quinta-feira, 26 de março de 2009

LIÇÃO 13 - A DESPEDIDA DE UM LÍDER

RESUMO DAS LIÇÕES DO 1º TRIMESTRE DE 2009 EM FIGURAS ILUSTRATIVAS
LIÇÃO 13 - A DESPEDIDA DE UM LÍDER Lições Bíblicas Aluno - Jovens e Adultos - 1º TRIMESTRE DE 2009 Consultor Doutrinário e Teológico: Pr. Antônio Gilberto Complementos e questionários: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva TEXTO ÁUREO "Eu e a minha casa serviremos ao Senhor" (Js 24.15)
VERDADE PRÁTICA DEUS usa homens obedientes à sua vontade e que estejam dispostos a servi-Lo com fidelidade e humildade.
Leitura Bíblica em Classe: Js 24.14-18 14 Agora, pois, temei ao SENHOR, e servi-o com sinceridade e com verdade, e deitai fora os deuses aos quais serviram vossos pais dalém do rio e no Egito, e servi ao SENHOR. 15 Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao SENHOR, rescolhei hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram vossos pais, que estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao SENHOR. 16 Então, respondeu o povo e disse: Nunca nos aconteça que deixemos o SENHOR para servirmos a outros deuses; 17 porque o SENHOR é o nosso DEUS; ele é o que nos fez subir, a nós e a nossos pais, da terra do Egito, da casa da servidão, e o que tem feito estes grandes sinais aos nossos olhos, e nos guardou por todo o caminho que andamos e entre todos os povos pelo meio dos quais passamos.18 E o SENHOR expeliu de diante de nós a todas estas gentes, até ao amorreu, morador da terra; também nós serviremos ao SENHOR, porquanto é nosso DEUS. JOSUÉ, FILHO DE NUM. Josué tinha sido um auxiliar achegado e amigo fiel de Moisés durante os quarenta anos da peregrinação de Israel no deserto (Êx 17.8-13; 24.13; 32.17-19; Nm 13.8-16). Homem cheio do ESPÍRITO SANTO, já designado sucessor de Moisés (Nm 27.18-24; Dt 34.9). DEUS agora o mandava conduzir o povo dEle para a terra da promessa (ver Gn 12.6,7; 15.18-21). O nome Josué significa "o Senhor é salvação". A forma grega desse nome é "JESUS" (ver Mt 1.21). Josué é um tipo (ou figura) de JESUS CRISTO, pelo fato de introduzir o povo de DEUS na terra prometida e conduzi-lo à vitória sobre seus inimigos (Hb 4.1,6-8). A conquista de Canaã (Palestina) começou cerca de 1405 a.C., e a liderança de Josué sobre Israel durou cerca de vinte e cinco anos AJUNTOU JOSUÉ TODAS AS TRIBOS. Josué, no ocaso da sua vida, conclamou todo o povo para uma última reunião com Israel a fim de levá-lo a uma renovação do concerto, em que se comprometeram a servir ao Senhor com fidelidade e dedicação. Josué não destacou a sua atuação como líder; pelo contrário, concentrou sua atenção na bondade de DEUS e seu cuidado para com Israel no passado (vv. 2-13), e repetidas vezes os admoestou a permanecerem leais ao Senhor (vv. 14-28). Os autênticos dirigentes do povo de DEUS precisam ter o mesmo zelo que Josué teve pelo nome de DEUS. Devem exortar os fiéis a amarem ao Senhor, a servirem somente a Ele e se separarem das práticas e do viver do mundo. 24.15 EU E A MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR. No processo da salvação por DEUS concedida, está o assunto da escolha individual. Depende de cada um decidir a quem servir continuamente.Como no caso de Josué e dos israelitas, permanecer em DEUS não é um ato isolado no tempo e ocorrido uma única vez (cf. 1.16-18; Dt 30.19,20); precisamos vez por outra reafirmar nossa decisão feita de permanecer na fé e em obediência. A reafirmação de decisões justas, feitas pelo crente, inclui temor ao Senhor, lealdade à verdade, a obediência sincera e renúncia ao pecado e todos os prazeres a ele associados (vv. 14-16). Deixar de servir e amar ao Senhor resultará depois em julgamento e destruição (v. 20; 23.11-13). 24.16 NUNCA NOS ACONTEÇA QUE DEIXEMOS O SENHOR. A promessa do povo, de servir somente o Senhor, foi cumprida, mas somente enquanto Josué viveu, juntamente com os anciãos daqueles dias. Pouco tempo depois da morte de Josué, o povo deixou o Senhor e começou a servir a outros deuses (Jz 2.11-19). 24.25 ASSIM, FEZ JOSUÉ CONCERTO... COM O POVO. A renovação do concerto entre o Senhor e Israel importou num duplo compromisso. (1) DEUS prometeu cuidar do seu povo, e (2) Os israelitas comprometeram-se a servir unicamente ao Senhor DEUS. Foi um pacto permanente e mútuo entre Israel e DEUS. Segundo o novo concerto mediante a morte de CRISTO, o crente também se compromete a seguir a CRISTO através do arrependimento, fé e obediência. Ele, por sua vez, comprometeu-se a ser nosso Senhor e Salvador e a nos conduzir ao lar celestial, à presença do Pai. Assim como aconteceu a Israel no AT, primeiramente DEUS veio até nós com misericórdia e graça e estabeleceu as condições do novo concerto. Nós, como Israel dos tempos antigos, devemos viver segundo os princípios do concerto. Palavra chave: Despedida - Últimas palavras ou atos que encerram uma atividade. Deu-lhes também uma palavra de advertência: se eles se desviassem, apegando-se ao restante dos povos cananeus, misturando-se com eles, o SENHOR não expulsaria esses povos, e eles se tornariam uma praga para os israelitas, que viriam então a perecer ali. O povo já havia enfrentado com sucesso o maior perigo de invadir a terra e conquistar o suficiente dela para se estabelecer, e isto o tinha mantido coeso e fiel. Josué estava percebendo que, ao entrar no descanso e gozar de abundância e prosperidade, eles seriam tentados a se afastar de DEUS. É a velha história da natureza humana, repetida vez após vez! O que Josué temia, aconteceu, como o revela o livro dos Juízes. No capítulo 24 Josué fala a todo o povo. Usando as palavras que lhe foram dadas pelo SENHOR, ele lembrou aos israelitas como foram abençoados a partir de Abraão, recebendo sem esforço a sua herança, pois fora o SENHOR quem derrotara os seus inimigos. Josué conclamou-os a temer ao SENHOR e servi-lo com integridade e fidelidade. Para isso era necessário que tomassem uma decisão definitiva: ou servir ao SENHOR ou servir aos falsos deuses da região. Era impossível servir ao SENHOR e também aos outros deuses! Ele próprio já tinha decidido: ele e a sua casa serviriam ao SENHOR. O povo respondeu que, em vista do que o SENHOR havia feito por eles, eles O serviriam também. Mas Josué ponderou que, se tomassem essa decisão, corriam o risco de ser consumidos pelo SENHOR se mais tarde eles O deixassem para servir a deuses estranhos. Ele é um DEUS santo e zeloso que não perdoaria a sua transgressão nem os seus pecados. Mas o povo confirmou a sua decisão, e Josué mandou que jogassem fora os deuses estranhos que havia entre eles e se dedicassem ao SENHOR DEUS de Israel. Tudo isto foi então escrito e juntado aos cinco livros de Moisés. Josué faleceu aos cento e dez anos, sendo sepultado na sua própria herança. Também foram sepultados os ossos de José, que haviam sido trazidos do Egito, na herança de seus filhos. Faleceu também o sacerdote Eleazar, filho de Arão e foi sepultado na herança de seu filho Finéias. Epílogo: testamento de Josué (Dt 28,1-68; 1 Sm 12,1-25; 1 Rs 2,1-9) – 1Havia muito tempo que o Senhor tinha dado tranqüilidade a Israel, livrando-o de todos os seus inimigos vizinhos. Josué era já velho, avançado em anos. 2Convocou, então, todo o Israel, os seus anciãos, os seus chefes, os seus juízes e os seus oficiais, e disse-lhes: «Estou velho, de idade avançada. 3Vós presenciastes tudo o que o Senhor vosso DEUS fez, tirando todos estes povos da vossa frente; é que foi o Senhor, vosso DEUS, quem combateu por vós. 4Vede! Eu distribuí, por sortes, para as vossas tribos, todas essas nações que restam, e também aquelas que exterminei desde o Jordão até ao Mar Grande, a ocidente. 5O Senhor as expulsará e despojará diante de vós, e vos há de dar em posse a sua terra, como Ele mesmo vos prometeu, o Senhor, vosso DEUS. 6Esforçai-vos, pois, por cumprir fielmente tudo quan­to está escrito no livro da Lei de Moisés, sem vos des­viardes nem para a direita, nem para a esquerda.» Procedimento com os pagãos – 7«Não vos mistureis com esses povos que ficaram a habitar no meio de vós, não invoqueis o nome dos seus deuses, nem jureis pelo seu nome, nem lhes presteis culto. 8Pelo contrário, permanecei unidos ao Senhor vosso DEUS, conforme tendes feito até agora. 9O Senhor despojou em vosso favor grandes e poderosas nações; ninguém até hoje vos pôde resistir. 10Um só de entre vós punha em fuga mil inimigos, porque o Senhor vosso DEUS combatia por vós, como Ele vos havia prometido. 11Tende, pois, grande cuidado em amar o Senhor, vosso DEUS. 12Pois se vos desviardes e vos unir­des ao que resta destas nações que habitam entre vós, misturando-vos com elas e contraindo com elas matrimônio, 13ficai a saber que o Senhor vosso DEUS não as ex­terminará diante de vós. Pelo con­trá­rio, elas hão de converter-se para vós em laços e ciladas, azorrague sobre as vossas costas e espinhos nos vossos olhos, até desaparecer­des desta terra fértil que vos deu o Se­nhor vosso DEUS. 14Eis que me vou hoje pelo caminho de todos. Reconhecei, de todo o vosso coração e de toda a vossa alma, que, de quantas pro­mes­sas vos fez o Senhor vosso DEUS, nem uma só ficou sem efeito: todas se cumpriram, sem falhar nenhuma. 15Assim como, pois, se realizaram todas as promessas que vos fez o Senhor vosso DEUS, assim também Ele há de cumprir contra vós todas as palavras com que vos ameaçou, até fazer-vos desaparecer desta terra fértil, que vos deu o Senhor, vosso DEUS. 16Se violardes a aliança que o Senhor, vosso DEUS, fez convosco, servindo a outros deuses e prostrando-vos diante deles, a cólera do Senhor se há de inflamar contra vós e, em breve, desaparecereis desta terra excelente que Ele vos deu.» Discurso em Siquém – 1Josué reuniu todas as tribos de Israel em Siquém, e convocou os seus anciãos, chefes, juízes e oficiais; todos se apresentaram diante de DEUS. 2Então, Josué disse a todo o povo: «Eis o que diz o Senhor, DEUS de Israel: ‘Vossos pais, Terá, pai de Abraão e de Naor, habitavam ao princípio do outro lado do rio e serviam outros deuses. 3Tomei o vosso pai Abraão do outro lado do Jordão, e conduzi-o à terra de Canaã. Multipliquei a sua posteridade, dando-lhe Isaque. 4A Isaque dei Jacó e Esaú e dei a Esaú a montanha de Seir; Jacó, porém, e os seus filhos foram para o Egito. 5Depois, enviei Moisés e Aarão e feri o Egito com tudo o que fiz no meio dele; por fim, tirei-vos de lá. 6Tirei os vossos pais do Egito e chegastes ao mar. Os egípcios perseguiram os vossos pais com carros e cavaleiros até ao Mar dos Juncos. 7Eles, porém, clamaram ao Senhor, e o Senhor pôs trevas entre vós e os egípcios e fez avançar o mar sobre eles, cobrindo-os. Os vossos olhos viram o que fiz aos egípcios e, depois disto, passastes largo tempo no deserto. 8Levei-vos, em seguida, para a terra dos amorreus que habitavam do outro lado do Jordão. Eles combateram contra vós, mas Eu entreguei-os nas vossas mãos. Tomastes posse da sua terra, e Eu exterminei-os na vossa frente. 9Balac, filho de Zipor, rei de Moab, levantou-se para lutar contra Israel e mandou chamar Balaão, filho de Peor, para vos amaldiçoar. 10Eu, porém, não quis ouvir Balaão, e ele teve de vos abençoar repetidas vezes, e assim vos tirei das mãos de Balac. 11Atravessastes o Jordão e che­gastes a Jericó. Combateram contra vós os homens de Jericó, os amorreus, os perizeus, os cananeus, os hititas, os girgaseus, os heveus e os jebuseus; mas Eu entreguei-os nas vossas mãos. 12Mandei diante de vós insetos venenosos que expulsaram os dois reis dos amorreus. Não foi com a vossa espada, nem com o vosso arco. 13Dei-vos, pois, uma terra que não lavrastes, cidades que não edificastes e que agora habitais, vinhas e oliveiras que não plantastes e de cujos frutos vos alimentais’. 14Temei, portanto, o Senhor, e servi-o com toda a retidão e verdade. Afastai esses deuses a quem os vossos pais serviram do outro lado do rio e no Egito, e servi o Senhor. 15E se vos desagrada servi-lo, então escolhei hoje aquele a quem quereis servir: os deuses a quem vossos pais serviram, do outro lado do rio, ou os deuses dos amorreus cuja terra ocupastes, porque eu e a minha casa serviremos o Senhor.» Renovação da aliança – 16O povo respondeu, dizendo: «Longe de nós abandonarmos o Senhor para servir outros deuses! 17Pois o Senhor nosso DEUS é que nos fez subir, juntamente com nossos pais, da terra do Egito, da casa da escravidão, e realizou aqueles maravilhosos prodí­gios aos nossos olhos; Ele guardou-nos ao longo de todo o caminho que tivemos de percorrer, e entre todos os povos pelos quais passamos. 18O Senhor expulsou diante de nós todas as nações e os amorreus que habitavam na terra: também nós serviremos o Senhor, porque Ele é o nosso DEUS.» 19Josué disse, então, ao povo: «Vós não sereis capazes de servir o Senhor, porque Ele é um DEUS santo, um DEUS zeloso que não perdoará as vossas transgressões nem os vossos pecados. 20Quando abandonardes o Senhor para servir a deuses estranhos, Ele voltar-se-á contra vós e farvos-á mal; há de destruir-vos, após ter-vos feito bem.» 21O povo respondeu: «Não. É ao Senhor que queremos servir.» 22Josué disse-lhes então: «Sois testemunhas contra vós mesmos de que escolhestes o Senhor para o servir.» E eles responderam: «Somos testemunhas!» 23«Tirai, pois, os deuses estranhos que estão no meio de vós, e inclinai os vossos corações para o Senhor, DEUS de Israel.» 24O povo respondeu a Josué: «Nós serviremos o Senhor nosso DEUS, e obedeceremos à sua voz.» 25Naquele dia, Josué fez uma aliança com o povo e deu-lhe, em Siquém, leis e prescrições. 26 Josué escreveu estas palavras no livro da Lei de DEUS e, tomando uma grande pedra, erigiu-a ali como um monumento, sob o carvalho que se encontrava no santuário do Senhor. 27Disse a todo o povo: «Esta pedra servirá de testemunho entre nós, pois ela ouviu todas as palavras que o Senhor nos disse; ela servirá de testemunho contra vós, para que não renegueis o vosso DEUS.» 28Então Josué despediu o povo, indo cada um para a sua herança. ***BHÊRITE (ALIANÇA EM HEBRAICO - Velha Aliança) = A ALIANÇA É FEITA EM BASE DE IGUALDADE, É UMA TROCA, UM ACORDO EM QUE DEUS ME DÁ E EU TENHO QUE DAR PARA DEUS O MESMO. DEUS aparecia esporadicamente na Tenda da Congregação (Tabernáculo), numa nuvem ou numa coluna de fogo. ***DIATEKE (ALIANÇA EM GREGO) = A NOVA ALIANÇA É DIFERENTE, É SUPERIOR, POIS DEUS ME DÁ TUDO O QUE PRECISO NÃO EXIGINDO NADA EM TROCA, A NÃO SER FÉ. EU NÃO TINHA NADA DE BOM A OFERECER, SÓ DE RUIM: PECADO E INIQÜIDADE; MESMO ASSIM, DEUS ME RECEBE COMO CABEÇA DE ALIANÇA E ME DÁ A SALVAÇÃO E TODAS AS BÊNÇÃOS PROVINDAS DAÍ : BATISMO COM ESPÍRITO SANTO, DONS DO ESPÍRITO SANTO, PARTICIPAÇÃO NO MINISTÉRIO, ETC... ***DEUS CONOSCO EM CRISTO, Hb 8.9, 1 Co 1.30 E Gl 3.16 = MAIOR SINAL. Agora DEUS mora em nós e conosco. Morte e sepultura de Josué (Gn 50,22-26; Jz 2,6-10) – 29Depois disto, Josué, filho de Num, servo do Senhor, morreu com a idade de cento e dez anos. 30Sepultaram-no na terra que lhe tocou em herança, em Timnat-Sera, na montanha de Efraim, a norte do monte Gaás. 31Israel serviu ao Senhor durante toda a vida de Josué e dos anciãos que lhe sobreviveram, e conheciam tudo quanto o Senhor fizera em favor de Israel. 32Sepultaram também em Siquém os ossos de José, que os filhos de Israel tinham trazido do Egito, na porção de terra que Jacó comprara aos filhos de Hamor, pai de Siquém, por cem peças de prata, e que se tornou propriedade dos filhos de José. 33Eleázar, filho de Aarão, morreu, também, e foi sepultado em Gibeá de Finéias, seu filho, a qual lhe tinha sido dada na montanha de Efraim.
RESUMO DA REVISTA DA CPAD DO 1º TRIMESTRE DE 2009 INTRODUÇÃO Estariam dispostos a servir ao Senhor com fidelidade? I- JOSUÉ FAZ O POVO RECORDAR A FIDELIDADE DE DEUS 1- Uma retrospectiva histórica (vv. 1-13). O Senhor está presente em todos os momentos da nossa caminhada. 2- A fidelidade de DEUS (vv. 6-10). Foi o Senhor que os livrara de seus inimigos (v. 11). II- A RENOVAÇÃO DO CONCERTO 1- "Escolhei hoje" (vv. 14,15) Obedecer ao Senhor do universo ou adorar os ídolos locais feitos por mãos humanas. 2- Um compromisso solene. "Nunca nos aconteça que deixemos o Senhor para servirmos a outros deuses" 3- DEUS nos libertou. Os israelitas reconheceram que fora o Senhor quem realizara maravilhas em seu favor. III- UM MEMORIAL LEVANTADO 1- A pedra do testemunho. Esta pedra nos será por testemunho" (v.27). 2- A despedida de um líder (vv.29,30). Ele iniciou seu ministério com "servo de Moisés" (1.1) e concluiu sua obra como "servo de DEUS" (v.29). CONCLUSÃO Combateu o bom combate. guardou a fé, e, aos 110 anos, encerrou seu abençoado ministério. QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 13 - A DESPEDIDA DE UM LIDER RESPONDA CONFORME A REVISTA DA CPAD DO 1º TRIMESTRE DE 2009 TEXTO ÁUREO 1- Complete: "Eu _________________a minha _____________________ serviremos ao _______________________" (Js 24.15) VERDADE PRÁTICA 2- Complete: DEUS usa _________________________ obedientes à sua _________________ e que estejam dispostos a servi-Lo com _______________________ e humildade. I- JOSUÉ FAZ O POVO RECORDAR A FIDELIDADE DE DEUS 3- Para que Josué mais uma vez reuniu o povo em Siquém? Coloque "X" na alternativa correta: ( ) Para fazer uma retrospectiva da história da nação israelita. ( ) Para fazer uma festa de despedida. ( ) Para fazer um culto de despedida. 4- O que o Todo-Poderoso planejou estabelecer, a partir de Abraão? Coloque "X" na alternativa correta: ( ) A circuncisão para que todos os povos também os imitasse. ( ) Uma nação que fosse o modelo de sua justiça e santidade. ( ) Um tipo de tenda móvel, padrão para todos os povos. 5- O Eterno participava ativamente da vida do seu povo. Em quais momentos DEUS estava presente na vida de Israel? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Ele esteve presente nos momentos mais difíceis, quando os Israelitas foram derrotados diante de seus inimigos. ( ) Ele esteve presente nas ocasiões alegres, quando obtiveram vitória. ( ) Só não estava presente no deserto. 6- O que a nação israelita precisava fazer para seguir avante, prosperar e obter mais vitórias? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Treinar e se esmerar nas artes da guerra. ( ) Eles tinham de reconhecer a fidelidade de DEUS para com seu povo ( ) Continuar confiando em DEUS. II- A RENOVAÇÃO DO CONCERTO 7- Qual a decisão que os Israelitas precisavam tomar agora? Coloque "X" na alternativa correta: ( ) Obedecer ao Senhor do universo ou voltarem para o Egito. ( ) Obedecer ao Senhor do universo ou adorar os ídolos locais feitos por mãos humanas. ( ) Obedecer ao Senhor do universo ou construir um altar para Ele. 8- Qual a decisão, ou escolha, que Josué e sua família tomaram? Coloque "X" na alternativa correta: ( ) "Eu e a minha casa iremos ao Senhor". ( ) "Eu e a minha casa buscaremos ao Senhor". ( ) "Eu e a minha casa serviremos ao Senhor". 9- Em que resultaria deixar de servir e amar ao Senhor? Coloque "X" na alternativa correta: ( ) Resultaria em abandono do Senhor. ( ) Resultaria em perdão do Senhor. ( ) Resultaria em julgamento e destruição. 10- Complete: Diante do desafio de Josué o povo respondeu: "Nunca nos aconteça que _____________________ o Senhor para servirmos a outros deuses" (v.16). Os israelitas fizeram uma pública "profissão de ________________________". Como crentes também temos a necessidade de fazer a nossa confissão (Hb 3.1; 4.14; 10.23). A reafirmação de decisões justas, feitas pelo crente, inclui temer ao Senhor, ser leal à verdade, obedecer com sinceridade e renunciar ao pecado e todos os ____________________ a ele associados (vv.14-16). 11- O que reconheceram os israelitas? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Reconheceram que fora o Senhor quem realizara maravilhas em seu favor. ( ) Reconheceram que fora DEUS que os incitara à idolatria. ( ) Reconheceram que fora DEUS que os havia libertado da servidão do Egito. 12- Em seu discurso, Josué fez duas sérias advertências aos filhos de Israel, quais são? Coloque "X" na alternativa correta: ( ) Deveriam lançar fora os deuses estranhos e não poderiam quebrar, em momento algum, o pacto feito com o Senhor. ( ) Deveriam lançar fora as armas e não poderiam voltar a lutar contra os povos que ali moravam. ( ) Deveriam lançar fora os deuses estranhos e não poderiam quebrar, em momento algum, o pacto feito com o Senhor. 13- O que aconteceria aos israelitas se quebrassem o pacto com o Senhor? Coloque "X" na alternativa correta: ( ) As conseqüências seriam desastrosas: "Se deixardes o Senhor, e servirdes a deuses estranhos, então se tornará, e vós fará mal"..." ( ) As conseqüências seriam amenas: "Se deixardes o Senhor, e servirdes a deuses estranhos, então se irará"..." ( ) As conseqüências seriam amargas: "Se deixardes o Senhor, e servirdes a deuses estranhos, então os abandonará"..." III- UM MEMORIAL LEVANTADO 14- O que fez Josué para que aquela reunião pública se tornasse uma ocasião solene? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Ele "pôs por estatuto e direito... ( ) Escreveu estas palavras no livro dos justos e perdidos. ( ) Escreveu estas palavras no livro da Lei de DEUS. ( ) Tomou uma grande pedra e a erigiu ali" (vv.25,26). 15- Qual era a intenção de Josué ao realizar aquela reunião pública? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Sua intenção era fazer com que o povo jamais se esquecesse do pacto firmado com o Senhor. ( ) Assustar o povo para que o respeitassem como líder escolhido por DEUS. ( ) Ele não queria que nenhuma só palavra caísse no esquecimento. ( ) Era a hora de desfrutarem da herança que DEUS lhes prometera. 16- Como Josué iniciou e terminou seu ministério? Coloque "X" na alternativa correta: ( ) Iniciou como "amigo de Moisés" e concluiu sua obra como "servo de DEUS". ( ) Iniciou como "servo de Moisés" e concluiu sua obra como "servo de DEUS". ( ) Iniciou como "servo de Moisés" e concluiu sua obra como "servo do povo". 17- Como obter sucesso na obra de DEUS, baseando-se na vida de Josué? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso: ( ) Não se preocupe em consultar a DEUS, siga seu instinto. ( ) Seja primeiramente servo. ( ) Não precisa se preocupara em fazer um substituto, pois DEUS o preparará. ( ) Esteja atento e pronto para realizar qualquer trabalho que DEUS tenha para você. ( ) Faça a obra de DEUS com humildade, compromisso e alegria. CONCLUSÃO 18- Complete: Josué foi ______________________ ao chamado de DEUS. Ajudou os israelitas a tomarem posse da Terra Prometida, orientando-os pacientemente à _________________________ e ao cumprimento de todos os desígnios divinos. Esse leal servo do Senhor combateu o ________________________ combate. guardou a fé, e, aos ________________________ anos, encerrou seu abençoado ministério. RESPOSTAS NOS VÍDEOS DO PROGRAMA EBD NA TV http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/videosebdnatv.htm RESUMO DO 1º TRIMESTRE DE 2009 - 13 LIÇÕES (EM FIGURAS ILUSTRATIVAS) REVISTA CPAD - O LIVRO DE JOSUÉ Autor:Josué Tema:A Conquista de Canaã Data:Século XIV a.C. Considerações Preliminares O livro de Josué é a continuação do Pentateuco. Relata a travessia do Jordão por Israel, depois da morte de Moisés, para a entrada em Canaã, bem como a conquista e o povoamento de Canaã pelas doze tribos sob a liderança de Josué. A data bíblica aproximada da invasão de Canaã por Israel é 1405 a.C. O livro abrange os 25-30 anos consecutivos da história de Israel, e conta como DEUS “deu... a Israel toda a terra que jurara dar a seus pais” (21.43). Apropriadamente, o livro recebe o nome do seu personagem principal, que se destaca como o líder escolhido por DEUS, do começo ao fim do livro. Os antecedentes pessoais de Josué muito contribuíram para que se tornasse o líder da conquista. Josué viveu próximo ao fim da opressão de Israel pelo Egito, e testemunhou as dez pragas que DEUS enviou a esse país como castigo, a primeira Páscoa, a travessia milagrosa do mar Vermelho e os sinais (e juízos) sobrenaturais durante as peregrinações de Israel no deserto. Serviu a Moisés como comandante militar na batalha contra os amalequitas, pouco depois da saída do Egito (Êx 17.8-16). Somente ele acompanhou Moisés na subida ao monte Sinai, quando DEUS deu a Israel os dez mandamentos (Êx 24.12-18). Como auxiliar de Moisés, Josué demonstrava intensa devoção e amor a DEUS, e muitas vezes permaneceu na presença do Senhor por um longo período (Êx 33.11). Era um homem que se deleitava na santa presença de DEUS. Por certo, aprendeu muito com Moisés, seu conselheiro e guia de confiança, a respeito dos caminhos de DEUS e das dificuldades na condução do povo. Em Cades-Barnéia, Josué serviu a Moisés como um dos doze espias que observaram a terra de Canaã. Ele, juntamente com Calebe, rejeitou energicamente o relatório da maioria, que retratava a incredulidade do povo (Nm 14). Muitos anos antes de substituir Moisés como líder de Israel, Josué demonstrou ser um homem de fé, visão, coragem, lealdade, obediência inconteste, oração e dedicação a DEUS e à sua palavra. Quando foi escolhido para substituir Moisés, já era um homem “em que há o ESPÍRITO” (Nm 27.18; Dt 34.9). A tradição judaica, no Talmude, atribui a Josué a autoria literária do livro. Duas vezes o livro menciona o ato de escrever em conexão com Josué (18.9; 24.26). As evidências internas do livro indicam enfaticamente que o seu autor foi testemunha ocular da conquista (cf. “nos” em 5.6; note-se que Raabe ainda vivia quando o autor escreveu, 6.25). As partes do livro acrescentadas depois da morte de Josué — e.g., 15.13-17 (cf. Jz 1.9-13); 24.29-33 — foram talvez escritas por um dos “anciãos que ainda viveram muito depois de Josué” (24.31). Josué morreu cerca de 1375 a.C., aos 110 anos de idade (24.29). Propósito O livro de Josué foi escrito como um registro da fidelidade de DEUS, no cumprimento de suas promessas pactuais a Israel, concernentes à terra de Canaã (23.14; cf. Gn 12.6-7). As vitórias da conquista aparecem como os atos libertadores da parte de DEUS pró Israel sobre uma decadente cultura cananéia (Dt 9.4). A violência neste livro deve ser enquadrada nesta perspectiva. A arqueologia confirma que o povo cananeu era caracterizado por extrema depravação e crueldade quando Israel ocupou a terra. Visão Panorâmica Josué começa onde Deuteronômio termina. Israel estava acampado nas planícies de Moabe (Dt 34.1), diretamente a leste de Jericó e rio Jordão. O livro divide-se em três seções. (1) Seção I (1.1—5.15). Descreve a designação de Josué por DEUS, como sucessor de Moisés, e os preparativos de Israel para entrar em Canaã (1.1—3.13), sua travessia do Jordão (3.14—4.24), e suas primeiras atividades na terra consoante o concerto (cap. 5). DEUS prometeu a Josué: “Todo lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado” (1.3). (2) Seção II (6.1—13.7). Descreve como Israel avançou obedientemente contra cidades-estados bem armadas e com muros fortificados. DEUS deu ao seu povo vitórias decisivas no centro de Canaã (6—8), no sul (9; 10) e no norte (11; 12), e assim Israel obteve o controle das terras montanhosas (de norte ao sul) e do Neguebe. A maneira altamente singular da conquista de Jericó demonstrou claramente a Israel quem era o Príncipe da sua salvação (cap. 6). A derrota de Israel em Ai revela a imparcialidade do livro e a obediência devotada que DEUS requeria da parte de Israel (cap. 7). (3) Seção III (13.8—22.34). Descreve a repartição da terra, por Josué, entre as doze tribos; a herança de Calebe; as seis cidades de refúgio; e as quarenta e oito cidades levíticas dentre as tribos. O livro termina com duas mensagens de despedida por Josué (23.1—24.28) e um tributo post-mortem a Josué e Eleazar (24.29-33). Características Especiais Sete características principais sobressaem neste livro. (1) É o primeiro dos livros históricos do AT a descrever a história de Israel como nação na Palestina. (2) Oferece muitos aspectos da admirável vida de Josué como o escolhido de DEUS para completar a missão de Moisés: estabelecer Israel como o povo do concerto na terra prometida. (3) O livro registra vários milagres divinos em favor de Israel, sendo que os dois mais notáveis são a queda de Jericó (cap. 6) e o prolongamento das horas da luz do dia, na batalha em Gibeão (cap. 10). (4) É o principal dos livros do AT a descrever o conceito da “guerra santa” como missão específica e limitada, prescrita por DEUS e inclusa no contexto mais amplo da história da salvação. (5) O livro ressalta três grandes verdades no tocante ao relacionamento entre DEUS e o seu povo do pacto: (a) sua fidelidade; (b) sua santidade; e (c) a sua salvação. (6) O livro ressalta a importância de manter viva a memória dos atos redentores de DEUS em favor do seu povo, e de perpetuar esse legado de geração em geração. (7) O relato prolongado que o livro registra da transgressão de Acã e do seu subseqüente castigo (cap. 7), juntamente com outras admoestações, advertências e castigos, enfatiza a importância do temor do Senhor no coração do seu povo. O Livro de Josué e Seu Cumprimento no NT O nome Josué (hb. Yehoshua’ ou Yeshua’) é o equivalente hebraico do nome “JESUS” no NT, em grego (ver 1.1). Josué, no seu encargo de introduzir Israel na terra prometida, é um tipo ou prefiguração no AT, de JESUS, cuja obra foi levar “muitos filhos à glória” (Hb 2.10; 4.1-13; 2 Co 2.14). Além disso, assim como o primeiro Josué usou a espada do terrível juízo divino na conquista, assim também o segundo Josué a usará na conquista das nações no fim da história (Ap 19.11-16). Ajuda: CPAD - www.cpad.com.br - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - BÍBLIA de Estudos Pentecostal. http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/videosebdnatv.htm (VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE) BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD. Nosso novo endereço:http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos Veja vídeos em http://ebdnatv.blogspot.com , www.ebdweb.com.br, em http://www.idbpa.net/joomla/index, www.sovitoria.com.br - Ou nos sites seguintes: 4Shared, BauCristao, Dadanet, Dailymotion, GodTube, Google, Magnify, MSN, Multiply, Netlog, Space, Videolog, Weshow, Yahoo, Youtube.

Nenhum comentário: