quarta-feira, 24 de agosto de 2011

LIÇÃO 9, PRESERVANDO A IDENTIDADE DA IGREJA



 


 
LIÇÃO 9, PRESERVANDO A IDENTIDADE DA IGREJA
Lições Bíblicas do 3º Trimestre de 2011 - CPAD - Jovens e Adultos
A MISSÃO INTEGRAL DA IGREJA - Porque o reino de DEUS está entre vós.
Comentários da revista da CPAD: Pr. Wagner Gaby
Consultor Doutrinário e Teológico da CPAD: Pr. Antonio Gilberto
Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
QUESTIONÁRIO
 
 
TEXTO ÁUREO
"Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos e se apartem da simplicidade que há em CRISTO"  (2 Co 11.3).
 
 
VERDADE PRÁTICA
Só existe um meio de a Igreja de CRISTO preservar a sua identidade como a agência por excelência do Reino de DEUS: obedecer amorosa e incondicionalmente a Bíblia Sagrada.
 
 
LEITURA DIÁRIA
Segunda - Mt 16.18 - JESUS edifica sua Igreja
Terça - At 20.28 - A Igreja é universal
Quarta - At 1 5.4 - A Igreja local
Quinta - Ef 2.20; 1 Co 3.11 - CRISTO: o fundamento da Igreja
Sexta - Ap 2.4,5a - O primeiro amor e as boas obras
Sábado-2 Co 11.3 - Não podemos perder a simplicidade
 
 
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Atos 20.25-32
25- E, agora, na verdade, sei que todos vós, por quem passei pregando o Reino de DEUS, não vereis mais o meu rosto. 26- Portanto, no dia de hoje, vos protesto que estou limpo do sangue de todos; 27- porque nunca deixei de vos anunciar todo o conselho de DEUS. 28- Olhai, pois, por vós e por todo o rebanho sobre que o ESPÍRITO SANTO vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de DEUS, que ele resgatou com seu próprio sangue. 29-Porque eu sei isto: que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não perdoarão o rebanho. 30 - E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si. 31- Portanto, vigiai, lembrando-vos de que, durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar, com lágrimas, a cada um de vós. 32- Agora, pois, irmãos, encomendo-vos a DEUS e à palavra da sua graça; a ele, que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os santificados.
 
PALAVRA CHAVE - Identidade - Conjunto de caracteres próprios e exclusivos de uma pessoa.
 
SERÁ QUE AINDA TEMOS IDENTIDADE REALMENTE?
 
Marcos 16.15-20; Atos 2.42-47
Marcos 16. 15 - E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. 16 - Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. 17 - E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome, expulsarão demônios; falarão novas línguas; 18- pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e imporão as mãos sobre os enfermos e os curarão. 19 - Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu e assentou-se à direita de Deus. 20 - E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram. Amém!
 
As manifestações milagrosas de DEUS, comprovando sua presença e a autenticidade da mensagem pregada em sua "igreja moderna" estão caminhando a passos largos para serem substituídos pela música (de péssima qualidade por sinal e desprovidas do sentido de adoração) e pelas demonstrações de sabedoria humana dos "pregadores-show" que têm revelações que até mesmo DEUS não tem.
Na marcha em que a Igreja vai, estaremos enfrentando o sério risco de acabarmos com a Escola Bíblica Dominical nos próximos 10 anos, por falta de alunos que só serão atraídos pela música e pelo show de algum louco pregador da teologia da prosperidade. Não duvide, o principal inimigo da igreja hoje já é Mamom. Em quase tudo que se produz na igreja de hoje, tem o retorno financeiro e político por detrás.
A igreja pentecostal já se escandaliza com as manifestações do ESPÍRITO SANTO, mas não se escandaliza com as mansões, carrões, aviões e contas no exterior de seus pastores.
Nossos cultos não têm mais espaço para DEUS se manifestar, o ensino da palavra de DEUS não acha mais espaço em horário nobre, tantas são as manifestações humanas com danças, teatros, corais, bandas e pregações de auto-ajuda. Só DEUS não tem espaço. Os cultos de doutrina foram esvaziados e os de busca por dinheiro e bênçãos foram supervalorizados. É crescente o número de crentes sem denominação ou sem compromisso com qualquer liderança, pois já não agüentam mais serem explorados financeiramente e psicologicamente por líderes sem compromisso com as ovelhas, mais interessados em sua lã do que em sua vida cristã. Cerca de 15% já se declaram interdenominacionias.
Será que ainda temos identidade? Esta não é a Igreja de JESUS e dos apóstolos, com certeza. Dá para consertar isso pastores? Pelo amor de DEUS.
Queria possuir mais olhos para chorar por nossa situação caótica! Os meus já não enxergam para continuar a escrever.
 
Atos 2.42- E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. 43 - Em cada alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos. 44 - Todos os que criam estavam juntos e tinham tudo em comum. 45 - Vendiam suas propriedades e fazendas e repartiam com todos, segundo cada um tinha necessidade. 46 - perseverando unânimes todos os dias no templo e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, 47 - louvando a Deus e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor a igreja aqueles que se haviam de salvar.
 
 
 
IGREJA - CPAD - BEP
Mt 16.18 “Pois também eu te digo que tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela”.

A palavra grega ekklesia (igreja), literalmente, refere-se à reunião de um povo, por convocação (gr. ekkaleo). No NT, o termo designa principalmente o conjunto do povo de DEUS em Cristo, que se reúne como cidadãos do reino de DEUS (Ef 2.19), com o propósito de adorar a DEUS. A palavra “igreja” pode referir-se a uma igreja local (Mt 18.17; At 15.4) ou à igreja no sentido universal (16.18; At 20.28; Ef 2.21,22).
(1) A igreja é apresentada como o povo de DEUS (1Co 1.2; 10.32; 1Pe 2.4-10), o agrupamento dos crentes redimidos como fruto da morte de Cristo (1Pe 1.18,19). É um povo peregrino que já não pertence a esta terra (Hb 13.12-14), cujo primeiro dever é viver e cultivar uma comunhão real e pessoal com DEUS (1Pe 2.5; ver Hb 11.6).
(2) A igreja foi chamada para deixar o mundo e ingressar no reino de DEUS. A separação do mundo é parte inerente da natureza da igreja e a recompensa disso é ter o Senhor por DEUS e Pai (2Co 6.16-18).
(3) A igreja é o templo de DEUS e do ESPÍRITO SANTO (ver 1Co 3.16; 2Co 6.14—7.1; Ef 2.11-22; 1Pe 2.4-10). Este fato, no tocante à igreja, requer dela separação da iniqüidade e da imoralidade.
(4) A igreja é o corpo de Cristo (1Co 6.15,16; 10.16,17; 12.12-27). Isto indica que não pode existir igreja verdadeira sem união vital dos seus membros com Cristo. A cabeça do corpo é Cristo (Cl 1.18; Ef 1.22; 4.15; 5.23).
(5) A igreja é a noiva de Cristo (2Co 11.2; Ef 5.23-27; Ap 19.7-9). Este conceito nupcial enfatiza tanto a lealdade, devoção e fidelidade da igreja a Cristo, quanto o amor de Cristo à sua igreja e sua comunhão com ela. 
(6) A igreja é uma comunhão (gr. koinonia) espiritual (2Co 13.14; Fp 2.1). Isto inclui a habitação nela do ESPÍRITO SANTO (Lc 11.13; Jo 7.37-39; 20.22), a unidade do ESPÍRITO (Ef 4.4) e o batismo com o ESPÍRITO (At 1.5; 2.4; 8.14-17; 10.44; 19.1-7). Esta comunhão deve ser uma demonstração visível do mútuo amor e cuidado entre os irmãos (Jo 13.34,35).
(7) A igreja é um ministério (gr. diakonia) espiritual. Ela ministra por meio de dons (gr. charismata) outorgados pelo ESPÍRITO SANTO (Rm 12.6; 1Co 1.7; 12.4-11, 20-31; Ef 4.11).
(8) A igreja é um exército engajado num conflito espiritual, batalhando com a espada e o poder do ESPÍRITO (Ef 6.17). Seu combate é espiritual, contra Satanás e o pecado. O ESPÍRITO que está na igreja e a enche, é qual guerreiro manejando a Palavra viva de DEUS, libertando as pessoas do domínio de Satanás e anulando todos os poderes das trevas (At 26.18; Hb 4.12; Ap 1.16; 2.16; 19.15, 21).
(9) A igreja é a coluna e o fundamento da verdade (1Tm 3.15), funcionando, assim, como o alicerce que sustenta uma construção. A igreja deve sustentar a verdade e conservá-la íntegra, defendendo-a contra os deturpadores e os falsos mestres (ver Fp 1.17; Jd 3).
(10) A igreja é um povo possuidor de uma esperança futura. Esta esperança tem por centro a volta de Cristo para buscar o seu povo (ver Jo 14.3; 1Tm 6.14; 2Tm 4.8; Tt 2.13; Hb 9.28).
(11) A igreja é tanto invisível como visível.
a) A igreja invisível é o conjunto dos crentes verdadeiros, unidos por sua fé viva em Cristo.
(b) A igreja visível consiste de congregações locais, compostas de crentes vencedores e fiéis (Ap 2.11, 17, 26; ver 2.7), bem como de crentes professos, porém falsos (Ap 2.2); “caídos” (Ap 2.5); espiritualmente “mortos” (Ap 3.1); e “mornos” (Ap 3.16; ver Mt 13.24 ; At 12.5).
 
IGREJA (Bíblia Ilumina)
1) Grupo de seguidores de CRISTO que se reúnem em determinado lugar para adorar a DEUS, receber ensinamentos, evangelizar e ajudar uns aos outros (Rm 16.16).
2) A totalidade das pessoas salvas em todos os tempos (Ef 1.22).
 
IGREJA VISÃO GERAL  (Bíblia Ilumina)
Igreja é um grupo de pessoas que se reúnem para aprender sobre DEUS e adorá-Lo. sempre No tempo do Novo Testamento era um termo novo, que aparece só em dois versículos dos Evangelhos (Mateus 16:18 e Mateus 18:17). Lucas o usou bastante no livro de Atos tornando-o mais comum. Paulo também escreveu sobre a igreja na maioria de suas cartas; e João, no Apocalipse.
O QUE É IGREJA?
No Velho Testamento Israel era simplesmente "a congregação". A palavra era também usada pelos primeiros cristãos. Com freqüência os cristãos se referiam a si próprios como a igreja ou a congregação. De fato, este é o real significado da palavra "igreja", que se aplicava tanto a todos os fiéis no mundo como para qualquer grupo local. Significava a presença total de DEUS num dado local. O Novo Testamento freqüentemente usa o singular "igreja" mesmo quando muitos grupos de fiéis se reúnem (Atos 9:31; II Coríntios 1;1). O termo "igrejas" é raramente encontrado (Atos 15:41; 16:5). Cada grupo era o lugar onde DEUS estava presente (Mateus 16:18; 18:17). DEUS comprou a congregação com o sangue de seu Filho (Atos 20:28). No mundo grego, "igreja" designava uma assembléia de pessoas ou reunião. Podia ser um grupo político ou simplesmente um ajuntamento de pessoas. A palavra é usada com esse sentido em Atos 19:32, 39, 41.
Os usos cristãos específicos dessa palavra variam amplamente no Novo Testamento.
1. Algumas se referem a uma reunião de igreja. Paulo diz aos cristãos em Corinto: "...quando vos reunis como igreja..."(I Coríntios 11:18). Isso significa que os cristãos são o povo de DEUS, especialmente quando se juntam para adoração.
2. Em textos como Mateus 18:17, Atos 5:11, I Coríntios 4:17 e Filipenses 4:15, "igreja" se refere a todo o grupo de cristãos morando num lugar. Com freqüência, se refere à localização específica de uma congregação cristã. Observe as frases "a igreja em Jerusalém" (Atos 8:1), "em Corinto" (I Coríntios 1:2), "em Tessalônica" (I Tessalonicenses 1:1).
3. Em outros lugares, reuniões de cristãos nas casas são chamadas igrejas. Por exemplo, alguns se reuniam na casa de Priscila e Áquila (Romanos 16:5, I Coríntios 16:19).
4. Através do Novo Testamento, "a igreja" se refere à igreja universal. Todos os fiéis pertencem a ela (Atos 9:31; I Coríntios 6:4; Efésios 1:22; Colossenses 1:18). A primeira palavra de JESUS sobre o fundamento do movimento cristão em Mateus 16:18 tem esse sentido mais amplo: "Edificarei a minha igreja e as portas do inferno não prevalecerão sobre ela". A igreja é uma realidade universal. Mas em sua expressão local, Paulo a ela se refere como "a igreja de DEUS" (I Coríntios 1:2; 10:32) ou "as igrejas de CRISTO" (Romanos 16:16). Dessa forma um termo grego comum recebe seu significado cristão distinto. Ela faz uma distinção entre a assembléia/ajuntamento/comunidade cristã e todos os outros grupos seculares ou religiosos. A comunidade cristã se aceitou como a comunidade dos tempos finais. Ela se viu como um povo chamado para cumprir os propósitos de DEUS em enviar JESUS de Nazaré e sua divina presença. Assim, Paulo diz aos cristãos de Corinto que eles são aqueles "sobre quem os fins dos séculos têm chegado" (I Coríntios 10:11). Isto é, DEUS chamou de novo povo tanto o judaísmo como o mundo gentio. Eles receberiam o poder do ESPÍRITO SANTO. Compartilhariam as Boas Novas (Evangelho) do amor absoluto de DEUS pela sua criação (Efésios 2:11-22). Os Evangelhos nos relatam que JESUS escolheu 12 discípulos que se tornaram base desse novo povo. Entendia-se que a igreja era o preenchimento da intenção de DEUS em chamar Israel para ser "luz para os gentios, para seres a minha salvação até a extremidade da terra" (Isaías 49:6; Romanos 11:1-5). Nessa nova comunidade as velhas barreiras de raça, posição social e sexo seriam derrubadas. "Não pode haver judeu nem grego; nem escravo nem liberto; nem homem nem mulher, porque todos vós sois um em CRISTO JESUS" (Gálatas 3:28). Essa entidade é chamada "corpo de CRISTO".
Paulo é o único dentre os escritores do Novo Testamento a falar da igreja como corpo de CRISTO (Romanos 12:5; Efésios 1:22-2, 4:12; I Coríntios 12:12-13). O pensamento de Paulo pode ter duas explicações:
1. A experiência da estrada de Damasco.
Conforme relatos no livro de Atos, JESUS se identifica com seus discípulos perseguidos (Atos 9:3-7, 22:6-11, 26:12-18). Na perseguição aos primeiros cristãos, que formavam um corpo, Paulo estava de fato lutando contra o próprio CRISTO.
2. O conceito hebreu de solidariedade.
Paulo era hebreu de hebreus (Filipenses 3:5) e nesse contexto, o indivíduo é totalmente considerado parte de uma nação, não tendo via real isolada do todo. Ao mesmo tempo, todo o povo pode ser representado por um indivíduo. A realidade dessa íntima relação entre CRISTO e sua igreja é vista por Paulo como análoga à unidade e conexão do corpo físico (Romanos 12:4-8, I Coríntios 12:12-27). Assim, todas as funções do corpo têm seu lugar exato. Divisão no corpo (isto é, na igreja) revela que há algo doente nele. Por diversas vezes Paulo exortou o "corpo de CRISTO" à unidade.
 
REUNIÕES DA IGREJA
A palavra grega ecclesia é normalmente traduzida como "igreja". O Novo Testamento algumas vezes fala de uma assembléia grega secular (Atos 19:32,41). Em muitas passagens, como em I Coríntios 14: 19, 28, 35, Paulo se refere a igreja como uma reunião de fiéis que formam uma congregação local. Igreja também pode significar todos os fiéis (passados, presentes e futuros) que formam a igreja universal, o completo corpo de CRISTO. Há muitas igrejas citadas no Novo Testamento, às quais os apóstolos escreveram cartas de exortação, aconselhamento e instrução (Romanos 16: 3-5, 14, 15: I Coríntios 1:1; I Coríntios 16: 19-20; Colossenses 4: 15-16; Filemom 1: 1-2).
 
ADORAÇÃO
Quando a igreja se iniciou em Jerusalém, os fiéis se reuniam nos lares para comunhão e adoração. Atos 2: 42-47 nos conta que os primeiros cristãos se reuniam nos lares para ouvir os ensinamentos dos apóstolos e para celebrar a Comunhão ("o partir do pão"). Nesses encontros, também compartilhavam refeições (II Pedro 2:13; Judas 1:12), recitavam as Escrituras, cantavam hinos e salmos e alegremente louvavam ao Senhor (Efésios 5:18-20, Colossenses 3: 16-17). Também se reuniam nos lares para orar (Atos 12:12), ler a Palavra e para ouvir a leitura de uma carta dos apóstolos (Atos 15:30, Colossenses 4:16).
 
 
O REINO E A IGREJA - (Meditações Sobre o Reino - Stephen Kaung)
Mateus 16:18-19 - Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares, pois, na terra será ligado nos céus, e o que desligares na terra será desligado nos céus.
 
Gostaríamos de meditar no relacionamento entre a igreja e o reino. Nestes dois versos nosso Senhor JESUS parece colocar estes dois assuntos juntos. Ele disse a Pedro: “Tu és Pedro [uma pedra]. Sobre está rocha edificarei Minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela”. Imediatamente, nosso Senhor continuou a dizer: “Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares, pois, na terra será ligado nos céus, e o que desligares na terra será desligado nos céus”.
 
Temos diante de nós duas coisas – “Minha igreja” e “o reino dos céus”.
Certamente, quando nosso Senhor JESUS fala sobre a igreja, Ele não quer dizer o que as pessoas comumente pensam sobre a igreja. Algumas vezes as pessoas pensam da igreja como um lugar, como um edifício, construído de coisas materiais. Outras vezes as pessoas pensam na igreja como uma organização, uma instituição – um clube religioso, se assim podemos dizer. Mas quando nosso Senhor JESUS menciona esta palavra igreja, Ele quer dizer exatamente o que ela é, os chamados para se reunirem. “Onde dois ou três estiverem reunidos em Meu nome”, nosso Senhor disse: “ali estarei no meio deles”. Isto é o que realmente é igreja. A igreja é o Seu corpo, o corpo de CRISTO, e Ele é o cabeça daquele corpo.
Da mesma forma, quando nosso Senhor fala sobre o reino dos céus, dentro do contexto podemos entender, Ele não se refere sobre a aparência exterior do reino dos céus para o mundo. Aquela que encontramos em Mateus 13 nas parábolas. Mas o que Ele quer dizer é exatamente o que o reino dos céus realmente é, e ele é o Reinado de CRISTO, nosso Senhor JESUS, que não é apenas nosso Salvador mas é também nosso Rei, que reparte Seu próprio caráter entre um povo que O obedece, que pertence a Ele, e se torna Seu reino.
Assim porque estes assuntos são tão amplos, temos que os limitar à igreja na realidade espiritual e ao reino dos céus na realidade espiritual. Quando você olhar para eles neste aspecto descobrirá que a igreja e o reino dos céus são um. Eles são os dois lados de uma moeda.
 
O REINO EDIFICA A IGREJA
Quando você fala sobre a igreja, a ênfase está na vida porque CRISTO está vivo e Sua igreja é uma igreja viva. Quando você fala sobre o reino, a ênfase é no caráter porque o caráter do Rei caracteriza o reino. Todos os que são os filho do reino têm o mesmo caráter que o Rei. Quando você fala da igreja, a coisa importante é “edificação”. O Senhor disse: “Eu edificarei Minha igreja”. Em outras palavras, a igreja precisa ser edificada. Não é apenas ser nascida, mas ser edificada. E quando você fala sobre o reino dos céus, a ênfase é no testemunho. O reino dos céus é um testemunho ao mundo desta era, e um dia ele trará este reino para esta terra.
 
As Chaves para Edificar
O Senhor JESUS disse: “Eu edificarei Minha igreja”. Mas como Ele vai estar edificando Sua igreja? É imediatamente seguido pelo que nosso Senhor disse: “Te darei as chaves do reino dos céus”. Assim você começa imediatamente a juntar estas duas palavras.
A igreja é edificada pelo uso das chaves do reino dos céus. Queremos interpretar as chaves como a forma de edificar o reino e a forma de edificar a igreja. Habitualmente quando falamos das chaves do reino dos céus que nosso Senhor deu a Pedro, dizemos que elas se referem ao fato de que Pedro foi o primeiro que usou as chaves. E quando usou as chaves estava proclamando o evangelho. Uma vez, usou as chaves em Pentecostes com os judeus e na segunda vez usou as chaves para abrir a porta para os gentios para que pudessem ser trazidos para dentro. Por isso é que dizemos “as chaves” do reino dos céus é a pregação do evangelho.
Quando você pensa no evangelho, provavelmente em sua mente ele significa o evangelho da graça. Somos pecadores sem esperança, condenados eternamente. Mas CRISTO JESUS veio e derramou Seu sangue, e deu Seu corpo. Ele se tornou o Cordeiro de DEUS para tirar o pecado do mundo, e por crermos Nele nossos pecados são perdoados. Nos é dada uma nova vida; nos é garantido o céu. Assim sendo este é o evangelho em que normalmente pensamos.
Mas quando você olha para o que Pedro pregou no dia de Pentecostes, da mesma forma que ele pregou na casa de Cornélio, você descobre que é um pouco diferente. Em outras palavras, é mais; é mais completo. É um evangelho completo porque o evangelho não é apenas o lado da graça mas também o lado do reino. Porque? Você se lembra em Atos 2 quando ele concluiu sua mensagem disse: “DEUS fez JESUS, a quem vocês crucificaram, Senhor e CRISTO”. Ora, esta é uma mensagem do reino. Ele se tornou Rei dos reis e Senhor dos senhores. Ele está muito acima de tudo, e por causa disso Ele é o que é, portanto precisamos crer, e não somente crer mas obedecer. O evangelho é para ser obedecido, não ser somente crido. Em Romanos 1:5 é dito: “... a obediência ao evangelho”. Porque? Ele é o Rei, portanto, precisamos não apenas crer Nele mas também obedecer a Ele. esta é a mensagem do dia de Pentecostes.
Em Atos 10 ele começa a entregar sua mensagem aos gentios. Ele não a terminou porque o ESPÍRITO SANTO veio e interrompeu, mas ele tinha dito: “Este JESUS, DEUS O fez Juiz sobre todo o povo”. Isto é mais do que o evangelho da graça, isto é o evangelho do reino.
Ele é o Juiz de todas as nações. Assim quando Pedro usou as chaves do reino dos céus, quando pregou o evangelho às pessoas, ali você encontra que elas introduziram a igreja. As chaves do reino dos céus abriram a porta para a igreja porque cremos no Senhor, obedecemos a Ele, e recebemos vida nova. Somos nascidos na família de DEUS. Mas as mesmas chaves do reino dos céus são usadas para edificar a igreja. Deixe-me explicar.
 
Discipulado
Mateus 28:18-20: “E, aproximando-se JESUS, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do ESPÍRITO SANTO; ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.”
 
Isto é o que chamamos de a grande comissão. A grande comissão é baseada no que o Senhor disse no verso 18: “Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra”. Sempre que você pensa em poder ou autoridade, você o conecta com o reino. Quando nosso Senhor JESUS ascendeu ao alto, DEUS O fez Rei sobre todas as coisas. Todo poder, toda autoridade, tanto no céu como na terra, foi dado a Ele. Esta é a base da grande comissão. De outra maneira não temos autoridade. Não temos poder para cumprir esta comissão. Por isso primeiro de tudo, precisamos nos lembrar que a grande comissão é baseada no reinado de nosso Senhor JESUS. Ela tem a ver com o reino.
 
Então Ele disse: “Portanto ide”. Através da história da igreja o povo de DEUS começou a ouvir esta palavra, “Ide”. Vá por todo mundo, vá a cada nação e pregue o evangelho. Traga pessoas para a salvação. Evangelize as nações.
Infelizmente, esta é apenas uma parte da comissão, não é a comissão plena. Se você ler cuidadosamente, você descobre que o Senhor disse: “Ide”. Ide fazer o que? Evangelizar o mundo? Não. “Ide, fazei discípulos de todas as nações”. Em outras palavras, a grande comissão é uma comissão plena; é um evangelho completo o qual devemos ir e pregar. É o evangelho do reino dos céus porque o discipulado tem algo a ver com o reino dos céus. Vá fazer discípulos de todas as nações. Não é suficiente ter pessoas salvas, como se o céu precisasse ser cheio.
Porque somos salvos? Para que propósito? Apenas para o nosso bem? Não. Somos salvos para que o propósito de DEUS se cumpra em nossa vida. Para que posamos fazer isso temos que ser discipulados a CRISTO JESUS. Não é apenas crer Nele, mas é nos colocarmos sob Sua autoridade e permitirmos a Ele que nos transforme, nos mude, e nos conforme a Sua própria imagem. Isto é discipulado. Discipulado sempre tem a ver com o reino, e é através do discipulado que a igreja é edificada. O Senhor disse: “Ide, fazei discípulos de todas as nações”. Não apenas traga pessoas a Mim, mas traga pessoas a Mim de tal maneira que elas realmente se tornem Meus discípulos, que Eu sou apto para os discipular, sou apto para treiná-los, sou apto para completá-los e aperfeiçoá-los.
 
Batismo
Neste assunto do discipulado, a primeira coisa mencionada nesta comissão é que nosso Senhor disse: “Batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do ESPÍRITO SANTO”. Isso não é estranho? O Senhor disse: “Fazei discípulos de todas as nações”. Como você vai fazer discípulos? Ensinando-os – não é esta a forma de fazer discípulos? Não, o Senhor disse:
 
“Batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do ESPÍRITO SANTO” Porque isso? Porque o batismo é tão importante? Você freqüentemente ouve as pessoas dizerem: “Não é esta a Palavra de DEUS: ‘Crer e ser salvo’? então porque precisamos ser batizados?”
A razão é que esta é a porta para o discipulado. Não podem ser discipulados até que sejam batizados no nome do Pai, do Filho e do ESPÍRITO SANTO. O que significa isso?
O que é o batismo? No batismo entramos na água, somos imersos na água, e saímos da água. O que isso tudo simboliza? Simboliza a morte, sepultamento e ressurreição. No batismo proclamamos que não há nada bom neste velho homem, neste eu, neste ego, neste homem natural. Ele precisa ser morto, mas você não precisa fazê-lo por si mesmo porque CRISTO já morreu. E Ele não apenas morreu por você, mas quando Ele morreu, a Bíblia nos
diz que nós morremos com Ele.
CRISTO é o ultimo Adão, o segundo Homem. Nele toda a raça adâmica chegou ao fim porque quando o último Adão morreu, a raça adâmica terminou. A morte de nosso Senhor JESUS é toda inclusiva. É mais do que apenas nosso Senhor como uma pessoa morrendo na cruz. Quando Ele morreu na cruz, não somente levou todos os pecados do mundo, mas também carregou todos os pecadores com Ele para a cruz. Assim na visão de DEUS, quando CRISTO morreu, todos nós morremos. Morremos Nele. Esta é uma verdade eterna. Isto é algo que DEUS fez em Seu Filho amado. Já foi terminado, já foi feito. E no batismo você confessa que este seu velho homem já está morto. Não há nada bom nele. Qualquer coisa, tudo neste velho homem é impróprio para ser edificado no corpo de CRISTO. Ele é um artigo estrangeiro. Ele não pode ser assimilado. Ele será rejeitado não importa o que você faça. Ele deve ser completamente colocado a parte. Irmãos e irmãs, vocês compreendem isso? Vocês precisam tomar a posição pela fé de que DEUS já os livrou do seu velho homem – este “eu” morreu há dois mil anos atrás na cruz de nosso Senhor JESUS.
Vocês confessam isto, crêem nisto, assumem esta posição, e o representam ao irem para debaixo da água. Sepultados, longe da vista. Vocês não querem mais vê-lo nunca mais. Ele se foi para sempre.
Mas graças a DEUS, há uma saída da água, porque CRISTO esteve sepultado por três dias e três noites e então ressuscitou da morte. E quando ressuscitou, vocês pela fé ressuscitaram com Ele em uma nova vida, não na velhice da lei. Em outras palavras, ao serem batizados dizem tchau para si mesmos, adeus. É uma separação eterna. Vocês saem da água um novo homem em CRISTO JESUS. E é esta nova vida, este novo homem em CRISTO JESUS que pode ser treinado, transformado e conformado a imagem de CRISTO, e edificado no corpo de CRISTO. Isto é o que significa o batismo. É por isso que o Senhor disse: “Batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do ESPÍRITO SANTO”. Agora vocês não estão mais sob seus próprios nomes; vocês estão sob o nome do Pai, do Filho e do ESPÍRITO SANTO. Vocês mudaram seus nomes. Vocês sabem, é exatamente como quando uma mulher se casa com um homem, seu nome é mudado. Assim no batismo mudamos nosso nome de sermos de Adão para sermos agora de CRISTO. E somente permanecendo nesta posição é que estamos capacitados para sermos discípulos.
Deixe-me usar uma ilustração. Antigamente antes de existirem escolas, como existem hoje, como uma pessoa aprendia uma profissão, um negócio? Aprendia sendo um aprendiz. Ser um aprendiz não é uma coisa fácil. Porque? Primeiro de tudo, você precisa deixar sua própria casa. Você não pode permanecer em casa e ir à escola. Você precisa ser completamente separado de sua casa e não lhe é permitido voltar sem a permissão do seu mestre. Você não é livre nunca mais. Você precisa se juntar à família de seu mestre. Você se torna um membro da família de seu mestre. Você fica com ele talvez três anos até que termine de aprender aquele negócio. Durante o primeiro ano que você fica na casa do mestre, ele pode não ensinar nada sobre o negócio. Ele pode até mesmo não permitir que você toque nas ferramentas. Então o que é que você faz lá? Você faz todas as coisas mundanas – pode ser varrer o chão, pode ser servir o mestre à mesa, pode ser até ajudar a tomar conta das crianças. Você faz todas estas coisas que não têm nada a ver com o negócio mas são muito importantes. Porque? Porque aprender o negócio naquele tempo era mais do que aprender uma habilidade; era aprender como ser um homem. Você vigiava seu mestre – a forma com que ele falava, a forma com que ele negociava, seus relacionamentos, ações,
reações e atitudes – todas estas coisas. Gradualmente, ele permitia que você tocasse nas ferramentas um pouco. Ele o ensinaria um pouco e você praticaria até que aprendesse. Depois de terminar seu aprendizado, você ia-se, você era uma réplica de seu mestre. Você não apenas tinha aprendido suas habilidades, você tinha aprendido a ser ele. Você falaria como ele. Você agiria como ele e andaria como ele. Sua voz também teria seu tom. Isto é
discipulado. Na Bíblia quando você fala sobre discipulado, esta é a idéia.
Assim a menos que você seja completamente separado do passado, não está apto para entrar no novo. Esta é a razão do porque o batismo é a abertura do discipulado. Irmãos e irmãs, precisamos rever nosso batismo. Porque é que parece tão difícil para o Senhor nos mudar? Porque é que nossos velhos hábitos, nossos caminhos se apegam a nós tão ativamente? Porque é que são tão difíceis de serem deixados? É porque não aceitamos o motivo do discipulado. Se você aceitasse o motivo do discipulado, quer dizer, negasse completamente a si mesmo e se abrisse ao seu Mestre, ao seu Rei, ao seu CRISTO, permitindo que Ele fizesse qualquer coisa e tudo o que Ele quisesse, e tivesse todo o direito de fazer, quão rapidamente você seria mudado e transformado.
 
Todo o Conselho de DEUS
Então: “Ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado”.
Ensinando-os todo o conselho de DEUS, a totalidade do conselho de DEUS. Justamente como Paulo disse: “Porque não me esquivei de vos anunciar todo o conselho de DEUS” (At 20:27). Mas qual é o sentido de ensinar se não é para que se observe? Assim Ele disse: “Ensinando-os a observar...” Não é apenas os ensinar para terem uma grande mente.
Conhecimento, conhecimento mental incha. Mas é ensinado-os a observar, a fazer. O ensinamento de DEUS é para fazer, não é para apenas pensar nele. E quando você observa todas as coisas que CRISTO ensinou, verá começar uma mudança em sua vida.
E o Senhor disse: “Eu estarei convosco até o final dos tempos”. Você experimentará a presença permanente do Senhor com você.
 
A Liderança de CRISTO
Quando você medita, você medita em uma palavra da Palavra de DEUS, e o ESPÍRITO de DEUS o guiará a outra palavra. Esta é a forma de meditar. Assim, naturalmente seremos guiados a Colossenses 2:19. Mas Colossenses 2:19 é negativo porque começa com não. Não deveria ser, por isso o leremos de uma forma positiva. “Retendo a Cabeça, da qual todo o corpo, provido e organizado pelas juntas e ligaduras, vai crescendo com o aumento de DEUS”.
 
Isto é a edificação da igreja, a edificação do corpo. O que deve crescer? Não é que você e eu crescemos, é aumentado com o crescimento de DEUS. Em outras palavras, no corpo de CRISTO, você começa a ver que DEUS é aumentado, CRISTO é aumentado neste povo. Não é que algumas pessoas obtêm o crescimento, mas DEUS é aumentado, CRISTO é aumentado.
Como isso pode ser feito? O segredo é reter a Cabeça. Agora sabemos que a Cabeça aqui é singular em número. A Cabeça é CRISTO. Como CRISTO pode ser a Cabeça, a única Cabeça, se todos nós ainda temos nossas cabeças? Isto é impossível. Assim primeiro de tudo, precisamos ser decapitados, não literalmente, mas espiritualmente. Precisamos depor nossa liderança, quer dizer, depor nosso domínio. Somos nosso próprio mestre.
Temos nossos caminhos. Temos nossos próprios pensamentos. Temos nossa vontade. Temos nossas opiniões. Temos nossas habilidades. Tudo isso precisa ser deposto. Nos recusamos ser cabeça. Nos recusamos tomar iniciativa. Nos submetemos a nós mesmos sob a liderança de CRISTO e O deixamos ser Cabeça. Assim você vê que isto é o mesmo que discipulado. É a chave para o reino dos céus. É a forma de abrir a porta para a edificação do corpo de CRISTO.
O que acontece quando todos nós honramos a autoridade da Cabeça? Todo o corpo ministra e está unido pelas juntas e ligaduras. Alguns irmãos e irmãs são como juntas. As juntas são juntas de provisão. Em outras palavras, estamos capacitados para ministrar o que o Senhor nos deu para a igreja, para o corpo de CRISTO. E algumas pessoas são como ligaduras, ligaduras para unir. Existem pessoas que podem não estar capacitadas, em um
sentido, para ministrar muito, mas estão capacitadas para conduzirem pessoas em amor. Elas são ligaduras. Por outro lado você encontra que todas as juntas e ligaduras ministrarão e se juntarão, e o resultado é que o corpo crescerá com o aumento de DEUS. Este é o segredo da edificação da igreja, usando as chaves do reino. Você vê a relação entre o reino e a igreja? O reino edifica a igreja. Sem aceitar o reino, o reinado de CRISTO, a igreja não pode ser edificada.
 
A IGREJA INTRODUZ O REINO
A Oração no Reino
Mas então precisamos ir para o outro lado. O que a igreja tem a ver com o reino? O reino edifica a igreja, mas a igreja introduz o reino. Em Mateus 6:10, na oração do Senhor, nosso Senhor JESUS ensina a igreja a orar. Orar por que? “Venha Teu reino”. É a responsabilidade da igreja de orar pelo reino dos céus sobre esta terra. Assim, quão importante é orar. Creio que estivemos orando, mas estivemos alguma vez orando: “Venha o Teu reino”? Oh, quanto oramos: “Senhor, faça a minha vontade e que meu reino venha”.
Mas o Senhor disse: “Ore: Venha o Teu reino”. A igreja deve orar pelo reino dos céus, mas mais do que apenas orar. Em Mateus 24:14 é dito: “E estas boas novas do reino serão pregadas em todo o mundo habitável, para
testemunho de todas as nações, e então virá o fim”.
É a responsabilidade da igreja orar para que o reino venha. Quando você olha para os reinos deste mundo – tão confusos, tão violentos, tão horripilantes, tão sem lei – você se sente incitado a orar “Senhor, venha Teu reino porque Teu reino é diferente. Quando Teu reino vier, todas as espadas se tornarão em arados. Mesmo os animais não comerão um ao outro. Haverá paz, justiça e glória sobre esta terra”. Oh, quanto precisamos orar, “Venha o
Teu reino”. DEUS não fará nada até que a igreja comece a orar.
 
Pregar o Reino
Mas nós não estamos apenas para orar, estamos para pregar. A mensagem do reino dos céus deve ser pregada a todas as nações como um testemunho, e então virá o fim. Você sabe, na história da igreja você encontra que algumas pessoas sentem que a responsabilidade da igreja, tanto quanto o mundo entende, é de mudar o mundo. A igreja está para mudar o mundo e fazê-lo melhor, fazê-lo cristão. Mas é esta a forma de introduzir o reino? Pregaremos a mensagem do reino dos céus como testemunho. Em outras palavras, não temos que mudar o mundo. DEUS não está fazendo isso. DEUS está julgando o mundo. Mas nós estamos para conquistar o mundo, não conquistar através da política ou da militância ou de qualquer outra coisa; estamos para conquistar o mundo de todos os seus males.
A igreja aos olhos de DEUS é uma igreja vencedora. A igreja é supostamente para vencer – vencer as tentações, vencer o mal, vencer todas estas coisas injustas e sem lei, e ser uma testemunha do reino dos céus neste mundo corrupto. Este é o nosso testemunho.
Nosso testemunho é para mostrar ao mundo, a despeito do que o mundo é hoje, que há um mundo melhor, o reino dos céus, e nós estamos vivendo nele. Estamos sob o governo do céu, vencendo o mal como um testemunho ao mundo. E é por isso que você encontra que na Palavra de DEUS, quando a noiva do Cordeiro já se aprontou, quer dizer, quando a igreja está edificada, quando ela começa a ter a medida da estatura de CRISTO, como encontrado
em Efésios 5, então o Noivo virá.
 
Vencedores
A edificação da igreja é para introduzir o reino, mas infelizmente quando você olha para a igreja hoje, ela é mais como Laodicéia. Por isso o que DEUS esta fazendo? A igreja nunca será madura, nunca será crescida, e portanto o reino nunca vira sobre esta terra? Não, o caminho de DEUS é mais alto do que o caminho do homem. Você encontrará na Palavra de DEUS o princípio dos vencedores. “Aquele que tem ouvidos, ouça o que o ESPÍRITO diz às igrejas. Aquele que vencer...? Entre o povo de DEUS Ele está chamando vencedores. Quem são estes vencedores? Os vencedores não são outros senão os cristãos normais. Somos tão anormais, tão subnormais hoje, que DEUS está nos chamando de volta para a normalidade. O que é um cristão normal? Um cristão normal é alguém que se coloca sob o senhorio de CRISTO. Um cristão normal é alguém que permite ao Senhor trabalhar Seu caráter em sua vida a despeito do que está em torno dele. O que outras pessoas podem fazer, você não pode. E estes vencedores são os filhos maduros de DEUS.
 
Os Filhos de DEUS
O que o mundo está esperando? Se você lê Romanos 8 do verso 18 em diante, você encontra que toda a terra e a criação estão gemendo. Você pode ouvir o gemido das árvores, o gemido da terra, o gemido das montanhas e vulcões, o gemido das águas? Toda a criação está gemendo porque ela está em estado de corrupção. Quem a colocou ali? O homem. É por causa da queda do homem. DEUS confiou toda a terra ao homem e o homem caiu, e com a queda do homem, toda a criação caiu na corrupção. Elas não estão dispostas, elas estão gemendo. O que elas estão esperando? Estão esperando a manifestação dos filhos de DEUS. Em outras palavras, não apenas crianças, uma porção de bebês, mas filhos crescidos que ostentam o caráter de CRISTO que podem assumir responsabilidades na casa de DEUS. O mundo está esperando por este tipo de pessoas. Quando estas pessoas forem consumadas e manifestadas, então toda a criação será liberta da corrupção.
(Meditações Sobre o Reino - Stephen Kaung).
 
 
INTERAÇÃO
"Como podemos preservar a identidade da Igreja de CRISTO?" "Quais os perigos que a ameaçam?" A lição de hoje vai permitir que você reflita, juntamente com seus alunos, a respeito dessas importantes questões. Vivemos tempos difíceis, por isso precisamos orar, vigiar, estudar e meditar na Palavra de DEUS a fim de manter a nossa identidade como Igreja do Senhor. Após estabelecer a Igreja, JESUS tinha um propósito bem definido, todavia muitos estão se desviando desse propósito e caindo nas muitas ciladas do Diabo.
 
OBJETIVOS - Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
Compreender o que é a Igreja.
Saber que devemos preservar a identidade da Igreja.
Identificar os perigos que ameaçam a Igreja na terra.
 
ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA
Professor, inicie a aula com a seguinte pergunta: "Quais os perigos que têm ameaçado a Igreja do Senhor e que podem descaracterizá-la?" Ouça os alunos e relacione as resposta no quadro-de-giz. Em seguida faça outra pergunta: "Como podemos combater tais perigos?" Ajude os alunos a fazerem as associações. Depois faça uma breve oração pedindo ao Senhor que nos ajude a cumprir o seu propósito em relação a Igreja: levar os salvos a adorarem a DEUS, proclamando-0 através do testemunho e da pregação do Evangelho.
 
RESUMO DA LIÇÃO 9, Preservando a Identidade da Igreja
I. O QUE É A IGREJA
1Definição. ekklêsia. Assembleia.
2. As duas principais dimensões da Igreja.
a) Divina.  b) Terrena.
3. Sua identidade.
a) Um amor devotado ao Pai  b) Amar ao próximo:
II. A PRESERVAÇÃO DA IDENTIDADE DA IGREJA
1. Na pregação e no ensino do evangelho.
2. No amor cristão.
3. Na defesa da fé.
III. ALGUNS PERIGOS QUE AMEAÇAM A IGREJA
1perda e o esfriamento do amor.
2. perda do temor a DEUS.
3. perda da humildade.
 
SINOPSE DO TÓPICO (1) - A igreja é um organismo vivo. Ela é formada por pessoas de diferentes raças, línguas, culturas e cor que aceitaram a CRISTO como Salvador.
SINOPSE DO TÓPICO (2) - A igreja deve preservar a sua identidade, pregando e vivendo a Palavra de DEUS, amando ao próximo e lutando contra as distorções das Sagradas Escrituras.
SINOPSE DO TÓPICO (3) - O esfriamento do amor, e a perda do temor a DEUS e da humildade têm ameaçado a preservação da identidade da Igreja de CRISTO.
 
AUXILIO BIBLIOGRÁFICO
Subsídio Teológico
"A Palavra 'Igreja' traduz o vocábulo grego ekklessia, que se deriva de sair, 'para fora', e de kaleo, 'chamar'. Entretanto, na Bíblia, é usado para indicar qualquer assembleia. O uso bíblico mostra que se havia perdido o sentido de 'chamados'. 'Assembleia' é a melhor tradução. Ekklesia era comumente usada no Oriente Próximo e Médio antigos para descrever uma assembleia de cidadãos — uma reunião oficial ou um ajuntamento precipitado, como a turba (At 19.32,39,41). Na versão grega da Septuaginta (Antigo Testamento), a palavra grega foi usada para indicar a assembleia ou congregação de Israel, particularmente quando o povo estava reunido perante o Senhor, nas ocasiões religiosas (por exemplo, Dt 9.10; 18.16; 23.1,3). Nos tempos do Novo Testamento, entretanto, os judeus preferiam o termo 'Sinagoga' para designar tanto o edifício quanto a congregação que nele se reunia. Por conseguinte, para distinguirem-se dos judeus e se declararem o verdadeiro povo de DEUS, tanto JESUS quanto os primitivos cristãos usavam o termo ekklesia. A Igreja é, portanto, a família espiritual de DEUS, uma comunidade criada pelo ESPÍRITO SANTO, baseada na obra expiatória de CRISTO" (MENZIES, William W; HORTON, Stanley M. Doutrinas Bíblicas: Os fundamentos da nossa fé. 5. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2005, p.133).
 
VOCABULÁRIO
Efêmero: De pouca duração, passageiro, transitório.
Vicário: Que faz a vez de outrem.
Macular: Pôr mancha em; sujar.
Relativismo: Concepção filosófica segundo a qual nada é definitivamente certo nem absoluto.
 
BIBLIOGRAFIA SUGERIDA
MENZIES, Willam W; HORTON, Stanley M. Doutrinas Bíblicas:
05 fundamentos da nossa fé. 1. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2005. ZUCK, Roy B. Teologia do Novo Testamento. 1. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008.
 
QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 9, Preservando a Identidade da Igreja
RESPONDA CONFORME A REVISTA DA CPAD DO 3º TRIMESTRE DE 2011
Complete os espaços vazios e marque com "V" as respostas corretas e com "F" as falsas.
 
TEXTO ÁUREO
1- Complete:
"Mas temo que, assim como a _______________________________ enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos ________________________ e se apartem da ______________________________ que há em CRISTO" (2 Co 11.3).
 
VERDADE PRÁTICA
2- Complete:
Só existe um meio de a Igreja de CRISTO preservar a sua _____________________________ como a ___________________________ por excelência do Reino de DEUS: obedecer amorosa e incondicionalmente a ________________________ Sagrada.
 
INTRODUÇÃO
3- O que é identidade, Segundo o Dicionário Caldas Aulete?
(    ) É o "conjunto de características próprias de um indivíduo ou um ser que possibilitam a sua relação ou conhecimento".
(    ) É o "conjunto de características próprias de uma pessoa ou um grupo que possibilitam a sua identificação ou reconhecimento".
(    ) É o "conjunto de características próprias de uma pessoa ou um grupo que possibilitam a seu crescimento ou desenvolvimento".
 
4- Complete:
Muitos na atualidade, ____________________________________ pelo astuto Satanás, apartaram-se da simplicidade do Evangelho, dando ouvido a _______________________________ de homens e até de demônios. Vivemos tempos trabalhosos e difíceis, por isto precisamos ___________________________________, a fim de manter a nossa identidade como povo de DEUS!
 
I. O QUE É A IGREJA
5- Qual a Definição de Igreja, no grego?
(    ) O vocábulo igreja é ekklêsia.
(    ) O termo, literalmente, refere-se à reunião de um povo, assembléia ou igreja local.
(    ) A "igreja é um organismo místico composto por todos os que, pela fé, aceitaram o sacrifício vicário de CRISTO".
(    ) A igreja é formada por todos que são denominados cristãos.
 
6- Qual o propósito de JESUS ao estabelecer a Igreja,
(    ) JESUS tinha um propósito: levar os salvos a louvarem a DEUS, proclamando-O através do amor e da pregação do Evangelho.
(    ) JESUS tinha um propósito: levar os salvos a amarem a DEUS, proclamando-O através do testemunho e da confissão do Evangelho.
(    ) JESUS tinha um propósito: levar os salvos a adorarem a DEUS, proclamando-O através do testemunho e da pregação do Evangelho.
 
7- Quais as duas principais dimensões da Igrejasegundo nossa revista?
(    ) A Igreja não é uma mera organização, mas um organismo vivo. O Novo Testamento mostra que ela é divina e terrena.
(    ) A Igreja não é uma mera reunião, mas um organismo seleto. O Novo Testamento mostra que ela é divina e espiritual.
(    ) A Igreja não é uma mera organização social, mas um organismo santo. O Novo Testamento mostra que ela é humana e terrena.
 
8- Como é a Igreja na dimensão Divina? Complete:
O Mestre amado disse: "[...] _____________________________ a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela" (Mt 16.1 8). JESUS CRISTO é a __________________________, isto é, o único e o profundo alicerce da Igreja (1 Co 3.11). Portanto, a característica divina da Igreja está na pessoa de JESUS CRISTO (Ef 2.20). Ele a fundou, edificou-a e conserva-a através do ESPÍRITO SANTO para nossa ________________________ (Jo 14.16; 15.26).
 
9- Como é a Igreja na dimensão TerrenaComplete:
O Corpo de CRISTO é composto por ___________________________ e gentios. Antes do _____________________________ da Igreja, ambos os povos estavam separados. Todavia, mediante a cruz de Nosso Senhor, passaram a constituir uma só grei (Ef 2.1 4). Isto denota a diversidade étnica e cultural da Igreja, pois esta é formada por pessoas oriundas de todas as nacionalidades, culturas e etnias. É a ___________________________ universal dos santos.
 
10- Qual é o manual de regra e conduta da Igreja, como instituição divina, segundo nossa revista?
(    ) A Bíblia Sagrada - a história de JESUS.
(    ) A Bíblia Sagrada - a Mensagem do ESPÍRITO SANTO.
(    ) A Bíblia Sagrada - a Palavra de DEUS.
 
11- O que o Senhor quer daqueles que crêem em JESUS CRISTO e fazem parte da sua Igreja?
(    ) Um amor devotado ao Pai e amar ao próximo.
(    ) Um amor derrotado para com o Pai e amar ao próximo..
(    ) Um amor divino ao Pai e amar ao próximo.
 
12- A Igreja Primitiva procurava com reverência e zelo cumprir o ensino de JESUS: Complete:
 "E perseveravam na ____________________________________ dos apóstolos, e na ______________________________, e no partir do pão, e nas ___________________________" (At 2.42). Os crentes, além de pregar o Evangelho de JESUS, ___________________________________ as pessoas com amor e compaixão. A Igreja de CRISTO ama a DEUS e ao próximo.
 
II. A PRESERVAÇÃO DA IDENTIDADE DA IGREJA
13- De que maneiras a identidade da Igreja é preservada?
(    ) Na oração e no ensino do evangelho, no amor cristão e na defesa da igreja.
(    ) Na expectativa e na pregação do evangelho, no amor cristão e na defesa da fé.
(    ) Na pregação e no ensino do evangelho, no amor cristão e na defesa da fé.
 
14- De que maneira a identidade da Igreja é preservada na pregação e no ensino do evangelho? Complete:
A Igreja do Senhor tem uma missão a cumprir neste mundo: _______________________________ a Palavra de DEUS, viver de acordo com os ________________________________ de JESUS CRISTO e ensinar a toda a criatura a Palavra de DEUS (Mt 28.19). Como Igreja, temos responsabilidade com a __________________________ dos crentes e não-crentes. JESUS dedicou grande parte do seu ministério ao ensino. Ele pregava e ensinava a fim de que vidas fossem ___________________________________. Na Igreja Primitiva, os crentes "perseveravam na doutrina dos apóstolos", mas também "na comunhão, e no partir do pão" (At 2.42-44).
 
15- De que maneira a identidade da Igreja é preservada no amor cristão? Complete:
JESUS ensinou aos seus seguidores que amor _________________________________ a comunhão com Ele e com o Pai: "Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos _________________________ uns aos outros" (Jo 1 3.35). Somente através de JESUS CRISTO o amor de DEUS é ________________________________ em nossos corações, levando-nos a cumprir o conselho do apóstolo João de amarmos uns aos outros (1 Jo 3.23).
 
16- De que maneira a identidade da Igreja é preservada na defesa da fé? Complete:
Cada crente deve ____________________________________ a doutrina de CRISTO, lutando contra as várias distorções e heresias que surgem a cada dia (2 Jo vv.9,10; 1 Tm 6.3-5). A doutrina bíblica não pode ser modificada, substituída ou anulada por supostas _______________________________, visões e profecias (At 20.27-30; 1 Tm 6.20). Tudo tem de ser devidamente aferido pelas Sagradas Escrituras. Façamos a _________________________ dos fundamentos de nossa fé, sem arrogância ou dissimulação, mas sobretudo com amor, respeito e mansidão (1 Pe 3.1 5).
 
III. ALGUNS PERIGOS QUE AMEAÇAM A IGREJA
17- Cite alguns perigos que ameaçam a Igreja na atualidade:
(    ) A perda e o esfriamento do amor, a perda do temor a DEUS e a perda da humildade.
(    ) A perda e o esfriamento do calor humano, a perda do temor a DEUS e a perda da humanidade.
(    ) A supervalorização do amora perda do temor a DEUS e a perda da humildade.
 
18- Como é a ameaça da perda e o esfriamento do amor na Igreja de hoje? Complete:
Muitos crentes, diante dos cuidados e _____________________________________ deste mundo, acabam perdendo o primeiro amor (Ap 2.4). De que adianta ir aos cultos, _____________________________ as doutrinas bíblicas e evangelizar, se o amor por CRISTO e por sua obra já não é mais o mesmo do início de nossa fé? Nosso amor por JESUS deve ser puro, sincero e ardente (Mt 1 5.8). Voltemos imediatamente ao __________________________ amor.
 
19- Como é a ameaça da perda do temor a DEUS na Igreja de hoje? Complete:
Num mundo onde impera o _______________________________ moral e ético, corremos o perigo de perder o temor e a reverência ao Altíssimo. Temer a DEUS é honrá-Lo como o ___________________________ de nossas vidas. Quando o homem perde o temor a DEUS, acaba cometendo toda a sorte de ______________________________. A violência que vitima a sociedade é o resultado da falta de temor a DEUS. Tema ao Senhor, pois a Bíblia Sagrada promete que há ________________________________________ para aqueles que honram e amam ao Pai: proteção da morte (Pv 14.26,27), provisão (SI 34.9) e uma vida ____________________________ (Pv 10.27).
 
20- Como é a ameaça da perda da humildade na Igreja de hoje? Complete:
JESUS é o nosso exemplo perfeito de humildade (Jo 1 3.1-20; Fp 2.5-8). O Mestre não buscava a ________________________ deste mundo. Se fosse preciso, ia para o deserto ou até para outra cidade, a fim de fugir da glória passageira deste século (Mc 1.45). Muitos são os que permitiram o ___________________________ tomar conta de seus corações. Eles se esquecem de que tudo neste mundo é _____________________: riqueza, fama e poder. A mensagem e o estilo de vida de JESUS eram ____________________________. Por conseguinte, quando o crente perde a ___________________________ cristã torna-se orgulhoso e insuportável inclusive para o próprio DEUS. Vigiemos para que jamais venhamos a perder a humildade, pois a "soberba do homem o abaterá, mas o _____________________ de espírito obterá honra" (Pv 29.23).
 
CONCLUSÃO
21- Complete:
A Igreja de CRISTO deve ___________________________ o amor, a simplicidade e o temor a DEUS a fim de que o mundo ____________________________ a CRISTO através do nosso testemunho. Conservemos a sã doutrina, pois o Inimigo tenta _____________________________ a Noiva de CRISTO mediante as heresias, modismos e costumes mundanos. Sigamos o conselho de Paulo a Timóteo: "Tem cuidado de ti mesmo e da ____________________________; persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ____________________________" (1 Tm 4.1 6).
 
RESPOSTAS DO QUESTIONÁRIO EM http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
 
AJUDA
CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - BÍBLIA de Estudos Pentecostal.
VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD.
Nosso novo endereço: http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/
Veja vídeos em http://ebdnatv.blogspot.com, http://www.ebdweb.com.br/ - Ou nos sites seguintes: 4Shared, BauCristao, Dadanet, Dailymotion, GodTube, Google, Magnify, MSN, Multiply, Netlog, Space, Videolog, Weshow, Yahoo, Youtube.
www.portalebd.org.br (Caramurú)
BANCROFT, E. H. Teologia Elementar. São Paulo, IBR, 1975.
CEGALLA, D. P. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1977.
BÍBLIA. Português. Bíblia Sagrada. Edição contemporânea. São Paulo, Vida, 1994.
SILVA, S. P. da. Apocalipse Versículo por Versículo. Rio de Janeiro, CPAD, 1995.
McNAIR, S. E. A Bíblia Explicada. Rio de Janeiro, CPAD, 1994.
CHAMPLIN, R. N. O Novo Testamento Interpretado. Milenium, 1982.
Comentários do livro "Romanos" da editora Mundo Cristão e Vida Nova - F. F. Bruce - 5. Edição - 03/1991 - São Paulo -SP
Atos - Introdução e Comentário - I. Howard Marshall - Série Cultura Bíblica - edições 1985,1988, 1991, 1999 e 2001 - Sociedade Religiosa Edições Vida Nova - SP
Espada Cortante 2 - Orlando S. Boyer - CPAD - Rio de Janeiro - RJ
ARRINGTON, French L; STRONSTAD, Roger. Comentário Bíblico Pentecostal do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2003.
CHAMPLIN, R. N. Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia. 5. ed. São Paulo: Hagnos, 2001. v. 1
JOSEFO, Flávio. História dos hebreus: de Abraão à queda de Jerusalém obra completa. 9. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2005.
PFEIFFER; Charles F.; HARRISON, Everett F. Comentário Bíblico Moody: os evangelhos e atos. São Paulo: IBR, 1997. v. 4;
VOS, Howard F.; REA, John. Dicionário Bíblico Wycliffe. Rio de Janeiro: CPAD, 2006.
KEENER, Craig S. Comentário Bíblico Atos: Novo Testamento. Belo Horizonte: Atos, 2004.
VINE, W. E.; UNGER, Merril F.; WHITE JR, William. Dicionário Vine. 2. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2003.
WILLIAMS, David J. Novo Comentário Bíblico Contemporâneo: Atos. São Paulo: Vida, 1996.
http://aulete.uol.com.br/site.php?mdl=aulete_digital&op=loadVerbete&pesquisa=1&palavra=identidade
 
 
Index
Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Vídeos
Fotos
 
 

Nenhum comentário: