quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Lição 3, Esperando a Volta de JESUS

Lição 3, Esperando a Volta de JESUS
1º trimestre de 2016 - O Final de Todas as Coisas - Esperança e Glória Para os Salvos
Comentarista da CPAD: Pr. Elinaldo Renovato de Lima
Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
NÃO DEIXE DE ASSISTIR AOS VÍDEOS DA LIÇÃO ONDE TEMOS MAPAS, FIGURAS, IMAGENS E EXPLICAÇÕES DETALHADAS DA LIÇÃO
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
AQUI VOCÊ VÊ PONTOS DIFÍCEIS DA LIÇÃO - POLÊMICOS
Veja http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao13-vidasanta-aguardandoavindadejesus.htm
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao6-vidasanta-exortacaoasantidade.htm
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao10-vidasanta-avindadejesuseavigilanciadocrente.htm
 
 
TEXTO ÁUREO
"E o mesmo DEUS de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor JESUS CRISTO."(1 Ts 5.23)
 

VERDADE PRÁTICA
Com relação à volta de JESUS, só há dois tipos de crentes: os que serão arrebatados e os que ficarão.
 
 
LEITURA DIÁRIA
Segunda - Jo 14.3 JESUS prometeu voltar para buscar todos aqueles que são seus
Terça - Mt 24.43,44 A volta de JESUS será uma surpresa para muitos
Quarta - 1 Pe 3.15 Saber testemunhar a respeito da nossa esperança
Quinta - Jo 13.34, 35 Amor ao próximo é o que identifica os discípulos de JESUS
Sexta - 2 Pe 3.3,4 A falta de esperança na vinda do Senhor gera incredulidade
Sábado - Mt 24.12 O esfriamento do amor é um dos sinais da segunda vinda de JESUS

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Mateus 24.42-46
42 - Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. 43 - Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria que fosse arrombada a sua casa. 44 - Por isso, estai vós apercebidos também, porque o Filho do Homem há de vir à hora em que não penseis. 45 - Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o Senhor constituiu sobre a sua casa, para dar o sustento a seu tempo? 46 - Bem-aventurado aquele servo que o Senhor, quando vier, achar servindo assim.

OBJETIVO GERAL
Compreender que a volta de JESUS é iminente.
 
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Mostrar que precisamos aguardar a volta do Senhor com fé e perseverança;
Explicar algumas atitudes errôneas diante da vinda de JESUS;
Compreender as atitudes do servo fiel ante a volta do Senhor.
 
INTERAGINDO COM O PROFESSORVocê crê na vinda iminente de JESUS? Então, não terá dificuldades em ensinar a lição de hoje. Infelizmente, muitos crentes já não creem mais na segunda vinda de JESUS. Porém, a certeza da vinda de CRISTO é a nossa real esperança. Ele virá e nos levará para o céu. Você almeja o céu? Definitivamente, este mundo tenebroso não é para nós. No céu não haverá mais dor, perda, sofrimento, morte, etc. As intempéries da vida vão ficar para trás.
É importante ressaltar, no decorrer da lição, que temos de esperar o Salvador em santidade. Enquanto ainda estivermos neste mundo temos de ter uma vida irrepreensível, corpo, alma e espírito. Também não podemos deixar de produzir frutos, trabalhando na seara do Mestre. Ainda temos muito trabalho a fazer. Existem muitos povos, tribos e nações que não conhecem nada ou quase nada a respeito da Palavra de DEUS. Como estes ouvirão e poderão aguardar a vinda de JESUS com alegria se não há quem pregue?
 
PONTO CENTRALEsperando a volta de JESUS de modo irrepreensível.
 
Resumo da Lição 3, Esperando a Volta de JESUS
I - AGUARDANDO A VOLTA DO SENHOR
1. Com fé e vigilância.
2. Cheio do ESPÍRITO SANTO.
3. Em santidade e em amor.
II - ATITUDES ERRÔNEAS DIANTE DA VINDA DE JESUS
1. Ignorar a vinda de JESUS.
2. Escarnecer das profecias.
III - ATITUDES DO SERVO FIEL ANTE A VOLTA DO SENHOR
1. Ter uma vida irrepreensível.
2. Não dar lugar à carne.
3. Dar frutos.
 
SÍNTESE DO TÓPICO I - Aguardando a volta do Senhor com fé e vigilância.
SÍNTESE DO TÓPICO II - Muitos crentes, erroneamente, ignoram a vinda de JESUS e escarnecem das profecias
SÍNTESE DO TÓPICO III - O servo fiel ante da volta do Senhor procura ter uma vida irrepreensível, dando muitos frutos.
 
SUBSÍDIO DIDÁTICO top1JESUS mostrou que a nossa preocupação deve ser com o estar preparado. (Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal. Rio de Janeiro: CPAD, p. 1267).
 
CONHEÇA MAIS
*A grande tribulação
“A grande aflição” (Mt 24.21). A referência que JESUS faz dessa tribulação como ‘nunca houve’ na história do mundo, se ajustará à visão profética do Antigo Testamento.” Guia do Leitor da Bíblia, CPAD, p. 626.
 
SUBSÍDIO ESCATOLÓGICO top2"Cinco ilustrações em forma de parábola
Ao fim de seu discurso acerca da Tribulação e de sua segunda vinda, JESUS apresentou cinco parábolas como ilustração do que Ele acabara de ensinar. Houve a parábola da figueira (Mt 24.32-35), a ilustração sobre os dias de Noé (24.36-39), a comparação entre os dois homens e as duas mulheres (24.40,41), a ilustração do vigia sempre alerta (24.42-44) e a parábola do servo fiel e prudente (24.45-51). Todas estas ilustrações estão relacionadas às doutrinas ensinadas por CRISTO em Mateus 24" (LAHAYE, Tim. Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica.1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008, p. 139).
 
ATITUDES DO SERVO FIEL ANTE A VOLTA DO SENHOR JESUS
Ter uma vida irrepreensível
Fp 2.15
Não dar lugar à carne
Gl 5.13,16
Dar fruto
Jo 15.16
Ler a palavra de DEUS e orar
Mt 22.19; Lc 22.40

PARA REFLETIR - A respeito da Escatologia Bíblica, responda:
JESUS exortou seus discípulos a serem vigilantes?
Sim. Ele afirmou: "Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor" (Mt 24.42).
Como devemos aguardar a volta de JESUS?Com fé e vigilância, cheios do ESPÍRITO SANTO e em santidade
O que JESUS desejou mostrar com a Parábola das Dez Virgens?JESUS ensinou a Parábola das Dez Virgens (Mt 25) para mostrar o que significa estar pronto para o seu retorno.
O que é ser santo?Ser santo é ser separado, consagrado para o Senhor.
Quais as atitudes do servo fiel ante a volta de JESUS?Ter uma vida irrepreensível, não dar lugar à carne e dar frutos.
 
CONSULTE - Revista Ensinador Cristão - CPAD, nº 65, p. 37.
 
SUGESTÃO DE LEITURA
Santidade, Teologia Sistemática de Norman Geisler e Manual de Ensino para o Educador Cristão
 

 
Comentários de vários autores com alguma modificações do Ev. Luiz Henrique
Pontos difíceis e polêmicos discutidos durante a semana em nossos grupos de discussão no WhatsApp
RESUMO RÁPIDO -
I - AGUARDANDO A VOLTA DO SENHOR
1. Com fé e vigilância.
Fé para crer nas promessas de JESUS que disse que vem nos buscar. Jo 14.3 E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.
Vigilância significa estar lendo e comparando o que está acontecendo com o que está predito por JESUS sobre sua vinda - Prestar atenção aos sinais que acontecem antes de sua vinda.
2. Cheio do ESPÍRITO SANTO.
Cheio aqui indica estar em comunhão constante com o ESPÍRITO SANTO, pois é ELE que nos conduzirá a CRISTO no arrebatamento. CHEIO indica que estamos em oração constante e sentindo a doce direção do ESPÍRITO SANTO e obedecendo aos seus comandos.
3. Em santidade e em amor.
Em santidade indica em separação para DEUS, afastado do pecado, combatendo o pecado, lutando contra o pecado.
Em amor indica que o amor de DEUS derramado em nossos corações está sendo fluído de nós para as outras pessoas que nos rodeiam, tanto em ajuda espiritual como em ajuda material.
Aqui pode ser incluído produzir qualidades do fruto do Espírito implantado em nós quando de nossa conversão. Tudo começa pelo amor.
I - ATITUDES ERRÔNEAS DIANTE DA VINDA DE JESUS
1. Ignorar a vinda de JESUS.
Alguns não acreditam na vinda de JESUS, mas o pior é que dentro da igreja muitos vivem como se ELE não fosse voltar. Quem não amar sua vinda não subirá para ELE, pois ELE não vem buscar quem não quer ir.
2. Escarnecer das profecias.
Alguns escarnecem, ou seja, falam das promessas de DEUS como se fossem promessas de políticos. O pior é que muitos dentro da igreja ensinam que JESUS vai demorar a voltar, minando assim a fé daqueles que O esperam ansiosamente.
III - ATITUDES DO SERVO FIEL ANTE A VOLTA DO SENHOR
1. Ter uma vida irrepreensível.
Irrepreensível diante de DEUS. Vivemos dias em que os repreensíveis diante dos homens são os irrepreensíveis diante de DEUS. Como você é conhecido no céu? Veja como Jó era conhecido no céu:
E disse o Senhor a Satanás: Observaste tu a meu Servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus, e que se desvia do mal.  1:8.
2. Não dar lugar à carne.
Carne aqui indica concupiscência - desejos pecaminosos. temos que manter nossos corpo, alma e espírito controlados sendo servos e não nossos senhores. A alma e o espírito devem ser estimulados, a alma pela leitura e estudo da bíblia (leia a bíblia ouvindo); o espírito pela oração, principalmente pela oração em línguas que edifica e nos fortalece espiritualmente. Já o corpo deve ser, não estimulado, mas controlado, escravizado, para que não atenda a seus desejos passados. por isso o corpo deve ser submetido a jejuns e à prática de evangelismo.
3. Dar frutos.
Dar frutos aqui tem o sentido de dar resultados positivos para o reino de DEUS. O crente deve ser achado por JESUS , quando ELE vier, trabalhando em Sua obra de salvação de almas.
 
 
 
 
 
 O Noivado JUDAICO
 
Jo 14.3- “E, se eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também”.
DEUS sempre vem ao homem no nível em que ele se encontra, de maneira simples e cotidiana, e aqui JESUS usa a figura do noivado judaico (hebreus) para infundir fé em seus ouvintes a respeito de sua volta para buscar-nos; vejamos:
1-     Quem escolhia a noiva era a pai do noivo (Gn 24.2-4), compare com Rm 8.29 onde DEUS nos escolhe para seu filho.
2-     O costume era que a escolhida fosse a filha mais velha, mas se a mesma fosse maior (acima de 18 anos), poderia aceitar ou não o noivo (Gn 29.24-26), compara com Jo 1.11,12 aonde JESUS veio para ISRAEL (a filha mais velha, porém de maior), mas estes não o receberam, assim JESUS escolheu a nós (gentios filhos mais novos que não eram os escolhidos, para sermos sua noiva, a Igreja).
3-    No noivado o noivo ia à casa da noiva para cear e confirmar o compromisso (Gn 24.54), compare com Mt 22.14-20 aonde JESUS vem a nossa casa (o mundo) e ceia conosco (representados pelos apóstolos).
4-     O noivo deixava um penhor como prova de que ia voltar para buscar a noiva (Gn 24.53), compare com Ef 1.13,14 onde o ESPÍRITO SANTO nos é dado como penhor e prova de que o SENHOR voltará para nos buscar. (2 Ts 2.7)
5-     A noiva era comprada por preço de ouro (Gn 24.47), compare com 1 Co 6.19,20 e At 20.28 onde a palavra de DEUS nos diz que fomos comprados pelo sangue de JESUS CRISTO derramado na cruz do calvário (o preço maior que existe).
6-     O noivo ia preparar uma casa para o casal, ao lado da casa de seu pai (Gn 24.67), compare com a leitura em Jo 14.2 onde JESUS diz que na casa de nosso pai existem muitas moradas e que ELE ia nos preparar lugar.
7-     O noivo mandava recados e recebia recados da noiva através de algum emissário (a), dizendo como é que gostava da noiva: Se bem vestida,  modo de falar correto e santo, etc... Também dizia que era pra esperá-lo, pois a casa estava quase pronta e ele estava voltando; compare com Hb 13.7 e 13.14; Ef 5.19 e 5.25-27; Ap 22.7 e 22.20; etc..., Onde JESUS está nos exortando a continuarmos firmes, com uma vida santa e irrepreensível e o ESPÍRITO SANTO sempre nos avisando: JESUS ESTÁ VOLTANDO, a casa está quase pronta, prepara-te.
Sf 1.7 “Cala-te diante do Senhor DEUS, porque o dia do Senhor está perto; pois o Senhor tem preparado um sacrifício, e tem santificado os seus convidados”.
 
A VOLTA DE JESUS SERÁ:
Os eleitos:
Entre nuvens: Mt 24.30; 26.64; Ap 1.7
Devem considerá-la como eminente: Rm 13.12; Fp 4.5; 1 Pe 4.7
Na glória de DEUS: Mt 16.27
A Benção de estarem preparados: Mt 24.46; Lc 12.37,39
Na sua própria glória: Mt 25.31
Amam-na: 2 Tm 4.8- Reinarão com Ele: Dn 7.27; 2 Tm 2.12; Ap 5.10; 20.6;22.5
Em fogo: 2 Ts 1.8
Esperam-na: Fp 3.20; Tt 2.13
Com poder: Mt 24.30
Aguardam-na: 1 Co 1.7; 1 Ts 1.10
Acompanhada por anjos: Mt 16.27; 25.31; Mc 8.38; 2 Ts 1.7
Apressam-na: 2 Pe 3.12 - Serão semelhantes a CRISTO: Fp 3.21; 1 Jo 3.2
Com seus santos: 1 Ts 5.2; Jd 14
Oram por ela: Ap 22.20 - Aparecerão com Ele: Cl 3.4
Subitamente: Mc 13.36
Preparados: Mt 24.44; Lc 12.40 - Receberão a coroa: 2 Tm 4.8; 1 Pe 5.4
Inesperada: Mt 24.44; Lc 12.40; 1 Ts 5.2; 2 Pe 3.10; Ap 16.15
Vigilantes: Mt 24.42; Mc 13.35-37; Lc 21.36
Como o relâmpago: Mt 24.27
Aguardam-na pacientemente: 2 Ts 3.5; Tg 5.7,8
Com ressurreição de mortos: 1 Ts 4.16
Preservados: Fp 1.6; 2 Tm 4.18; 1 Pe 1.5; Jd 24
Com arrebatamento: 1 Ts 4.17
Não se envergonham da mesma: 1 Jo 2.28; 1 Jo 4.17
 
Um Aviso Necessário
Juntamente com essas primeiras prestações das bênçãos da era vindoura, os crentes podem desfrutar tempos especiais de refrigério pela presença do senhor, sempre que se arrependerem ou mudarem de atitude em relação a Ele (At 3.19). Também devemos nos lembrar de suas advertências. Muitas e muitas vezes JESUS enfatizou a importância de estarmos preparados e vivermos na iminência de sua vinda (Mt 24.42,44,50; 25.13; Lc 35,40; 21.34-36).
JESUS comparou o mundo prevalecente na ocasião de sua vinda com o mundo dos dias de Noé. A despeito dos avisos, da pregação, da construção da arca, da reunião dos animais, as pessoas estavam distraídas e despreparadas. Na realidade, não acreditavam na vinda do julgamento de DEUS. Para essas pessoas, o dia do dilúvio amanheceu como qualquer outro: planejavam suas refeições, seus momentos de lazer, suas festas, seus casamentos. Mas naquele dia o mundo, como conheciam, acabou. Da mesma forma, o mundo dos dias de hoje prosseguirá às cegas, fazendo seus próprios planos. Mas um dia JESUS repentinamente virá (Mt 24.37-39). A subtaneidade de sua vinda é realçada com maiores detalhes em Mateus 24.43-50.
Para enfatizar que sua vinda se dará num dia comum, JESUS disse: “Estando dois [homens] no campo, será levado um e deixado o outro; estando duas [mulheres] moendo no moinho, será levada uma, e deixada [a] outra”(Mt 24.40,41). Quer dizer, as pessoas estarão fazendo suas tarefas normais, do dia-a-dia, quando, repentinamente, haverá uma separação. “Levar” (gr. paralambanetai) significa “levar consigo” ou “receber”. JESUS “levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu”(Mt 26.38). Ele prometeu: “Virei outra vez e vos levarei para mim mesmo” (Jo 14.3).” (HORTON, Stanley M . O Ensino Bíblico das Últimas Coisas. RJ:CPAD, 2002, p.70-1)
 
Foi com os ensinos de JESUS que Paulo aprendeu que o crente deve estar preparado para a vinda do Senhor: compare Lucas 21.34 com 1 Tessalonicenses 5.4 (veja l Co 1.7-8; Fp 1.10-11; 1Ts3.13).
Lucas 21.34 E olhai por vós, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia.
 
O noivo deve achar a noiva em santificação para que a possa conduzir à sua mansão celestial.
Esta é a vontade de DEUS: a vossa santificação; que eviteis a impureza; 1 Tessalonicenses 4:3
Pois DEUS não nos chamou para a impureza, mas para a santidade. 1 Tessalonicenses 4:7
Procurai a paz com todos e ao mesmo tempo a santidade, sem a qual ninguém pode ver o Senhor. Hebreus 12:14
Mas agora, libertados do pecado e feitos servos de DEUS, tendes por fruto a santidade; e o termo é a vida eterna.Romanos 6:22
Eleitos segundo a presciência de DEUS Pai, e santificados pelo ESPÍRITO, para obedecer a JESUS CRISTO e receber a sua parte da aspersão do seu sangue. A graça e a paz vos sejam dadas em abundância. 1 Pedro 1:2
Nós, porém, sentimo-nos na obrigação de incessantemente dar graças a DEUS a respeito de vós, irmãos queridos de DEUS, porque desde o princípio vos escolheu DEUS para vos dar a salvação, pela santificação do ESPÍRITO e pela fé na verdade. 2 Tessalonicenses 2:13
Depositários de tais promessas, caríssimos, purifiquemo-nos de toda imundície da carne e do espírito, realizando plenamente nossa santificação no temor de DEUS. 2 Coríntios7:1
Contudo, ela poderá salvar-se, cumprindo os deveres de mãe, contanto que permaneça com modéstia na fé, na caridade e na santidade. 1 Timóteo 2:15
Que cada um de vós saiba possuir o seu corpo santa e honestamente, 1 Tessalonicenses 4:4
Por uma só oblação ele realizou a perfeição definitiva daqueles que recebem a santificação. Hebreus 10:14
Vou-me servir de linguagem corrente entre os homens, por causa da fraqueza da vossa carne. Pois, como pusestes os vossos membros a serviço da impureza e do mal para cometer a iniquidade, assim ponde agora os vossos Membros a serviço da justiça para chegar à santidade. Romanos 6:19
Que, segundo o ESPÍRITO de santidade, foi estabelecido Filho de DEUS no poder por sua ressurreição dos mortos; Romanos1:4
 
TRICOTOMIA - O DEUS da paz vos conceda santidade perfeita. Que todo o vosso ser, espírito, alma e corpo, seja conservado irrepreensível para a vinda de nosso Senhor JESUS CRISTO! 1 Tessalonicenses 5:23.
Somos espírito - o que liga o homem a DEUS. precisa de oração para estar ligado a DEUS.
Possuímos uma alma - Intelecto, inteligência, poder de decisão entre servir a DEUS ou ao Diabo - Precisa ser alimentada pela palavra de DEUS.
Moramos em um corpo - casa terrestre - sente saudades do tempo passado que vivia segundo suas concupiscências - Precisa ser domado, controlado, subjugado - Precisamos de jejum e viver ocupados na obra de DEUS.
 
 
DEZ VIRGENS - MATEUS 25.1-13
1 ENTÃO o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo.Reino dos Céus = Reino espiritual, superior, eterno, não visto pelos homens naturais, somente pelos espirituais e perdido pelos carnais.
Semelhante = Não é igual, é semelhante, ou seja, parece-se. Representa.
Dez = Alguns acreditam ser um número que indica perfeição ou totalidade, porém é apenas um número redondo ou par para ser dividido em dois grupos significativos.
Se fosse um número especial os dez mandamento não seriam reduzidos a dois mandamentos por JESUS: “Amar a DEUS sobre todas as coisas e Amar ao próximo com a ti mesmo”. O número de todos os salvos, que formam o corpo de CRISTO na Terra, A Igreja.
Virgens = Não significa virgindade física, mas sim pureza, santidade, salvação, comunhão com DEUS, separação para DEUS, Salvos em CRISTO que receberam o ESPÍRITO SANTO, a Igreja.
Tomando = Se preparando, aceitando a JESUS ao ouvir o evangelho.
Lâmpadas = Lamparinas feitas de barro ou argila, com orifício para se colocar azeite e lugar para se colocar pedaço de linho fino retorcido para queimar. Representa Nosso corpo físico, Templo para receber o SANTO ESPÍRITO. O fio de linho representa nosso espírito e o azeite o ESPÍRITO SANTO, sendo o fogo a representação de JESUS que acende ou religa-nos a DEUS através do Novo Nascimento, ocorrido no momento de nossa conversão e posterior enchimento total no batismo com o ESPÍRITO SANTO.
Saíram = As virgens que representam a Igreja estão prontas para irem ao encontro do noivo assim como a Igreja está pronta para se encontrar com o noivo JESUS CRISTO nos ares no momento do arrebatamento da Igreja, este desejo de sair ao encontro do noivo deve estar sempre no mais íntimo de nosso ser.
Ao Encontro = O momento tão esperado é chegado, todo o trabalho e paciência agora será recompensado, é o encontro mais desejado depois de tanta espera, assim também a Igreja ama e deseja se encontrar com seu salvador JESUS CRISTO, Neste dia terá valido a pena tanto sofrimento, tanto esforço, tanta expectativa, nos encontremos com o desejado, o amado, o nosso redentor, este é o nosso maior anelo, nosso maior desejo.
 
2 E cinco delas eram prudentes, e cinco loucas.Cinco =  A metade, 50%, representa uma quantidade em meio ao total, JESUS não está querendo dizer aqui que só a metade da denominada “Igreja” será arrebatada.
 Eram prudentes =
PRUDÊNCIA: Virtude que leva o Homem a prever e a evitar os erros e os perigos;
cautela; moderação; precaução; circunspecção; tino.
Como vemos a prudência prevê o futuro e se prepara para enfrentá-lo com o devido equipamento necessário.
Assim o crente que estuda a Palavra de DEUS sabe que o Senhor virá e isso é imprescindível para que o mesmo esteja pronto e trabalhando, para que seu Senhor ao chegar o ache fazendo assim, ocupado na obra de DEUS. Somente aqueles que têm em si o temor de DEUS acham a sabedoria para se prevenirem para a hora da volta do noivo (Pv.1:2,4,7).
A comunhão com o ESPÍRITO SANTO nos trás conhecimento do futuro, pois O Mesmo é nosso professor e nos revela as palavras de JESUS a respeito do futuro, nosso arrebatamento e posterior reinado com CRISTO e morada eterna com DEUS; assim é prudente que se mantém em comunhão com DEUS através do ESPÍRITO SANTO, ou seja, mantém a lâmpada cheia de azeite (símbolo do ESPÍRITO SANTO)
Devemos amar a vinda de nosso salvador:
2Tm 4.8 Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.
 E cinco loucas = Loucas = Que perderam a razão; doidas; alienadas; insensatas; imprudentes; doidivanas; brincalhonas; folgazonas; apaixonadas; indivíduo que perdeu o uso da razão; demente.
Assim estas noivas não tinham a verdadeira noção da importância da vinda do noivo, não previam que o noivo poderia demorar, não tomaram as devidas precauções  para estarem devidamente munidas de azeite em todo o tempo da espera; para elas era apenas uma brincadeira a vinda do noivo, mais um divertimento, não amavam, estavam apenas apaixonadas.
 
3 As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo.
As loucas =  As despreparadas, representam os crentes carnais, que vivem sem a comunhão com o ESPÍRITO SANTO, mas com o nome de crentes.
Tomando = Pensavam que estavam prontas, ficaram surpresas com a falta de azeite, talvez tenham se esquecido do valor que o noivo daria ao azeite. Chegaram a sair ao encontro do noivo, porém notaram que algo estava errado.
Suas Lâmpadas = Estavam bem vestidas, estavam bem adornadas, estavam bem pintadas, estavam no meio das outras, estavam trabalhando como as outras.
Não levaram azeite consigo =  Deveriam ter levado azeite sobressalente numa vasilha separada, pois não sabiam a que hora o noivo chegaria e não poderiam esperar no escuro; assim também temos que manter-nos na oração e nos estudo da Palavra de DEUS, em abundância pra não ficarmos no escuro e nem desprovidos de desejo de nos encontrar com JESUS.  As noivas se esqueceram do mais importante, sem azeite não há fogo e sem fogo não há luz e sem luz não há festa e sem festa não há noivo e nem casamento. Sem o ESPÍRITO SANTO não há salvação, não há encontro com JESUS.
 
4 Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas.
As Prudentes = As sábias, as preparadas, as prevenidas, representam os crentes que estão em constante oração e em constante trabalho para o Senhor, são os crentes verdadeiros e fiéis que não se cansam de esperar, pois sabem que quem fez a promessa, certamente a cumprirá: Ap 22.20 Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Respondamos então: Amém. Ora vem, Senhor JESUS!!!!!!!
Levaram azeite em suas vasilhas = Pegaram das vasilhas que levavam e tornaram a encher as lâmpadas. Estavam em comunhão com o ESPÍRITO SANTO e sendo assim é fácil ser cheio novamente.
Com as suas lâmpadas = Lâmpadas providas de azeite e pavio suficientes para esperar o noivo e acompanhá-lo. Representam os crentes que seus corpos são Templo do ESPÍRITO SANTO, são luzes do mundo a iluminar o caminho para CRISTO, pois JESUS disse: Jo 8.12 Falou-lhes, pois, JESUS outra vez, dizendo: Eu sou a [luz do mundo]; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.
 
5 E, tardando o esposo, tosquenejaram todas, e adormeceram.
E, tardando o esposo =  Demorando o noivo, agora chamado esposo, pois o futuro era certo, o casamento era certo, pois o noivo nunca falhava em seus compromissos. Assim JESUS também nos convida a sermos a esposa de CRISTO, sabemos que nossa união com Ele é certa e se aproxima o dia.
A demora é vista para os que não estão prontos como algo penoso e que causa desconfiança, porém para os que estão prontos para o encontro a demora é pela misericórdia do noivo pelos que ainda não estão prontos.
JESUS está voltando e só não voltou ainda devido ao nosso fracasso na evangelização do mundo, é pela misericórdia de tantos excluídos, de tantos que nem sequer uma vez ouviram o maravilhoso nome de JESUS.
Tosquenejaram todas, e adormeceram = O cochilo trouxe o adormecimento, é perigoso o sono do despreparado, pois seu sono é o de condenação, porém para os que dormem o sono da paz e segurança em DEUS, o adormecimento é mais uma prova da comunhão com o ESPÍRITO SANTO.
Também temos aqui a visão do crente que peca, porém se arrepende e corre aos braços do perdoador.
1Jo 1. 9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.
Infelizmente as outras dormiram o sono da negligência, o sono da condenação eterna, pois não estavam preparadas para o encontro, embora saibamos que em um dia no passado estiveram prontas, pois não é à toa que eram virgens e estavam esperando o noivo.
 
6 Mas à meia-noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro.
Mas à meia-noite = Hora da chegada do noivo. Para nós, hora do arrebatamento, o final da espera, o dia da alegria maior no ESPÍRITO, a hora mais desejada do crente. Findou a luta, a batalha foi ganha, ufa! Chegamos, conseguimos, JESUS eu quero te ver, eu quero te abraçar!!!!
ouviu-se um clamor = O grito do emissário que vinha gritando pela cidade, como o tocar da trombeta, como a voz de muitos anjos.
1Ts 4.16 Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de DEUS; e os que morreram em CRISTO ressuscitarão primeiro. 17 Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.
Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro = Olha Ele aí, valeu a pena a espera, valeu a pena ser prevenido, valeu a pena ser fiel. Ele é o salvador, Ele é o Senhor, Ele veio nos buscar, vamos correndo ao seu encontro.
 
7 Então todas aquelas virgens se levantaram, e prepararam as suas lâmpadas.
 Então todas aquelas virgens se levantaram = Todas se levantaram, todas estavam ali reunidas para receberem o noivo, todas caminharam ao encontro do noivo; assim muitos naquele dia vão correr ao encontro do noivo...
E prepararam as suas lâmpadas = Todas tinham lâmpadas, todas empunharam suas lâmpadas; todas acreditaram estarem prontas...
 
8 E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as
 nossas lâmpadas se apagam.
  E as loucas disseram às prudentes = Aquelas que não estavam preparadas, agora vão até aquelas que a todo o tempo conferiam seus utensílios para não esquecerem nada.
Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam. =
A diferença agora apareceu, 5 tinham azeite e cinco não o tinham, agora foi revelado o segredo, o oculto, até agora eram todas iguais no trabalho, na espera, no sono, porém agora foi descoberta a falta de preparo, a falta de prudência. O apagar das lâmpadas significava falta de azeite e conseqüente perda de direito a participar do cortejo e posterior festa de casamento. Assim também na hora do arrebatamento muitos que tinham nome de crentes, se vestiam como crentes, tinham bíblia com crentes, faziam obras como crentes, falavam como crentes e até faziam milagres como crentes, serão impedidos de serem arrebatados, pois vivem em iniqüidade.
Lc 13.27 E ele vos responderá: Digo-vos que não sei de onde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais a iniquidade.
 
9 Mas as prudentes responderam, dizendo: Não seja caso que nos falte a nós e a vós, ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós.
9 Mas as prudentes responderam, dizendo: Não seja caso que nos falte a nós e a vós = Não havia outra solução, pois se as prudentes ajudassem às imprudentes ou loucas, elas seriam prejudicadas e também não entrariam nas bodas.
Assim também os crentes não podem participar dos pecados alheios, de falsos crentes irresponsáveis, pois correrão o risco de não subirem no arrebatamento.
1Tm 5.22 A ninguém imponhas precipitadamente as mãos, nem participes dos pecados alheios; conserva-te a ti mesmo puro.
Ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós.
O conselho das prudentes era para que fossem em busca do mesmo modo que elas foram e conseguiram, porém o mais provável é que não haveria mais tempo para fazê-lo, primeiro devido ao avançado horário quando não havia mais local de venda de azeite aberto e depois porque o noivo não esperaria pessoas que não foram para sua festa preparadas. Assim o conselho das prudentes foi apenas uma maneira de se livrarem das loucas, pois para elas não havia mais solução.
Aprendemos daí que na hora do arrebatamento quem estiver pronto sobe e quem não estiver fica, pois a Igreja vai ser arrebatada e não haverá mais quem pregue o evangelho cheio do ESPÍRITO SANTO e nem quem imponha as mãos sobre outro para que receba o ESPÍRITO SANTO, pois quem o fazia, agora foi arrebatado. O azeite (ESPÍRITO SANTO) será levado da Terra, subirá junto com as lâmpadas (Os crentes). Não há tempo, é num piscar de olhos.
1Co 15. 52 Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
 
10 E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o esposo, e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta.E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o esposo = Por incrível que pareça, as néscias ainda foram procurar quem vendesse o azeite, era muita a falta de conhecimento do horário do comércio e da paciência do noivo com pessoas loucas. O esposo chegou, pegou a noiva e partiu para sua casa, não podia esperar por virgens despreparadas.
Temos aqui a advertência de não acreditarmos em falsos  ensinos que dizem que uns nasceram para serem salvos e outros para serem perdidos. Não, a chance é para todos, portanto, estejamos prontos, pois só sobem os prontos e não os que estão se aprontando.
Hb 10. 22 Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa,
 
11 E as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta.
Somente as 5 que estavam preparadas entraram para a festa de casamento, não dava mais tempo, fechou-se a porta.
Somente entrarão para as bodas do cordeiro os salvos, os preparados, os que dão valor e se esforçam por estarem ali antes que as portas se fechem.
 Ap 3.7 E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre:
 
E depois chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos.
Não creio que tenham comprado azeite, mas que tentaram entrar sem lâmpadas, porém não foram recebidas, mesmo que chamassem o noivo de senhor.
Não há jeitinho brasileiro no céu, não há como entrar sem o ESPÍRITO SANTO.
Mt 7.21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
 
12 E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço.
 
Não conhecer é dizer que não reconhece no escuro.
Assim JESUS não reconhece como irmão, como filho de DEUS quem vive em trevas, sem a luz que vem da comunhão com o ESPÍRITO SANTO.

13 Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.
Agora o noivo dá um conselho ou uma advertência para todos os que ouviram a parábola:
Estejam preparados, com muita unção do ESPÍRITO SANTO, em comunhão estreita com o mesmo e isto significa ter tudo em comum, ter o desejo maior de estar com CRISTO para sempre!!!!!!!!!
 
A DISTRIBUIÇÃO DOS TALENTOS (MT 25.14,15)
 
1. O que era talento?
O talento passou a representar um valor monetário que podia ser bronze, prata ou ouro. Um talento equivalia a 60 minas, e uma mina, aproximadamente, a 50 ciclos. Portanto, um talento de ouro ou prata era uma grande quantia.
Podia também uma soma em dinheiro ou ouro ou prata, ser dado a alguém como Talento (Porque a quantia dada era igual ao valor de 1 Talento).
 
2. O significado dos talentos na parábola.
Nesta parábola, os talentos têm um sentido figurado que representam valores pessoais, aptidões naturais, oportunidades que Deus nos dá para fazermos a sua obra, como autênticos mordomos.
Os talentos naturais são aquelas aptidões e inclinações natas que todo homem traz consigo desde o nascimento. São dons ou inclinações naturais para uma variedade de coisas boas.
A música, a poesia, as letras, a pintura, artes de modo geral, são exemplos de dons naturais. Esses talentos, apesar de naturais, são dotações da parte de Deus.
Ressaltamos que quando uma pessoa aceita a Jesus como seu Salvador, todos os talentos evidenciados em sua vida adquirirão uma nova dimensão...
Os artistas seculares – os cantores, atores, atletas, entre outros, estão sempre procurando se apresentar da melhor maneira possível, esforçando-se para agradar a todos. Enquanto isto,observamos que muitos cristãos que possuem talentos diversos estão se acomodando e se conformando em oferecer a Deus apenas uma parte mínima das suas reais possibilidades. Não fazem mais e melhor o que estão fazendo para Deus. Não esqueçamos que todos a mos comparecer ante o tribunal de Cristo para dar contas dos nossos feitos, e para receber a recompensa de acordo com o uso que fizermos dos nossos talentos (2 Co 5.10).
 
Num sentido mais profundo e espiritual, para a Igreja, os talentos representam os Dons de DEUS, de CRISTO e do ESPÍRITO SANTO, que são capacitações ou manifestações especiais do ESPÍRITO SANTO agindo no crente para o progresso da obra de DEUS na Terra. São armas de guerra contra o reino das trevas.
 
A SANTIFICAÇÃO - BEP - CPAD
1Pe 1.2 “Eleitos segundo a presciência de DEUS Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de JESUS CRISTO: graça e paz vos sejam multiplicadas”.

Santificação (gr. hagiasmos) significa “tornar santo”, “consagrar”, “separar do mundo” e “apartar-se do pecado”, a fim de termos ampla comunhão com DEUS e servi-lo com alegria.
(1) Além do termo “santificar” (cf. 1Ts 5.23), o padrão bíblico da santificação é expresso em termos tais como “Amarás o Senhor, teu DEUS, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento” (Mt 22.37), “irrepreensíveis em santidade” (1Ts 3.13), “aperfeiçoando a santificação” (2Co 7.1), “a caridade de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida” (1Tm 1.5), “sinceros e sem escândalo algum” (Fp 1.10), “libertados do pecado” (Rm 6.18), “mortos para o pecado” (Rm 6.2), “para servirem à justiça para santificação” (Rm 6.19), “guardamos os seus mandamentos” (1Jo 3.22) e “vence o mundo” (1Jo 5.4). Tais termos descrevem a operação do Espírito Santo mediante a salvação em CRISTO, pela qual Ele nos liberta da escravidão e do poder do pecado (Rm 6.1-14), nos separa das práticas pecaminosas deste mundo atual, renova a nossa natureza segundo a imagem de CRISTO, produz em nós o fruto do Espírito e nos capacita a viver uma vida santa e vitoriosa de dedicação a DEUS (Jo 17.15-19,23; Rm 6.5, 13, 16, 19; 12.1; Gl 5.16, 22,23; ver 2Co 5.17).
(2) Esses termos não subentendem uma perfeição absoluta, mas a retidão moral de um caráter imaculado, demonstrada na pureza do crente diante de DEUS, na obediência à sua lei e na inculpabilidade desse crente diante do mundo (Fp 2.14,15; Cl 1.22; 1Ts 2.10; cf. Lc 1.6). O cristão, pela graça que DEUS lhe deu, morreu com CRISTO e foi liberto do poder e domínio do pecado (Rm 6.18); por isso, não precisa nem deve pecar, e sim obter a necessária vitória no seu Salvador, JESUS CRISTO. Mediante o Espírito Santo, temos a capacidade para não pecar (1Jo 3.6), embora nunca cheguemos à condição de estarmos livres da tentação e da possibilidade do pecado.
(3) A santificação no AT foi a vontade manifesta de DEUS para os israelitas; eles tinham o dever de levar uma vida santificada, separada da maneira de viver dos povos à sua volta (ver Êx 19.6; Lv 11.44; 19.2; 2Cr 29.5). De igual modo a santificação é um requisito para todo crente em CRISTO. As Escrituras declaram que sem santificação ninguém verá o Senhor (Hb 12.14).
(4) Os filhos de DEUS são santificados mediante a fé (At 26.18), pela união com CRISTO na sua morte e ressurreição (Jo 15.4-10; Rm 6.1-11; 1 Co 130), pelo sangue de CRISTO (1Jo 1.7-9), pela Palavra (Jo 17.17) e pelo poder regenerador e santificador do Espírito Santo no seu coração (Jr 31.31-34; Rm 8.13; 1Co 6.11; 1Pe 1.2; 2Ts 2.13).
(5) A santificação é uma obra de DEUS, com a cooperação do seu povo (Fp 2.12,13; 2Co 7.1). Para cumprir a vontade de DEUS quanto à santificação, o crente deve participar da obra santificadora do Espírito Santo, ao cessar de praticar o mal (Is 1.16), ao se purificar “de toda imundícia da carne e do espírito” (2Co 7.1; cf. Rm 6.12; Gl 5.16-25) e ao se guardar da corrupção do mundo (Tg 1.27; cf. Rm 6.13,19; 8.13; Ef 4.31; 5.18; Tg 4.8).
(6) A verdadeira santificação requer que o crente mantenha profunda comunhão com CRISTO (ver Jo 15.4), mantenha comunhão com os crentes (Ef 4.15,16), dedique-se à oração (Mt 6.5-13; Cl 4.2), obedeça à Palavra de DEUS (Jo 17.17), tenha consciência da presença e dos cuidados de DEUS (Mt 6.25-34), ame a justiça e odeie a iniquidade (Hb 1.9), mortifique o pecado (Rm 6), submeta-se à disciplina de DEUS (Hb 12.5-11), continue em obediência e seja cheio do Espírito Santo (Rm 8.14; Ef 5.18).
(7) Segundo o NT, a santificação não é descrita como um processo lento, de abandonar o pecado pouco a pouco. Pelo contrário, é apresentada como um ato definitivo mediante o qual, o crente, pela graça, é liberto da escravidão de Satanás e rompe totalmente com o pecado a fim de viver para DEUS (Rm 6.18; 2Co 5.17; Ef 2.4,6; Cl 3.1-3). Ao mesmo tempo, no entanto, a santificação é descrita como um processo vitalício mediante o qual continuamos a mortificar os desejos pecaminosos da carne (Rm 8.1-17), somos progressivamente transformados pelo Espírito à semelhança de CRISTO (2Co 3.18) crescemos na graça (2Pe 3.18), e devotamos maior amor a DEUS e ao próximo (Mt 22.37-39; 1Jo 4.10-12, 17-21).
(8) A santificação pode significar uma outra experiência específica e decisiva, à parte da salvação inicial. O crente pode receber de DEUS uma clara revelação da sua santidade, bem como a convicção de que DEUS o está chamando para separar-se ainda mais do pecado e do mundo e a andar ainda mais perto Dele (2Co 6.16-18). Com essa certeza, o crente se apresenta a DEUS como sacrifício vivo e santo e recebe da parte do Espírito Santo graça, pureza, poder e vitória para viver uma vida santa e agradável a DEUS (Rm 12.1,2; 6.19-22).
 
 
Lição 13 - Aguardando a Vinda de JESUS
Lições Bíblicas do 3º Trimestre De 2005 Vida Santa Até A Volta De CRISTO: Conselhos Para Uma Vida Vitoriosa - Comentarista: Pr. Elinaldo Renovato De Lima - Livro Tema: 1e 2 Tessalonicenses
 
 
 
Os sinais preditos na Bíblia indicam a iminente vinda de JESUS  para buscar sua Igreja. Como servos de DEUS, devemos vigiar e orar.
 
2 TESSALONICENSES 2.1,2,7,8; 3.6,7
2 TESSALONICENSES 2.1 Ora, irmãos, rogamos-vos, pela vinda de nosso Senhor JESUS  CRISTO e pela nossa reunião com ele, 2 que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o Dia de CRISTO estivesse já perto. 3 Ninguém, de maneira alguma, vos engane, porque não será assim sem que antes venha a apostasia e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, 4 o qual se opõe de se levanta contra tudo o que se chama DEUS ou se adora; de sorte que se assentará, como DEUS, no templo de DEUS, querendo parecer DEUS. 5 Não vos lembrais de que estas coisas vos dizia quando ainda estava convosco? 6 E, agora, vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. 7 Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que, agora, resiste até que do meio seja tirado; 8 e, então, será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;
 
Os tessalonicenses, devido às suas muitas perseguições estavam sendo enganados por falsos mestres que lhes ensinava que a grande tribulação já havia sido iniciada e que agora deveriam esperar a vinda visível de CRISTO e o início imediato do milênio. Paulo escreve a eles para que saibam que esta época só acontecerá após o arrebatamento e que antes de acontecer o que eles imaginavam estar acontecendo, o anticristo se manifestaria e seria identificado pela igreja.
 
2 TESSALONICENSES 3. 6 Mandamos-vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor JESUS  CRISTO, que vos aparteis de todo irmão que andar desordenadamente e não segundo a tradição que de nós recebeu. 7 Porque vós mesmos sabeis como convém imitar-nos, pois que não nos houvemos desordenadamente entre vós,
 
O anticristo só poderá assumir seu governo após a igreja cheia do ESPÍRITO SANTO sair da terra, no arrebatamento.
 
LEITURAS
Mt 24.36 Daquele dia e hora ninguém sabe MAS UNICAMENTE MEU PAI. 
36 Porém daquele Dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas unicamente meu Pai.
O versículo 36 afirma que o Filho não sabe o tempo da sua volta. Esta expressão refere-se apenas ao tempo em que CRISTO esteve na terra. Certamente, quando JESUS  reassumiu a sua glória anterior (Jo 17.5), passou a conhecer a data da sua futura volta. Os santos da tribulação poderão saber o tempo da sua volta, observando os sinais dessa tribulação que CRISTO descreveu.
 
Mt 24.42 Esperando com vigilância
Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor.
PORTANTO, VIGIAI. Vigiai (gr. gregoreo) é um imperativo presente e denota uma vigília constante no tempo atual. A razão para a vigília constante, hoje, e não apenas no futuro, é que os crentes dos dias atuais não sabem quando o Senhor virá buscá-los (ver Jo 14.3 nota). Não haverá sinais específicos de aviso para eles. Nunca devem presumir que Ele não poderá vir hoje (ver v. 44; cf. Mc 13.33-37). A volta de CRISTO para buscar a igreja pode ocorrer a qualquer dia.
NÃO SABEIS A QUE HORA. A advertência de CRISTO aos seus discípulos para estarem sempre apercebidos para a sua vinda, por não saberem quando ela se dará, cremos ser uma referência à volta de CRISTO, vindo do céu, para tirar do mundo os santos da Igreja, i.e., o arrebatamento (ver Jo 14.3 ). 
(1) JESUS  afirma claramente que sua vinda para levar os santos antes da tribulação será numa ocasião inesperada. Ele não somente declara que eles não sabem a hora (v. 42), mas também que Ele voltará à hora em que não pensais (v. 44). Isto indica claramente que haverá surpresa, espanto, e que os fiéis não saberão o momento certo da sua vinda. Assim sendo, para os santos da igreja, JESUS  virá num momento inesperado (v. 44). Isto claramente fala de surpresa, pasmo e rapidez nesta específica fase da vinda de CRISTO. Este evento é chamado de primeira fase da segunda vinda de CRISTO. 
(2) Quanto à vinda de CRISTO com poder e grande glória, para julgar o mundo depois da tribulação (v. 30; Ap 19.11-21), ela será aguardada e prevista v. 33; Lc 21.28). O cumprimento dos eventos e sinais durante a tribulação suscitará nos santos a certeza e a expectativa da ocasião da volta de CRISTO, ao passo que os santos da igreja dos dias atuais terão surpresa por ocasião do seu arrebatamento (ver 24.44; Jo 14.3). A vinda de CRISTO depois da tribulação é comumente chamada a segunda fase da
vinda de CRISTO.
 
Mt 26.41 Esperando com oração 
Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.
Marcos 13.33 Olhai, vigiai e orai, porque não sabeis quando chegará o tempo.
Marcos 14.38 Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.
Lucas 22 .40 E, quando chegou àquele lugar, disse-lhes: Orai, para que não entreis em tentação.
46 E disse-lhes: Por que estais dormindo? Levantai-vos, e orai para que não entreis em tentação.
Efésios 6.18 orando em todo tempo com toda oração e súplica no ESPÍRITO e vigiando nisso com toda perseverança e súplica por todos os santos
 
1 Pe 1.13-15 Esperando com santidade
Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de JESUS  CRISTO, 14 como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância; 15 mas, como pé santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver,
Lucas 12.35 Estejam cingidos os vossos lombos, e acesas, as vossas candeias.
Efésios 6.14 Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça,
Lucas 1.74 de conceder-nos que, libertados das mãos de nossos inimigos, o servíssemos sem temor,
75 em santidade e justiça perante ele, todos os dias da nossa vida.
2 Coríntios 7.1 Ora, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de DEUS.
1 Tessalonicenses 4.3 Porque esta é a vontade de DEUS, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição,

Jo 13.34,35 Esperando com amor
34 Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que
também vós uns aos outros vos ameis.
35 Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.
AMEIS UNS AOS OUTROS. O cristão é exortado a amar de um modo especial a todos os outros cristãos verdadeiros, quer sejam membros da sua igreja e da sua persuasão teológica, quer não. 
(1) Isso significa que o crente deve saber distinguir os cristãos verdadeiros daqueles cuja confissão de fé é falsa, observando a sua obediência a JESUS  CRISTO e sua lealdade às Sagradas Escrituras (5.24; 8.31; 10.27; Mt 7.21; Gl 1.9). 
(2) Isso significa que quem possui uma fé viva em JESUS  CRISTO e é leal à Palavra inspirada e inerrante de DEUS, conforme tal pessoa a compreende, e que resiste ao espírito modernista e mundano predominante em nossos tempos, é meu irmão em CRISTO e merece meu amor, consideração e apoio especiais. 
(3) Amar a todos os cristãos verdadeiros, inclusive os que não pertencem à minha igreja, não significa transigir ou acomodar minhas crenças bíblicas específicas nos casos de diferenças doutrinárias. Também não significa querer promover união denominacional. 
(4) O cristão nunca deverá transigir quanto à santidade de DEUS. É essencial que o amor a DEUS e à sua vontade, conforme revelados na sua Palavra, controlem e orientem nosso amor ao próximo. O amor a DEUS deve sempre ocupar o primeiro lugar em nossa vida (Mt 22.37,39).
13.35 CONHECERÃO QUE SOIS MEUS DISCÍPULOS. O amor (gr. agape) deve ser a marca distintiva dos seguidores de CRISTO (1 Jo 3.23; 4.7-21). Este amor é, em suma, um amor abnegado e sacrificial, que visa ao bem do próximo (1 Jo 4.9,10). Por isso, o relacionamento entre os crentes deve ser caracterizado por uma solicitude dedicada e firme, que vise altruisticamente a promover o sumo bem uns dos outros. Os cristãos devem ajudar uns aos outros nas provações, evitar ferir os sentimentos e a reputação uns dos outros e negar-se a si mesmos para promover o mútuo bem-estar (cf 1 Jo 3.23; 1 Co 13; 1 Ts 4.9; 1 Pe 1.22; 2 Ts 1.3; Gl 6.2; 2 Pe 1.7).
 
Ef 5.18 Esperando cheio do ESPÍRITO SANTO
E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do ESPÍRITO,
VINHO. A declaração de Paulo no versículo 18, demonstra que a plenitude do ESPÍRITO SANTO depende do modo como o crente corresponde à graça que lhe é dada para viver em santificação. Isso quer dizer que a pessoa não pode estar "embriagada com vinho" e, ao mesmo tempo, "cheia do ESPÍRITO". Paulo adverte todos os crentes a respeito das obras da carne; que os que cometem tais coisas "não herdarão o reino de DEUS" (Gl 5.19-21; cf. Ef 5.3-7). Além disso, "os que cometem tais coisas" (Gl 5.21) não terão a presença interior do ESPÍRITO SANTO, nem a sua plenitude. Noutras palavras, não ter "o fruto do ESPÍRITO" (Gl 5.22,23) é perder a plenitude do ESPÍRITO (Ef 5.18; ver At 8.21).
5.18 ENCHEI-VOS DO ESPÍRITO. "Enchei-vos" (imperativo passivo presente) tem o significado, em grego, de "ser enchido repetidas vezes". A vida espiritual do filho de DEUS deve experimentar a renovação constante (3.14-19; 4.22-24; Rm 12.2), mediante enchimentos repetidos do ESPÍRITO SANTO. 
(1) O cristão deve ser batizado no ESPÍRITO SANTO após a conversão (ver At 1.5; 2.4), mas também deve renovar-se no ESPÍRITO repetidas vezes, para adoração a DEUS, serviço e testemunho (ver At 4.31-33). 
(2) Experimentamos enchimentos repetidos do ESPÍRITO SANTO quando mantemos uma fé viva em JESUS  CRISTO (Gl 3.5), estamos repletos da Palavra de DEUS (Cl 3.16), oramos, damos graças e cantamos ao Senhor (1 Co 14.15; Ef 5.19,20), servimos ao próximo (Ef 5.21 ) e fazemos aquilo que o ESPÍRITO SANTO quer (Rm 8.1-14; Gl 5.16ss.; Ef 4.30; 1 Ts 5.19). 
(3) Alguns resultados de ser cheio do ESPÍRITO SANTO são: 
(a) falar com alegria a DEUS, em salmos, hinos e cânticos espirituais (v. 19), 
(b) dar graças (v. 20) e 
(c) sujeitar-nos uns aos outros (v. 21).
 
INTRODUÇÃO 
A vinda de JESUS deve ser a memória cristã sempre atual e atuante em nossos dias.
Esperar a hora e o dia é ser sábio e prudente, pois os sinais da volta de JESUS são claros e cada dia mais são espantosos pelo seu cumprimento das escrituras; quanto ao dia do Senhor, ou da ira de DEUS, ainda acontecerá após o arrebatamento e então com a ida do ESPÍRITO SANTO ao encontro de JESUS, conduzindo sua noiva, a igreja, nesta oportunidade o Anticristo se manifestará, seu intento é destruir os judeus e tudo o que nomeia DEUS. O fim do governo do Anticristo acontecerá na batalha do Armagedom e conseqüente derrota de seus exércitos por CRISTO e Seu poder. Ainda nesta lição veremos como tratar com os desordeiros e falsos mestres que se infiltram na igreja.
 
I. A ESPERA COM SABEDORIA E PRUDÊNCIA 
Gl 1.6 Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de CRISTO, para seguirem outro evangelho 7 que, na realidade, não é o evangelho. O que ocorre é que algumas pessoas os estão perturbando, querendo perverter o evangelho de CRISTO. 8 Mas ainda que nós ou um anjo dos céus pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado! 9 Como já dissemos, agora repito: Se alguém lhes anuncia um evangelho diferente daquele que já receberam, que seja amaldiçoado! 
A idéia é que somente a Palavra inspirada de DEUS deve ser aceita como doutrina de DEUS, transmitida oralmente por JESUS e seus apóstolos, incluindo-se aqui, Lucas, Marcos, Paulo e Tiago.
Os mestres e escritores de cartas que aparecessem dizendo-se portadores da Palavra de DEUS, deveriam ser colocados à prova e analisadas suas palavras de acordo com os escritos dos mencionados acima.
Nossa vigilância e santidade são nossa garantia de estarmos prontos para o tão esperado dia do arrebatamento, quando CRISTO virá nos buscar.
toda seita ou grupo herético tem um líder com uma profecia que diferente do que está na Bíblia e leva após si inúmeros incautos e ignorantes das escrituras.
2 TESSALONICENSES 2.1 Ora, irmãos, rogamos-vos, pela vinda de nosso Senhor JESUS  CRISTO e pela nossa reunião com ele,2.1 A VINDA DE NOSSO SENHOR JESUS  CRISTO. Na sua primeira epístola aos Tessalonicenses, Paulo garantiu que todos os crentes verdadeiros serão arrebatados para encontrar o Senhor nos ares e assim ficarão para sempre com Ele (1 Ts 4.13-18). Esse evento os livraria da ira futura de DEUS sobre a terra (1 Ts 1.10; 5.9,10). Agora, porém, os falsos mestres ensinavam que o Dia de Senhor ("Dia de CRISTO") já havia começado, e que a ira final de DEUS estava sendo derramada sobre a terra.
2 TESSALONICENSES 2.2 que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o Dia de CRISTO estivesse já perto.2.2 NÃO VOS MOVAIS FACILMENTE... NEM VOS PERTURBEIS. Os tessalonicenses estavam perturbados por causa do que os falsos mestres estavam ensinando sobre o Dia do Senhor. Paulo lhes escreveu para não se alarmarem, porque o dia da ira de DEUS ainda não era chegado. Duas coisas assinalarão essa chegada: 
(1) Haverá uma "apostasia" específica; e 
(2) Manifestar-se-á "o homem do pecado" (v. 3). Paulo declara, em seguida, que esses dois eventos não se cumprirão enquanto "um que, agora, resiste... seja tirado" (v.7). As palavras de Paulo: "quer por espírito, quer por palavra", talvez indiquem que os falsos ensinos eram transmitidos através de línguas, com interpretação, ou através de profecia (ver 1 Co 14.29).
 
PALAVRAS DE EXORTAÇÃO
1. Eleitos desde o principio (2 Ts 2.13-17). Paulo eleva mais uma gratidão a DEUS pelos crentes tessalonicenses (v.13). Seu pastor, dirigente e professor da Escola Dominical louvam a DEUS por sua vida? Afirma Paulo que os tessalonicenses foram eleitos “desde o princípio para a salvação, em santificação do ESPÍRITO e fé da verdade” (v.13).
Observemos: a eleição antecede a predestinação conforme Ef 1.4. Há quem propague uma eleição e predestinação extra-bíblicas, que priva o ser humano do livre-arbítrio. DEUS, porém, é justo; não faz acepção de pessoas (Dt 10.17; Ml 2.9; At 10.34; Rm 2.11; Tg 2.9). Ele não criou uns para a salvação e outros para a perdição eterna. Como JESUS  morreu por toda a humanidade, todo o que nEle crê será salvo.
2. DEUS guarda o crente do maligno (2 Ts 2,3). Oremos uns pelos outros para que nos guarde “dos homens maus e dissolutos, porque a fé não é de todos”. Os obreiros, por sua vez, devem orar para que DEUS guarde os crentes (v.3).
3. Como lidar com os desordenados na igreja (2 Ts 3.6-15).  
2 TESSALONICENSES 3.6 Mandamos-vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor JESUS  CRISTO, que vos aparteis de todo irmão que andar desordenadamente e não segundo a tradição que de nós recebeu.
3.6 TODO IRMÃO QUE ANDAR DESORDENADAMENTE. Esses que andavam desordenadamente eram desocupados e inimigos do trabalho. Tiravam proveito da generosidade da igreja (cf. 1 Ts 4.9,10) e dependiam, também, dos irmãos que ganhavam a vida trabalhando normalmente (vv. 6-15). 
(1) Paulo diz que tais pessoas devem ser disciplinadas mediante a recusa de lhes dar sustento e o privá-los da comunhão da igreja (vv. 6,14). 
(2) Embora Paulo ensine que se ajude aos verdadeiramente necessitados, ele não ensina, em parte alguma, que se deva dar comida ou dinheiro às pessoas em perfeitas condições físicas de trabalho, que não querem emprego fixo para ganhar a vida (cf. v. 10).
7 Porque vós mesmos sabeis como convém imitar-nos, pois que não nos houvemos desordenadamente entre vós,1 Coríntios 4.16 Admoesto-vos, portanto, a que sejais meus imitadores.
1 Coríntios 11.1 Sede meus imitadores, como também eu, de CRISTO.
1 Tessalonicenses 1.6 E vós fostes feitos nossos imitadores e do Senhor, recebendo a palavra em muita tribulação, com gozo do ESPÍRITO SANTO, 7 de maneira que fostes exemplo para todos os fiéis na Macedônia e Acaia.
Na igreja de Tessalônica (como ocorre em nossos dias), existem pessoas desocupadas, desobedientes, irreverentes com as coisas santas, problemáticas e que querem viver sem trabalhar.
a) Apartar-se do desordenado (3.6). Esta doutrina pode parecer dura. Mas a comunhão de que desfrutamos com o santos, na igreja, é algo muito sério e sublime; não pode ser compartilhada com quem afronta a santidade do Senhor (Rm 16.17; 1 Tm 6.5). O apóstolo evoca seu próprio exemplo de integridade (vv. 7-9). Determina ele que, “em nome de nosso Senhor JESUS  CRISTO”, devemos apartar-nos “de todo o irmão que andar desordenadamente” (v 6).
b) Se não trabalham, não comam (v.10). Paulo deixa bem claro: não deve haver tolerância com os desordenados e desocupados. O ensino do apóstolo é incisivo: “...se alguém não quer trabalhar, não coma também...”. Os tais, além de viverem na ociosidade, intrometiam-se na vida dos outros (vv.11, 12). A Bíblia reprova e execra a preguiça e à ociosidade (Pv 6.6-9; 12.27; 15.19).
 
“Tanto o apóstolo Paulo quanto CRISTO revelam um quadro difícil da condição de grande parte da igreja — moral, espiritual e doutrinariamente — à medida que a era presente chega ao seu fim (cf. Mt 24.5,10-13,24; 1 Tm 4.1; 2 Tm 4.3,4). Paulo, principalmente, ressalta que nos últimos dias elementos ímpios ingressarão nas igrejas em geral.
Essa ‘apostasia’ dentro da igreja terá duas dimensões. (i) A apostasia teológica, que é o desvio de parte ou totalidade dos ensinos de CRISTO e dos apóstolos, ou a rejeição deles (1 Tm 4.1; 2 Tm 4.3). Os falsos dirigentes apresentarão uma salvação fácil e uma graça divina sem valor, desprezando as exigências de CRISTO quanto ao arrependimento, à separação da imoralidade, e à lealdade a DEUS e seus padrões (2 Pe 2.1-3, 12-19). Os falsos evangelhos, voltados a interesses humanos, necessidades e alvos egoístas, gozarão de popularidade. (ii) A apostasia moral, que é o abandono da comunhão salvífica com CRISTO e o envolvimento com o pecado e a imoralidade. Esses apóstatas poderão até anunciar a sã doutrina bíblica, e mesmo assim nada terem com os padrões morais de DEUS (Is 29.13; Mt 23.25-28). Muitas igrejas permitirão quase tudo, para terem muitos membros, dinheiro, sucesso e prestígio (ver 1 Tm 4.1 nota). O evangelho da cruz, com o desafio de sofrer por CRISTO (Fp 1.29), de renunciar todo pecado (Rm 8.13), de sacrificar-se pelo reino de DEUS e de renunciar a si mesmo, será algo raro (Mt 24.12; 2 Tm 3.1-5; 4.3).” (Bíblia de Estudo Pentecostal. RJ: CPAD, 1995, p.1856). Leia mais Revista Ensinador Cristão CPAD, no 23, pág. 42.
 
Referências Bibliográficas (outras estão acima)
Bíblia de estudo - Aplicação Pessoal.
Bíblia de Estudo Almeida. Revista e Atualizada. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2006.
Bíblia de Estudo Palavras-Chave Hebraico e Grego. Texto bíblico Almeida Revista e Corrigida.
Bíblia de Estudo Pentecostal. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida, com referências e algumas variantes. Revista e Corrigida, Edição de 1995, Flórida- EUA: CPAD, 1999.
BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD.
CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - Bíblia de Estudos Pentecostal.
VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
www.ebdweb.com.br - www.escoladominical.net - www.gospelbook.net - www.portalebd.org.br/
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/alianca.htm
Dicionário Vine antigo e novo testamentos - CPAD
Dicionário Bíblico Wycliffe - Charles F. Pfeiffer, Howard F. Vos, John Rea - CPAD
3º Trimestre De 2005 - Vida Santa Até A Volta De CRISTO: Conselhos Para Uma Vida Vitoriosa - Comentarista: Pr. Elinaldo Renovato De Lima - Livro Tema: 1e 2 Tessalonicenses
1- Fortalecendo A Fé Ante A Vinda De CRISTO  
2- A Defesa De Um Ministério Frutífero  
 3- O Árduo Trabalho Missionário  
4- A Mensagem De DEUS Nos Corações   
5- Fortalecendo A Fé Dos Irmãos   
6- Exortação À Santidade   
7- Exortação Ao Amor Fraternal   
8- Trabalhando Sem Ansiedade   
9- A Vinda De JESUS E A Ressurreição Dos Santos   
10- A Vinda De JESUS E A Vigilância Do Crente   
11- A Vinda De JESUS E A Conduta Cristã  
12- A Vinda De JESUS E O Juízo Sobre Os Ímpios   
13- Aguardando A Vinda De JESUS

 

Nenhum comentário: