quinta-feira, 8 de abril de 2010

ESTUDOS DA LI��O 2 - OS PERIGOS DO DESVIO ESPIRITUAL

Li��o 2 - Perigos OS DO ESPIRITUAL desvio
Li��es B�blicas Aluno - Jovens E Adultos - 2 � Trimestre de 2010
Jeremias - Esperan�a em tempos de crise
COMENT�RIOS da revista da CPAD: Pr. Claudionor de Andrade
Consultor Doutrin�rio e Teol�gico da CPAD: Pr. Antonio Gilberto
Complementos, ilustra��es, v�deos e question�rios: Ev .. Luiz Henrique de Almeida Silva
LEITURA diaria B�blica
Segunda - Jr 2,7 contaminou Israel a Terra da Promessa
Ter�a - Jr 2,8 Sacerdotes Os ignoraram um DEUS
Quarta - Jr 2,11 O povo desprezou uma divina Gl�ria
Quinta - Jr 2.1 3 cisternas rotas Cavou O povo
Sexta - Jr 2,1 7 A Na��o Deixou o Senhor
S�bado - 2 Jr Espiritual A presun��o de Israel
TEXTO �ureo
"Porque Meu povo o maldades Duas fez Um MIM me deixaram, o manancial de �guas vivas,
e cavaram cisternas, cisternas rotas N�o ret�m Que como �guas "(Jr 2.13).
VERDADE PRATICA
N�o Podemos compactuar com uma apostasia. Ela TEM de Ser erradicada de Entre o povo de DEUS para qu� N�o venhamos uma Nossos Pecados em perecer.
LEITURA EM CLASSE B�blica Jeremias
2.1-7,12,13
1 - E Veio um MIM A palavra do Senhor, dizendo: 2 - Vai e clama EAo Ouvidos de Jerusal�m, dizendo: Assim Diz o Sr.: Lembro-me de ti, da Benefic�ncia da Tua Mocidade e do amor dos despos�rios TEUs, Ap�s andavas QUANDO MIM n�o deserto, Numa terra Que se N�o semeava. 3 - Ent�o, Israel era santidade n. o Sr. e era como prim�cias SUA Novidade da; Todos OS Que o ERAM Por devoravam tidos culpados; o Sobre eles vinha mal, pm o Senhor. 4 - Ouvi uma Palavra do Senhor, � casa de Jac� e Todas As fam�lias da casa de Israel. 5 - Assim Diz o Senhor: Que injusti�a acharam Vossos pais em MIM, par�grafo se afastarem de Mim, indo Ap�s um Vaidade e tornando-se levianos? 6 - E Disseram N�o: Onde est� o Senhor, nsa Que fez subir da terra do Egito? Que nsa guiou Atrav�s do deserto, terra de Por Uma ermos e de covas, terra de sequid�o Por Uma e sombra de morte, Por Uma terra em Que Ningu�m transitava, e NA qua N�o Algum Homem morava. 7 - E eu vos introduzi NUMA terra f�rtil, comerdes n. o Seu fruto e o Seu Bem, mas, QUANDO entrastes Nela, um contaminastes minha terra e da Minha Heran�a Uma fizestes abomina��o. 12 - Espantai-vos disto, � C�us, e horrorizai-vos! Ficai verdadeiramente desolados, Diz o Senhor. 13 - Porque o Meu povo fez maldades Duas: a MIM me deixaram, o Manancial de �guas Vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, ret�m Que N�o como �guas.
2,2 Lembro-ME DE TI. No come�o da hist�ria de Israel, o povo de DEUS confiava Nele devo��o profunda com. A Comunh�o com DEUS era T�o profunda Que uma Na��o era considerada uma Esposa do Senhor (cf. 3,14; 31,32; Is 54,5). Agora, por�m, Toda uma casa de Israel Tinha abandonado um DEUS par�grafo Seguir deuses outros (vv. 4,5,25).
2,5 AFASTAREM PARA SE DE MIM? Virou Israel como DEUS par�grafo costas, Mas permaneceu DEUS AO sentir Seu povo. Todo crente Enfrenta um MESMA Tenta��o de se Esquecer da iChat de DEUS e Sua Salva��o, andam segundo QUANDO SUA Vontade, e nsa prazeres pecaminosos do Mundo.
ONDE EST� 2,8 O senhor? Os Sacerdotes Estavam T�o indiferentes � Presen�a e Poder de DEUS AO Que N�o notaram Que Ele deixara os. N�o por saber Que procuravam uma Presen�a EA B�n��o do Senhor haviam SE AFASTADO de Israel. Hoje, OS Espirituais l�deres devem se preocupar e Muito, QUANDO A presen�a de DEUS e como Manifesta��es do ESP�RITO SANTO N�o se constatarem NAS SUAS congrega��es. O sentir servo de DEUS perguntar�: Onde est� o senhor?
2,8 OS QUE tratavam DA LEI N�O CONHECERAM ME. � lament�vel Algu�m QUANDO � estudante OU SEM mestre da Palavra de Deus, por�m, o Senhor Conhecer Como Seu Pessoal Salvador e ter Comunh�o com Ele Ampla.

2,8 OS Profetas BAAL POR PROFETIZARAM. Os Profetas Tinham o dever de encaminhar o povo de Volta a DEUS e de chama-lo AO arrependimento. � Profeta desvio Falar Somente a Palavra de DEUS. Entretanto, Para muitos dos Profetas de Jud�, desviados TOTALMENTE Por estarem, profetizavam demon�aco Pelo Poder, em Nome dos �dolos. SE OS pastores e l�deres de OS humanistas Hoje Id�ias pregam como, como Que se Encontram em grande parte da psicologia filosofia, teologia e nd contempor�neas liberal, em Vez de pregarem uma Palavra de Deus, tornam-se T�o culpados Quanto OS Falsos Profetas dos tempos de Jeremias
2,13 FEZ DUAS MALDADES. O povo de DEUS do Antigo cometeu concerto Dois Principais Pecados:
(1) abandonaram o Senhor (cf. 17,13; Sl 36,9; Jo 10,10), e
(2), Vida e Prazer buscaram NAS Coisas do Mundo. Ao agirem assim, n�o abdicaram Seu Prop�sito e Destino Como povo redimido (v. 11).
A Verdadeira �gua viva (cf. Jo 4,10-14; 7,37-39) DEUS EST� NA Comunh�o com Pessoal, Por meio de CRISTO.
Agora, N�s vemos o Que � Uma cisterna. Vemos o Que ELA apanha. Vemos Como � Feita. � uma coisa Feita Pelo Que Homem cai de Telhado sujo um. A �gua Que cai atingindo o Telhado sujo, e ELA Simplesmente lava o Telhado, Descendo Atrav�s de Algo Feito Pelo Homem, Atrav�s de Uma canaleta Feita Pelo Homem, n � tanque UM Feito Pelo Homem. E Toda uma imund�cie se Ajunta ali, e OS germes, como lagartixas, e sapos, e assim Coisas da Terra. E observem, eles S�o animais impuros, vermes, estagnados. Um verme N�o PoDE viver em �gua Limpa. Se viver, Aquilo o Matara. Ele TEM NA Estar Que estagnada. E ESTA � A MANEIRA COM E Que Para muitos Destes Hoje parasitas. N�o Eles podem viver nd �gua fresca do Esp�rito Santo. ESTA � A raz�o PORQUE eles se
contra firmam uma Palavra, e Dizem Que Ela contradiz um Si mesma; N�o H� nada Nisto. Enguias PORQUE � dez ter Algum Que tipo de tanque estagnado n Nela se agitarem. Amam uma sujeira, o Pecado, a lama, uma imund�cie. ESTA � A MESMA MANEIRA Que OS e Com. sapos, lagartixas e com a, e girinos com OS, e os tais Estes Como. Eels Tem que se reunirem ao redor de P�ntano OU DE UM UM viverem par�grafo tanque estagnado, Pois � da Natureza deles viver ali. E VOC� N�o PoDE animal UM Mudar At� Que VOC� MUDE A SUA Natureza. E VOC� N�o PoDE Homem UM Fazer ver uma Palavra de Deus At� Que A Natureza DELE Seja mudada. E QUANDO SUA Natureza e do mudada Que hum Para ele e Filho de Deus eo Esp�rito Santo Nele Entra. . . O Esp�rito Santo Escreveu uma Palavra de Deus e em Seu Cora��o Agora ELA das �guas Puras bebe, bebe da �gua Que � CRISTO, bebe �gua viva.
A apostasia PESSOAL
Hb 3,12 Irm�os "ved�, Que Nunca em qualquer Haja Cora��o de vos mau hum e infiel, n se apartar do DEUS vivo".

A apostasia (gr. apost�sis) Duas Vezes n�o aparece NT Como substantivo (At 21,21; 2Ts 2.3) e, aqui em Hb 3.12, Como verbo (gr. aphistemi, apartar "Traduzido"). O termo Grego � definido como deca�da, deser��o, Rebeli�o, abandono, retirada UO AFASTAR-se daquilo a qu� Antes se estava Ligado; afastamento, abandono premeditado e Consciente da F� Crist�.

(1) Significa Apostatar CORTAR O relacionamento salv�fico com CRISTO, OU apartar-se da Uni�o vital com Ele e da Verdadeira f� Nele (ver o estudo F� E GRA�A). doutrinas Sendo assim, a apostasia individual e Poss�vel Somente par�grafo Quem J� Experimentou uma Salva��o, a Regenera��o EA Renova��o Pelo Esp�rito Santo (cf. Lc 8,13; Hb 6.4,5); N�o � simples das Nega��o do NT Pelos inconversos Dentro da Igreja vis�vel. A envolver PoDE apostasia Dois Distintos aspectos, embora Relacionados Entre si:
(A) a apostasia teol�gica, isto �, uma rejei��o de Todos os Ensinos ORIGINAIS de CRISTO e dos ap�stolos OU dalguns deles (1Tm 4.1; 2Tm 4,3), e
(B) a apostasia moral, isto �, Aquele Que era crente Deixa de permanecer em CRISTO e Volta a Ser escravo do Pecado e da imoralidade (Is 29,13; Mt 23,25-28; Rm 6,15-23; 8,6-13).

(2) A B�blia adverte fortemente Quanto a apostasia da Possibilidade, nsa Tanto Visando alertar fazer Perigo fatal de abandonar Nossa CRISTO COM Uni�o, n � nsa Como motivar
uma f� e perseverar nd nd obedi�ncia. O Prop�sito divino Desses Trechos b�blicos de Advertencia DEVE N�o Ser enfraquecido Pela Id�ia afirma que: "como advert�ncias Sobre a apostasia S�o reais, Mas uma Possibilidade SUA, n�o". Antes, devemos Que essas advert�ncias entendre S�o Como Uma Realidade Poss�vel Durante o Nosso viver aqui, e devemos consider�-las Alerta hum, se quisermos alcan�ar uma final Salva��o. ALGUNS DOS Para muitos Trechos do NT S�o advert�ncias contempla��o que: Mt 24.4,5,11-13; Jo 15,1-6; Na 11,21-23; 14.21,22; 1Co 15.1,2; Cl 1,21-23; 1Tm 4.1,16; 6,10 -12; 2Tm 4,2-5; Hb 2,1-3; 3.6-8,12-14; 6,4-6; Tg 5.19,20; 2Pe 1,8-11; 1Jo 2,23-25.

(3) Exemplos da apostasia propriamente dita acham-se em �x 32; 2RS 17,7-23; Sl 106; Is 1,2-4; Jr 2,1-9; 1,25 em; Gl 5,4; 1Tm 1,18-20; 2Pe 2.1,15,20 -22; Jd 4,11-13; uma apostasia, segundo uma B�blia, ocorrer� Dentro da Igreja Professa Nos �ltimos dias era Desta:
Ocorrer� uma apostasia "(gr. apostasia), que literalmente''Significa" desvio "afastamento''," Abandono''(2.3). Nos �ltimos dias, hum grande numero de Pessoas da Igreja apartar-se-� da Verdade B�blica.
(A) Tanto o ap�stolo Paulo Quanto UM CRISTO revelam Dif�cil Quadro da Condi��o de grande parte da Igreja - moral e espiritual doutrinariamente - � Medida Que Chega uma �poca PRESENTE AO FIM Seu (cf. Mt 24.5, 10-13, 24; 1Tm 4.1; 2Tm 4.3,4). Paulo, principalmente, ressalta Que nsa Elementos Ultimos dias �mpios ingressar�o NAS Igrejas em geral.
(B) Essa "apostasia" dentro da Igreja tera Duas Dimens�es.
(I) A apostasia teol�gica, Que � o desvio de parte dos Ensinos OU totalidade de CRISTO e dos ap�stolos UO, a rejei��o deles (1Tm 4.1; 2 Tm 4.3). Os falsos Dirigentes apresentar�o Uma F�cil Salva��o e Uma Gra�a divina sem valor desprezando, como Exig�ncias de CRISTO Quanto ao arrependimento, � Separa��o da imoralidade, e � Lealdade um DEUS e SEUS Padr�es (2Pe 2.1-3,12-19). Os falsos evangelhos, voltados um Interesses Humanos, Necessidades e alvos ego�stas, gozar�o de Popularidade.
(Ii) A apostasia moral, Que � o Abandono da Comunh�o salv�fica com CRISTO EO envolvimento com o Pecado imoralidade ea. Esses ap�statas poder�o At� anunciar uma s� doutrina B�blica, e nada Mesmo assim OS com Terem Padr�es morais de DEUS (Is 29,13; Mt 23,25-28).
Muitas Igrejas permitir�o Quase Tudo Para muitos Terem MEMBROS, Dinheiro, Sucesso de e prest�gio (ver 1Tm 4.1). O Evangelho da cruz, com o desafio de Sofrer Por CRISTO (Fp 1.29), de renunciar todo Pecado (Rm 8.13), de sacrificar-se Pelo Reino de DEUS e de renunciar a SI Mesmo Ser� Algo raro (Mt 24,12; 2Tm 3,1 5, 4.3).
(C) Tanto uma Igreja da hist�ria, Como uma apostasia predita Para os Ultimos Dias, advertem um todo crente N�o pressupor um Que o Progresso do reino de DEUS � infal�vel Na Sua Continuidade, no decurso de como Todas �pocas e FIM o comeu. Em Determinado Momento da hist�ria da Igreja, a Rebeli�o contra DEUS e Sua Palavra assumir� propor��es espantosas. No dia do Senhor, Caira uma ira de DEUS contra rejeitarem OS Que A Verdade SUA (1TS 5,2-9).
(D) O triunfo final do reino de DEUS e Sua Justi�a No mundo, portanto, nao Depende do Professa Aumento gradual da Igreja, Mas Interven��o da final de DEUS, QUANDO Ele se manifestar� com AO Mundo Justo Ju�zo (Ap 19-22 ver; 2Ts 2.7,8; 1Tm 4.1; 2Pe 3,10-13; Jd).

(4) Os Passos Que levam � apostasia: S�o Paulo
(Um crente) O, por sua Falta de f�, Deixa de LeVar Read more Leia um S�rio como Verdades, exorta��es, advert�ncias, Promessas e Ensinos da Palavra de Deus (Mc 1,15; Lc 8,13, Jo 5.44,47; 8,46).
(B) quando a Realidades do Mundo chegam um Maiores Ser Que fazer como fazem reino celestial de Deus, o crente Deixa paulatinamente de aproximar-se de DEUS Atrav�s de CRISTO (4.16; 7.19,25; 11.6).
(C) Por Causa da Apar�ncia enganosa do Pecado, uma Pessoa se torna CADA Vez Mais tolerante do Pecado Na Sua Pr�pria Vida (1Co 6.9,10; Ef 5.5; Hb 3.13). J� N�o ama uma Odeia Nem uma retid�o Iniq�idade (vers�o 1.9).
(D) Por Causa da dureza do Cora��o seu (3.8,13) e da SUA rejei��o dos Caminhos de DEUS (v. 10), n�o Faz Caso da VOZ repetida e Repreens�o do Esp�rito Santo (Ef 4,30; 1TS 5,19-22; Hb 3,7-11).
(E) O ESP�RITO SANTO se entristece (4,30 Ef cf. Hb 3.7,8); Seu fogo se extingue (1TS 5.19) e Seu Templo � profanado (1Co 3.16). Finalmente, Ele afasta-se DAQUELE crente Que era antes (Jz 16,20; Sl 51,11; Rm 8,13; 1Co 3.16,17; Hb 3.14).
(5) Se uma apostasia continua sem refreio, o Indiv�duo Pode, finalmente, Chegar Ao que em Ponto N�o Seja Recome�o UM POSS�VEL.
(A) Isto �, uma Pessoa Que n�o Passado TeVe Uma Experi�ncia de CRISTO COM Salva��o, Mas Que deliberada e continuamente endurece Seu Cora��o N�o par�grafo atender � Voz do ESP�RITO SANTO (3,7-19), continua um pecar intencionalmente (10,26) e se Recusa um arrepender-se e voltar par DEUS, sem um Chegar PoDE Ponto UM em Retorno Que N�o H� Mais Possibilidade de arrependimento e de Salva��o (6,4-6; Dt 29,18-21; 1 Sm 2,25; Pv 29.1). HA UM LIMITE Para a Paci�ncia de DEUS (ver 1 Sm 3,11-14; Mt 12.31,32; 2 Ts 2,9-11; Hb 10.26-29,31, 1 Jo 5.16).
(B) Esse Ponto de Onde n�o h� retorno, nao se PoDE Defini��o da de antem�o. Logo, a �nica salvaguarda contra o Perigo de apostasia extrema EST� AN admoesta��o do Esp�rito: Hoje, se ouvirdes A SUA VOZ, N�o endure�ais OS Vossos Cora��es (3.7,8,15; 4.7).
(6) e Que salientar proprio, embora uma apostasia UM Seja Perigo Para Todos OS Que V�o se desviando da F� (2,1-3) e Que apartam se de DEUS (6.6), ELA SE N�o Consuma sem o constante e deliberado pecar contra um voz do Esp�rito Santo (ver Mt 12,31, nota Sobre o Pecado contra o Esp�rito Santo).
(7) que Aqueles, POR UM Cora��o Terem incr�dulo, se afastam de DEUS (3.12), que podem Pensar Ainda S�o verdadeiros crentes, Mas SUA indiferen�a com Para as Exig�ncias de CRISTO e do ESP�RITO SANTO para e com a advert�ncias das Escrituras indicam o contr�rio. Uma Vez Que Algu�m PoDE enganar-se um si mesmo, Paulo exorta Todos aqueles Que Ser afirmam salvos: "Examinai-vos uma vos mesmos se permaneceis nd f�, provai-vos uma vos mesmos" (ver 2 Co 13.5).
(8) Quem, Sinceramente, preocupa-se com SUA Condi��o Espiritual e n�o sente do Seu Cora��o o Desejo de voltar-se arrependido n DEUS, tem nisso Uma Clara Evid�ncia de Que N�o cometeu um imperdo�vel apostasia. Como Escrituras afirmam com Clareza Que N�o Quer Que DEUS Ningu�m pere�a (2 Pe 3,9 cf. Is 1.18,19; 55.6,7) e declaram Que DEUS receber� Todos Que J� desfrutaram da Gra�a Salvadora, se arrependidos, um Voltarem Ele (cf. Gl 5,4 com 4,19; 1 Co 5,1-5 com 2 Co 2,5-11; Lc 15,11-24; Rm 11,20-23; Tg 5.19,20; Ap 3,14-20; nota o exemplo de Pedro, Mt 16,16; 26.74,75; Jo 21,15-22).
OBJETIVOS - Ap�s aula ESTA. o aluno Deverra Estar apto a:
Explicar o Que � apostasla.
Compreender Que consistia em uma apostas ia de Israel.
Conscientizar-se de Que N�o Podemos com pactuar com uma apostasia, para qu� N�o venhamos um perecer.
ORIENTA��O PEDAG�GICA
Professor, reproduza uma tabela no Quadro Acima-de-giz. Ela Ser� �til EAo par�grafo alunos mostrar. De modo resumido, O ambiente da �poca.
Mensagem de um diretor Jeremias e Sua Import�ncia.
Explique � classe Jeremias Que Foi Enviado Como profeta par�grafo repreender Jud� Por sua Rebeli�o. O povo de Jud� estava adorando Outros deuses tivessem embora Sido instru�dos Pelo Senhor uma terr�vel Respeito Desse Pecado (�x 20,3-6). DEUS abomina uma idolatria Precisamos ter Cuidado! Na atualidade Para muitos "�dolos" Consiga tentam Nossa Aten��o do �nico e Verdadeiro DEUS. EAo alunos Diga Que Precisamos Estar atentos.
RESUMO DA Li��o 2
Perigos OS DO ESPIRITUAL desvio
INTRODU��O
I. O QUE � A apostasia
1. Defini��o.
2. A apostasia de Israel.
II. Brado UM CONTRA A apostasia
1. Falar em Nome do Senhor.
2. Ser "aut�ntico" E n�o politicamente Correto.
3. Anunciar AO povo uma trag�dia Que OS rondava.
III. EM QUE
CONSISTIA A apostasia DE ISRAEL
1. O afastamento de Jeov�.
2. O esquecimento de Jeov�.
3. O desprezo Pelas coisas divinas.
CONCLUS�O
Que nada desvie nsa de Nosso Senhor JESUS CRISTO.
Em breve Ele vira Buscar A SUA Igreja. N�o Se estivermos
Preparados, Como subsistiremos Nesse grande dia?
Reflex�o
"Estejamos Preparados um Fim de expor com ousadia
e todo integridade o conselho de DEUS. " Claudionor de Andrade
Sinopse
DO T�PICO (1)
Israel abandonou o �nico e Verdadeiro DEUS, par�grafo Seguir SO OS �dolos e costumes dos Povos �mpios Vizinhos.
Sinopse
DO T�PICO (2)
Tinha ex�rcitos Jeremias Como Miss�o exortar o povo � obedi�ncia e Alerta-Ios Quanto a Desgra�a Que se avizinhava de SUAS Fronteiras: OS babil�nios.
Reflex�o
"E n�o vos conformeis com Este Mundo, Mas transformai-vos Pela Renova��o do vosso Entendimento
[...]" Romanos 12,2
Sinopse DO T�PICO (3)
Os Filhos de Israel desprezavam AO Senhor e como leis SUAS.
AUX�LIO BIBLIOGR�FICO - Subs�dio Bibliol�gico A Impud�ncia de Jud�
"A transgress�o irrestrita Acaba Levando a Um estado de impud�ncia (Falta de vergonha), onde o indiv�duo e Incapaz de se import�r. �gora Isso PoDE Ser Visto em Rela��o AO Destino de Juda. Embora em Seu Ladr�o apanhado Pecado e Como envergonhado UM POR CAUSA SUA de conduta, SEUS r�is [..,], Pr�ncipes] ou [OS SEUS e continuaram praticando um Profetas Prostitui��o Espiritual. Dizem Eels AO Peda�o de Madeira (UMa �rvore OU �dolo de madeira): Meu pai Tu �s, e A Pedra ( �dolo): Tu me geraste. Eels desdenhosamente
viraram de costas Para o senhor, um FIM de o fazerem Ihes apraz "Bem que, no entanto, Quando aparece uma Dificuldade, sem o menor constrangimento voltam-se Novamente Para o Senhor e Ajuda SUA clamam por. Isso revela uma completa irracionalidade do Pecado, e DEUS OS repreende: Onde POIs, OS deuses Est�o os teus, Que fizeste para ti? Que se levantem, se te podem livrar. N�o Falta Havia Desses deuses, PORQUE CADA Cidade Tinha Pelo Menos UM deus. QUANDO o castigo Continuava, eles se voltavam NA SUA mis�ria e reclamavam contra DEUS, Como se tivessem N�o Pecado cometido softwares antigos e tivessem todo o Direito de Esperar SUA Ajuda.
Apesar do Fato de DEUS permitir o Sofrimento n afast�-Ios do Pecado SEU, eles n�o aprenderam Experi�ncia da SUA. Eels N�o aceitaram um CORRE��O, Mas mataram OS verdadeiros Profetas com uma espada, Na Sua loucura Em outros deuses SERVIR "(Coment�rio B�blico Beacon. Vol. 4: Isa�as uma Daniel. Rio de Janeiro, CPAD, 2005, pp. 268-69).
AUX�LIO BIBLIOGR�FICO - Subs�dio Bibliol�gico
A Escatologia de Jeremias - "Nos cap�tulos 2-29, Jeremias previu um Chegada de Nabucodonosor, a conquista de Jud�, a destrui��o de Jerusal�m par�grafo povo EA deporta��o fazer uma Babil�nia cap�tulos. N.os 30-33, Ele previu futura era uma, QUANDO DEUS reverteria uma sorte de Israel / Jud�. FIM Ao dos anos setenta, destruiria um DEUS Babil�nia (25,11-14) e reconduziria OS exilados � Terra Prometida "(29,10-14) (LAHAYE, Enciclop�dia Popular de Profecia B�blica.1. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008, p.189).
Subs�dio Teol�gico - Apostasia - "A apostasia DEVE Ser diferenciada Ignor�ncia da UO da Falta de conhecimento, da heresia Bem como, hum Que � Errado Conhecimento (2 Tm 2.25,26). Os Homens podem Ignor�ncia da Ser salvos, da apostasia Mas n�o. Ela � caracterizada Por Uma rejei��o deliberada da divindade de CRISTO (l Jo 2.22,23; Judas 4) e Sua morte expiat�ria "(Fp 3.18) (Dicion�rio B�blico Wycliffe. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2006, p.161 ).
Subsidio devocional
quebradas Cisternas (2.13) - "A inven��o de cisternas rebocadas, sem Subsolo, permitia AO povo do Antigo Testamento viver em �reas montanhosas, Onde o �ndice pluviom�trico era Pequeno. E.U.A. Jeremias Desse exemplo mostrar par�grafo familiar uma tolice da idolatria de Jud�. Era o Mesmo Que manter constante Fluxo de �gua par o interior do deserto, Na Tentativa de armazen�-Ia em cisternas com Fissuras, incapazes, portanto, de um Reter �gua e. Por CONSEGUINTE, de sustentar uma vida "(RICHARDS, Lawrence O. Guia do Leitor da B�blia. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2005, p.450).

AJUDA
CPAD - http://www.cpad.com.br/ - B�blias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - B�blia de Estudos Pentecostal.
V�DEOS da EBD na TV, INCLUSIVE DE Li��o - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
B�BLIA ILUMINA EM CD - B�BLIA de Estudo NVI EM CD - B�BLIA Thompson EM CD.
Nosso novo endere�o: http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/
Veja em v�deos http://ebdnatv.blogspot.com, http://www.ebdweb.com.br/ NOS - Ou sites seguintes: 4Shared, BauCristao, Dadanet, Dailymotion, GodTube, Google, Magnify, MSN, Multiply, Netlog, Space, Videolog, WeShow, Yahoo, Youtube.

Nenhum comentário: