quarta-feira, 18 de junho de 2014

Questionário da Lição 12- O Diaconato e final parte 3

III. SÍNTESE DA CONDUTA ÉTICA DO DIÁCONO
Por conduta ética do diácono, entendemos o seu irrepreensível proceder de conformidade com a Palavra de DEUS, conforme os regulamentos, estatutos e visão cultural da igreja em que ele estiver lotado, e segundo o testemunho de sua consciência que, em hipótese alguma, pode contrariar as Sagradas Escrituras. Em linhas gerais, estes são os procedimentos éticos que deve o diácono observar no exercício de seu ministério.
1. Quanto ao seu oficio
Conscientize-se de que foi separado para servir a mesa de CRISTO, a mesa da igreja de CRISTO e a mesa do anjo da igreja de CRISTO. Portanto, exerça o seu ministério de acordo com a ordenança que lhe confiou o Senhor JESUS. O seu principal mister é servir e não pregar. Ainda que você pregue melhor que seu pastor, não se prevaleça disso. Dê-lhe todo o suporte a fim de que ele se dedique à oração e a exposição da Palavra.
Caso tenha você outra chamada especifica, não se exaspere; no devido tempo ela acontecerá. Até lá, cumpra rigorosamente o seu diaconato. Se houver oportunidade para pregar, pregue. Mas não se esqueça, por enquanto, sua obrigação é servir à mesa. Não se ausente para pregar; esteja presente para servir.
2. Quanto à sua lealdade
Lembre-se: é você, como diácono, o melhor amigo de seu pastor. Portanto, não se junte aos revoltosos nem faça oposição ao anjo da igreja. Antes, ore por ele, sirva-o amorosa e sacrificialmente.
Se o seu pastor equivocar-se em alguma coisa, converse com ele, mostrando-lhe, humildemente, porque acha você estar ele errado. Não se esqueça de que ele pode estar certo. Por isso, saiba como falar-lhe. E que ninguém mais saiba do teor dessa conversa.
3. Quanto às críticas
Não critique o seu pastor nem os membros de seu ministério. Quando alguém o fizer, desestimule-o. Mostre aos críticos acérrimos e pertinazes que, ao invés das críticas, ocupem-se em orar pelo anjo da igreja e pela expansão do Reino de DEUS.
4. Quanto à ministração particular da Ceia
Se designado a levar a Ceia para alguém do sexo feminino, no domicilio deste, faça-se acompanhar de sua esposa ou de outra pessoa. Jamais entre na casa de um membro da igreja a menos que lá esteja o pai de família. Seja prudente e vigilante. Fuja sempre da aparência do mal. Não brinque com o pecado.
5. Quanto ao dinheiro
O ideal é que todos os dízimos e ofertas sejam entregues na casa do tesouro. Se alguém quiser entregar-lhe o dízimo, ou a oferta, peça-lhe gentilmente que o faça na tesouraria da igreja. Se for imprescindível que receba a oferta e o dízimo, leve-os imediatamente a igreja. Não os esqueça consigo nem tome-os emprestados. O dinheiro não é seu; pertence a JESUS.
6. Quanto à discrição
A discrição é uma das qualidades essenciais para o exercício do diaconato. É a qualidade de quem é prudente, sensato e que sabe guardar segredo. O homem discreto é alguém em quem se pode confiar. No exercício do diaconato, você certamente presenciará muitos casos graves e comprometedores. Se você não for prudente, poderá arruinar preciosas vidas e reputações que vêm sendo construídas há décadas. Portanto, saiba controlar a própria língua.
Em casos graves, procure diretamente o seu pastor. Não vá sair por aí segredando, pois o segredo quando compartilhado com pessoas erradas deixa de ser segredo para tornar-se notícia. Leia o Livro de Provérbios diariamente, e certifique-se de quão valiosa é a discrição.
7. Quanto às arbitrariedades
Exerça o seu ministério no poder do ESPÍRITO SANTO. Deixe de lado as ameaças e arbitrariedades. Você não precisa lembrar a ninguém de que é diácono, mas todos precisam saber que você é, de fato, um homem de DEUS.
8. Quanto à pontualidade
Chegue no horário do culto; não se apresse a sair. O seu pastor está sempre a precisar de sua ajuda.
 9. Quanto à obediência
Não discuta as ordens do seu pastor. Se não estiver de acordo com elas, indague sobre as razões destas. Se não puder cumpri-las, justifique-se. Mas não saia resmungando nem murmurando.
Lembre-se: é melhor obedecer do que sacrificar.  
10. Quanto ao amor
Se você exercer o seu ministério com amor, estará cumprindo a Lei, os Profetas e todo o Novo Testamento. E será, em todas as coisas, bíblica e eticamente correto. Portanto, não se esqueça da Palavra de DEUS. Tem-na bem junto de si!
Conclusão
Você deve exercer um diaconato irrepreensível. Aja, portanto, de acordo com a Palavra de DEUS. Observe as normas de sua igreja, e jamais desdenhe da visão cultural desta. Prime pela ética. Não deixe que nada venha a macular o seu ministério. Não basta ser eficiente; é necessário que ajamos de conformidade com a Palavra de DEUS.
Valdemir P. Moreira. Manual do Diácono. 
 
ELABORADO: Pb Alessandro Silva com algumas modificações e acréscimos meus, Ev. Luiz Henrique
 
Questionário da Lição 12- O Diaconato
Responda conforme a revista da CPAD do 2º Trimestre de 2014 - Para jovens e adultos
Tema: Dons Espirituais e Ministeriais - Servindo a DEUS e aos homens com poder extraordinário
Complete os espaços vazios e marque com "V" as respostas verdadeiras e com "F" as falsas.
 
TEXTO ÁUREO
1- Complete:
“Porque os que servirem bem como ___________________________ adquirirão para si uma __________________________ posição e muita confiança na __________________________ que há em CRISTO JESUS” (1 Tm 3.13).
 
VERDADE PRATICA
2- Complete:
Embora o __________________________ seja um __________________________ específico, a __________________________ é uma missão de todo o crente.
 
COMENTÁRIO - INTRODUÇÃO
3- Por uma sábia e unânime decisão, em assembleia, o que fez a igreja de Jerusalém, segundo Atos 6?
(    ) A igreja escolheu doze homens de moral ilibada e cheios do ESPÍRITO SANTO, para administrarem esse "importante evento” .
(    ) No primeiro século da era cristã, a Igreja cresceu sob o avivamento do ESPÍRITO e expandiu-se pelo mundo.
(    ) Na mesma medida em que cresceu, surgiram também problemas na esfera social, demandando urgentes providências.
(    ) A igreja escolheu sete homens de moral ilibada e cheios do ESPÍRITO SANTO, para administrarem esse "importante negócio” .
 
I - A DIACONIA DE JESUS CRISTO
4- Qual o significado do termo “diaconia” e qual o maior exemplo de diácono?
(    ) O termo grego diaconia significa “ministério superior” ou “serviço necessário”.
(    ) O termo grego diaconia significa “ministério” ou “serviço”.
(    ) A vida inteira de JESUS aqui na Terra demonstrou o verdadeiro sentido da diaconia em todos os seus aspectos.
(    ) Na realidade, seu ministério terreno evidenciou o quanto Ele foi “apóstolo da nossa confissão”, profeta, evangelista, pastor, mas principalmente, diácono por excelência.
(    ) O apóstolo Paulo disse que JESUS, “sendo em forma de, DEUS, não teve por usurpação ser igual a DEUS. Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens” .
(    ) Segundo a Bíblia de Estudo Palavras-Chave, a expressão “tomando a forma de servo" denota o sentido de uma condição humilde.
 
5- Como JESUS mostrou a diaconia como um serviço de escravo?
(    ) Na véspera da sua crucificação, o Senhor JESUS reuniu os seus doze discípulos para comer a última ceia.
(    ) A “diaconia da toalha e da bacia” é a convocação apostólica para uma vida de serviço reconhecido por todos.
(    ) Tomando uma toalha e uma bacia com água, ele começou a lavar os pés dos discípulos, um a um.
(    ) Não há atitude mais comovente do nosso Senhor como o relato do lava-pés, demonstrando serviço, exemplo e humildade.
(    ) A “diaconia da toalha e da bacia” é a convocação Cristocêntrica para uma vida de serviço humilde.
 
6- Certa vez, Tiago e João pediram ao Senhor lugares de destaques, “à direita” e “à esquerda” de JESUS, quando da implantação do seu Reino (Mc 10.35-37). Qual era, na realidade, a mensagem de JESUS a esse respeito? Complete:
A proposta do Nazareno nunca foi a de estabelecer uma __________________________ de poder temporal para a sua igreja, mas a de serviço conforme demonstra sua resposta a eles: “entre vós não será assim; antes, qualquer que, entre vós, quiser ser __________________________ será vosso serviçal [diakonos]. E qualquer que, dentre vós, quiser ser o __________________________ será servo de todos. Porque o Filho do Homem também não veio para ser __________________________, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos” (Mc 10.43-45).
 
II - A INSTITUIÇÃO DOS DIÁCONOS
7- Qual o conceito da função?
(    ) A palavra diácono (gr. diakonos), segundo o Dicionário Vine, refere-se àquele que presta trabalhos voluntários aludindo aos exemplos dos criados domésticos dos tempos do Novo Testamento.
(    ) O termo destaca, em especial, a função de um mestre ou de um pastor cristão, entrelaçando o sentido técnico do diácono ou diaconisa. Outra palavra grega relacionada a “diácono” é doulos.
(    ) O termo destaca, em especial, a função de um escravo, entrelaçando o sentido técnico do diácono ou diaconisa. Outra palavra grega relacionada a “diácono” é dotolos.
(    ) Esta refere-se a "um servo" ou “um escravo”.
(    ) Portanto, a ideia preponderante que a função do diácono remonta é a do serviço voluntário prestado, pelo “ministro”, o “servo” ou o “assistente”, para alguém.
 
8- Qual a origem do diaconato? Complete:
“A bênção”, “problema” e ‘'reivindicação” são palavras-chave para o __________________________ do ministério formal dos diáconos em o Novo Testamento. A __________________________ foi o extraordinário crescimento da igreja local em Jerusalém. A questão __________________________ causada pela situação social de muitos que aceitavam a fé, especialmente envolvendo __________________________ judias de fala hebraica e as de fala grega (At 6.1), era o problema. A __________________________ pode ser vista na manifestação verbal destas viúvas que, sentindo-se injustiçadas pelo que elas interpretaram ser uma forma de __________________________ dos líderes da igreja de Jerusalém, cobraram sua __________________________ (At 6.1).
 
9- Como foi a escolha dos primeiros diáconos?
(    ) Os apóstolos não puderam executar as mudanças necessárias para resolveram uma questão tão importante para a igreja de Jerusalém, mas, pelo menos,amenizaram a questão.
(    ) Para resolver o impasse, orando e impondo-lhes as mãos, os apóstolos separaram sete irmãos de boa reputação, cheios do ESPÍRITO SANTO e de sabedoria para administrar uma questão étnica e social.
(    ) Foi uma decisão de caráter pacificador e de muito bom-senso para a igreja não se perder em permanentes desentendimentos.
(    ) O objetivo era estimulá-la a resolver a questão reconhecendo o caminho equivocado antes aderido pelos líderes até aquele momento.
(    ) Eles puderam executar as mudanças necessárias e resolveram uma questão que poderia trazer sérios problemas para a igreja de Jerusalém.
 
III - O PERFIL E FUNÇÃO DO DIÁCONO
10- Quais as qualificações dos diáconos e bispos, no livro de Atos e na primeira carta de Paulo a Timóteo?
(    ) Caráter moral, caráter espiritual e caráter doutrinário.
(    ) Caráter moral, caráter espiritual e caráter administrativo.
(    ) Caráter moral, caráter espiritual e caráter familiar.
 
11- Quanto ao caráter moral (1 Tm 3.8), quais as exigências para o diácono?
(    ) Os diáconos devem ser pessoas honradas, dignas, corretas e íntegras.
(    ) Não pode haver “língua dobre” neles, isto é, a sua palavra deve ser sim, sim e não, não.
(    ) O desejo por dons espirituais tem de passar longe da sua vida, pois isso cabe ao ministério.
(    ) A ganância por dinheiro tem de passar longe da sua vida.
(    ) Sua  função é exatamente a de executar trabalhos administrativos da igreja local, como auxiliar nas tarefas do culto e acompanhar as viúvas e os pobres da Igreja do Senhor.
 
12- Quanto ao caráter espiritual (1 Tm 3.9,10), quais as exigências para o diácono?
(    ) Como o serviço do diácono é mais administrativo e material não tem necessidade de que seja batizado no ESPÍRITO SANTO.
(    ) Ter a plena convicção do que é crer no Evangelho.
(    ) O diácono guarda a revelação de DEUS que está em CRISTO JESUS, o nosso Senhor.
(    ) A liderança e a igreja local devem avaliar o candidato ao diaconato levando em conta o seu caráter moral e espiritual.
 
13- Quanto ao caráter familiar, quais as exigências para o diácono?
(    ) O candidato deve ser marido de uma mulher, fiel à sua esposa e bom pai.
(    ) A exemplo dos bispos, os diáconos devem ser zelosos com o seu lar, amar as suas esposas com amor sacrifical.
(    ) Devem ter domínio total sobre os seus filhos, para obterem deles o respeito.
(    ) Devem respeitar os seus filhos, para obterem deles o mesmo respeito.
(    ) O “serviço” do diácono à sua família revelará como ele servirá a igreja local.
 
14- De que ordem era a função dos diáconos em Atos 6?
(    ) A função do diaconato era fundamentalmente de caráter individual.
(    ) Quando foram instituídos diáconos, setes homens de fala grega foram separados para assistir socialmente as viúvas: tanto as de fala hebraica como as de fala grega.
(    ) Os diáconos não podiam permitir que houvesse injustiças de caráter social na igreja do primeiro século.
(    ) A função do diaconato era fundamentalmente de caráter social.
 
15- Qual a função dos diáconos hoje?
(    ) Atualmente, a função primordial do diácono é auxiliar a igreja local através das orientações do seu pastor em atividades gerais.
(    ) Pregar e ensinar a palavra de DEUS nos púlpitos.
(    ) Visitar os enfermos, os necessitados e os desviados.
(    ) Cuidar das tarefas espirituais ligadas ao culto, como a distribuir os elementos da Ceia do Senhor.
(    ) Recolher as contribuições para a manutenção da igreja local (dízimos e ofertas).
(    ) Auxiliar na ordem e na segurança da liturgia do culto, bem como de outras tarefas já mencionadas.
 
CONCLUSÃO
16- Complete:
O __________________________ foi instituído pelos apóstolos de CRISTO quando a comunidade cristã __________________________ e precisou ter pessoas que pudessem resolver questões relacionadas a problemas __________________________ que demandavam atenção e cuidado. Hoje, os __________________________ servem à igreja e a DEUS em trabalhos diferentes, e a __________________________ das igrejas locais deve valorizar o seu trabalho e reconhecê-los como __________________________ servidores do Reino de DEUS, pois, no sentido lato, todos somos __________________________ da Igreja de DEUS.
 
RESPOSTAS DO QUESTIONÁRIO EM http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm 
 
Referências Bibliográficas
BERGSTÉN, Eurico. Introdução à Teologia Sistemática. Rio de Janeiro: CPAD, 1999.
Bíblia de estudo - Aplicação Pessoal.
Bíblia de Estudo Almeida. Revista e Atualizada. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2006.
Bíblia de Estudo Palavras-Chave Hebraico e Grego. Texto bíblico Almeida Revista e Corrigida.
Bíblia de Estudo Pentecostal. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida, com referências e algumas variantes. Revista e Corrigida, Edição de 1995, Flórida- EUA: CPAD, 1999.
BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD.
CHAMPLIN, R.N. O Novo e o Antigo Testamento Interpretado versículo por Versículo. (CPAD)
CHOWN, Gordon. Os dons do ESPÍRITO SANTO. São Paulo: Vida, 2002.
CONDE, Emílio. Pentecoste para todos. 6ª ed. Rio de Janeiro: CPAD, 1985.
Corrigida, 4ª ed., 2009. Rio de Janeiro: CPAD, 2011.
CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - Bíblia de Estudos Pentecostal.
DAVIDSON. F. Novo Comentário da Bíblia. Êxodo. pag. 2.
Dicionário Bíblico Wycliffe - Charles F. Pfeiffer, Howard F. Vos, João Rea - CPAD.
Dicionário Vine antigo e novo testamentos - CPAD.
Donald S. Metz. Comentário Bíblico Beacon. Editora CPAD. Vol. 8. pag. 267.
Eberhard Hahn. Comentário Esperança Efésios. Editora Evangélica Esperança.
Elinaldo Renovato. Dons espirituais & Ministeriais Servindo a DEUS e aos homens com poder extraordinário. Editora CPAD. pag. 30-31.
Ênio R. Mueller. I Pedro. Introdução e Comentário. Editora Vida Nova. pag. 238-243.
Francis Foulkes. Efésios. Introdução e Comentário. Editora Vida Nova. pag. 72-73.
GEE, Donald. Acerca dos dons espirituais. 5ª ed. Pindamonhangaba, SP: IBAD, 1985.
GILBERTO, Antonio. Verdades pentecostais. Rio de Janeiro: CPAD, 2006.
HENRY. Matthew. Comentário Matthew Henry Novo Testamento ATOS A APOCALIPSE Edição completa. Editora CPAD. pag. 585.
HORTON, Stanley M. A Doutrina do ESPÍRITO SANTO no Antigo e Novo Testamento. 12. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012.
HORTON, Stanley M. O que a Bíblia diz sobre o ESPÍRITO SANTO. 5ª ed. Rio de Janeiro: CPAD, 1999.
James, por Hendrickson Publishers - Edição Contemporânea, da Editora Vida, Traduzido pelo Rev. Oswaldo Ramos.
KRETZMANN. Paul E. Comentário Popular da Bíblia Novo Testamento Editora Concordia Publishing House.
Leo G. Cox. Comentário Bíblico Beacon. Editora CPAD. Vol. 1. pag. 141.
Novo Testamento Interlinear grego-português. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2004.
O NOVO DICIONÁRIO DA BÍBLIA – Edições Vida Nova – J. D. Douglas
Pequena Enciclopédia Bíblica - Orlando Boyer - CPAD
SILVA, Severino Pedro. A Existência e a pessoa do ESPÍRITO SANTO. Rio de Janeiro: CPAD, 1996.
SOUZA, Estevam Ângelo de. Nos domínios do ESPÍRITO. 4ª ed. Rio de Janeiro: CPAD, 1998.
STAMPS, Donald C. Bíblia de Estudo Pentecostal. CPAD
Uwe Holmer. Comentário Esperança Cartas aos I Pedro. Editora Evangélica Esperança.
VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
www.ebdweb.com.br
www.escoladominical.net
www.gospelbook.net
www.portalebd.org.br/
http://estudaalicaoebd.blogspot.com.br/ - Pb Alessandro Silva

Nenhum comentário: