sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

LIÇÃO 10 - DAVI E O PREÇO DA NEGLIGÊNCIA NA FAMÍLIA

LIÇÃO 10 - DAVI E O PREÇO DA NEGLIGÊNCIA NA FAMÍLIA Lições Bíblicas Aluno - Jovens e Adultos - 4º TRIMESTRE DE 2009 Davi - As vitórias e as derrotas de um homem de DEUS Comentários do Pr. José Gonçalves Consultor Doutrinário e Teológico: Pr. Antonio Gilberto Complementos, questionários e videos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva TEXTO ÁUREO "Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia" (1 Tm 3.4). VERDADE PRÁTICA Não adianta termos êxito em tudo se a nossa família é uma prova do nosso fracasso. LEITURA DIÁRIA Segunda 2 Sm 6.16 O injusto desprezo de uma esposa Terça 2 Sm 11.1-4; Êx 20.14 Adultério, o inimigo do lar Quarta 2 Sm 12.11 O juízo divino sobre a família de Davi Quinta 2 Sm 15.6 Um filho rebelde Sexta 2 Sm 12.16; 1 Cr 29.19 A oração de um pai em favor de seu filho Sábado Pv 23.13 A disciplina dos filhos LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - 2 Samuel 13.2,5,10-12,14,15 2 E angustiou-se Amnom, até adoecer, por Tamar, sua irmã, porque era virgem; e parecia, aos olhos de Amnom, dificultoso fazer-lhe coisa alguma. 5 E Jonadabe lhe disse: Deita-te na tua cama, e finge-te doente; e, quando teu pai te vier visitar, dize-lhe: Peço-te que minha irmã Tamar venha, e me dê de comer pão, e prepare a comida diante dos meus olhos, para que eu a veja e coma da sua mão. 10 Então, disse Amnom a Tamar: Traze a comida à câmara e comerei da tua mão. E tomou Tamar os bolos que fizera e os trouxe a Amnom, seu irmão, à câmara. 11 E, chegando-lhos, para que comesse, pegou dela e disse-lhe: Vem, deita-te comigo, irmã minha. 12 Porém ela lhe disse: Não, irmão meu, não me forces, porque não se faz assim em Israel; não faças tal loucura. 14 Porém ele não quis dar ouvidos à sua voz; antes, sendo mais forte do que ela, a forçou e se deitou com ela. 15 Depois, Amnom a aborreceu com grandíssimo aborrecimento, porque maior era o aborrecimento com que a aborrecia do que o amor com que a amara. E disse-lhe Amnom: Levanta-te e vai-te. A vida de Davi acha-se cheia de incidentes românticos e de contrastes surpreendentes. É, realmente, uma história humana, que manifesta tanto a fraqueza como a força de uma alma de extraordinária capacidade. o ter sido qualificado Davi como homem ‘segundo o coração de Deus’ (1 Sm 13.14 e At 13.22) não significa, de forma alguma, que Davi fosse homem perfeito, mas somente que ele era um agente escolhido do Senhor para os Seus profundos desígnios. os pecados de Davi foram causa de graves acontecimentos na sua vida, mas nele se via um homem que se humilhou a si mesmo em grande arrependimento na convicção de haver pecado (2 Sm 12). 13.1 TAMAR... AMNOM (Fiel = que de fiel não tinha nada). A série de narrativas dos capítulos 13-22 evidencia o cumprimento do propósito de DEUS, suscitando o mal contra Davi. (1) O capítulo 13 registra o primeiro resultado dos pecados de Davi, de concupiscência, adultério e homicídio (cf. Gl 6.7). O incesto e o homicídio ocorreram dentro da sua própria casa, quando a concupiscência de Davi logo irrompeu no seu filho Amnom. (2) Uma vez que Davi arruinou a felicidade do lar de Urias, DEUS arruinou a felicidade do lar de Davi. Muitas vezes, DEUS permite grandes sofrimentos sobre o transgressor, para que este ou esta temam a DEUS e se desviem do pecado (cf. Nm 14.20-36). 13.21 DAVI... MUITO SE ACENDEU EM IRA. Davi ficou muito irado ao saber do estupro da sua filha, pelo seu filho primogênito (1 Cr 3.1). Mesmo assim, não repreendeu, nem castigou Amnom, conforme deveria ter feito (ver Lv 20.17). (1) A imoralidade sexual do próprio Davi com Bate-Seba enfraqueceu, abalou e eliminou sua própria capacidade de disciplinar seus filhos e dirigir seu próprio lar. Por Davi ser culpado no assunto (ver Pv 6.32,33), não teve autoridade, nem moral, para repreender seu filho. Seu próprio mau exemplo destruiu sua influência moral entre os que estavam sob o seu teto. (2) Segundo o novo concerto, os ministros da igreja devem ser exemplos de santidade, de modo que ao falarem contra o pecado, não sejam passíveis de repreensão, por comprometerem os padrões de DEUS revelados na sua Palavra (1 Tm 3.1-13). 13.28 FERI A AMNOM! ENTÃO, O MATAREIS. DEUS permitiu que a vingança de Absalão vingasse o crime de Amnom contra Tamar. Às vezes, DEUS usa o pecado humano para realizar os seus propósitos, castigando um malfeitor através do pecado de outrem. 13.36 O REI... COM MUI GRANDE CHORO. Depois de Absalão ter matado Amnom, Davi ficou prostrado de pesar. A agonia de Davi, resultante do castigo divino, não tem paralelo na história bíblica. DEUS permitiu que o pecado e Satanás infligissem muitos sofrimentos a Davi. Ele foi perdoado por DEUS e não sofreu o castigo eterno pelo seu pecado (ver 12.13), todavia as conseqüências temporais, tanto naturais como divinas, continuaram sem diminuição até a sua morte. As ações de Absalão e de Amnom eram apenas o início do mal que DEUS permitiu contra Davi (12.11), pois este desprezara a DEUS e à sua Palavra, ao matar cruelmente Urias, a fim de encobrir seu pecado com Bate-Seba (12.9,10). ABSALÃO - (Heb. "pai de paz"). QUE DE PAZ NÃO TEVE NADA, COMO REVELA SUA VIDA. Era o terceiro dos seis filhos de Davi. Sua mãe chamava-se Maaca e ele nasceu em Hebrom. Seu temperamento passional aparece no assassinato de Amnom (veja Amnom), ao descobrir que ele violentara sua irmã Tamar (2 Sm 13). Absalão era famoso por sua beleza e seus longos cabelos (2 Sm 14.25-27). A instabilidade no vacilante reinado de Davi foi marcada por diversos fatores, em conseqüência do adultério de Davi (1 Sm 11 e 12) e pela ocorrência da violência, como assassinato e estupro dentro da própria família real. A vida de Absalão serve para ilustrar que os resultados do pecado permanecem, mesmo quando há sincero arrependimento. Apesar de Davi ter-se arrependido de sua transgressão e ser perdoado por DEUS, não escapou das turbulentas conseqüências em sua própria família. A sua relutância em intervir e punir Amnom, pelo estupro da irmã de Absalão (2 Sm 13.22), fez com que perdesse a credibilidade aos olhos deste filho. Ele se consumiu pela raiva e pelo ressentimento, até que surgiu a oportunidade de vingar-se e ele matou Amnom (2 Sm 13.28,29). Absalão ficou exilado por três anos, até que Joabe diplomaticamente forçou Davi a perdoar seu erro. Posteriormente, pai e filho tiveram uma reconciliação parcial (cf. 2 Sm 14). A tensão, entretanto, nunca se dissipou totalmente. Desse momento em diante, Absalão gastou todas as suas energias, a fim de subverter o reinado de Davi. O conflito não resolvido entre pai e filho afligia o rei e, a despeito da séria ameaça que Absalão representava ao seu governo, Davi relutava em reconhecer que sua autoridade estava seriamente ameaçada. Este filho conspirou para destronar seu pai e foi bem-sucedido em conseguir apoio dos seguidores descontentes de Davi (2 Sm 15). Joabe percebeu a hesitação do rei em ordenar a morte do próprio filho. Absalão ficou pendurado pelos cabelos em uma árvore e foi imediatamente morto por Joabe e seus soldados (2 Sm 18.1-18). Davi lamentou profundamente a morte de Absalão, até que Joabe o persuadiu a ver a vida de seu filho sob a perspectiva da confusão e instabilidade que causara. Os três filhos de Absalão não são mencionados depois de 2 Samuel 14.27. De acordo com 2 Samuel 18.18, parece que somente sua filha sobreviveu, a quem ele dera o mesmo nome de sua irmã Tamar. Absalão possuiu as concubinas de seu próprio pai, perante os olhos de todo Israel (II Sm 16.21,22), em mais um escândalo da família real. Jonadabe – hb. Jeová é generoso, ou o senhor é livramento. Foi um péssimo exemplo de familiar. Aprendemos aqui que aconselhar é para os que pegam a bíblia e dela depreendem o saber. Não devemos falar o que vem à cabeça ou usar o "achômetro". Um primo que parecia mais um inimigo. Adonias X Salomão Sendo Davi já velho, Adonias, seu filho, declarou-se rei sem que Davi soubesse (I Rs 1.5,18). Salomão o executou mais tarde, demonstrando que nessa família de nada valia o parentesco, o amor familiar ou o temor de DEUS e sim a posição social, o egoísmo. Pode um homem ser amante da Palavra de DEUS e viver em pecado? Davi foi um exemplo de homem amante da Palavra de DEUS, tanto que escreveu boa parte desta Palavra que temos hoje, mas também foi um descumpridor desta Palavra em todos os sentidos. Era Davi um homem de dupla personalidade, uma hora servo, outra hora independente e transgressor. Será que isso acontece com muitos cristãos, certamente que sim. Quantos sabem ensinar a bíblia, freqüentam a igreja, se vestem como crentes, mas são transgressores da Palavra de DEUS, vivem de mal a pior, não têm comunhão com DEUS, vivem em pecado e até mesmo em adultério? Alguns chegam a encobrir vícios e prostituições, enquanto ocupam cargos na igreja. Ensinam e não praticam, gritam para não fazerem os outros o que eles mesmos fazem. Maldição hereditária existe? Davi plantou e colheu. Êx 20.5 "Não te prostrarás diante deles nem lhes prestarás culto, porque eu, o SENHOR, o teu DEUS, sou DEUS zeloso, que castigo os filhos pelos pecados de seus pais até a terceira e quarta geração daqueles que me desprezam,"... Dt 28.15 "Entretanto, se vocês não obedecerem ao SENHOR, o seu DEUS, e não seguirem cuidadosamente todos os seus mandamentos e decretos que hoje lhes dou, todas estas maldições cairão sobre vocês e os atingirão:" ... Está na Palavra de DEUS e existia para Davi, pois JESUS ainda não havia morrido na cruz para levar sobre ELE as maldições impostas sobre a família real. A realidade nua e crua aponta para resultados nefastos na vida de Davi e seus descentes, os seus pecados sexuais passaram de pai para filhos e se alastraram pelo reino dai para frente. Não é diferente na vida daquele que não serve a DEUS e ainda não conhece e vive a nova aliança em CRISTO. Temos visto e assistido famílias totalmente destruídas devido a falta de temor de DEUS por parte de pais que ao invéz de educarem seus filhos segundo a Palavra de DEUS, negligenciam sua tarefa de ensiná-los no correto caminho a seguir, deixando-os à mercê de uma sociedade corrupta, má e degradante, que vive guiada por Satanás e seus demônios assassinos e instigadores de toda sorte de males. Os pais são os maiores culpados desta tragédia que virou a família atual. Dt 6.5 Ame o SENHOR, o seu DEUS, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças. 6 Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. 7 Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar. 8 Amarre-as como um sinal nos braços e prenda-as na testa. 9 Escreva-as nos batentes das portas de sua casa e em seus portões. Graças a DEUS que aqueles que aceitam a JESUS CRISTO como único Senhor e Salvador escapam dessas maldições hereditárias, pois "CRISTO nos redimiu da maldição da Lei quando se tornou maldição em nosso lugar"...(Gl 3.13). Quando o crente abandona a CRISTO e volta à prática do pecado, está sujeito às maldições impostas aos desobedientes. A vida cristã (igreja) é uma "embaixada" de DEUS na Terra e aqui estamos seguros, mas se sairmos dessa "embaixada" não teremos e nem nossos filhos terão a segurança e a proteção de DEUS para nossa família. Escolha rápido onde quer viver. É evidente que os filhos que estão servindo ao Senhor não são atingidos, pois nasceram de novo e estão debaixo da potente mão de DEUS, mas os que não servem... Rm 5.12 Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram. Davi espalha pecado até na família de seu irmão. É interessante ressaltar que o conselheiro de Amnom, no caso de se incesto com Tamar, filha de Davi, irmã de Absalão, foi seu primo, filho de Siméia, irmão de Davi, Jonadabe, revelando-nos que até mesmo a família de Jessé foi arruinada pelo mal exemplo de seu filho real. Davi estraga os planos de DEUS para sua família. É ele o tipo e a profecia de Jesus Cristo. Não se chama a Jesus o filho de Abraão, ou o filho de Jacó, ou o filho de Moisés, mas sim o ‘filho de Davi’. O mal exemplo de Davi e sua falta de correção correta e amorosa para com seus filhos, levou sua família à ruína, perdendo assim, o cumprimento parcial das promessas de DEUS para sua família, mas como DEUS é misericordioso e mui amoroso e perdoador; um dia JESUS, o messias prometido, da casa de Davi, governará sobre todo o Israel e sobre toda possessão prometida por DEUS aos Hebreus. Davi, o rancoroso. Davi mostrou falta do que DEUS mais lhe concedeu: perdão. Seu filho Absalão ficou três anos em Gesur (II Sm 13.38) escondido depois de mandar seus empregados matarem seu meio irmão, Amnom. Após esse tempo os conselheiros de Davi vendo a saudade que ele sentia de seu filho Absalão, tramaram sua volta e perdão por parte do rei, mas, Davi de novo revelando seu rancor e falta de amor, obrigou seu filho a ficar mais dois anos sem ver sua face. Lição 5 - Família - O Princípio Da Autoridade Paterna Texto Áureo: “E guardarás os seus estatutos e os seus mandamentos, que te ordeno hoje, para que bem te vá a ti e a teus filhos”(Dt 4.40). 40 E guardarás os seus estatutos e os seus mandamentos, que te ordeno hoje, para que bem te vá a ti e a teus filhos depois de ti e para que prolongues os dias na terra que o SENHOR, teu DEUS, te dá para todo o sempre Ef 6.1 6.1 FILHOS, SEDE OBEDIENTES. Os filhos de crentes devem permanecer sob a orientação dos pais, até se tornarem membros doutra unidade familiar através do casamento. (1) As crianças pequenas devem ser ensinadas a obedecer e a honrar os pais, mediante a criação na disciplina e doutrina do Senhor (ver 6.4; Pv 13.24; 22.6). (2) Os filhos mais velhos, mesmo depois de casados, devem receber com respeito, o conselho dos pais (v. 2) e honrá-los na velhice, mediante cuidados e ajuda financeira, conforme a necessidade (Mt 15.1-6). (3) Os filhos que honram seus pais serão abençoados por DEUS, aqui na terra e na eternidade (v. 3). Verdade Prática: A verdadeira autoridade no lar gera segurança e garante a sólida formação do caráter dos filhos. É obrigação solene dos pais (gr. pateres) dar aos filhos a instrução e a disciplina condizente com a formação cristã. Os pais devem ser exemplos de vida e conduta cristãs, e se importar mais com a salvação dos filhos do que com seu emprego, profissão, trabalho na igreja ou posição social (cf. Sl 127.3). Leitura Diária: Segunda Êx 20.12 O acatamento a autoridade dos pais prolonga a vida 12 Honra na teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu DEUS, te dá. HONRA A TEU PAI E A TUA MÃE. Este mandamento abrange todos os devidos atos de bondade, ajuda material, respeito e obediência aos pais (Ef 6.1-3; Cl 3.20). Abrange, também, palavras maldosas e agressão física aos pais. (1) Em 21.15,17, DEUS estabeleceu a pena de morte para quem ferisse ou amaldiçoasse seu pai ou sua mãe. Assim fica demonstrada a grande importância que DEUS atribuiu ao respeito pelos pais (ver Ef 6.1). (2) Relacionado a esse mandamento está o dever recíproco do pai e da mãe amarem seus filhos e lhes ensinarem o temor ao Senhor e os seus caminhos (Dt 4.9; 6.6,7; Ef 6.4). Terça 1Co 11.3 A amorosa autoridade do esposo sobre a esposa 3 Mas quero que saibais que CRISTO é a cabeça de todo varão, e o varão, a cabeça da mulher; e DEUS, a cabeça de CRISTO. A CABEÇA DE TODO VARÃO. Paulo se preocupa com o relacionamento correto entre o homem e a mulher e procura manter esse relacionamento como DEUS ordenou. (1) Ele ensina que em CRISTO há perfeita igualdade espiritual entre o homem e a mulher, como herdeiros da graça de DEUS, mas é uma igualdade que envolve a ordem e a subordinação, no tocante à autoridade (ver Gl 3.28). Assim como DEUS é a cabeça em relação a CRISTO, CRISTO é a cabeça em relação ao homem e o homem é a cabeça em relação à mulher. A palavra "cabeça" pode expressar tanto a autoridade, quanto a ordem divina (cf. 3.23; 11.8,10; Jz 10.18; Ef 1.21,22; 5.23,24; Cl 1.18; 2.10). (2) Paulo baseia a liderança do marido, não em princípios culturais, mas na atividade e propósito criativos de DEUS, ao criar a mulher para ajudar o homem (vv. 8,9; Gn 2.18; ver 1 Tm 2.13). (3) A subordinação, aqui em pauta, não é o rebaixamento da pessoa, uma vez que ela não importa em supressão ou opressão. Pelo contrário, ela mostra que o marido deve reconhecer o grande valor que DEUS atribui à mulher e que é responsabilidade dele protegê-la e orientá-la, de tal maneira que a vontade de DEUS para ela, no lar e na igreja seja cumprida. (4) CRISTO, como DEUS não é inferior, nem de segunda categoria porque o Pai é seu cabeça; assim também a mulher não é pessoa de segunda categoria só porque o homem é seu "cabeça". Além disso, no reino de DEUS, a liderança nunca implica ser "maior". A condição de ser servo e obediente são grandezas no reino de DEUS (Mt 20.25-28; Fp 2.5-9). O ensino de Paulo a respeito do relacionamento entre homens e mulheres deve ser estudado juntamente com seu ensino a respeito das responsabilidades da esposa e do marido na vida conjugal (ver Ef 5.21-23). Quarta Pv 17.25 A insensatez do filho frustra os pais 25. O filho insensato sé tristeza para seu pai e amargura para quem o deu à luz. Pv 10.1 Provérbios de Salomão. O filho sábio alegra a seu pai, mas o filho louco é a tristeza de sua mãe. Ef 6.2 FILHOS, SEDE OBEDIENTES. Os filhos de crentes devem permanecer sob a orientação dos pais, até se tornarem membros doutra unidade familiar através do casamento. (1) As crianças pequenas devem ser ensinadas a obedecer e a honrar os pais, mediante a criação na disciplina e doutrina do Senhor (ver 6.4; Pv 13.24; 22.6). (2) Os filhos mais velhos, mesmo depois de casados, devem receber com respeito, o conselho dos pais (v. 2) e honrá-los na velhice, mediante cuidados e ajuda financeira, conforme a necessidade (Mt 15.1-6). (3) Os filhos que honram seus pais serão abençoados por DEUS, aqui na terra e na eternidade (v. 3). Quinta Dt 4.9 A obediência é um pré-requisito para quem ordena 9 Tão-somente guarda-te a ti mesmo e guarda bem a tua alma, que te não esqueças daquelas coisas que os teus olhos têm visto, e se não apartem do teu coração todos os dias da tua vida, e as farás saber a teus filhos e aos filhos de teus filhos. NÃO ESQUEÇAS... E AS FARÁS SABER A TEUS FILHOS. Devemos zelosamente lembrar da obra que DEUS já realizou em nossa vida, e continuar firmes na sua Palavra, para que em nosso coração não diminuam o amor a DEUS nem as realidades da vida espiritual. A negligência, neste ponto, pode resultar em trágica ruína espiritual para nossos filhos e netos. Precisamos ser fiéis ao Senhor e perseverar na sua lei, para podermos transmitir aos nossos filhos uma herança espiritual. Sexta Jr 35.18,19 O Senhor abençoa o filho que obedece 18 E à casa dos recabitas disse Jeremias: Assim diz o SENHOR dos Exércitos, o DEUS de Israel: Visto que obedecestes ao mandamento de Jonadabe, vosso pai, e guardastes todos os seus mandamentos, e fizestes conforme tudo quanto vos ordenou,19 assim diz o SENHOR dos Exércitos, DEUS de Israel: Nunca faltará varão a Jonadabe, filho de Recabe, que assista perante a minha face todos os dias. NUNCA FALTARÁ VARÃO... QUE ASSISTA PERANTE A MINHA FACE TODOS OS DIAS. A fidelidade dos recabitas seria recompensada. Sempre teriam descendentes que servissem ao Senhor. Todos os crentes que conhecem os ensinos divinos e os praticam fielmente para honrarem ao Senhor, à igreja e aos pais receberão a bênção e a recompensa de DEUS. Sábado Pv 13.1 Ouvir a repreensão é sinal de sabedoria 1 O filho sábio ouve a correção do pai, mas o escarnecedor não ouve a repreensão. Hb 12.6 porque o Senhor corrige o que ama e açoita a qualquer que recebe por filho. A CORREÇÃO DO SENHOR. Vejamos vários fatos a respeito da disciplina que DEUS aplica aos crentes, e as dificuldades e aflições que Ele permite que soframos. (1) São um sinal de que somos filhos de DEUS (vv. 7,8). (2) São uma garantia do amor e cuidado de DEUS por nós (v. 6). (3) A disciplina do Senhor tem dois propósitos: (a) que não sejamos, por fim, condenados com o mundo (1 Co 11.31,32), e (b) que compartilhemos da santidade de DEUS e continuemos a viver uma vida santificada, sem a qual nunca veremos o Senhor (vv. 10,11,14). (4) Há dois possíveis resultados da disciplina do Senhor. (a) Podemos suportar as adversidades, às quais DEUS nos leva, submeter-nos à sua vontade e continuarmos fiéis a Ele (vv. 5,6). Fazendo assim, continuaremos a viver como filhos espirituais de DEUS (vv. 7-9), a compartilhar da sua santidade (v. 10); e produziremos então o fruto da justiça (v. 11). (b) Podemos desprezar a disciplina de nosso Pai (v. 5), rebelar-nos contra Ele por causa do sofrimento e da adversidade, e daí cairmos em apostasia (3.12-14; 12.25). (5) Andando na vontade de DEUS, podemos sofrer adversidades: (a) como resultado da nossa guerra espiritual contra Satanás (Ef 6.11-18); (b) como teste para fortalecer a nossa fé (1 Pe 1.6,7) e as nossas obras (Mt 7.24-47; 1 Co 3.13-15); ou (c) como parte da nossa preparação para consolarmos o próximo (2 Co 1.3-5) e para manifestar a vida de CRISTO (2 Co 4.8-10,12,16). (6) Em todos os tipos de adversidades, devemos buscar a DEUS, examinar a nossa vida (2 Cr 26.5; Sl 3.4; 9.12; 34.17) e abandonar tudo quanto é contrário a sua santidade (vv. 10,14; Sl 66.18; 60.1-12) Leitura Bíblica Em Classe: EFÉSIOS 6.1-4 1 Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. 2 Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa, 3 para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra. 4 E vós, pais, não provoqueis a ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor. Objetivos: Após esta aula, seu aluno deverá estar apto a: 1- Reconhecer que a legítima autoridade paterna, de acordo com os preceitos da Palavra de DEUS, é imprescindível na formação dos filhos. 2- Destacar a importância de se impor limites na criação dos filhos a fim de que tenham um comportamento saudável e adequado. INTRODUÇÃO Pv 13.24 O QUE RETÉM A SUA VARA ABORRECE A SEU FILHO. As Escrituras ordenam que os pais disciplinem com "vara" a seus filhos, nos seus anos formativos, i.e., na infância. Castigo físico só deve ser aplicado à criança em caso de desobediência proposital ou como desafio. A disciplina tem como alvo eliminar a insensatez, a rebeldia e o desrespeito para com os pais (22.15). Quando adequada, administrada pelos pais de modo sábio, amoroso e equilibrado, ela leva a criança a aprender que o mau comportamento resulta em conseqüências desagradáveis, inclusive castigo (29.15). Tal disciplina é necessária para evitar que os filhos adotem atitudes que mais tarde os levarão à ruína e à morte (19.18; 23.13,14). A disciplina piedosa na família trará bem-estar e paz ao lar (29.17). Os pais devem aplicar a disciplina com amor, assim como faz nosso Pai celestial (Hb 12.6,7; Ap 3.19). I. O QUE LEVA À FALTA DE AUTORIDADE Nos modernos lares o que menos existe é afeto e carinho paterno, bem como falta de orientação masculina, ocorrendo na maioria dos lares somente a autoridade materna ou de uma empregada doméstica, gerando assim problemas de ordem moral e psicológica nos filhos homens, que não têem um espelho masculino em quem se mirar. 1. Pouca ou nenhuma presença do pai no processo formativo dos filhos. Os últimos capítulos de Efésios mostram o que é a vida no ESPÍRITO. O andar no ESPÍRITO aparece através de relacionamentos pessoais: esposas a maridos, maridos a esposas; pais a filhos e filhos a pais; patrões a empregados e empregados a patrões. Ef 6:4 dá uma exortação muito importante aos pais: "E vós, pais, não provoqueis à ira vossos filhos, mas criai-os na disciplina e admoestação do Senhor". A palavra aqui traduzida "disciplina" poderia também ser traduzida "educação". E note que Paulo não está falando ao pai e à mãe, mas somente ao pai. De quem é a responsabilidade de educar os filhos? Do pai. Este é o evangelho, a nova aliança. Mais uma vez, DEUS revela Sua preocupação com o pai. É evidente que, a mãe trabalhará em conjunto com o pai. Mas a responsabilidade básica e primária pertence ao pai. Não provoqueis à ira os vossos filhos. É verdade que muitos pais provocam os seus filhos. PAULO CITA A AVÓ E A MÃE DE TIMÓTEO COMO EXEMPLOS DE MULHERES QUE ORIENTARAM SEU NETO/FILHO NO CAMINHO DO SENHOR, PORTANTO A MÃE NÃO ESTÁ ISENTA DA EDUCAÇÃO DE SEUS FILHOS, PRINCIPALMENTE QUANDO FOR VIÚVA OU QUANDO SEU ESPOSO FOR DESCRENTE. 2. Ausência de limites. Existem limites que não poderão ser ultrapassados. A DISCIPLINA (Ef 6.4) l. Meios para conseguir a disciplina a) O ensino - Dt 11. 18-21; b) O exemplo - Jo 13.15; c) A correção - Pv 29. 15, 17. 2. Base da disciplina: a) O amor: Ap 3.19; Pv 3.12. - Segredo da disciplina: firmeza com amor; amor x controle: filhos saudáveis e respeitosos; 3. Finalidade da disciplina a) Obediência - Cl 3.20; b) Honra: Ex 20.12; c) Responsabilidade: Lm 3.27; d) Sabedoria: Pv 29.15. II. A AUTORIDADE PATERNAL E A IGREJA · Realizar o culto doméstico, adorando a DEUS com a família. Cultivar e estimular no lar a leitura da Bíblia Sagrada. - Levar a família, cedo, ao ambiente sadio da igreja. · - Estar vigilante quanto às "astutas ciladas do Diabo" contra o lar. - Combater todas as formas de infiltração do materialismo ateu, seja por via da escola, dos meios de comunicação (tevê) ou de outras pessoas. · Levar a família a ocupar-se no serviço do Senhor. Por esta razão dobro os joelhos perante o Pai, do qual, toda família nos céus e na terra toma o nome (Ef 3:14,15). O apóstolo Paulo está escrevendo uma carta, e começa esta passagem por uma oração. Não vamos tratar sobre o assunto da oração, mas a respeito da pessoa a quem ela se dirige. A palavra traduzida no versículo acima como "família" poderia também ser "paternidade". No original a palavra grega é "pátria", uma derivação direta da palavra "pater" que significa "pai". Portanto, o versículo seria assim: "...o Pai, do qual toda paternidade nos céus e na terra toma o nome". Desta maneira estamos descobrindo que o fator originador da família é o pai. Estes versículos contêm uma revelação tremenda. A paternidade de DEUS é eterna. Não só é DEUS o Pai de JESUS CRISTO, mas toda paternidade é derivada e estabelecida a partir do ofício do Pai na divindade. O ofício de um pai recebe com isto um significado tremendamente importante. A função de um pai deriva sua santidade, autoridade e importância do fato dela ser uma projeção aqui na terra da paternidade divina e eterna de DEUS no céu. Eu pensava que DEUS só Se tornava Pai quando eu me tornava Seu filho. Isto não está correto . DEUS é Pai eternamente. Antes da criação, DEUS já era Pai. Ele é o Pai do nosso Senhor JESUS CRISTO. O relacionamento de Pai para Filho dentro da divindade é eterno. Antes que qualquer coisa fosse criada, DEUS eternamente era Pai, e CRISTO era eternamente Seu Filho. Desta forma, todo pai, dentro da criação, recebe seu nome a partir da paternidade eterna de DEUS. Este fato concede importância e santidade enormes ao ofício de pai. É na realidade, uma projeção da própria natureza de DEUS para dentro da experiência humana, aqui na terra e no tempo. PAIS E FILHOS Cl 3.21 “Vós, pais, não irriteis a vossos filhos, para que não percam o ânimo.” É obrigação solene dos pais (gr. pateres) dar aos filhos a instrução e a disciplina condizente com a formação cristã. Os pais devem ser exemplos de vida e conduta cristãs, e se importar mais com a salvação dos filhos do que com seu emprego, profissão, trabalho na igreja ou posição social (cf. Sl 127.3). (1) Segundo a palavra de Paulo em Ef 6.4 e Cl 3.21, bem como as instruções de DEUS em muitos trechos do AT (ver Gn 18.19; Dt 6.7; Sl 78.5; Pv 4.1-4; 6.20), é responsabilidade dos pais dar aos filhos criação que os prepare para uma vida do agrado do Senhor. É a família, e não a igreja ou a Escola Dominical, que tem a principal responsabilidade do ensino bíblico e espiritual dos filhos. A igreja e a Escola Dominical apenas ajudam os pais no ensino dos filhos. (2) A essência da educação cristã dos filhos consiste nisto: o pai voltar-se para o coração dos filhos, a fim de levar o coração dos filhos ao coração do Salvador (ver Lc 1.17). (3) Na criação dos filhos, os pais não devem ter favoritismo; devem ajudar, como também corrigir e castigar somente faltas intencionais, e dedicar sua vida aos filhos, com amor compassivo, bondade, humildade, mansidão e paciência (3.12-14, 21). III. RECUPERANDO A AUTORIDADE PERDIDA Um pai tem duas obrigações para com seus filhos. A primeira é comunicação. A segunda é educação. Se as vias de comunicação não permanecerem abertas entre o pai e seu filho, a educação deste filho será impossível. Não é suficiente o pai dar instrução. O filho precisa estar disposto a recebê-la. É por isto que o pai não pode provocar seus filhos à ira. A fim de evitar as atitudes negativas de rebelião e desânimo nos seus filhos, um pai precisa dar tempo e atenção a cada filho individualmente. Cada criança precisa ser amada e cultivada na sua personalidade individualmente. Não existem duas crianças iguais. Uma disciplina que beneficiará uma criança poderá oprimir a outra. É responsabilidade do pai descobrir e pesquisar a personalidade de cada um de seus filhos, a fim de produzir nela, não o pior e sim o melhor. Não os provoqueis à ira, à amargura, ou à queixa, mas ao amor e às boas obras. Criai vossos filhos na educação e admoestação do Senhor. 1. Filhos sob autoridade de outras pessoas. As empregadas domésticas ou babás não têem a mesma responsabilidade e nem o mesmo interesse educacional para com os filhos dos outros. Na maioria das vezes a educação dos filhos é entregue a pessoas de baixo nível escolar e educacional, sem nenhum preparo psicológico e moral para ensinar a verdadeira educação aos filhos. Por incrível que pareça ainda temos na maioria dos casos empregadas que nem evangélicas são, cuidando dos filhos dos crentes; sem saber seus pais entregam a educação de seus filhos a pessoas que servem a Satanás e não a DEUS. 2. Filhos adolescentes. Esta é a fase mais delicada da educação dos filhos, é quando os mesmos começam a receber mensagens satânicas de rebeldia e desejo de deixaram seu lar. QUAL O PAPEL DO PAI HOJE? (Pr. Elinaldo Renovato de Lima) Há em andamento um verdadeiro processo de destruição da família. Esse processo tem origem em tempos remotos, quando se desencadeou uma rebelião contra DEUS, o criador de todas as coisas, inclusive do homem e da família. Esta ação é acima de tudo diabólica. As forças do mal, movimentadas pelos agentes espirituais da maldade, estão procurando destruir tudo o que foi feito para a felicidade do homem. Para destruir a família, o inimigo do lar tem suas estratégias. Primeiro, procura descaracterizar a instituição familiar, dizendo que esta não passa de uma "invenção burguesa", num jargão típico da filosofia comunista, materialista (Aliás já fora de moda em seus países de origem). Depois, as forças do mal procuram desacreditar tudo o que constitui a estrutura familiar. Nesse contexto, já há quem diga que filho não precisa de pai e de mãe. Basta ter reprodutores. A figura do pai é diminuída, para que desapareça o papel do líder da família. Aliás, a Constituição brasileira, em um de seus artigos, já estipula que o pai e a mãe estão em pé de igualdade, no relacionamento familiar, de modo que não existe mais o "Chefe de Família", ou seja, o líder do grupo familiar. Certo psiquiatra, num jornal, disse: "O pai do passado era autoritário, o do presente é uma figura decorativa e o do futuro não existirá". Segundo aquele estudioso, isso revela o fim da família tradicional (Pai, mãe, filhos, todos vivendo sob o mesmo teto). Pai e mãe são elementos fundamentais para a existência da família. Desaparecendo um, deixará de existir ou outro. O que o modernismo-relativismo prega é o fim da família. É o fim da pessoa do pai, como líder do grupo social do lar. O liberalismo entende que não se deve adotar normas de convivência social, entre pais e filhos. Cada um precisa fazer o que bem entende, com liberdade ou libertinagem sem limites. Nada de normas, de proibições, de doutrina, de limites, exceto ocasionalmente, quando algo grave estiver acontecendo ou por acontecer. Sob a orientação hedonista, o que vale é o prazer. Se os adolescentes querem fazer sexo, basta usar "a camisinha". Mais do que isso é moralismo. E ninguém melhor que o pai para orientar e cobrar obediência aos princípios éticos e morais. Se o pai desaparece, e em seu lugar, surge apenas o "reprodutor", o amante descompromissado, que só pensa em ter prazer sexual, como fica a autoridade sobre os filhos? Para responder a essas questões, temos que nos voltar para o projeto original, previsto por DEUS, para a vivência e convivência do homem sobre a terra. Primeiro, é necessário que haja pai, mãe e filhos, unidos sob os princípios norteadores da criação e desenvolvimento da família. Os pais devem amar seus filhos e criá-los na "doutrina e admoestação do Senhor", conforme a Bíblia (Efésios 6.4). O pai deve ser o sacerdote do lar, cuidando da vida espiritual e moral de seus filhos; deve ser o exemplo da família (Tiago 2.12); deve ser o amigo e companheiro dos filhos, dando-lhes afeto e segurança; deve ser o vigia de seu lar, contra os lobos devoradores que, travestidos de simpáticos conselheiros, querem a destruição do lar, do casamento, da família. Se não existir pai e mãe, não existirá família. Poderá haver "fábrica" de "produtos humanos"", produzidos nas empresas de "produção independente", tão ao gosto do diabo, atendendo aos sentimentos egoístas e hedonistas dos que não conhecem a DEUS. A família nunca acabará, ainda que continue a sofrer o ataque diabólico dos que só pensam no imediatismo egoísta. Está de pé a proposta de DEUS: "PORTANTO, DEIXARÁ O HOMEM PAI E MÃE, E SE UNIRÁ À SUA MULHER, E SERÃO OS DOIS UMA SÓ CARNE" (Gênesis 2.24) - PERGUNTA DO DIA : VOCÊ, QUE É PAI, JÁ DISSE PARA SEU FILHO OU SUA FILHA, ESTA SEMANA: EU AMO VOCÊ? (Se não o fez, sugiro fazer isso agora). 3. Resgatando a autoridade. Quando o pai se conscientiza de que a autoridade é necessária para que os seus deveres sejam cumpridos, deve: A) Quando errar, reconhecer e assumir seu erro (Pv 28.13); B) Orar muito a DEUS especificamente sobre o assunto (Mc 11.24); C) Aconselhar-se com líderes sábios, conhecedores do assunto (Pv 11.14); D) Reunir a família, tratar dos assuntos domésticos à luz da Bíblia, e pôr “ordem na casa” (Mt 12.25). (E) Seguem-se quinze passos que os pais devem dar para levar os filhos a uma vida devotada a CRISTO: (a) Dediquem seus filhos a DEUS no começo da vida deles (1Sm 1.28; Lc 2.22). (b) Ensinem seus filhos a temer o Senhor e desviar-se do mal, a amar a justiça e a odiar a iniqüidade. Incutam neles a consciência da atitude de DEUS para com o pecado e do seu julgamento contra ele (ver Hb 1.9). (c) Ensinem seus filhos a obedecer aos pais, mediante a disciplina bíblica com amor (Dt 8.5; Pv 3.11,12; 13.24; 23.13,14; 29.15, 17; Hb 12.7). (d) Protejam seus filhos da influência pecaminosa, sabendo que Satanás procurará destruí-los espiritualmente mediante a atração ao mundo ou através de companheiros imorais (Pv 13.20; 28.7; 2.15-17). (e) Façam saber a seus filhos que DEUS está sempre observando e avaliando aquilo que fazem, pensam e dizem (Sl 139.1-12). (f) Levem seus filhos bem cedo na vida à fé pessoal em CRISTO, ao arrependimento e ao batismo em água (Mt 19.14). (g) Habituem seus filhos numa igreja espiritual, onde se fala a Palavra de DEUS, se mantém os padrões de retidão e o ESPÍRITO SANTO se manifesta. Ensinem seus filhos a observar o princípio: “Companheiro sou de todos os que te temem” (Sl 119.63; ver At 12.5). (h) Motivem seus filhos a permanecerem separados do mundo, a testemunhar e trabalhar para DEUS (2Co 6.14—7.1; Tg 4.4). Ensinem-lhes que são forasteiros e peregrinos neste mundo (Hb 11.13-16), que seu verdadeiro lar e cidadania estão no céu com CRISTO (Fp 3.20; Cl 3.1-3). (i) Instruam-nos sobre a importância do batismo no ESPÍRITO SANTO (At 1.4,5, 8; 2.4, 39). (j) Ensinem a seus filhos que DEUS os ama e tem um propósito específico para suas vidas (Lc 1.13-17; Rm 8.29,30; 1Pe 1.3-9). (l) Instruam seus filhos diariamente nas Sagradas Escrituras, na conversação e no culto doméstico (Dt 4.9; 6.5, 7; 1Tm 4.6; 2Tm 3.15). (m) Mediante o exemplo e conselhos, encorajem seus filhos a uma vida de oração (At 6.4; Rm 12.12; Ef 6.18; Tg 5.16). (n) Previnam seus filhos sobre suportar perseguições por amor à justiça (Mt 5.10-12). Eles devem saber que “todos os que piamente querem viver em CRISTO JESUS padecerão perseguições” (2Tm 3.12). (o) Levem seus filhos diante de DEUS em intercessão constante e fervorosa (Ef 6.18; Tg 5.16-18; ver Jo 17.1). (p) Tenham tanto amor e desvelo pelos filhos, que estejam dispostos a consumir suas vidas como sacrifício ao Senhor, para que se aprofundem na fé e se cumpra nas suas vidas a vontade do Senhor (ver Fp 2.17). CONCLUSÃO Em todos os lares, de todas as dispensações, todo pai tem três ministérios específicos. Ele recebe estes ministérios da própria autoridade divina, e nunca poderá renunciá-los diante de DEUS. Isto não depende da época ou dispensação em que vive, nem da sua raça, e nem da sua religião. Todo pai, ao se tornar pai, e em virtude da sua paternidade, recebe três ministérios irrevogáveis da parte de DEUS: o ministério de Sacerdote, o ministério de profeta e o ministério de rei. Outra vez, o pai está cumprindo um lugar na família semelhante ao padrão encontrado em CRISTO. Em relação a igreja, CRISTO é Sacerdote, Profeta e Rei. Ele recebeu do Pai estes três grandes ministérios. DEUS tem constituído o homem na família como Seu representante com os mesmos três ministérios. 10 MANDAMENTOS PARA OS PAIS 01. Cultivar o amor crescente , paciente e eterno 02. Considerar o cônjuge como presente de DEUS, propondo estar ao seu lado, honrá-lo, amá-lo, até que a morte o separe, sendo exemplo para os filhos. 03. Cuidar para que o seu cônjuge não tenha aborrecimentos, evitando fervilhar sua mente com coisas corriqueiras e banais que para nada servem a não ser para tirar a paz, a estabilidade, e trazer irritação, o ódio e as tensões. Isso é terrível para os filhos, que vêm os pais em conflito sem necessidade. 04. Cuidar do lar com afinco. Suprir as suas necessidades, marcar a presença no mesmo de tal forma que ela seja sentida quando houver uma distância entre os cônjuges. Isso é muito importante, pois um dos maiores problemas, nos lares, são os pais "ausentes", não só fisicamente, mas, sobretudo emocionalmente. Pais que não se comunicam com os filhos, que dão mais valor a ficar diante da TV ou dos jornais, dos jogos, dos amigos, do que do lar. Um psicólogo disse que a "ausência" do pai, dando lugar a uma mãe superprotetora , junto a um filho, pode contribuir para o homossexualismo masculino. 05. Policiar as conversas com outras pessoas, sabendo de antemão que as coisas íntimas do relacionamento conjugal são propriedade exclusivamente dos cônjuges e não interessa a outras pessoas sabê-las, até mesmo parentes. De fato, conhecemos casos de pessoas, principalmente mulheres, que saem nas casas, contando seus problemas íntimos. Depois, surgem comentários desabonadores, que chegam ao conhecimento do cônjuge, aumentando os conflitos. Os filhos também sentem-se ofendidos, por saber que estranhos têm conhecimento do que se passa no seu lar. 06. Participar totalmente do relacionamento íntimo, pois este relacionamento é Dom de DEUS à criação e DEUS requer pureza, honestidade, e amadurecimento de ambos. Um casal precisa ter não só confiança, mas intimidade espiritual, emocional e física, ou seja, sexual, que deve ser desfrutada da melhor maneira possível, como fator de união e estabilidade entre si. 07. Desenvolver atitudes que demonstrem que o cônjuge a cada dia sinta-se amado, preferido e muito querido. As atitudes de um para o outro são muito valiosas, quando sinceras e leais. Um esposo deve dizer sempre palavras agradáveis, carinhosas e afetivas para a esposa. Esta, da mesma forma, deve esforçar-se para demonstrar carinho e afeto para com o esposo. Isso é como aguar a planta do amor todo o dia, e serve de exemplo para os filhos. 08. Cultivar uma recreação sadia, aproveitando as oportunidade que o tempo propiciar. A recreação é vital para um entrosamento crescente e fortalece o companheirismo. Muitas pessoas dizem que não tem tempo para o lazer, para a recreação. De fato, hoje, é muito difícil desenvolver momentos de lazer com a família, mas é preciso planejar e encontrar momentos de descontração, de entretenimento para com os filhos e o próprio casal. Um passeio no fim de semana, uma visita a um parque de exposições, uma ida ao shopping, uma visita a pessoas amigas, tudo isso pode quebrar a rotina do lar, com ótimos resultados emocionais para os pais e os filhos. 09. Manter o espírito familiar. Considerar os parentes de ambos os cônjuges e amá-los. Tratá-los com dignidade. Despertar a fraternidade e semear a união entre os mesmos. Conhecemos casos em que o casal vive infeliz, porque um dos cônjuges não considera os sogros, tratando-os com desprezo e falta de respeito. Com isso, o coração do outro fica ferido, causando problemas de relacionamento. E mau exemplo apara os filhos. 10. Manter uma vida plena de comunhão com DEUS. Orando juntos, ensinando os filhos trilhar nos caminhos retos. Enfim, viver... O zelo pela parte espiritual , no lar, é fundamental para um viver feliz. Sem DEUS, o lar pode ser minado pelas forças do mal, que se materializam através das drogas, dos vícios, da prostituição, da desunião, da contenda, da disputa pelo poder, do ciúme, e de tantos males que atacam a família. Só com a presença do ESPÍRITO SANTO no lar é possível enfrentar os desafios de um mundo materialista, hedonista, e relativista, em que vivemos. O culto doméstico é indispensável para a união da família. É bom dizer como Samuel: "Eu e minha casa serviremos ao Senhor". (Extraído e adaptado por Pr. Elinaldo Renovato de Lima) INTERAÇÃO Prezado professor, como está a sua família? Todos estão bem? Você tem tido cuidado com o seu cônjuge? Será que, como pai, você não está cometendo os mesmos erros que Davi? Pense... A família é o nosso maior patrimônio. É uma das grandes dádivas de DEUS para nós. Davi foi um dos maiores reis de Israel, no entanto, fracassou na educação e na formação dos seus filhos. Ele não colocou sua família entre as suas prioridades. Reflita com seus alunos acerca dos erros cometidos por Davi em sua vida familiar e encoraje-os a cuidar e proteger sua família. OBJETIVOS Após esta aula, o aluno deverá estar apto a: Identificar a negligência de Davi em relação à sua família. Compreender o papel da disciplina na educação dos filhos. Reconhecer a importância do afeto e da presença dos pais na vida dos filhos. ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA Reproduza o quadro abaixo e providencie uma cópia para cada aluno. Caso seja possível, apresente-o em forma de slides no PowerPoint. O fato de Davi haver transgredido a Lei Mosaica (Dt 17.17), adquirindo para si muitas mulheres, trouxe-lhe consequências terríveis. Tais consequências não atingiram apenas o "homem segundo o coração de DEUS", mas toda a sua família. Utilize o quadro para refletir com seus alunos a respeito de questões familiares, tais como fidelidade conjugal, educação de filhos etc. Palavra Chave: Negligência - Desatenção; descuido; desleixo RESUMO DA LIÇÃO 10 - DAVI E O PREÇO DA NEGLIGÊNCIA NA FAMÍLIA REVISTA DA CPAD - 4º TRIMESTRE DE 2009 INTRODUÇÃO Admirados diante dos grandes feitos de Davi como rei de Israel, achamos difícil admitir a sua negligência como pai de família. I. DAVI FRACASSA NA FORMAÇÃO CULTURAL DOS FILHOS 1. Os valores dos filhos do mundo. 2. Os valores dos filhos do rei. a) Ele estava dominado pela atração física. b) Ele estava à procura de sexo. c) Ele demonstra ser um homem impulsivo e não racional. II. DAVI FRACASSA AO NÃO IMPOR LIMITES 1. Julgando as profecias pela Palavra. 2. Julgando o falso profeta pelos frutos. III. DAVI FRACASSA COMO PAI 1. Um pai ausente. 2. Um pai sem afetividade. CONCLUSÃO Quer de forma positiva, quer de forma negativa, Davi nos ensina. REFLEXÃO"DEUS nos aceita apesar do pecado e nos disciplina por causa de nosso pecado." Kenneth Gangel SINOPSE DO TÓPICO (3) O afeto e a presença dos pais na vida dos filhos é fundamental para uma boa educação. SINOPSE DO TÓPICO (2) Davi foi um rei bem-sucedido, mas fracassou na disciplina de seus filhos. REFLEXÃO Davi deveria ter amado seus filhos o suficiente para se envolver em suas vidas e corrigir seus pecados. Kenneth Gangel SINOPSE DO TÓPICO (1) O fracasso de Davi na formação cultural dos filhos acarretou tragédias para dentro de sua casa. AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO Subsídio Histórico "Disciplina é um componente necessário do amor (Hb 12.5,6). Obviamente, a disciplina paterna oferecida por cristãos no contexto da família deveria sempre ser amorosa - nunca aplicada com raiva. [...] Disciplina identifica o filho como um membro genuíno da família (Hb 12.7,8). A referência a pais terrenos nesses versículos indica novamente que DEUS nos ensina verdades espirituais através de ilustrações familiares. [...] Disciplina de pais humanos nunca é perfeita (Hb 12.9,10). A Escritura ensina que nós temos de reverenciar, ou honrar, pais que nos corrigem, mesmo quando eles fazem isso de forma imperfeita e às vezes mediante seus próprios padrões.[...] Disciplina sempre parece ser dolorosa na hora, mas no fim produz frutos (Hb 12.11). [...] Uma disciplina bem-sucedida requer paciência, persistência e uma visão clara do objetivo. Disciplina nem sempre significa fazer coisas para e por seus filhos. Às vezes pode significar exigir que eles façam coisas essenciais por si mesmos" (GANGEL, Kenneth O. & GANGEL Jefrey S. Aprenda a ser pai com o Pai. RJ: CPAD, 2004, pp.141-2). BIBLIOGRAFIA SUGERIDA YONG, Ed. Os 10 Mandamentos da Criação dos Filhos. Rio de Janeiro: CPAD, 2007. GANGEL, Kenneth O. GANGEL, Jefrey S. Aprenda a ser pai com o Pai. Rio de Janeiro:CPAD, 2004. SAIBA MAIS pela Revista Ensinador Cristão CPAD, nº 40, p.41. APLICAÇÃO PESSOAL Os pais não estão somente criando filhos, mas construindo templos. Uma vez que os seres humanos são feitos para serem preenchidos com a presença de DEUS, os pais são construtores de templos, assentando uma fundação sólida de disciplina coberta por um telhado robusto de incentivo. Conectando a fundação (que dá estabilidade) ao telhado (que dá segurança), há duas robustas colunas chamadas estabilidade e firmeza . (YOUNG, Ed. Os 10 Mandamentos da Criação dos Filhos. Rio de Janeiro: CPAD, 2007, p.) QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 10 - DAVI E O PREÇO DA NEGLIGÊNCIA NA FAMÍLIA RESPONDA CONFORME A REVISTA DA CPAD DO 4º TRIMESTRE DE 2009 Complete os espaços vazios e marque com "V" as respostas corretas e com "F" as falsas. TEXTO ÁUREO 1- Complete: "Que governe bem a sua própria __________________, tendo seus ______________________ em sujeição, com toda a ________________________" (1 Tm 3.4). VERDADE PRÁTICA 2- Complete: Não adianta termos _____________________ em tudo se a nossa _______________________ é uma prova do nosso _______________________. INTRODUÇÃO 3- complete: Às vezes corremos o risco de cuidar demasiadamente da __________________ pessoal e do progresso _______________________, e descuidar da _____________________ ao lar. 4- Onde ocorreram os maiores escândalos sexuais no tempo e Davi? ( ) Aconteceram dentro da nação de israel. ( ) Aconteceram dentro da família real. ( ) Aconteceram dentro da família de Saul. I. DAVI FRACASSA NA FORMAÇÃO CULTURAL DOS FILHOS 5- Qual era um dos problemas crônicos que acompanharam o povo de DEUS ao longo de sua história e que lhes causou grandes problemas? ( ) Os hebreus tinham uma facilidade muito grande de assimilar os costumes das culturas vizinhas. ( ) A absorção de tais costumes foi a causa principal da derrocada de Israel. ( ) Muitos costumes vividos por Davi, como o de possuir várias mulheres, refletem mais a cultura circundante de seus dias do que a cultura bíblico judaica. ( ) Nos dias de Davi, era costume um monarca desposar várias mulheres. ( ) Carregavam a arca por onde quer que iam. 6- Para prevenir seu povo desse mal, ainda no ministério mosaico, de que maneira DEUS os advertiu? ( ) "E não andeis nos estatutos da gente que eu lanço de diante da vossa face, porque fizeram todas estas coisas; portanto, fui enfadado deles" (Gn 20.23). ( ) "E não andeis nos estatutos da gente que eu lanço de diante da vossa face, porque fizeram todas estas coisas; portanto, fui enfadado deles" (Lv 20.23). ( ) "E não andeis nos estatutos da gente que eu lanço de diante da vossa face, porque fizeram todas estas coisas; portanto, fui enfadado deles" (Dt 20.23). 7- Complete: Uma coisa pode ser legal, isto é, _______________________ por um costume ou até mesmo por uma ___________________ coercitiva; todavia, essa mesma coisa pode não ter apoio _______________________. Davi e outros reis depois dele parecem ______________________ aquilo que é moral para se ajustar àquilo que era convencionalmente aceito. 8- Amnom possuía uma escala de valores invertidos, que se reflete, por exemplo, na idéia que ele tinha sobre a sexualidade humana. Totalmente dominado por uma paixão e concupiscência doentias. Quais suas características? ( ) Ele estava dominado pela atração física. ( ) Ele estava à procura de sexo. ( ) Ele nos inspira ao amor. ( ) Ele demonstra ser um homem impulsivo e não racional. 9- Amnom não conseguia ver em sua meio-irmã a pureza de uma donzela filha do rei, o que via então? ( ) Contemplava-a como uma esposa. ( ) Contemplava-a como um objeto sexual. ( ) Contemplava-a como uma prostituta. 10- É muito fácil confundir sexo com amor e, uma paixão fugaz, com um relacionamento. Amnom era meio-irmão de Tamar e, portanto, deveria saber que um relacionamento sexual entre eles era impossível. Por que? ( ) Porque a Palavra de DEUS o proíbe em Gn 20.17. ( ) Porque a Palavra de DEUS o proíbe em Lv 20.17. ( ) Porque a Palavra de DEUS o proíbe em Nm 20.17. 11- Complete: Tivesse Amnom a noção exata do que significa o verdadeiro ___________________, por certo não teria destruído a vida de sua _____________________ para satisfazer um _______________________ pessoal, egoísta e irracional. II. DAVI FRACASSA AO NÃO IMPOR LIMITES 12- A profecia na igreja necessita ser julgada (1 Co 14.29). Como deve ser o Julgamento dessas profecias? ( ) Devem ser julgadas pelos anciãos ou líderes da igreja, baseado em seus conhecimentos. ( ) A resposta é a própria Palavra de DEUS, que é nosso modelo áureo e referência plena de fé; o guia da nossa vida, do nosso culto ao Senhor, e do nosso desempenho no seu trabalho (2 Tm 3.16,17). ( ) Qualquer profecia na igreja que entre em conflito com os ensinamentos e doutrinas bíblicas não pode vir de DEUS. ( ) Os falsos mestres e profetas, como nos tempos do Antigo Testamento, enganam o povo, porque são emissários do Diabo (Jo 8.44). ( ) O crente fiel, que sempre ora e lê a Palavra de DEUS, compara aquilo que ouve com o que está escrito na Escritura, a fim de comprovar a veracidade das profecias enunciadas na igreja. 13- JESUS CRISTO nos adverte a respeito de falsos profetas que se infiltram no meio do povo de DEUS. Como devemos Julgar para saber quem é falso profeta? ( ) Apesar da aparência de piedade, não passam de agentes de Satanás; sua missão: corromper a fé dos salvos e destruir a unidade da Igreja. ( ) Muitos deles operam sinais e prodígios, mas tudo isto fazem sob a eficácia de Satanás. ( ) Devemos conhecer a Palavra de DEUS e ter o discernimento pelo ESPÍRITO SANTO. ( ) Os seus frutos são uma irrefutável evidência de sua mentira e falsidade. ( ) A árvore má não pode dar frutos bons. ( ) Por seus sinais e prodígios os conheceremos. III. DAVI FRACASSA COMO PAI 14- Qual a função do pai junto aos filhos? ( ) Um bom pai acompanha seus filhos de perto, orientando-os inclusive em relação às suas companhias. ( ) Aconselhá-los mas nunca repreendê-los, pois o verdadeiro amor não castiga, antes, perdoa incondicionalmente. ( ) Os pais devem ser os melhores amigos dos filhos sem, contudo, serem seus cúmplices. 15- Onde Amnom buscou conselhos e ajuda para cometer o pecado contra sua própria irmã? ( ) Em seu pai que o aconselhou, porém ele não ouviu os conselhos de seu pai. ( ) Por trás do plano arquitetado por Amnom para violentar sua meia-irmã, havia um "amigo" chamado Jonadabe, o qual o aconselhou a cometer tamanho crime. ( ) Jonadabe, que demonstra ser um mau caráter, atua como uma espécie de "pedagogo" para Amnom. 16- Quais fatos atestam que Davi era um pai sem afetividade? Complete: O relacionamento entre Davi e seus filhos obedecia a um ___________________________ frio. A forma como tratou Absalão, após este ter assassinado Amnom, é uma prova disso. Depois de cometer o crime, Absalão fugiu para Gesur (2 Sm 13.38) e, três anos depois do fato ter acontecido, Davi ainda não lhe ________________________. Graças à intercessão de _______________________, Absalão volta ao palácio real, mas sem ter o direito de ver a ___________________ do pai (2 Sm 14.28). Completando o círculo de desgraças, Absalão armou um _____________________ de Estado e acabou ______________________ (2 Sm 18.9-15) CONCLUSÃO 17- Complete: Há por certo outras ________________________ de Davi que ainda não contemplamos, todavia, essa análise às _____________________ visa nos alertar para os perigos que cercam nossas famílias. Seja como for, quer de forma positiva, quer de forma negativa, Davi nos ___________________________. RESPOSTAS DO QUESTIONÁRIO NOS VÍDEOS http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm AJUDA CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - BÍBLIA de Estudos Pentecostal. VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD. Nosso novo endereço: http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/ Veja vídeos em http://ebdnatv.blogspot.com , http://www.ebdweb.com.br/ - Ou nos sites seguintes: 4Shared, BauCristao, Dadanet, Dailymotion, GodTube, Google, Magnify, MSN, Multiply, Netlog, Space, Videolog, Weshow, Yahoo, Youtube.

Nenhum comentário: