sábado, 26 de setembro de 2009

ESTUDOS DA LIÇÃO 13 - A SEGURANÇA EM CRISTO

LIÇÃO 13 - A SEGURANÇA EM CRISTO Lições Bíblicas Aluno - Jovens e Adultos - 3º TRIMESTRE DE 2009 1 João - Os Fundamentos Da Fé Cristã Comentários do Pr. Eliezer de Lira e Silva Consultor Doutrinário e Teológico: Pr. Antonio Gilberto Complementos, questionários e videos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva TEXTO ÁUREO "Estas coisas vos escrevi, para que saibais que tendes a vida eterna e para que creiais no nome do Filho de DEUS" (1 Jo 5.13). VERDADE PRÁTICA Através de sua maravilhosa graça, DEUS, mediante Nosso Senhor JESUS CRISTO, concedeu-nos a vida eterna e a segurança de um viver pleno por intermédio da fé.. LEITURA DIÁRIA Segunda Jo 6.40 Quem crê no filho tem a vida eterna Terça 1 Tm 1.1 CRISTO, nossa esperança Quarta Cl 3.4 CRISTO, nossa vida Quinta Jr 33.3 DEUS ouve e responde as nossas orações Sexta 1 Ts 4.3 DEUS requer a santificação de seus filhos Sábado 1 Co 10.14 Os filhos de DEUS devem fugir da idolatria LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - 1 João 5.13-21. 13 Estas coisas vos escrevi, para que saibais que tendes a vida eterna e para que creiais no nome do Filho de DEUS. 14 E esta é a confiança que temos nele: que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve. 15 E, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que lhe fizemos. 16 Se alguém vir seu irmão cometer pecado que não é para morte, orará, e DEUS dará a vida àqueles que não pecarem para morte. Há pecado para morte, e por esse não digo que ore. 17 Toda iniqüidade é pecado, e há pecado que não é para morte. 18 Sabemos que todo aquele que é nascido de DEUS não peca; mas o que de DEUS é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca. 19 Sabemos que somos de DEUS e que todo o mundo está no maligno. 20 E sabemos que já o Filho de DEUS é vindo e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho JESUS CRISTO. Este é o verdadeiro DEUS e a vida eterna. 21 Filhinhos, guardai-vos dos ídolos. Amém! 5.13 PARA QUE SAIBAIS QUE TENDES A VIDA ETERNA. João declara que seu propósito ao escrever esta epístola é prover ao povo de DEUS o ensino bíblico sobre a certeza da salvação. 5.14 PEDIRMOS... SEGUNDO A SUA VONTADE. Nas nossas orações, devemos submeter-nos a DEUS e orar para que sua vontade seja feita em nossa vida (Jo 14.13). Em muitos casos, conhecemos a vontade de DEUS pelo que está revelado nas Escrituras. Noutras ocasiões, ela fica clara somente à medida que a buscamos sinceramente. Uma vez conhecida a vontade de DEUS a respeito de um determinado assunto, podemos orar com confiança e fé. Quando fazemos assim, sabemos que Ele nos ouve e que seus propósitos para nós serão cumpridos (ver 3.22). 5.16 ORARÁ, E DEUS DARÁ A VIDA. João refere-se a um tipo de oração dentro da vontade de DEUS, em que temos certeza de que Ele a atenderá (cf. vv. 14,15), e.g., a oração pelos crentes espiritualmente fracos, que necessitam das orações do povo de DEUS para ministrar-lhes a vida e a graça. As instruções sobre esse tipo de oração são as seguintes: (1) Essa pessoa carente de oração precisa ser um "irmão", ou seja, um crente que não quis pecar deliberadamente, e cujo pecado não foi rebelião deliberada contra a vontade de DEUS. Assim sendo, ele não cometeu pecado para morte espiritual (cf. Rm 8.13). Ainda tem vida espiritual, mas está espiritualmente fraco; está arrependido e deseja libertar-se de tudo quanto desagrada a DEUS, mas precisa de ajuda, para vencer o poder de Satanás e do pecado. (2) Para pessoas assim, a igreja precisa orar, para que DEUS lhes dê "vida". Aqui, "vida" significa uma restauração do vigor espiritual e renovação da graça de DEUS, as quais estão sendo prejudicadas pelo pecado (cf. Rm 8.6; 2 Co 3.6; 1 Pe 3.7). DEUS promete que atenderá essa oração. (3) Para quem antes foi crente e agora cometeu pecado "para a morte", a igreja não pode orar com a certeza de que DEUS dará mais graça e vida a essa pessoa. Esse tipo de pecado envolve a transgressão deliberada, proveniente da desobediência contínua à vontade de DEUS. Tais pessoas estão mortas espiritualmente, e somente poderão receber vida, caso se arrependam do pecado e se voltem para DEUS (ver Rm 8.13). Devemos orar para que DEUS dirija as circunstâncias da sua vida, de modo que tenham uma oportunidade propícia de aceitar de novo a salvação de DEUS em CRISTO. 5.17 HÁ PECADO QUE NÃO É PARA MORTE. João aqui faz distinção entre dois tipos de pecado: (1) Pecados menos graves, que ocorrem inconscientemente, ou sem a pessoa querer, e que não levam imediatamente à morte espiritual; e (2) pecados terríveis, evidenciando rebelião deliberada contra DEUS e sua Palavra, resultante da morte espiritual, ou conducente a ela, e à separação da vida de DEUS (ver 3.15; Nm 15.31; Rm 8.13; Gl 5.4). 5.19 TODO O MUNDO ESTÁ NO MALIGNO. Nunca compreenderemos adequadamente o NT a não ser que reconheçamos o fato subjacente nele de que Satanás é o deus deste mundo (sistema malígno). Ele é o maligno, e o seu poder controla o presente século mau (cf. Lc 13.16; 2 Co 4.4; Gl 1.4; Ef 6.12; Hb 2.14; ver Mt 4.10). (1) As Escrituras não ensinam que DEUS hoje controla diretamente este mundo ímpio, cheio de gente pecaminosa, de maldade, de crueldade, de injustiça, de impiedade, etc. DEUS não deseja, nem causa, de nenhuma maneira, todo o sofrimento que há no mundo; nem tudo quanto aqui ocorre procede da sua perfeita vontade (ver Mt 23.37; Lc 13.34; 19.41-44). A Bíblia indica que atualmente o mundo não está sob o domínio de DEUS, mas em rebelião contra seu governo e sob o domínio de Satanás. Por causa dessa condição, CRISTO veio a morrer (Jo 3.16) e reconciliar o mundo com DEUS (2 Co 5.18,19). Nunca devemos afirmar que "DEUS está no controle de tudo", a fim de nos esquivar-nos da responsabilidade de lutar seriamente contra o pecado, a iniqüidade ou a mornidão espiritual. (2) Há, no entanto, um sentido em que DEUS está no controle do mundo ímpio. DEUS é soberano e, portanto, todas as coisas acontecem de acordo com sua vontade permissiva e controle ou, às vezes, através da sua ação direta, de conformidade com o seu propósito e sabedoria. Mesmo assim, na presente era da história, DEUS tem limitado seu supremo poder e domínio sobre o mundo. Esta auto-limitação é apenas temporária, porque no tempo determinado pela sua sabedoria, Ele destruirá toda a iniqüidade e o próprio Satanás (Ap 19,20). Somente então é que "Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu CRISTO, e ele reinará para todo o sempre" (Ap 11.15) I. A CERTEZA DA VIDA ETERNA A SEGURANÇA DA SALVAÇÃO 1Jo 5.13 “Estas coisas vos escrevi, para que saibais que tendes a vida eterna e para que creais no nome do Filho de DEUS.” Todo cristão deseja ter a certeza da salvação, ou seja: a certeza de que, quando CRISTO voltar ou a morte chegar, esse cristão irá estar com o Senhor, no céu (Fp 1.23; 2Co 5.8). O propósito de João ao escrever esta primeira epístola é que o povo de DEUS tenha esta certeza (5.13). Note que João não declara em parte alguma da carta que uma experiência de conversão vivida apenas no passado proporciona certeza ou garantia da salvação hoje. Supor que possuímos a vida eterna, tendo por base única uma experiência passada, ou uma fé morta, é um erro grave. Esta epístola expõe nove maneiras de sabermos que estamos salvos como crentes em JESUS CRISTO. (1) Temos a certeza da vida eterna quando cremos “no nome do Filho de DEUS” (5.13; cf. 4.15; 5.1, 5). Não há vida eterna, nem certeza da salvação, sem uma fé inabalável em JESUS CRISTO; fé esta que o confessa como o Filho de DEUS, enviado como Senhor e Salvador nosso. (2) Temos a certeza da vida eterna quando temos CRISTO como Senhor da nossa vida e procuramos sinceramente guardar os seus mandamentos. “E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de DEUS está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele” (2.3-5; ver também 3.24; 5.2; Jo 8.31, 51; 14.23; Hb 5.9). (3) Temos a certeza da vida eterna quando amamos o Pai e o Filho, e não o mundo (2.15; cf. 5.4). (4) Temos a certeza da vida eterna quando habitual e continuamente praticamos a justiça, e não o pecado (2.29). Por outro lado, quem vive na prática do pecado é do diabo (3.7-10; ver 3.9). (5) Temos a certeza da vida eterna quando amamos os irmãos (3.14; ver também 2.9-11; 4.7, 12, 20; 5.1; Jo 13.34,35). (6) Temos a certeza da vida eterna quando temos consciência da habitação do ESPÍRITO SANTO em nós. “E nisto conhecemos que ele está em nós: pelo ESPÍRITO que nos tem dado” (3.24). Ver também 4.13: “Nisto conhecemos que estamos nele, e ele em nós, pois que nos deu do seu ESPÍRITO”. (7) Temos a certeza da vida eterna quando nos esforçamos para seguir o exemplo de JESUS e viver como ele viveu (2.6; cf. Jo 13.15). (8) Temos a vida eterna quando cremos, aceitamos e permanecemos na “Palavra da vida”, i.e., o CRISTO vivo (1.1), e de igual modo procedemos com a mensagem de CRISTO e dos apóstolos, conforme o NT (2.24; cf. 1.1-5; 4.6). (9) Temos a certeza da vida eterna quando temos um intenso anelo e uma inabalável esperança pela volta de JESUS CRISTO, para nos levar para si mesmo. “Amados, agora somos filhos de DEUS, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro” (3.2,3; cf. Jo 14.1-3). II. DEUS OUVE AS ORAÇÕES ORAÇÃO: EM NOME DE JESUS (Jo 16:23-26) CONSIDERAÇÕES SOBRE ORAÇÃO: A- PRIMEIRA ORAÇÃO NA BÍBLIA: Gn 4:26 B- DEUS OUVE AS ORAÇÕES: Sl 65:2 C- TEMOS A AJUDA DO ESPÍRITO SANTO: Rm 8:26 D- TEMOS A AJUDA DE JESUS: Rm 8:34 E- AS NOSSAS ORAÇÕES CHEGAM AO CÉU: Ap 5:8 F- SOBEM PARA DEUS COM O INCENSO: Ap 8:34 G- FOI-NOS DADO ORDEM PARA ORARMOS: 1 Cr 16:11; Mc 13:33 H- QUANDO ORAR? TODO O TEMPO: Ef 6:18; 1 Ts 5:17 I- COM QUAL TIPO DE ORAÇÃO DEVEMOS ORAR? TODA: Ef 6:18 J- RESPOSTA PROMETIDA: Is 58:9; Lc 11:9 K- UMA FORMA DE ORAÇÃO: PÚBLICA, OU EM FAMÍLIA (ORAÇÃO DE CONCORDÂNCIA): Mt 18:19; At 1:14; At 4:24,37 L- CONDIÇÃO DE QUEM ORA: *CONTRIÇÃO: 2Cr 7:14 *SINCERIDADE: Jr 29:13 *FÉ: Mc 11:24 *JUSTIÇA: Tg 5:16 *OBEDIÊNCIA:1Jo3.22 M- BREVIDADE NA ORAÇÃO: Ec 5:2; Mt 6:7 N- N- POSTURA OU POSIÇÃO NA ORAÇÃO *EM PÉ: 1 RS 8:22; Lc 18:11 *ASSENTADO:At2:2 *AJOELHADO:Dn6:10;Lc22:41 *DEITADO:Is38:2;Sl4:4;Sl6:6 *PROSTRADO:Mt26:39;Js5:14 *INCLINADO:Ex4:31;Ex12:27;Ex34:8;1Rs18:42 O- OUTRA FORMA DE ORAÇÃO: SECRETA: Mt 6:6 P- ORAÇÃO PELA MANHÃ: Mc 1:35; Dn 6:10; Sl 55:17 Q- ORAÇÃO À TARDE: Dn 6:10; At 3:1; Sl 55:17 R- ORAÇÃO À NOITE: Lc 6:12; Dn 6:10; Sl 55:17 S- ORAÇÃO PÚBLICA DE JESUS: Lc 3:21 T- ORAÇÃO PERDOADORA: Mt 6: 14,15 U- TIPOS DE ORAÇÃO: U.1- ARREPENDIMENTO: (CONFISSÃO, CONTRIÇÃO) 2 Cr 6:27; 1 Jo 1:9; At 11:18; Jó 42:6; Ez 18:32; Mt 4:17; Lc 13:3,15:7 U.2- AGRADECIMENTO: (AÇÃO DE GRAÇAS) Cl 3:15, 4:2; 1 Tm 2:1,2, 4:3,4; Ef 5:20; Fp 4:6; 2 Ts 1:3; Ap 7:12 U.3- LOUVOR: (PELO QUE DEUS FEZ, FAZ E FARÁ) Sl 100:4; Sl 150:2,6; Sl 67:3; Hb 13:15; At 2:47; Ap 5:12, 19:5 U.4- ADORAÇÃO: (PELO QUE DEUS É ) Sl 29:2; Ap 7:11,12; Jo 4:24; Sl 89:9; Sl 93 Todo. VEJA ADORAÇÃO U.5- PETIÇÃO: (PEDIDO POR SI MESMO, COM SÚPLICA) Tg 4:3; 1 Tm 2:1; Lc 11:9; Jo 15:7; Fp 4:6 VONTADE DEUS 1 Jo 5:14 U.6- ENTREGA: (LANÇAMENTO, TRANSFERÊNCIA DE PROBLEMAS) Lc 23:46; At 4:34; 1 Pe 5:7 U.7- CONSAGRAÇÃO: (A VONTADE DE DEUS É PERFEITA) Lc 22:42; At 4:29; 13:2 U.8- INTERCESSÃO: (ORANDO PELOS OUTROS, COLOCANDO-SE NO LUGAR DE OUTREM, INDO A DEUS A FAVOR DE E RESISTINDO A SATANÁZ QUE ESTÁ CONTRA). É UM ENCONTRO COM DEUS E UM CONFRONTO COM SATANÁZ. A intercessão é tão importante que DEUS quando vai fazer algo que influencie o quotidiano humano, ELE primeiro fala aos seus servos na terra para que estes intercedam para que aconteça, caso seja bom, ou intercedam para que não aconteça, caso seja mau. (2 Rs 24.2; Jr 25.4; Jn ) Amós 3.7 = Certamente o Senhor JEOVÁ não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas. Exemplo: Quando DEUS quis destruir Sodoma e Gomorra primeiro falou com Abraão (Gn 18.17), quando DEUS quis destruir o povo hebreu, primeiro falou com Moisés (Ex 32.9,10), Quando quis enviar libertação do cativeiro primeiro falou com Daniel (Dn 9.2), quando quis castigar o povo de Israel primeiro falou com seus profetas (Jr 7.25; 11.7; Jr 25.4; 26.5; 29.19; 35.15; 44.4). Quando quis mandar o salvador, primeiro falou com os profetas (Dt 18.15; At 28.25; Hb 1.1). Note que ao pensar em destruir Sodoma e Gomorra, DEUS não se lembrou de Ló e sua família, mas de Abraão, porque Abraão era um Intercessor (Gn 19.29). Quando nosso filho, ou filha, ou mãe, ou pai, ou marido, ou esposa, ou parente, ou amigo, ou conhecido, ou desconhecido, qualquer pessoa estiver em perigo, DEUS recorrerá a nós para orarmos intercedendo, isso se nós estivermos ali na brecha (Ez 22.30), para interceder, ou seja estivermos prontos para orar costumeiramente todos os dias em favor daqueles que precisam de nossas orações. VEJA Lc 13.1-9 = É por isso que às vezes cai um avião, ou outra catástrofe acontece e escapa uma pessoa só, ela tinha um intercessor orando por ela e os outro não. Ez 22.30 E busquei dentre eles um homem que estivesse tapando o muro e estivesse na brecha perante mim por esta terra, para que eu não a destruísse; mas a ninguém achei. Is 53:12; Jo 17:9; Rm 8:34; Hb 7:25; 1 Tm 2:1; 1 Sm 19:4, 25:24; Fm 10; Jó 9:32-35; Is 62:6, 59:16; Ez 22:30,31: SE NÃO TIVER INTERCESSOR A IGREJA FECHA EXEMPLO DE ABRAHÃO: Gn 18:17, 19:29 – DE MOISÉS: Gn 32:10-14; 32:32, 33:18 OBS.: VEJA ESTUDO SOBRE DONS (DOM DE LÍNGUAS, QUEM ORA EM LÍNGUAS EDIFICA-SE A SI MESMO E PODE CHEGAR A SER USADO PELO ESPÍRITO SANTO NA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA COM GEMIDOS INEXPRIMÍVEIS. JESUS É INTERCESSOR COMO HOMEM E COMO DEUS. DEUS ESTÁ NA TERRA, DENTRO DE NÓS (ESPÍRITO SANTO); O HOMEM ESTÁ NO CÉU NUM CORPO DE HOMEM (GLORIFICADO. EM JESUS CRISTO, NOSSO INTERCESSOR) INTERAÇÃO Um dos tópicos da lição de hoje trata de orações respondidas. Peça aos alunos para refletirem a respeito de suas orações a DEUS e verificarem se estão sendo ouvidas. Se não estiverem, solicite que eles a submetam ao crivo de João: o pedinte está em CRISTO? O pedido está de acordo com a vontade divina? Aproveite para incentivar seus alunos a cultivarem uma vida de oração. OBJETIVOS - Após esta aula, seu aluno deverá estar apto a: Conceituar o termo vida eterna. Identificar o perfil daqueles que têm suas orações ouvidas por DEUS. Apresentar as evidências do novo nascimento. ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA Aproveite a aula de hoje para discutir com seus alunos a Doutrina da Segurança do crente. De acordo com o Teologia Sistemática de Stanley Horton, biblicamente, perseverança não significa que todo aquele que professar a fé em CRISTO e se tornar parte de uma comunidade de crentes tem a segurança eterna, mas refere-se à operação contínua do ESPÍRITO SANTO, mediante a qual a obra que DEUS começou em nosso coração será levada a bom termo (Fp 1.6). Palavra Chave: Vida eterna - Suprema bem-aventurança dos que recebem a CRISTO como o Salvador e Senhor de suas vidas. RESUMO DA LIÇÃO 13 - A SEGURANÇA EM CRISTO I. A CERTEZA DA VIDA ETERNA 1. Vida eterna. 2. Viva esperança. 3. Glória eterna. II. DEUS OUVE AS ORAÇÕES 1. Dos que estão em CRISTO. 2. Dos que se achegam a Ele. 3. Dos que amam o próximo. III. O CRENTE E O NOVO NASCIMENTO 1. Vida santa. 2. "Guardar-se dos ídolos". CONCLUSÃO Você é filho do Altíssimo! Portanto, viva de modo que O agrade!!! SINOPSE DO TÓPICO (1) Aqueles que são filhos de DEUS, nascidos de novo, têm a certeza da vida eterna, possuem uma viva esperança e esperam desfrutar da glória eterna.SINOPSE SINOPSE DO TÓPICO (2) DEUS ouve as orações dos que estão em CRISTO, se achegam a Ele e amam ao próximo. SINOPSE DO TÓPICO (3) Os nascidos de novo demonstram uma vida santa e guardam-se dos ídolos. Respostas do questionário nos vídeos em: http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO Subsídio Teológico - "10.5.1. Graça de DEUS e responsabilidade do crente A Bíblia ensina que a preservação depende tanto do poder de DEUS como da atitude do crente permanecer em JESUS! Vejamos que tanto o Senhor JESUS CRISTO como os apóstolos falaram sobre este assunto. É necessário ter um equilíbrio bíblico na doutrina da preservação. Se houver ênfase somente no poder de DEUS como a força que guarda o crente, omitindo a própria responsabilidade pessoal de guardar-se do mal, abre-se a porta para uma vida espiritual de descuido. Se, por outro lado, houver ênfase somente no esforço do crente de guardar-se, omitindo-se a gloriosa manifestação do poder de DEUS como o principal fator da proteção, abre-se caminho para um verdadeiro fracasso espiritual. A Bíblia fala e a experiência confirma: 'Não por força, nem por violência, mas pelo meu ESPÍRITO, diz o Senhor dos Exércitos' (Zc 4.6). O caminho certo para preservar o crente na salvação é mediante a fé, guardada na virtude de DEUS para a salvação já a se revelar no último tempo (cf. 1 Pe 1.5). Assim chegaremos lá! (BERGSTÉN, Eurico. Teologia Sistemática. RJ: CPAD, 2004, pp.243-245). BIBLIOGRAFIA SUGERIDA HORTON, S. Teologia Sistemática. RJ: CPAD, 1996. BERGSTÉN, E. Teologia Sistemática.RJ: CPAD, 2004.. SAIBA MAIS Revista Ensinador Cristão CPAD, nº 39, p.42. APLICAÇÃO PESSOAL "A doutrina da segurança não é uma desculpa para o pecado, e sim um encorajamento para não pecarmos. O fato de eu saber que sou casado e que tenho documentos para provar isso ajuda-me a não me sentir tentado a me envolver em outro relacionamento. Eu e minha esposa estamos seguros do amor que sentimos um pelo outro. Quando imagino a inestimável graça que DEUS derramou sobre mim, desejo me acercar ainda mais dEle, e compartilhar mais ainda o seu amor. Saber que Ele orou por nós quando estava aqui na terra e que ainda ora por nós, na glória, deve nos fortalecer em nossa luta. Tudo o que DEUS é, e tudo o que CRISTO fez e ainda está fazendo, combinam-se para produzir em nossos corações o tipo de segurança que conduz a um viver santo." (WARREN. W.W. A oração intercessória de JESUS. RJ: CPAD, p.145). RESUMO DO 3º TRIMESTRE DE 2009 - REVISTA CPAD http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao14-1cj-resumodotrimestre.htm AJUDA CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - BÍBLIA de Estudos Pentecostal. VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD. Nosso novo endereço: http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/ Veja vídeos em http://ebdnatv.blogspot.com , http://www.ebdweb.com.br/, em http://sitecristaovideos.magnify.net/widgets/playlist?playlist=KW77LM31JGJWHVW7 - Ou nos sites seguintes: 4Shared, BauCristao, Dadanet, Dailymotion, GodTube, Google, Magnify, MSN, Multiply, Netlog, Space, Videolog, Weshow, Yahoo, Youtube. http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/oracao.htm

QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 13 - A SEGURANÇA EM CRISTO

QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 13 - A SEGURANÇA EM CRISTO RESPONDA CONFORME A REVISTA DA CPAD DO 3º TRIMESTRE DE 2009 Complete as frases e coloque "V" nas frases verdadeiras e "F" nas falsas. TEXTO ÁUREO 1- Complete: "Estas coisas vos escrevi, para que _____________________ que tendes a vida ________________________ e para que creiais no _______________________ do Filho de DEUS" (1 Jo 5.13). VERDADE PRÁTICA 2- Complete: Através de sua maravilhosa _______________________, DEUS, mediante Nosso Senhor JESUS CRISTO, concedeu-nos a vida _______________________ e a segurança de um viver ______________________ por intermédio da fé. INTRODUÇÃO 3- No final do estudo da Primeira Epístola do apóstolo João, o que ensina-nos as palavras derradeiras desta carta? ( ) O apóstolo ensina-nos acerca da confiança que os filhos de DEUS devem ter na vida eterna em CRISTO JESUS. ( ) Ensina-nos que nossas obras são de suma importância para nossa salvação, podendo ser o único meio para sermos salvos. ( ) João conclui fazendo um apelo aos crentes para que não permaneçam na prática do pecado e admoestem os que assim vivem. I. A CERTEZA DA VIDA ETERNA 4- Complete: Como filhos e herdeiros de DEUS, temos a _________________________ da vida eterna (v.13; Gl 4.7). A garantia da vida eterna é para ____________________ aqueles que um dia firmaram, por meio da ___________________, um compromisso com CRISTO, isto é, creram em JESUS como Senhor e Salvador de suas vidas. João encerra sua epístola ressaltando que os que colocam sua fé inteiramente em CRISTO ______________________________ para a vida eterna, por ocasião de sua Segunda Vinda. As Escrituras afirmam que "todo aquele que vê o Filho e ______________________ nele tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último Dia" (Jo 6.40). 5- De acordo com o Comentário Bíblico de Mattew Henry, para os judeus, quem possuía a vida eterna? ( ) Somente eles possuíam a salvação, uma vez que haviam recebido esta revelação de JEOVÁ por meio de suas obras. ( ) Somente eles possuíam a vida eterna, uma vez que haviam recebido esta revelação de DEUS por meio de suas Escrituras. ( ) Somente eles possuíam a vida eterna, uma vez que haviam recebido esta revelação do ESPÍRITO SANTO por meio de suas orações. 6- Segundo o apóstolo João, para quem é a vida eterna? ( ) É para aqueles que crêem piamente no Filho de DEUS. ( ) É para aqueles que creram no Filho de DEUS no Antigo Testamento. ( ) É para aqueles que crêem piamente no Filho de DEUS, como mais um mediador. 7- O que é a Vida eterna? ( ) A vida eterna a que se refere João é a vida divina de alegria, paz, santidade e de transformação à imagem de CRISTO pelo EspíritoSanto. ( ) Além disso, glória ainda maior seguir-se-á no porvir, quando formos apresentados incorruptíveis diante do trono de DEUS; semelhantes a CRISTO, e sem falta de nada, segundo a sua promessa. ( ) É a vida prolongada por mais de 100 anos. 8- Qual a nossa viva esperança? ( ) Uma vida de paz e descanso aqui na Terra por mil anos. ( ) Uma esperança que jamais pode ser extinta. ( ) Não é como as esperanças fugazes e desapontadoras deste mundo. ( ) Uma esperança sempre renovada pela confiança que temos no poder e na fidelidade do DEUS Eterno, que a originou. 9- Como é a glória eterna que esperamos? ( ) A glória eterna que esperamos de DEUS consiste em habitarmos para sempre com Ele, livres definitivamente da ruidosa presença do pecado. ( ) É uma glória passageira, porém, de um resplendor incrível. ( ) A glória de DEUS, então, inundará a todos e a tudo ali. II. DEUS OUVE AS ORAÇÕES 10- Por meio do sacrifício de CRISTO, como é a nossa comunicação com DEUS? ( ) Temos comunicação indireta com o Pai. ( ) Temos comunicação completa com o Pai. ( ) Temos comunicação direta com o Pai. 11- Quando o Senhor entregou sua vida por nós, na cruz do Calvário, o véu do templo foi rasgado de alto a baixo (Mt 27.51; Lc 23.45), o que simboliza isto? ( ) O juízo de DEUS sobre os homens. ( ) Simboliza o rompimento da barreira que havia entre DEUS e a humanidade. ( ) Daí em diante, passamos a ter acesso irrestrito ao Todo-Poderoso. 12- Como devemos falar com DEUS? ( ) João deixa claro que "se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve" (v.14). ( ) Quando falamos com DEUS em oração, não podemos exigir nada dEle, porque Ele é Soberano, e sua vontade sempre prevalece sobre a nossa. ( ) Devemos orar a DEUS exigindo a solução de nossos problemas, pois temos base na Palavra de DEUS, devemos determinar a solução. ( ) Se oramos em consonância com o seu querer, certamente seremos ouvidos. ( ) Na verdade, DEUS não apenas nos ouvirá, mas nos dará uma resposta definitiva. 13- Por que DEUS ouve as orações daqueles que estão em CRISTO? ( ) Porque JESUS disse: "Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito". ( ) Estar em CRISTO significa crer que Ele é o Filho de DEUS (1Jo 4.15) e, por conseguinte, cumprir os seus mandamentos. ( ) DEUS ouve a todos indistintamente, sendo ou não pecadores arrependidos. 14- Por que DEUS ouve as orações daqueles que se achegam a Ele? ( ) O profeta Isaías já proclamava da parte do Altíssimo: "Vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá". ( ) O mesmo fez o próprio Senhor JESUS: "vinde a mim". ( ) O profeta Zacarias já vaticinava: "Se chegue a DEUS, porque ELE nunca te ouve". ( ) A Palavra de DEUS nos encoraja a nos aproximarmos do trono do Senhor com confiança. 15- Por que DEUS ouve as orações daqueles que amam o próximo? ( ) Quando amamos nossos irmãos, intercedemos por eles. ( ) Porque DEUS recebe nossas obras por justificação por nossos pecados. ( ) DEUS abençoou ricamente o patriarca Jó, "quando este orava por seus amigos" (Jo 42.10). ( ) Os apóstolos João, Paulo e Tiago são unânimes ao afirmarem que os filhos de DEUS devem orar uns pelos outros (v.16; 1 Tm 2.1,8; Ef 6.18; Tg 5.16). ( ) JESUS é o nosso maior exemplo. Na cruz, em meio a dor e ao sofrimento, o Filho de DEUS encontrou forças físicas e espirituais para interceder por seus algozes (Lc 23.34). 16- Você consegue esquecer-se de seus próprios problemas para batalhar em favor dos alheios? Você consegue abrir mão do seu "eu" para investir um pouco do seu tempo orando pelos irmãos? ( ) Sim. ( ) Não. III. O CRENTE E O NOVO NASCIMENTO 17- Como é o pecado na vida do crente? ( ) Os filhos de DEUS não são dominados pelo pecado. ( ) Apenas uma tentação de fácil domínio para o crente. ( ) Quando os crentes pecam, o fazem acidentalmente e não por hábito. 18- O pecado na vida do crente é um triste e lamentável episódio que pode e deve ser evitado. Como? ( ) Por meio da vigilância, da oração, da sujeição ao pastor e da resistência aos irmãos. ( ) Por meio da ignorância bíblica, da oração, da sujeição a DEUS e da resistência ao Diabo. ( ) Por meio da vigilância, da oração, da sujeição a DEUS e da resistência ao Diabo. 19- Por que o crente deve ter uma vida santa? ( ) Os filhos de DEUS devem buscar a santificação, que, segundo as Escrituras, é decorrente de uma nova natureza. ( ) JESUS não veio apenas livrar o homem do Inferno; mas torná-lo santo. ( ) O objetivo de DEUS é que o crente participe da "herança dos santos na luz". ( ) Para merecermos a salvação precisamos viver de maneira santa exteriormente. ( ) É mentiroso aquele que afirma ter comunhão com DEUS e não muda o seu modo de viver. ( ) O salvo deve ser luz no meio de um mundo perverso. ( ) O crente foi resgatado para uma vida santa. 20- Complete: "Eleitos segundo a presciência de DEUS Pai, em ________________________ do ESPÍRITO, para a ________________________ e aspersão do sangue de JESUS CRISTO: graça e _____________________ vos sejam multiplicadas" (1 Pe 1.2). . 21- Por que João concluiu sua epístola alertando os crentes dos perigos dos ídolos: "Filhinhos, guardai-vos dos ídolos" (v.21)? ( ) Vale ressaltar que ídolo é tudo aquilo que, em nosso coração, tira o lugar do Único e Verdadeiro DEUS. ( ) A idolatria é obra da carne (Gl 5.20) e, portanto, uma prática abominável diante do Todo-Poderoso. ( ) João estava muito preocupado com a idolatria reinante na igreja, mesmo entre seu líderes. ( ) Os apóstolos, em suas diversas epístolas, condenaram de modo veemente o envolvimento dos cristãos com a idolatria. ( ) Somente CRISTO deve reinar em nossos corações. CONCLUSÃO 22- Complete: Mediante a ________________ em CRISTO, nos tornamos filhos de DEUS. Agora, o pecado não tem mais ___________________ sobre nós e, conseqüentemente, podemos viver uma vida _______________________ e entrar na presença de DEUS com plena confiança de que seremos ouvidos. Não existe maior privilégio do que este: tornar-se filho de DEUS. Você é filho do Altíssimo! Portanto, viva de modo que O ________________________. Respostas do questionário nos vídeos em: http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm