo que para vós saqueareis os seus despojos e o seu gado; põem emboscadas à cidade, por detrás dela. 3- Então, Josué levantou-se, e toda a gente de guerra, para subir contra Ai; e escolheu Josué trinta mil homens valentes e valorosos e enviou-os de noite. 4- E deu-Ihes ordem, dizendo: Olhai, poreis emboscadas à cidade, por detrás da cidade; não vos alongueis muito da cidade; e todos vós estareis apercebidos. 5- Porém eu e todo o povo que está comigo nos achegaremos à cidade; e será que, quando nos saírem ao encontro, como dantes, fugiremos diante deles. 6- Deixai-os, pois, sair atrás de nós, até que os tiremos da cidade; porque dirão: Fogem diante de nós, como dantes. Assim, fugiremos diante deles. 7- Então, saireis vós da emboscada e tomareis a cidade; porque o SENHOR, vosso DEUS, vo-la dará na vossa mão. ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA Professor, nesta lição apresente aos alunos o Mapa da Conquista de Ai. Há sete passos que resumem a conquista (veja o mapa). Observe que durante a noite Josué enviou um grupo de soldados para o oeste de Ai (vv.3,4). No dia seguinte, pela manhã, conduziu um segundo grupo para o norte para distrair o exército da cidade. Quando o exército inimigo atacou o segundo grupo, estes recuaram fazendo com que a tropa de Ai os perseguisse enquanto o primeiro grupo invadia e atacava a cidade (vv. 5-8). Leia todo o capítulo 8 antes de ministrar a lição e explicar o mapa. RESUMO DA REVISTA DA CPAD 1º TRIMESTRE DE 2009 DA DERROTA À VITÓRIA INTRODUÇÃO DEUS jamais abandona seus filhos. I- JOSUÉ REANIMADO POR DEUS (Js 8.1-1 7) 1. O SENHOR assume o comando da conquista (js 8.1). 2. O SENHOR restaura a confiança de Josué (Js 8.1). 3. DEUS dá a estratégia da conquista (Js 8.2-8). II- JOSUÉ ENTRA EM AÇÃO 1. A estratégia da conquista (Js 8.9-13). 2. O SENHOR assegurou a Josué a vitória (Js 8.18-27). III- OS MEMORIAIS NO VALE DE ACOR E DO MONTE EBAL . 1. O memorial no vale de Acor (Js 7.26). 2. O memorial do monte Ebal (Js 8.30,31). 3. O altar e a cópia da Lei em pedras (Js 8.31). CONCLUSÃO - A fé nas promessas do Altíssimo, evidenciada no altar da expiação e nos mandamentos, era essencial para a manutenção de um relacionamento pactual com DEUS. SINOPSE DO TÓPICO (1) o SENHOR reanimou a Josué assumindo o comando da conquista, restaurando-lhe a confiança e a estratégia da batalha. SINOPSE DO TÓPICO (2) Durante a noite,Josué enviou um pelotão de 30 mil homens para atacar a cidade de Ai por detrás. Na manhã seguinte, um _ outro pelotão distraía o exército inimigo, enquanto o primeiro atacava a cidade. SINOPSE DO TÓPICO (3) Foram construídos dois memoriais, um no vale de Acor e outro no monte Ebal. O primeiro lembrava o pecado de Acã, e o segundo a vitória de Israel - a maldição do pecado e a bênção da obediência.
AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO Subsídio Teológico "A Batalha de Ai Durante a noite, Josué enviou um grupo de soldados para o oeste de Ai, a fim de aguardar o momento do ataque. Na manhã seguinte, levou um segundo grupo para o norte da cidade. Quando o exército de Ai atacou, os israelitas que se encontravam na frente dispersaram-se, apenas para distrair o inimigo, enquanto os homens que aguardavam em uma emboscada entraram na cidade e a queimaram. Por que DEUS permitiu que os israelitas tomassem para si o despojo capturado desta vez? As leis de Israel para a posse dos espólios de guerra cobriam duas situações: (1) cidades como Jericó que estavam debaixo da proibição de DEUS (julgamento pela idolatria) não poderiam ser saqueadas (Dt 20.16 1 8). O povo de DEUS precisava ser santo e separado de toda influência idolátrica; e (2) a distribuição dos bens capturados das cidades que não estavam debaixo da proibição fazia parte da guerra. Ela provia ao exército e à nação a comida, rebanhos e armas necessários para o sustento dos tempos de guerra," (Bíblia de Estudo Aplicação Pessoa. Rio de Janeiro: CPAD, 2004, , p.287.) APLICAÇÃO PESSOAL O SENHOR nosso DEUS é o único capaz de transformar o vale de Acor em vale de esperança (Js 7.26; Os 2. 14, 15). O vale de Acor, literalmente, o "vale da desgraça e da tribulação" é símbolo da cobiça, egoísmo, soberba e materialismo de Acã. Também representa a tristeza e angústia que assolam a vida humana. É o vale da solidão, da tristeza, da ira, e da desesperança. Semelhante a Ai, é uma intrigante ilustração da "ruína" e do "monturo". Todavia, a vontade do SENHOR é transformar o vale da perturbação em "porta de esperança", tristeza em alegria, o fracasso em vitória e o pecado em santidade. Seja submisso à Palavra de DEUS e permita que o SENHOR transforme o vale de Acor em "Porta da Esperança". INTRODUÇÃO A vitória é certa quando se luta com fé e obediência a DEUS, santificando nossa vida e mantendo a comunhão como ESPÍRITO SANTO. Nosso general é CRISTO que nunca perdeu uma batalha. Glória a DEUS! DEUS, desta vez, se comunica com Josué como se comunicava com Moisés, ou seja em seus pensamentos, com ele ouvindo a voz de DEUS em seu interior. DEUS fala de maneira direta e objetiva. Devido a um momento de insensatez de Josué, talvez num momento de autoconfiança exagerada em suas próprias forças e em suas técnicas de guerra, pois era um general, por excelência, um estrategista. Com uma informação super confiante de seus espias, Josué decide atacar a pequena cidade de Ai, mesmo sem consultar a DEUS, se esquecendo de quem ganhou a guerra em Jericó. Devido ao excesso de confiança em si mesmos Josué envia cerca de 3000 soldados para a tarefa de atacarem e destruírem a cidade de Ai e seus habitantes. Os moradores de Ai com certeza ficaram irritados com o descaso de Israel que possuindo cerca de 600 mil soldados, envia apenas cerca de 3000 para atacá-los. Com isso ficam encorajados a investirem contra esses soldados e de tal maneira os atacam que conseguem matar 36 dentre eles e perseguirem os restantes até bem perto do acampamento de Josué e os israelitas. Josué com certeza aprendeu uma lição importante, sem DEUS na batalha, não há vitória. Somente DEUS pode garantir a vitória e muitas vezes nem se precisa lutar. Nossas derrotas muitas vezes nos ensinam mais do que nossas vitórias. Nossas frustrações acabam por nos conduzir a DEUS em busca de solução e é ai que aprendemos a sempre depender de DEUS. Josué teve culpa no episódio pois além de não ter consultado a DEUS, se esqueceu também de que o povo antes de atacar Jericó teve que se santificar, mas para atacar Ai não se lembraram deste importante detalhe. Para DEUS operar é preciso santidade. Agora DEUS fala com Josué em resposta a sua oração desesperada, oração até certo ponto, sem o devido respeito, mas DEUS sabia que Josué estava totalmente inocente quanto ao pecado de Acã e que falava do que não sabia. Agora DEUS dá uma condição para que continue a abençoar seu povo, só há um jeito, o anátema tinha que ser destruído, o pecado tinha que ser punido. Com a certeza de que DEUS os ajudaria dali para frente, após a morte de Acã e da destruição dos objetos roubados, Josué agora recobra o ânimo, volta a crer na vitória certa que só se encontra com a estratégia de DEUS.
A estratégia de DEUS foi a seguinte: Primeiro, era para Josué enviar um grupo de soldados (30.000 deles, os melhores), a noite ainda, para o norte de Ai e ali permanecerem escondidos até que o exército de Ai visse o grupo maior e os seguisse pelo campo, quando então esse grupo menos atacariam a cidade de Ai por detrás segundo a ordem de Josué. Segundo, era para Josué, pela manhã cedo, seguir junto e enviar o grupo maior de soldados (todos os demais que eram por volta de 570.000) para a parte oeste da cidade, Em terceiro lugar era para, agora, as tropas que estavam ao norte, escondidas, quando vissem que o exército de Ai atacava os soldados de Israel que fugiam e se dispersavam pelo campo, entrarem na cidade de Ai pelo norte e destruírem tudo. Depois atacariam o exército inimigo pela retaguarda. Assim o exército de Ai ficaria entre dois exércitos e seria totalmente destruído. Foi o que aconteceu, a vitória foi esmagadora. Pronto, agora estaria resolvido o caso de Acã e também DEUS estava novamente em comunhão com seu povo.
Josué como Moisés com seu cajado, levantou sua lança enquanto Israel prevalecia contra seus inimigos, até que todos foram mortos e a cidade destruída. A lança de Josué nos lembra da espada do ESPÍRITO que temos em nossa mão, em nossa mente e em nosso coração: a Bíblia. Só venceremos as batalhas que se nos apresenta com fé em DEUS, unção do ESPÍRITO SANTO e a Palavra de DEUS. Assim também todo líder (incluindo aqui, principalmente, os professores de EBD), permanecerem com a espada do ESPÍRITO levantada, ou seja, com a Palavra de DEUS, a doutrina de DEUS, sempre levantada à frente do povo de DEUS que marcha rumo à vitória final sobre Satanás e seus demônios. Agora aquele vale onde Acã e sua família que foi conivente com ele, fora morto e seus pertences queimados tinha um novo nome: "Acor" que significa "desgraça" ou "tribulação". Esse nome foi dado em memória do trágico incidente que atingiu toda a nação de Israel: o pecado de Acã (Js 7.24). Assim o SENHOR se tornou do ardor da sua ira; pelo que se chamou o nome daquele lugar o vale de Acor" (v.26).
Muito tempo depois, em uma profecia de Oséias, DEUS fez menção a esse vale como uma "porta de esperança" para Israel" (Js 2.14,15)ç isso significa que podemos tornar a tribulação em esperança. Romanos 5:3 E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, 4 E a paciência a experiência, e a experiência a esperança. Romanos 15:4 Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança. 2 Coríntios 1:6 Mas, se somos atribulados, é para vossa consolação e se somos consolados, para vossa salvação é, a qual se opera suportando com paciência as mesmas aflições que nós também padecemos; 2 Coríntios 6:4 Antes, como ministros de DEUS, tornando-nos recomendáveis em tudo; na muita paciência, nas aflições, nas necessidades, nas angústias, 2 Tessalonicens. 1:4 De maneira que nós mesmos nos gloriamos de vós nas igrejas de DEUS por causa da vossa paciência e fé, e em todas as vossas perseguições e aflições que suportais; Hebreus 12:1 Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, Tiago 1:3 Sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência. Tiago 1:4 Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma. Apocalipse 1:9 Eu, João, que também sou vosso irmão, e companheiro na aflição, e no reino, e paciência de JESUS CRISTO, estava na ilha chamada Patmos, por causa da palavra de DEUS, e pelo testemunho de JESUS CRISTO. A armadura de DEUS é necessária para se lutar e fazer parte deste glorioso exército que marcha contra Satanás e seus demônios e os derrota, usando a estratégia de DEUS, a espada do espírito, a poderosa Palavra de DEUS.No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no SENHOR e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de DEUS, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Pois não temos de lutar contra a carne e o sangue, e, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de DEUS, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. e calçados os pés na preparação do evangelho da paz, Tomai também o capacete da salvação, e a espada do ESPÍRITO, que é a palavra de DEUS. E orai em todo o tempo com toda a oração e súplica no ESPÍRITO. Vigiai nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos.
O ALTAR DE DEUS EM NOSSA VIDA Js 8.30-35 Como Moisés, servo do SENHOR, ordenara aos filhos de Israel, conforme o que está escrito no livro da lei de Moisés, a saber: um altar de pedras brutas, sobre as quais não se manejara instrumento de ferro. E ofereceram sobre ele holocaustos ao SENHOR, e apresentaram ofertas pacíficas. Então Josué edificou um altar ao SENHOR DEUS de Israel, no monte Ebal, Escreveu ali em pedras uma cópia da lei de Moisés, que este já tinha escrito diante dos filhos de Israel. E todo o Israel, assim estrangeiros como naturais, com os seus anciãos, oficiais e juízes, estavam de um e de outro lado da arca, perante os sacerdotes levitas que levavam a arca da aliança do SENHOR. Metade deles estava em frente do monte Gerizim, e a outra metade em frente do monte Ebal, como Moisés, servo do SENHOR, dantes ordenara, para que abençoassem o povo de Israel. Depois leu em alta voz todas as palavras da lei, a bênção e a maldição, conforme tudo o que está escrito no livro da lei. Palavra nenhuma houve, de tudo o que Moisés ordenara, que Josué não lesse perante toda a congregação de Israel, e as mulheres, e os meninos, e os estrangeiros, que andavam no meio deles.INTRODUÇÃO O ALTAR MARCAVA A VIDA DOS HOMENS QUE ANDAVAM COM DEUS. Abraão Isaque e Jacó, todos tiveram suas vidas pontilhadas pelo altar de adoração ao SENHOR. Ao lado da tenda de Abraão poderemos procurar uma boa piscina ou área de lazer, certos de que não iremos encontrar tais mordomias ou diversões ali; mas, o altar de adoração a DEUS, sempre o encontraremos erguido (Gn 12.7; 13.4,18; c.15 por inferência; 21.33; 22.9). Então, seus filhos devem seguir o mesmo exemplo de fé; pois, "os que são da fé são filhos de Abraão" (01 3.7). Podemos exclamar permanentemente: 'temos um altar de adoração ao SENHOR em nossa vida"! Aleluia. (SCR e SB) À semelhança dos primeiros patriarcas, Josué edificou um altar e invocou o nome do SENHOR. Isto demonstra claramente que Israel não poderia ficar indiferente à adoração do único e verdadeiro DEUS. A felicidade do novo país dependeria, doravante, da maneira como os filhos de Jacó iriam encarar o culto ao DEUS de Abraão, Isaque e Jacó. Neste momento, cabe-nos uma pergunta: "Como estamos encarando o culto ao SENHOR?" Estamos, de fato, adorando-o em ESPÍRITO e verdade? Ou o nosso altar continua derribado? A- O ALTAR TORNA-SE O SÍMBOLO DE ADORAÇÃO NA NOVA TERRA 1. O altar era o lugar Ideal onde se agradecia a DEUS (v.30). Quando Noé saiu da arca com sua família, seu primeiro ato foi edificar um altar e oferecer sobre ele um holocausto a DEUS, como sinal de gratidão e adoração (Gn 8.20), tomando-se assim, o primeiro altar edificado sobre a terra purificada. Noé reconheceu o fim trágico do juízo divino que trouxe "o dilúvio sobre o mundo dos ímpios" (2 Pe 2.5), e o despertar de um novo dia de esperança para si e para a humanidade. O mesmo exemplo, anos depois, foi seguido por Abraão. Seu primeiro ato, na posse da terra de Canaã, foi edificar um altar ao SENHOR e invocar o seu nome (Gn 125-8). Josué, o grande comandante israelita, segue o mesmo exemplo de fé. Então, sua primeira construção na nova terra foi a edificação de um altar, como prova de sua gratidão a DEUS que o tornava vitorioso em tudo que empreendia. Que belo exemplo para nós! Façamos o mesmo. 2. A obediência de Josué em construir um altar. Antes que Israel entrasse na posse da terra santa, foi ordenado por DEUS, através do ministério de Moisés, que passando para o outro lado do Jordão, construíssem um altar conforme diz Dt 27.4,5: "Quando houveres passado o Jordão, levantareis estas pedras, que hoje vos ordeno, no monte Ebal, e as caiarás com cal. E ali edificarás um altar ao SENHOR teu DEUS, um altar de pedras, não alçarás ferro sobre elas". Josué cumpriu fielmente esta recomendação da parte de de DEUS. Edificou o altar conforme o modelo exigido na passagem acima (v.31). Para o povo eleito, a maior significação do altar seria sua edificação no monte Gerizim (Dt 27.12,13) e não sobre o monte Ebal, visto que o primeiro expressava a bênção e o segundo a maldição. Foi este o conceito da mulher samaritana séculos depois quando falava com JESUS junto ao poço de Jacó (10 4.20). (SG). Com efeito, a ordem de DEUS para edificação do altar nesse monte, certamente era para persuadir seu povo que Ele é o DEUS do Universo e não um deus geográfico, local, limitado pelo tempo e pelo espaço, como eram reputados os deuses dos cananeus. E, ainda mais, "os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade" (Jo 4.23). Não depende do lugar, depende da circunstância a adoração de seus filhos. 3. Josué lembra ao povo a bênção e a maldição (v.33). Uma vez que tinham edificado um altar ao nome do SENHOR DEUS de Israel, Josué então aproveitou a oportunidade de sentimento religioso para fazer uma reflexão espiritual, dando instruções religiosas ao povo. Ele lembra a toda a nação que as bênçãos de DEUS somente virão ao nosso encontro pelo caminho da obediência. "E será que, se ouvintes a voz do SENHOR teu DEUS, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos...todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão...o SENHOR mandará que a bênção esteja contigo...o SENHOR te porá por cabeça, e não por cauda..." (Dt 28.1,2,8,13). Josué foi um verdadeiro ministro de DEUS: ensinava a si mesmo e aos outros. Este, portanto, deve ser o mesmo exemplo a ser seguido pelos ministros do SENHOR JESUS CRISTO na presente dispensação. Paulo recomenda para que Timóteo seja um ministro modelo com o mesmo sentimento (1Tm 4.6). Dt 11.29 Quando, porém, o SENHOR, teu DEUS, te introduzir na terra a que vais para possuí-la, então, pronunciarás a bênção sobre o Monte Gerizim e a maldição sobre o Monte Ebal.
Bênção e Maldições da Aliança com DEUS. Deuteronômio 28.165; 29.1 1 E será que, se ouvires a voz do SENHOR teu DEUS, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu DEUS te exaltará sobre todas as nações da terra. 2 E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do SENHOR teu DEUS;3 Bendito serás na cidade, e bendito serás no campo.4 Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e o fruto dos teus animais; e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas.5 Bendito o teu cesto e a tua amassadeira.6 Bendito serás ao entrares, e bendito serás ao saíres.7 O SENHOR entregará, feridos diante de ti, os teus inimigos, que se levantarem contra ti; por um caminho sairão contra ti, mas por sete caminhos fugirão da tua presença.8 O SENHOR mandará que a bênção esteja contigo nos teus celeiros, e em tudo o que puseres a tua mão; e te abençoará na terra que te der o SENHOR teu DEUS.9 O SENHOR te confirmará para si como povo santo, como te tem jurado, quando guardares os mandamentos do SENHOR teu DEUS, e andares nos seus caminhos.10 E todos os povos da terra verão que é invocado sobre ti o nome do SENHOR, e terão temor de ti.11 E o SENHOR te dará abundância de bens no fruto do teu ventre, e no fruto dos teus animais, e no fruto do teu solo, sobre a terra que o SENHOR jurou a teus pais te dar.12 O SENHOR te abrirá o seu bom tesouro, o céu, para dar chuva à tua terra no seu tempo, e para abençoar toda a obra das tuas mãos; e emprestarás a muitas nações, porém tu não tomarás emprestado.13 E o SENHOR te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo, se obedeceres aos mandamentos do SENHOR teu DEUS, que hoje te ordeno, para os guardar e cumprir.14 E não te desviarás de todas as palavras que hoje te ordeno, nem para a direita nem para a esquerda, andando após outros deuses, para os servires.15 Será, porém, que, se não deres ouvidos à voz do SENHOR teu DEUS, para não cuidares em cumprir todos os seus mandamentos e os seus estatutos, que hoje te ordeno, então virão sobre ti todas estas maldições, e te alcançarão:16 Maldito serás tu na cidade, e maldito serás no campo.17 Maldito o teu cesto e a tua amassadeira.18 Maldito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e as crias das tuas vacas, e das tuas ovelhas.19 Maldito serás ao entrares, e maldito serás ao saíres.20 O SENHOR mandará sobre ti a maldição; a confusão e a derrota em tudo em que puseres a mão para fazer; até que sejas destruído, e até que repentinamente pereças, por causa da maldade das tuas obras, pelas quais me deixaste.21 O SENHOR fará pegar em ti a pestilência, até que te consuma da terra a que passas a possuir.22 O SENHOR te ferirá com a tísica e com a febre, e com a inflamação, e com o calor ardente, e com a secura, e com crestamento e com ferrugem; e te perseguirão até que pereças.23 E os teus céus, que estão sobre a cabeça, serão de bronze; e a terra que está debaixo de ti, será de ferro.24 O SENHOR dará por chuva sobre a tua terra, pó e poeira; dos céus descerá sobre ti, até que pereças.25 O SENHOR te fará cair diante dos teus inimigos; por um caminho sairás contra eles, e por sete caminhos fugirás de diante deles, e serás espalhado por todos os reinos da terra.26 E o teu cadáver servirá de comida a todas as aves dos céus, e aos animais da terra; e ninguém os espantará.27 O SENHOR te ferirá com as úlceras do Egito, com tumores, e com sarna, e com coceira, de que não possas curar-te;28 O SENHOR te ferirá com loucura, e com cegueira, e com pasmo de coração;29 E apalparás ao meio dia, como o cego apalpa na escuridão, e não prosperarás nos teus caminhos; porém somente serás oprimido e roubado todos os dias, e não haverá quem te salve.30 Desposar-te-ás com uma mulher, porém outro homem dormirá com ela; edificarás uma casa, porém não morarás nela; plantarás uma vinha, porém não aproveitarás o seu fruto.31 O teu boi será morto aos teus olhos, porém dele não comerás; o teu jumento será roubado diante de ti, e não voltará a ti; as tuas ovelhas serão dadas aos teus inimigos, e não haverá quem te salve.32 Teus filhos e tuas filhas serão dados a outro povo, os teus olhos o verão, e por eles desfalecerão todo o dia; porém não haverá poder na tua mão.33 O fruto da tua terra e todo o teu trabalho, comerá um povo que nunca conheceste; e tu serás oprimido e quebrantado todos os dias.34 E enlouqueceras com o que vires com os teus olhos.35 O SENHOR te ferirá com úlceras malignas nos joelhos e nas pernas, de que não possas sarar, desde a planta do teu pé até ao alto da cabeça.36 O SENHOR te levará a ti e a teu rei, que tiveres posto sobre ti, a uma nação que não conheceste, nem tu nem teus pais; e ali servirás a outros deuses, ao pau e à pedra.37 E serás por pasmo, por ditado, e por fábula, entre todos os povos a que o SENHOR te levará.38 Lançarás muita semente ao campo; porém colherás pouco, porque o gafanhoto a consumirá.39 Plantarás vinhas, e cultivarás; porém não beberás vinho, nem colherás as uvas; porque o bicho as colherá.40 Em todos os termos terás oliveiras; porém não te ungirás com azeite; porque a azeitona cairá da tua oliveira.41 Filhos e filhas gerarás; porém não serão para ti; porque irão em cativeiro.42 Todo o teu arvoredo e o fruto da tua terra consumirá a lagarta.43 O estrangeiro, que está no meio de ti, se elevará muito sobre ti, e tu mais baixo descerás;44 Ele te emprestará a ti, porém tu não emprestarás a ele; ele será por cabeça, e tu serás por cauda.45 E todas estas maldições virão sobre ti, e te perseguirão, e te alcançarão, até que sejas destruído; porquanto não ouviste à voz do SENHOR teu DEUS, para guardares os seus mandamentos, e os seus estatutos, que te tem ordenado;46 E serão entre ti por sinal e por maravilha, como também entre a tua descendência para sempre.47 Porquanto não serviste ao SENHOR teu DEUS com alegria e bondade de coração, pela abundância de tudo.48 Assim servirás aos teus inimigos, que o SENHOR enviará contra ti, com fome e com sede, e com nudez, e com falta de tudo; e sobre o teu pescoço porá um jugo de ferro, até que te tenha destruído.49 O SENHOR levantará contra ti uma nação de longe, da extremidade da terra, que voa como a águia, nação cuja língua não entenderás;50 Nação feroz de rosto, que não respeitará o rosto do velho, nem se apiedará do moço;51 E comerá o fruto dos teus animais, e o fruto da tua terra, até que sejas destruído; e não te deixará grão, mosto, nem azeite, nem crias das tuas vacas, nem das tuas ovelhas, até que te haja consumido;52 E sitiar-te-á em todas as tuas portas, até que venham a cair os teus altos e fortes muros, em que confiavas em toda a tua terra; e te sitiará em todas as tuas portas, em toda a tua terra que te tem dado o SENHOR teu DEUS.53 E comerás o fruto do teu ventre, a carne de teus filhos e de tuas filhas, que te der o SENHOR teu DEUS, no cerco e no aperto com que os teus inimigos te apertarão.54 Quanto ao homem mais mimoso e delicado no meio de ti, o seu olho será maligno para com o seu irmão, e para com a mulher do seu regaço, e para com os demais de seus filhos que ainda lhe ficarem;55 De sorte que não dará a nenhum deles da carne de seus filhos, que ele comer; porquanto nada lhe ficou de resto no cerco e no aperto, com que o teu inimigo te apertará em todas as tuas portas.56 E quanto à mulher mais mimosa e delicada no meio de ti, que de mimo e delicadeza nunca tentou pór a planta de seu pé sobre a terra, será maligno o seu olho contra o homem de seu regaço, e contra seu filho, e contra sua filha;57 E isto por causa de suas páreas, que saírem dentre os seus pés, e para com os seus filhos que tiver, porque os comerá às escondidas pela falta de tudo, no cerco e no aperto, com que o teu inimigo te apertará nas tuas portas.58 Se não tiveres cuidado de guardar todas as palavras desta lei, que estão escritas neste livro, para temeres este nome glorioso e temível, o SENHOR TEU DEUS,59 Então o SENHOR fará espantosas as tuas pragas, e as pragas de tua descendência, grandes e permanentes pragas, e enfermidades malignas e duradouras;60 E fará tornar sobre ti todos os males do Egito, de que tu tiveste temor, e se apegarão a ti.61 Também o SENHOR fará vir sobre ti toda a enfermidade e toda a praga, que não está escrita no livro desta lei, até que sejas destruído.62 E ficareis poucos em número, em lugar de haverem sido como as estrelas dos céus em multidão; porquanto não destes ouvidos à voz do SENHOR teu DEUS.63 E será que, assim como o SENHOR se deleitava em vós, em fazer-vos bem e multiplicar-vos, assim o SENHOR se deleitará em destruir-vos e consumir-vos; e desarraigados sereis da terra a qual passais a possuir.64 E o SENHOR vos espalhará entre todos os povos, desde uma extremidade da terra até à outra; e ali servireis a outros deuses que não conheceste, nem tu nem teus pais; ao pau e à pedra.65 E nem ainda entre estas nações descansarás, nem a planta de teu pé terá repouso; porquanto o SENHOR ali te dará coração agitado, e desfalecimento de olhos, e desmaio da alma.66 E a tua vida, como em suspenso, estará diante de ti; e estremecerás de noite e de dia, e não crerás na tua própria vida.67 Pela manhã dirás: Ah! quem me dera ver a noite! E à tarde dirás: ah! quem me dera ver a manhã! pelo pasmo de teu coração, que sentirás, e pelo que verás com os teus olhos.68 E o SENHOR te fará voltar ao Egito em navios, pelo caminho de que te tenho dito; nunca jamais o verás; e ali sereis vendidos como escravos e escravas aos vossos inimigos; mas não haverá quem vos compre.29.1 Estas são as palavras da aliança que o SENHOR ordenou a Moisés que fizesse com os filhos de Israel, na terra de Moabe, além da aliança que fizera com eles em Horebe. CRISTO NOS RESGATOU DA MALDIÇÃO DA LEI - Gl 3.13 - Todos nós estávamos amaldiçoados, pois fomos desobedientes a DEUS e pecamos contra ELE, mas JESUS levou nossas maldições na Cruz, pela graça e graças a DEUS. B- JUNTO AO ALTAR, JOSUÉ LEU TODAS AS PALAVRAS DA LEI DO SENHOR " A Lei", ou "As palavras da Lei" e expressões similares, são termos técnicos para denotar toda a extensão da revolta divina, ou aquilo que ela representa. Por exemplo: 1. Antigo Testamento. "A Lei" (Js 8.34; Ed 10.3; Ne 8.2,7,14; 10.34,36; 12.44; 13.3). "O Livro da Lei" (Js 1.8; 8.34; 2 Cr 22.8; Ne 8.3). "0 Livro da Lei de Moisés" (Js 8.31; 23.6; 2 Rs 14.6;Ne8.1). "Livro de Moisés" (2Cr 25.5; 35.12; Ed 6.18; Ne 13.1). "A Lei do SENHOR" (1 Cr 16.40; 2 Cr 31.3; 35.26; Ed 7.10). "A Lei de DEUS" (Ne 10.28,29). "O Livro da Lei de DEUS" (Js 24.26; Ne 8.18). "O Livro da Lei do SENHOR" (2 Cr 17.9; 34.14). "O Livro do SENHOR, seu DEUS" (Ne 9.3). "O .Livro do SENHOR" (Is 34.16). "O Rolo" (SI 40.7). "A Lei de Moisés" (Dn 9.13; Ml 4.4). "A Lei de Moisés servo de DEUS" (Dn 9.11), etc. 2. Novo Testamento. "A Lei" (Jo 1.7). "A Lei e os Profetas" (Lc 16.16). "Lei; Profetas e Salmos" (Lc 24.44). "O Livro da Lei" (G13.1O). "O Livro de Moisés" (Mc 12.26). "A Lei do SENHOR" (Lc 2.23,24). "A Palavra de DEUS" (Hb 4.12). "As Palavras da Vida" (At 7.38)."Moisés" (At 15.21). "Os Mandamentos de DEUS" (Ap 12.17). "As Sagradas Letras" (2 Tm 3.15). "A Escritura" (Jo 10:35; G14.30; 2 Tm 3.16; 2Pe 1.20). "As Escrituras" (Jo5.39; At17.11; 1Co 15.3,4; 2 Pe 3.16), etc. C- O ALTAR DEVE ACOMPANHAR A NOSSA VIDA 1. O altar é o ponto de encontro com DEUS. Observando através dos séculos, podemos detectar como as vidas dos grandes homens de DEUS estavam pontilhadas de altares. Daremos aqui apenas um resumo das primeiras citações: Noé (Gn 8.20), Abraão (Gn 12.7), !saque (Gn 26.25),Jacó (Gn 33.20), Moisés (Êx 17.15), Josué (Js 8.30), Gideão (Gn 6.24), Manuá (Jz 13.19-20), Samuel (1Sm 7.17), Saul (1Sm 14.35), Davi (2Sm 24.25), Salomão (1Rs 3.4), Elias (1Rs 18.30,32) etc. Na dispensação da graça o altar da comunhão e da oração com DEUS deve estar presente na vida de cada um de nós. E não somente isso, mas, sobretudo, o nosso corpo deve ser transformado em templo e nosso coração num altar, onde "um sacrifício santo e agradável a DEUS" seja oferecido permanentemente a Ele por meio de JESUS CRISTO (Rm 12.1; Hb 13.15). Davi, Daniel e outros vultos de expressão, não arredavam o pé do "altar da oração" (SI 55.17; Dn 6.10). Nós devemos também, "orar sem cessar" (1Ts 5.17). 2. O fogo arderá continuamente sobre o altar (Lv 6.13). A ordem divina a Moisés a ser transmitida à Arão e seus filhos, em relação ao altar, foi esta: "O fogo arderá continuamente sobre o altar, não se apagará" (Lv 6.13). O fogo era o sinal marcante da presença de DEUS nos seres e nas coisas. Concluímos, então, que o fogo divino deve arder: . No povo (cf. Êx 3.2-3; MI3.3.2-3; 1 Pe 4.12). · No altar (Lv 6.13). · No monte (Dt 4.11). · No inferno (Dt 32.22). · Nos inimigos (SI 97.3). . No coração (SI 39.3; 45.1; Lc 24.32). · Finalmente, na casa do SENHOR a chama Pentecostal do ESPÍRITO SANTO deve permanecer acesa em cada coração (Rm 5.5). Com efeito, essa chama do ESPÍRITO somente continuará acessa em nossa vida, se o altar da comunhão com DEUS estiver levantado. Se nosso altar estiver quebrado ela não virá, pois em altar quebrado DEUS não opera (1 Rs 18.26-35). Porém, se nos dispusermos a reerguer o altar que deixamos cair, o SENHOR, com infinita misericórdia, ouvirá as nossas orações. Levantemos, pois, o altar da adoração ao SENHOR em nossa vidas. (SD). SUBSÍDIO GEOGRÁFICO Em sua Geografia Bíblica, Osvaldo Ronis fala acerca dos Montes Ebal e Gerizim: "Monte Ebal, situado ao norte de Nablus, antiga Siquém, tem uma altitude de 300 m acima do vale (1015 m acima do nível do Mediterrâneo) e é árido e escarpado. "Monte Gerizim, que fica ao sul do vale de Siquém, também árido e escarpado, com apenas 230 m acima do vale (940 , m do Mediterrâneo) possue uma história particular. É que, depois do cativeiro babilônico dos judeus, os samaritanos, sob o governo de Samba lá, construíram um templo rival ao de Jerusalém, constituindo a Manassés some-sacerdote do mesmo. Este era genro de Sambalá, o governador, e fora expulso do sacerdócio judaico de Jerusalém por ter esposado uma mulher estrangeira (Nm 13.28). Embora mais tarde, em 129 a.C., o templo fosse destruído por João Hircano, nos dias de JESUS ainda os samaritanos continuavam a celebrar o seu culto no alto do monte Gerizim (João 4), como se deduz da conversa de JESUS com a mulher samaritana junto ao poço de Jacó que ficava à beira da estrada que passava pelo vale de Siquém." O autor acima citado fala-nos da importância de ambos os montes a Israel: "Ebal e Gerizim .... (são) também conhecidos como o Monte da Maldição e o Monte da Bênção, porque Josué, conforme determinação de Moisés (Dt 11.29; 27.1-13), reuniu seis tribos num monte e seis no outro ficando a arca, os sacerdotes, os levitas e os anciãos no vale, para que de um dos montes - o Gerizim, fossem lidas as bênçãos para os que guardam a lei do SENHOR, respondendo o povo das seis tribos reunidas no Ebal com um "amém"; e deste monte - o Ebal, fossem pronunciadas as maldições que viriam sobre os infiéis, respondendo, por sua vez, com um "amém" as tribos reunidas no Gerizim. (Js 8.30-34). Dizem os que têm visitado o vale de Siquém que os dois montes de fato formam uma espécie de anfiteatro em que os efeitos acústicos permitem distinguir num dos montes e no vale a voz de uma pessoa que fala do outro monte." SUBSÍDIO BÍBLICO "O altar, de acordo com as Escrituras, era um lugar construído para nele se oferecerem sacrifícios e holocaustos de animais. Era um testemunho perpétuo de um favor; sentia-se nele a manifestação divina, significava a presença de DEUS, santificava as ofertas, e era o lugar onde se realizava a comunhão dos fiéis com o SENHOR. Por tais razões o altar era respeitado. "A legislação mosaica foi dada a um povo nômade, cuja união e fé deviam ser perpetuadas. "Um altar de terra me farás e sobre ele sacrificarás os teus holocaustos" (~x 20.24,25). Um altar de terra em que houvesse uma vida a oferecer ou um coração a consagrar ao serviço divino, esse era o verdadei­ro significado. O altar podia ser construído também de pedras, mas estas não deviam ser lavradas porque o burilo profanaria. "O cristianismo verdadeiro, o espiritual, o que mora no coração e não nos lábios ou nos templos, tem um altar espiritual, vivo, verdadeiro e eterno. O altar dos cristãos é o próprio Filho de DEUS, através do qual são oferecidos os louvores e o culto racional. "Esta é a maravilha da graça e 65te é o mistério da fé. Além de ser o verdadeiro altar, dos verdadeiros cri5tà0s, JESUS CRISTO é também a oferta aceitável e aprazível a DEUS, a única que a justiça divina aceita com agrado. JESUS ofereceu-se a si mesmo como oferta voluntária para, de uma vez por todas, "aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo." (Para maiores informações leia o Tesouro de Conhecimentos Bíblicos, lançado pela CPAD). SUBSÍDIO DOUTRINÁRIO No Novo Comentário da Bíblia, encontramos estas edificantes considerações: "Numa cerimônia religiosa que se reveste do mais alto significado, Josué chama a atenção dos israelitas para a verdadeira natu­reza das suas conquistas. Dirigindo-se ao interior da terra inimiga, levou o povo até Siquém, e ar, num ambiente que a presença dos patriarcas tomou sagrado, em conformidade com o mandamento exposto a Moisés, convidou-o a renovar as suas promessas de fidelidade e obediência a Jeová e a ouvir as condições em que iria tomar posse da Terra Prometida. Veja Dt 11.29, 30; 27.1-26. Ergueu-se então um altar de pedras inteiras no Monte Ebal para a oferta de solenes sacrifícios, procedeu-se à leitura em voz alta duma cópia da Lei de Moisés gravada em pedras estucadas e finalmente fez­se pregão público das bênçãos e maldições. Seis tribos sobre Gerizim responderam com o "Amém" às bênçãos acabadas de enumerar, enquanto as outras seis sobre o Ebal com outro "Amém" finalizavam as maldições. "Poucas cenas a História nos fornece tão cheias de grandeza e significado moral como a duma nação que abraça solenemente a Lei de DEUS, considerando-a regra de vida e condição de prosperidade! (Fairweather, From the Exodus to the Monarchy). QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 7 DA DERROTA À VITÓRIA RESPONDA CONFORME A REVISTA DA CPAD 1º TRIMESTRE DE 2009 TEXTO ÁUREO 1- Complete: "O _____________________ prepara-se para o _____________________ da batalha, mas do SENHOR vem a _________________________" (Pv 21.31). VERDADE PRÁTICA 2- Complete: Fé em DEUS e ____________________, em tempos de tribulação e _______________________, são os meios pelos quais DEUS nos ___________________ a vitória. I- JOSUÉ REANIMADO POR DEUS (Js 8.1-1 7) 3- De que forma o SENHOR comunicou-se com Josué, aqui no cpítulo 8? ( ) Através de um anjo. ( ) De forma direta e objetiva. ( ) Através de um profeta. 4- Num momento de fraqueza, Josué decidiu confiar em quem? ( ) Em seus soldados, investindo contra o inimigo em Ai, derrotando-os em nome do Eterno. ( ) Em suas próprias forças, investindo contra o inimigo em Ai sem a ordem expressa do Eterno. ( ) Em suas próprias armas, resistindo ao inimigo em Ai com a ordem expressa do Eterno. 5- Qual o resultado da investida de Josué contra Ai, sem a consulta prévia a DEUS? ( ) Israel teve de bater em retirada diante daquela insignificante cidade. ( ) Israel venceu com louvor àquela insignificante cidade. ( ) Israel teve que lutar bravamente contra aquela cidade e vencê-la. 6- O que Josué aprendeu da sua frustrada investida contra Ai? ( ) Que, seja qual for a situação, a vitória do povo de DEUS é certa. ( ) Que, seja qual for o combate, a vitória vem de um líder forte e corajoso. ( ) Que, seja qual for o embate, a vitória vem do SENHOR dos Exércitos. 7- O que as derrotas que experimentamos na vida nos ensinam? ( ) Que somos fracos e nada podemos fazer contra o mau. ( ) A depender sempre do povo de DEUS. ( ) A depender sempre de DEUS. 8- Qual a culpa de Josué na frustrada investida contra Ai? ( ) Mobilizou o exército antes de ter consultado a DEUS e foi junto com eles. ( ) Mobilizou o exército antes de ter removido o pecado do meio do povo. ( ) Mobilizou o exército antes de ter treinado o povo e lhes dar uma estratégia militar. 9- O que o SENHOR disse para Josué sobre sua proteção dali em diante? ( ) Não mais iria com Israel até que a cidade de Ai fosse destruída. ( ) Protegeria Israel até do pecado quer fosse confessado ou não e o povo voltaria a obedecer-lhe sem reservas. ( ) Não mais protegeria Israel até que o pecado fosse confessado e o povo voltasse a obedecer-lhe sem reservas. 10- O que fez Josué após ouvir as palavras do SENHOR? ( ) Josué chorou e lhe bateu um desânimo e logo entrou em depressão pensando na conquista de Ai. ( ) Josué não se recuperou e o ânimo lhe faltou, mas logo entrou em ação para a conquista de Ai. ( ) Josué recuperou o ânimo e logo entrou em ação para a conquista de Ai. 11- De quem foi a estratégia para derrotar a cidade de Ai e seu exército? ( ) Do SENHOR. ( ) De Josué. ( ) Dos anciãos de Israel. II- JOSUÉ ENTRA EM AÇÃO 12- Como foi a estratégia da conquista de Ai (Js 8.9-13)? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Durante a noite, Josué enviou um grupo de soldados para o oeste de Ai, a fim de aguardar o momento do ataque. ( ) Na manhã seguinte, levou um segundo grupo para o norte da cidade. ( ) Durante o dia, Josué enviou um grupo de 50.000 soldados para o norte de Ai, a fim de aguardar o momento do ataque. ( ) Quando o exército de Ai atacou os israelitas que se encontravam à frente, dispersaram-se estes, a fim de iludir o inimigo. ( ) Enquanto isto, os que já aguardavam o sinal de Josué (v. 18), estrategicamente entraram na cidade e a queimaram. ( ) Vitória completa, resolvido o caso do pecado escondido de Acã. 13- Qual a garantia da vitória contra Ai? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Teve como sinal a "lança de Josué": ( ) Teve como sinal a "espada de Josué": ( ) "Josué não retirou a sua mão, que estendera com a espada, até destruir totalmente a todos os moradores de Ai" (v.26). ( ) "Josué não retirou a sua mão, que estendera com a lança, até destruir totalmente a todos os moradores de Ai" (v.26). III- OS MEMORIAIS NO VALE DE ACOR E DO MONTE EBAL . 14- O que significa Acor (Js 7.26)? ( ) Acor significa, "graça" ou "bênção". ( ) Acor significa, "desgraça" ou "tribulação". ( ) Acor significa, "guerra" ou "ação". 15- Por que o vale de Acor recebeu tal nome? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Em memória do trágico incidente que atingiu toda a nação de Israel: o pecado de Acã. ( ) Ali, Acã e sua família foram mortos e sepultados sob um monte de pedras: ( ) Em memória de Acã e o incidente que atingiu somente sua família. ( ) Assim o SENHOR se tornou do ardor da sua ira; pelo que se chamou o nome daquele lugar o vale de Acor". 16- Complete: Muito tempo depois, em uma __________________ de Oséias, _____________ fez menção a esse vale como uma "porta de __________________" para Israel" (Js 2.14,15). 17- Como era o Monte Ebal e o o que significou o memorial ali erigido (Js 8.30,31)? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Ebal era um monte pedregoso que ficava atrás do monte Gerizim (Dt 27.4, 12, 13). ( ) Ebal era um monte pedregoso que ficava de frente para o monte Gerizim (Dt 27.4, 12, 13). ( ) Foi lá que Josué, após a conquista de Jericó e Ai, erigiu um altar ao SENHOR com pedras inteiras, não lavradas, conforme a i instrução do SENHOR (vv. 30, 31). ( ) O altar foi levantado para que nele fossem oferecidas orações, velas e flores. ( ) O altar foi levantado para que nele fossem oferecidos holocaustos e sacrifícios pacíficos. ( ) Era um memorial temporário, pois Israel não permaneceu neste lugar por muito tempo. ( ) Enquanto ali estivesse deveria lembrar-se de que DEUS não pode ser preterido em nenhum momento de nossa vida. 18- Como deveria ser erigido o Altar e a cópia da Lei em pedras e o que significa (Js 8.31)? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) O altar erigido ao SENHOR teve um significado especial. ( ) Ao final do trabalho, Josué "leu em alta voz só as bênçãos, conforme tudo o que está escrito no livro da Lei" (v.34). ( ) Além de servir como "um memorial", deveria ser feito com pedras toscas, inteiras, sem serem lavradas, conforme (Êx 20.25). ( ) Josué entendeu que a lei de Moisés deveria ser preservada, por isso esculpiu-a em tábuas de pedra perante os anciãos do povo, príncipes, juízes e sacerdotes que levavam sobre os ombros a Arca do SENHOR (v.32). ( ) Ao final do trabalho, Josué "leu em alta voz todas as palavras da lei, a bênção e a maldição, conforme tudo o que está escrito no livro da Lei" (v.34). ( ) Josué queria que todos soubessem que a partir daquele momento nada faria sem que o SENHOR fosse consultado. CONCLUSÃO 19- O que significou a edificação de um altar ao SENHOR no monte Ebal e a leitura da Lei perante o povo (v.34)? ( ) Demonstraram que Israel não precisava mais combater seus inimigos, deveria somente dedicar-se a DEUS com fé, amor e obediência à Palavra de DEUS. ( ) Demonstraram que Israel estava recebendo as bênçãos divinas, porque se dedicava a DEUS com fé, amor e obediência à Palavra de DEUS. ( ) Demonstraram que para Israel continuar recebendo as bênçãos divinas, deveria dedicar-se a DEUS com fé, amor e obediência à Palavra de DEUS. Ajuda: CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - BÍBLIA de Estudos Pentecostal. http://universobiblico.com.br/assembleia/Users/sony.com/Desktop/videosebdnatv.htm (VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE) BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD. Nosso novo endereço:http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/ Veja vídeos em http://www.ebdweb.com.br/, em http://www.idbpa.net/joomla/index.php?option=com_content&task=category&sectionid=10&id=44&Itemid=133&limit=50&limitstart=0 - Ou nos sites seguintes: 4Shared, BauCristao, Dadanet, Dailymotion, GodTube, Google, Magnify, MSN, Multiply, Netlog, Space, Videolog, Weshow, Yahoo, Youtube. Revista CPAD- 1992 - Severino Pedro da Silva Veja http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/bibliaconstituicaodivina.htm AS RESPOSTAS DO QUESTIONÁRIO VOCÊ ENCONTRA ASSISTINDO AOS VÍDEOS DO PROGRAMA "EBD NA TV" http://universobiblico.com.br/assembleia/Users/sony.com/Desktop/videosebdnatv.htm

Nenhum comentário: