quarta-feira, 4 de julho de 2012

LIÇÃO 2, A ENFERMIDADE NA VIDA DO CRENTE



LIÇÃO 2, A ENFERMIDADE NA VIDA DO CRENTE
Lições Bíblicas do 3º Trimestre de 2012 - CPAD - Jovens e Adultos
Vencendo as Aflições da Vida - "Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas” (Salmos 34:19).
Comentários da revista da CPAD: Pr. Eliezer de Lira e Silva
Consultor Doutrinário e Teológico da CPAD: Pr. Antonio Gilberto
Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
QUESTIONÁRIO
 
 
TEXTO ÁUREO 
"O Senhor o assiste no leito da enfermidade; na doença, tu lhe afofas a cama" (Sl 41.3 - ARA).
 
 
VERDADE PRÁTICA 
DEUS nem sempre cura as nossas enfermidades, mas concede-nos forças para que, mesmo no leito de dor, continuemos a glorificar o seu nome.
 
 
.
 
 
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Isaías 38.1-8
1 Naqueles dias, Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal; e veio a ele Isaías, filho de Amoz, o profeta, e lhe disse: Assim diz o SENHOR: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás e não viverás. 2 Então, virou Ezequias o rosto para a parede e orou ao SENHOR. 3 E disse: Ah! SENHOR, lembra-te, peço-te, de que andei diante de ti em verdade e com coração perfeito e fiz o que era reto aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo. 4 Então, veio a palavra do SENHOR a Isaías, dizendo: 5 Vai e dize a Ezequias: Assim diz o SENHOR, o DEUS de Davi, teu pai: Ouvi a tua oração e vi as tuas  lágrimas; eis que acrescentarei aos teus dias quinze anos. 6 E livrar-te-ei das mãos do rei da Assíria, a ti, e a esta cidade; eu defenderei esta cidade. 7 E isto te será da parte do SENHOR como sinal de que o SENHOR cumprirá esta palavra que falou: 8 eis que farei que a sombra dos graus, que passou com o sol pelos graus do relógio de Acaz, volte dez graus atrás. Assim, recuou o sol dez graus pelos graus que já tinha andado.
 
Doença segundo o dicionário Priberam, vem do Latin dolentia e significa alteração na saúde; falta de saúde; mal, moléstia, enfermidade; mania; paixão; vício; defeito.
Nossa tarefa é identificar os focos das doenças terríveis porque passam tanto os descrentes como alguns de nossos irmãos, procurarmos dentro da Palavra de DEUS a solução e aplicá-la como único e eficiente remédio para o homem atual. Fazendo assim, estaremos cumprindo o IDE de JESUS enquanto aqui vivermos. 
Nós, professores da Escola Bíblica Dominical, somos impressores, transformadores e renovadores de caráter; deixemos, portanto que o ESPÍRITO SANTO nos use nesta tão importante e vital tarefa!

 










38.1 MORRERÁS. Por intermédio de Isaías, DEUS predisse que Ezequias morreria como uma inevitável conseqüência física da sua enfermidade. Boa parte das profecias, no entanto, é condicional (e.g., ver Jr 18.7-10). Nos atos de DEUS não há engano (Hb 6.18), mas Ele pode mudar seus planos como resultado da nossa maneira de acatar a sua mensagem,. A mensagem de DEUS a Ezequias era uma declaração direta e inequívoca que expressava uma possibilidade. Mas, porque Ezequias correspondeu com oração sincera e com confiança na capacidade de DEUS, para curar sua doença física, Ele atendeu por misericórdia a sua oração e acrescentou quinze anos à sua vida.
38.5 OUVI A TUA ORAÇÃO. A declaração de DEUS no sentido de Ezequias preparar-se para a morte, e a oração que este fez a DEUS, (v. 2) oferece sugestões importantes em nosso relacionamento com Ele. (1) Nem todas as coisas que DEUS declara a respeito do futuro são terminantemente irrevogáveis (cf. Jn 3.1-10). Quando o crente é atingido por alguma tragédia, pode ter a certeza plena de que DEUS se importa com o que lhe acontece. Ele é compassivo e sensível ao que nos acontece. (2) As orações do crente têm um efeito sobre DEUS, sobre seus propósitos, e na realização do seu plano soberano. O que acontece, pois, na nossa vida ou na vida da igreja é determinado tanto pelo plano de DEUS como pelas nossas orações. Devemos sempre manter a convicção bíblica de que a oração, realmente, muda as coisas (vv. 4-7; cf. 1 Rs 21.29; Ez 33.13-16; Tg 5.14,15).
38.8 ASSIM, RECUOU O SOL DEZ GRAUS. Não se sabe exatamente como a sombra recuou dez graus no relógio de sol; o que está claro é que assim aconteceu, mediante a palavra poderosa de DEUS como um sinal profético a Ezequias, de que DEUS ouvira a sua oração e visto as suas lágrimas, e de que Ele o curaria.
 
 
A CURA DIVINA (BEP-CPAD)
Mt 8.16,17 “E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele, com a sua palavra, expulsou deles os espíritos e curou a todos os que estavam enfermos, para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças.”

A PROVISÃO REDENTORA DE DEUS.
(1) O problema das enfermidades e das doenças está fortemente vinculado ao problema do pecado e da morte, i.e., às consequências da queda. Enquanto a ciência médica considera as causas das enfermidades e das doenças em termos psicológicos ou psicossomáticos, a Bíblia apresenta as causas espirituais como sendo o problema subjacente ou fundamental desses males. Essas causas são de dois tipos: (a) O pecado, que afetou a constituição física e espiritual do homem (e.g., Jo 5.5,14), e (b) Satanás (e.g., At 10.38; cf. Mc 9.17, 20.25; Lc 13.11; At 19.11,12).
(2) A provisão de DEUS através da redenção é tão abrangente quanto as conseqüências da queda. Para o pecado, DEUS provê o perdão; para a morte, DEUS provê a vida eterna, e a vida ressurreta; e para a enfermidade, DEUS provê a cura (cf. Sl 103.1-5; Lc 4.18; 5.17-26; Tg 5.14,15). Daí, durante a sua vida terrestre, JESUS ter tido um tríplice ministério: ensinar a Palavra de DEUS, pregar o arrependimento (o problema do pecado) e as bênçãos do reino de DEUS (a vida) e curar todo tipo de moléstia, doença e enfermidade entre o povo (4.23,24).

A REVELACÃO DA VONTADE DE DEUS SOBRE A CURA.
A vontade de DEUS no tocante à cura divina é revelada de quatro maneiras principais nas Escrituras.
(1) A declaração do próprio DEUS. Em Êx 15.26 DEUS prometeu saúde e cura ao seu povo, se este permanecesse fiel ao seu concerto e aos seus mandamentos (ver Êx 15.26). Sua declaração abrange dois aspectos: (a) “Nenhuma das enfermidade porei sobre ti [como julgamento], que pus sobre o Egito”; e (b) “Eu sou o SENHOR, que te sara [como Redentor]”. DEUS continuou sendo o Médico dos médicos do seu povo, no decurso do AT, sempre que os seus sinceramente se dedicavam a buscar a sua face e obedecer à sua Palavra (cf. 2Rs 20.5; Sl 103.3).
(2) O ministério de JESUS. JESUS, como o Filho encarnado de DEUS, era a exata manifestação da natureza e do caráter de DEUS (Hb 1.3; cf. Cl 1.15; 2.9). JESUS, no seu ministério terreno (4.23,24; 8.14-16; 9.35; 15.28; Mc 1.32-34,40,41; Lc 4.40; At 10.38), revelava a vontade de DEUS na prática (Jo 6.38; 14.10), e demonstrou que está no coração, na natureza e no propósito de DEUS curar todos os que estão enfermos e oprimidos pelo diabo.
(3) A provisão da expiação de CRISTO. (Is 53.4,5; Mt 8.16,17; 1Pe 2.24). A morte expiatória de CRISTO foi um ato perfeito e suficiente para a redenção do ser humano total — espírito, alma e corpo.
Assim como o pecado e a enfermidade são os gigantes gêmeos, destinados por Satanás para destruir o ser humano, assim também o perdão e a cura divina vêm juntos como bênçãos irmanadas, destinadas por DEUS para nos redimir e nos dar saúde (cf. Sl 103.3; Tg 5.14-16). O crente deve prosseguir com humildade e fé e apropriar-se da plena provisão da expiação de CRISTO, inclusive a cura do corpo.
(4) O ministério contínuo da igreja. JESUS comissionou seus doze discípulos para curar os enfermos, como parte da sua proclamação do reino de DEUS (Lc 9.1,2,6). Posteriormente, Ele comissionou setenta discípulos para fazerem a mesma coisa (Lc 10.1, 8,9, 19). Depois do dia de Pentecoste o ministério de cura divina que JESUS iniciara teve prosseguimento através da igreja primitiva como parte da sua pregação do evangelho (At 3.1-10; 4.30; 5.16; 8.7; 9.34; 14.8-10; 19.11,12; cf. Mc 16.18; 1Co 12.9,28,30; Tg 5.14-16). O NT registra três maneiras como o poder de DEUS e a fé se manifestam através da igreja para curar:
(a) a imposição de mãos (Mc 16.15-18; At 9.17);
(b) a confissão de pecados conhecidos, seguida da unção do enfermo com óleo pelos presbíteros (Tg 5.14-16); e
(c) os dons espirituais de curar concedidos à igreja (1Co 12.9). Note que são os presbíteros (ou líderes) da igreja que devem cuidar desta “oração da fé”.

IMPEDIMENTOS À CURA. Às vezes há, na própria pessoa, impedimentos à cura divina, como:
(1) pecado não confessado (Tg 5.16); (2) opressão ou domínio demoníaco (Lc 13.11-13); (3) medo ou ansiedade aguda (Pv 3.5-8; Fp 4.6,7); (4) insucessos no passado que debilitam a fé hoje (Mc 5.26; Jo 5.5-7); (5) o povo (Mc 10.48); (6) ensino antibíblico (Mc 3.1-5; 7.13); (7) negligência dos presbíteros no que concerne à oração da fé (Mc 11.22-24; Tg 5.14-16); (8) descuido da igreja em buscar e receber os dons de operação de milagres e de curas, segundo a provisão divina (At 4.29,30; 6.8; 8.5,6; 1Co 12.9,10,29-31; Hb 2.3,4); (9) incredulidade (Mc 6.3-6; 9.19, 23,24); e (10) irreverência com as coisas santas do Senhor (1Co 11.29,30). Casos há em que não está esclarecida a razão da persistência da doença física em crentes dedicados (e.g., Gl 4.13,14; 1Tm 5.23; 2Tm 4.20). Noutros casos, DEUS resolve levar seus amados santos ao céu, durante uma enfermidade (cf. 2Rs 13.14,20).

O QUE DEVEMOS FAZER QUANDO EM BUSCA DA CURA DIVINA. O que deve fazer o crente quando ora pela cura divina para si?
(1) Ter a certeza de que está em plena comunhão com DEUS e com o próximo (6.33; 1Co 11.27-30; Tg 5.16; ver Jo 15.7).
(2) Buscar a presença de JESUS na sua vida, pois é Ele quem comunica ao coração do crente a necessária fé para a cura (Rm 12.3; 1Co 12.9; Fp 2.13; ver Mt 17.20).
(3) Encher sua mente e coração da Palavra de DEUS (Jo 15.7; Rm 10.17).
(4) Se a cura não ocorre, continuar e permanecer nEle (Jo 15.1-7), examinando ao mesmo tempo sua vida, para ver que mudanças DEUS quer efetuar na sua pessoa.
(5) Pedir as orações dos presbíteros da igreja, bem como dos familiares e amigos (Tg 5.14-16).
(6) Assistir a cultos em que há alguém com um autêntico e aprovado ministério de cura divina (cf. At 5.15,16; 8.5-7).
(7) Ficar na expectativa de um milagre, i. e., confiar no poder de CRISTO (7.8; 19.26).
(8) Regozijar-se caso a cura ocorra na hora, e ao mesmo tempo manter-se alegre, se ela não ocorrer de imediato (Fp 4.4,11-13).
(9) Saber que a demora de DEUS em atender as orações não é uma recusa dEle às nossas petições. Às vezes, DEUS tem em mente um propósito maior, que ao cumprir-se, resulta em sua maior glória (cf. Jo 9.13; 11.4, 14,15, 45; 2Co 12.7-10) e em bem para nós (Rm 8.28).
(10) Reconhecer que, tratando-se de um crente dedicado, DEUS nunca o abandonará, nem o esquecerá. Ele nos ama tanto que nos tem gravado na palma das suas mãos (Is 49.15,16).
 
 
QUAL A DIFERENÇA ENTRE ENFERMIDADE E DOENÇA?
Percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades entre o povo. Mateus 4.23-25
 
Doença - do latim dolentia de dolens = dor, portanto indica perturbação em que há dor, corresponde à palavra grega algos, algema que nos legou algia = dor

Enfermidade - do latim infirmita, infirmitatis (de infirmus) que significa fraqueza, debilidade. Incapacidade de realizar algo de habitual devido a uma deficiência; corresponde no grego a astheneia = astenia, que designa mais propriamente fraqueza muscular

Então, doente é o que sente dor, o que sofre, o que padece; enfermo é o que está debilitado, enfraquecido pela doença.
 
 
 
CRENTE FICA DOENTE?
Por: Augustos Nicodemus Lopes
 
Creio em milagres. Creio que Deus cura hoje em resposta às orações de seu povo. Durante meu ministério pastoral, tenho orado por pessoas doentes que ficaram boas. Contudo, apesar de todas as orações, pedidos e súplicas que os crentes fazem a Deus quando ficam doentes, é um fato inegável que muitos continuam doentes e eventualmente, chegam a morrer acometidos de doenças e males terminais.

Uma breve consulta feita à Capelania Hospitalar de grandes hospitais de algumas capitais do nosso país revela que há números elevados de evangélicos hospitalizados por todos os tipos de doença que acometem as pessoas em geral. A proporção de evangélicos nos hospitais acompanha a proporção de evangélicos no país. As doenças não fazem distinção religiosa.

Para muitos evangélicos, os crentes só adoecem e não são curados porque lhes falta fé em Deus. Todavia, apesar do ensino popular que a fé nos cura de todas as enfermidades, os hospitais e clínicas especializadas estão cheias de evangélicos de todas as denominações – tradicionais, pentecostais e neopentecostais –, sofrendo dos mais diversos tipos de males. Será que poderemos dizer que todos eles – sem exceção – estão ali porque pecaram contra Deus, ficaram vulneráveis aos demônios e não têm fé suficiente para conseguir a cura?

É nesse ponto que muitos evangélicos que adoeceram, ou que têm parentes e amigos evangélicos que adoeceram, entram numa crise de fé. Muitos, decepcionados com a sua falta de melhora, ou com a morte de outros crentes fiéis, passam a não crer mais em nada e abandonam as suas igrejas e o próprio Evangelho. Outros permanecem, mas marcados pela dúvida e incerteza. Eu gostaria de mostrar nesse post, todavia, que mesmo homens de fé podem ficar doentes, conforme a Bíblia e a História nos ensinam.

1. Há diversos exemplos na Bíblia de homens de fé que adoeceram. Ao lermos a Bíblia como um todo, verificamos que homens de Deus, cheios de fé, ficaram doentes e até morreram dessas enfermidades. Um deles foi o próprio profeta Eliseu. A Bíblia diz que ele padeceu de uma enfermidade que finalmente o levou a morte: “Estando Eliseu padecendo da enfermidade de que havia de morrer” (2Re 13.14). Outro, foi Timóteo. Paulo recomendou-lhe um remédio caseiro por causa de problemas estomacais e enfermidades freqüentes: “Não continues a beber somente água; usa um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes enfermidades” (1Tm 5.23).
Ao final do seu ministério, Paulo registra a doença de um amigo que ele mesmo não conseguiu curar: “Erasto ficou em Corinto. Quanto a Trófimo, deixei-o doente em Mileto” (2Tm 4.20).
O próprio Paulo padecia do que chamou de “espinho na carne”. Apesar de suas orações e súplicas, Deus não o atendeu, e o apóstolo continuou a padecer desse mal (2Co 12.7-9). Alguns acham que se tratava da mesma enfermidade da qual Paulo padeceu quanto esteve entre os Gálatas: “a minha enfermidade na carne vos foi uma tentação, contudo, não me revelastes desprezo nem desgosto” (Gl 4.14). Alguns acham que era uma doença nos olhos, pois logo em seguida Paulo diz: “dou testemunho de que, se possível fora, teríeis arrancado os próprios olhos para mos dar” (Gl 4.15). Também podemos mencionar Epafrodito, que ficou gravemente doente quando visitou o apóstolo Paulo: “[Epafrodito] estava angustiado porque ouvistes que adoeceu. Com efeito, adoeceu mortalmente; Deus, porém, se compadeceu dele e não somente dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza” (Fp 2.26-27).
Temos ainda o caso de Jó, que mesmo sendo justo, fiel e temente a Deus, foi afligido durante vários meses por uma enfermidade, que a Bíblia descreve como sendo infligida por Satanás com permissão de Deus: “Então, saiu Satanás da presença do Senhor e feriu a Jó de tumores malignos, desde a planta do pé até ao alto da cabeça. Jó, sentado em cinza, tomou um caco para com ele raspar-se” (Jó 2.7-8). O grande servo de Deus, Isaque, sofria da vista quando envelheceu, a ponto de não saber distinguir entre Jacó e Esaú: “Tendo-se envelhecido Isaque e já não podendo ver, porque os olhos se lhe enfraqueciam” (Gn 27.1). Esses e outros exemplos poderiam ser citados para mostrar que homens de Deus, fiéis e santos, foram vitimados por doenças e enfermidades.
 

2. O mesmo ocorre na História da Igreja. Nem mesmo cristãos de destaque na história da Igreja escaparam das doenças e dos males. João Calvino era um homem acometido com freqüência de várias enfermidades. Mesmo aqueles que passaram a vida toda defendendo a cura pela fé também sofreram com as doenças. Alguns dos mais famosos acabaram morrendo de doenças e enfermidades. Um deles foi Edward Irving, chamado o pai do movimento carismático. Pregador brilhante, Irving acreditava que Deus estava restaurando na terra os dons apostólicos, inclusive o da cura divina. Ainda jovem, contraiu uma doença fatal. Morreu doente, sozinho, frustrado e decepcionado com Deus.
Um outro caso conhecido é o de Adoniran Gordon, um dos principais líderes do movimento de cura pela fé do século passado. Gordon morreu de bronquite, apesar da sua fé e da fé de seus amigos. A. B. Simpson, outro líder do movimento da cura pela fé, morreu de paralisia e arteriosclerose. Mais recentemente, morreu John Wimber, vitimado por um câncer de garganta. Wimber foi o fundador da igreja Vineyard Fellowship (“A Comunhão da Vinha ou Videira”) e do movimento moderno de “sinais e prodígios”. Ele, à semelhança de Gordon e Simpson, acreditava que pela fé em Cristo, o crente jamais ficaria doente. Líderes do movimento de cura pela fé no Brasil também têm ficado doentes. Não poucos deles usam óculos, para corrigir defeitos na vista e até têm defeito físico nas mãos.
O meu ponto aqui é que cristãos verdadeiros, pessoas de fé, eventualmente adoeceram e morreram de enfermidades, conforme a Bíblia e a História claramente demonstram. O significado disso é múltiplo, desde o conceito de que as doenças nem sempre representam falta de fé até o fato de que Deus se reserva o direito soberano de curar quem ele quiser.
http://bereianos.blogspot.com.br/2009/01/crente-fica-doente.html#.T_M5-PXStr8
 
SEJA USADO POR DEUS PARA CURAR
O GRANDE DESCOBRIMENTO! (Livro Curando os Enfermos - Por Charles e Frances Hunter - http://semeadoresdapalavra.top-forum.net/portal).
Nós fomos designados e comissionados a levar o evangelho por todo o mundo, e a única maneira para conseguir êxito nesta gloriosa tarefa, é com milagres, da mesma maneira que JESUS o fez.
"JESUS pois operou em presença de seus discípulos, muitos outros sinais que não estão escritos neste livro. Estes porém foram escritos para que creiais que JESUS é o CRISTO, o Filho de DEUS, e para que crendo, tenhais vida em seu nome" (Jo 20.30,31).
Estamos no final dos tempos, e há uma urgência de que o Corpo de CRISTO prepare o mundo para o breve retorno de JESUS! Devemos alcançar cada raça, tribo, língua e nação com o Sobrenatural de DEUS.
Como isso pode ser realizado? Somente crendo, que O SOBRENATURAL DE DEUS PODE SER ENSINADO! Sentimos que multidões de pessoas comuns, em breve se levantarão por todo o mundo, em um movimento sobrenatural do ESPÍRITO SANTO e sairão curando os enfermos, expulsando os demônios, e apresentando às massas, um CRISTO vivo e poderoso.
Isto não estará limitado aos ministros evangélicos ordenados, mas incluirá toda gente, e multidões. DEUS nos têm ungido, e nos tem dirigido para que apresentemos as formas simples de curar os enfermos, que Ele nos tem ensinado através dos anos. Tem sido uma bênção e funcionado para nós, e milhares tem sido curados em todo o mundo. Temos ensinado muita gente, e mostrado como é simples curar enfermos e expulsar demônios de acordo com a Palavra de DEUS, o que têm sido feito com sucesso, e isso também funcionará em sua vida.
DEUS nos tem falado, para compartilhar esse ensinamento por todo o mundo! Os olhos dos cegos serão abertos por meio deste ensino (os olhos espirituais que têm sido nublados pelo tradicionalismo). As escamas irão cair ao receberem uma nova visão do poder de DEUS. DEUS nunca pensou em fazer complicada a cura divina; Ele a fez bastante simples, porém o homem é que tem dificultado as coisas. JESUS, o Grande Médico, nos deu esta ordem e autoridade para curar os enfermos, e disse que os que cressem, poriam suas mãos sobre estes e os curariam (Mc 16.18).
Realmente é a vontade de DEUS curar? Vejamos:
"Quando desceu JESUS do monte, seguiu-o uma grande multidão, e eis que veio um leproso, que o adorou dizendo: "Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo. E JESUS estendendo a mão tocou-o dizendo: QUERO, sê limpo. E no mesmo instante ficou purificado da lepra" (Mt 8.1-3).
Sim, É A VONTADE DE DEUS QUE VOCÊ SEJA CURADO! Quando o leproso pediu a JESUS que o curasse, ele falou: Senhor se QUISERES podes curar-me.
O que JESUS lhe respondeu?
Sim, QUERO. Sê curado.
JESUS quer curar você? Veja o que Ele disse ao leproso: "QUERO!"
Ele fala exatamente a mesma coisa para você agora. Na versão em Inglês do rei Santiago (KJV) essa passagem diz: E veio um leproso e o adorou dizendo; Senhor se é da tua vontade podes limpar-me. E JESUS estendendo sua mão e tocando-o disse: "Sim eu o farei, sê limpo. E imediatamente ficou limpo da lepra."
Em Hebreus 13.8 diz que "JESUS CRISTO é o mesmo ontem, e hoje e eternamente". Será que é a vontade de DEUS curar? Há uma versão que JESUS disse: "Sim Quero" e a outra: "Sim, eu o farei", nenhuma é negativa, ambas dizem SIM!
Será que é realmente a vontade de DEUS que nós curemos os enfermos?
Vamos examinar isto, pois é algo de grande importância. Quase sempre, ofende as pessoas, quando dizemos; ELES curaram os enfermos. O primeiro pensamento, "muito religioso", que vem à mente, é que se eu digo que VOCÊ efetua a cura, isto não está glorificando a DEUS nem a JESUS. CRISTO na grande comissão, claramente nos diz que coloquemos as mãos sobre os enfermos, e então simplesmente declarou, que estes ficarão curados! A versão da Bíblia Viva diz: E quando puserem as mãos sobre os enfermos, estes ficarão curados.
JESUS disse: "O que crê em mim, também fará as obras que eu faço e ainda as fará maiores do que estas, porque eu vou para o Pai" (Jo 14.12).
Há muitas maneiras diferentes de curar os enfermos.
Neste estudo queremos mostrar-lhe algumas das surpresas que DEUS nos tem ensinado durante anos, sobre como é fácil curá-los. A cura divina, é simplesmente estar de acordo com a Palavra de DEUS, porém como dissemos, o homem a tem complicado.
Este estudo ensinará a VOCÊ como curar os enfermos no nome de JESUS, e dar à DEUS toda a Glória! Além disso, você aprenderá que se um método não funciona em algum caso, você deve provar outro, porque se DEUS quisesse que nós curássemos somente de uma forma, Ele nunca teria permitido que JESUS curasse de tantas maneiras e formas diferentes.
Quando a mulher com o fluxo de sangue tocou na orla do vestido de JESUS e recebeu a cura, JESUS disse que havia sentido virtude curadoura e poder que tinha saído do Seu corpo (Veja Mc 5.30).
JESUS foi o grande médico, que aplicou o poder do ESPÍRITO para realizar aquela cura maravilhosa.
O ESPÍRITO SANTO é um perfeito mestre, e nunca deixa de ensinar quem está disposto a aprender, e a aplicar o que aprende, para a Glória de DEUS!
Curar os enfermos é algo excitante! É o desejo de JESUS! É a vontade de DEUS! E para o crente cheio do ESPÍRITO SANTO, é algo Natural!
Por que não existem muitos que curam os enfermos? "Meu povo foi destruído, porque lhe faltou conhecimento" (Os 6.4a).
JESUS lhe dará o conhecimento que você necessita, para curar aqueles que estão à sua volta, e para que você possa sair por todo o mundo curando os enfermos.
Há uma passagem das escrituras que nós pensamos que todos devem ler, conhecer, compreender e colocá-la em prática. É encontrada em Êxodo 14.15: "Então o Senhor disse a Moisés: Porque clamas a mim? diga ao povo de Israel que marchem" (Parem de clamar e orar, e ponham-se em movimento! ADIANTE, MARCHEM!). Isto é exatamente o que DEUS está dizendo a você: Já é o tempo, pare de clamar e só orar, coloque-se em movimento, ADIANTE! MARCHE!
Avancemos neste grande Descobrimento, e aprendamos como funcionar e operar no sobrenatural!
 
Em Marcos 16.17,18 onde JESUS disse: "E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão".
 
Não diz que ALGUNS de vocês, ou somente POUCOS que crêem; diz clara e simplesmente que TODOS os que crêem tem a capacidade de impor as mãos sobre os enfermos, e estes serão curados.
 
De acordo com a palavra de DEUS, os CRENTES são os que estão aptos e capacitados para curar os enfermos. Más, o que é exatamente ser um crente? Um crente é aquele que crê que JESUS é o divino filho de DEUS e nosso redentor, um crente é também aquele que crê que pode expulsar os demônios, falar em línguas espirituais, e crê que pode colocar as mãos sobre os enfermos e curá-los. Temos que crer em TUDO isso, se queremos ver TODO esse texto da palavra de DEUS operando. Se você quer que sinais, maravilhas e milagres confirmem a pregação da palavra de DEUS, você tem que crer na cura divina. Você tem que crer que a cura divina é para HOJE, pois do contrário, os enfermos nunca serão curados quando você impor as mãos sobre eles. É necessário que você creia que foi comissionado pelo próprio Senhor JESUS CRISTO para expulsar demônios, ou você nunca poderá fazê-lo.
 
Encontramos muitas maneiras de curar os enfermos na Bíblia, mas muitas vezes DEUS nos leva por novos caminhos, onde Ele pode realizar um grande ministério. Porém alguém poderia dizer; "Mas isso não está escrito na Bíblia." João, o evangelista, disse: "Há, porém ainda muitas outras coisas que JESUS fez; e se cada uma das quais fosse escrita, cuido que nem ainda o mundo todo poderia conter os livros que se escrevessem" (Jo 21.25).
Nós precisamos entender que, ainda que nunca devemos nos apartar dos PRINCÍPIOS da Bíblia Sagrada, nós podemos ver muitos tipos de milagres, os quais não estão especificamente descritos na Bíblia. Mas também são bíblicos, porque estão sob autoridade das Escrituras, em textos como Marcos 11.23 ou Marcos 16.18.
 
O método que JESUS mais usou para curar durante seu ministério terreno, foi tocando as pessoas, ou por "imposição de mãos". O "tocar" ainda opera e funciona nos dias de hoje.
Qualquer crente cheio do ESPÍRITO SANTO, quando coloca as mãos sobre alguém, o poder de DEUS flui dele para a outra pessoa. É o mesmo poder que foi aplicado na ressurreição de JESUS CRISTO; o poder do ESPÍRITO SANTO. Você não tem que esperar sentir alguma emoção; se está cheio do ESPÍRITO SANTO, esse mesmo poder vive constantemente no seu interior. Eu mesmo não sinto nenhuma emoção, mas o Poder de DEUS que reside em mim, está em ação, operando, porque ele funciona TODO o tempo, quer eu o sinta, quer não.
 
Precisamos estar inteirados do valor e importância de um TOQUE.
As estatísticas nos mostram que os bebês a quem lhes é dado muito pouco cuidado e atenção, estão propícios a serem mais irritadiços e coléricos e não tão saudáveis como os que recebem muito mais amor.
  
Outra escritura belíssima é João 3.8: "Para isso se manifestou o Filho de DEUS, para desfazer as obras do Diabo." JESUS não foi enviado para nos criar problemas, mas sim, para destruir as obras do diabo.
Em Lucas 4.18 JESUS proclama: " O ESPÍRITO do Senhor é sobre mim, pois que me ungiu para evangelizar os pobres, enviou-me a curar os quebrantados de coração, proclamar liberdade aos cativos, dar vista aos cegos, e pôr em liberdade os oprimidos". E assim como JESUS foi, nós também temos sido ungidos para anunciar e pregar o evangelho. Onde estivermos, quer tenhamos um ministério de cura divina ou não, sempre temos a unção para evangelizar. Ela é uma unção permanente. Você não precisa dizer: "Oh Senhor, unge-me outra vez!" Você já tem sido ungido e comissionado, e é por isso que pode avançar, sabendo que a unção de DEUS repousa sobre você. Sabemos que fomos enviados a fazer as mesmas coisas que JESUS fez, quando esteve aqui na terra.
 
Há muitos exemplos no livro de Marcos, de como JESUS realizou muitas curas. Leia este e os outros evangelhos, procurando ver e responder uma só coisa:
COMO JESUS CUROU OS ENFERMOS?
Marcos 1.40,42 nos diz que JESUS simplesmente "tocou" ao leproso; impôs suas mãos sobre ele e este foi curado.
Marcos 5.35-42 diz: "Estando Ele ainda falando chegaram alguns do principal da sinagoga, a quem disseram: A tua filha está morta, porque enfadas mais o Mestre? E JESUS tendo ouvido estas palavras disse ao principal da sinagoga: "Não temas, crê somente" ("Os crentes são muito importantes!"). E não permitiu que alguém o seguisse, a não ser Pedro, e Tiago, e João, irmão de Tiago. E, tendo chegado a casa do principal da sinagoga, viu o alvoroço, e os que choravam muito e pranteavam. E entrando, disse-lhes: Porque vos alvoroçais e chorais? a menina não está morta, mas dorme. E riam-se dele".
Você notará que logo em seguida, JESUS fez com que os incrédulos saíssem do quarto (a incredulidade pode impedir a cura), e Marcos segue dizendo:" Porém ele tendo os feito sair, tomou consigo o pai e a mãe da menina, e os que com ele estavam, e entrou onde a menina estava deitada. E tomando a mão da menina disse: Talita cumi, que, traduzido, é: Menina a ti te digo, levanta-te. E logo a menina se levantou e andava, pois já tinha doze anos, e assombraram-se com grande espanto". JESUS "TOCOU" a mão da menina. No mesmo instante que Ele TOCOU, a vida regressou àquele corpo.
Neste milagre, JESUS pôs dois princípios de fé em ação: o toque e o comando. Ele tocou e ordenou. Quiçá se JESUS não tivesse dito nenhuma palavra, essa jovenzinha talvez nunca teria se levantado da cama. Pode ser que se a tocasse sem dizer palavra, não acontecesse nada. Porém JESUS deu uma ordem dizendo: "Levanta-te" e ela se levantou. Ela não ficou deitada e respondeu: "estou morta, não posso fazer isso". Não! Ela se levantou.
 
Em Marcos 7.32-35 lemos quando JESUS curou a um surdo: "E trouxeram um surdo que falava dificilmente, e rogaram-lhe que pusesse a mão sobre ele, e tirando-os à parte de entre a multidão, meteu-lhe os dedos nos ouvidos, e cuspindo, tocou-lhe na língua. E levantando os olhos aos céus suspirou e disse: "Effata; isto é, Abre-te". E logo se abriram os seus ouvidos, e a prisão da língua se desfez, e falava perfeitamente."
Veja o que JESUS fez: Tirou o homem do meio da multidão, pôs os dedos nos ouvidos (O TOCOU!) e ordenou que os ouvidos fossem abertos.
Curou esses ouvidos pelo toque, por meio do poder do ESPÍRITO SANTO. Há muitas formas que os ouvidos podem ser curados pelos servos de DEUS, mas uma das melhores que eu conheço, é esta; tocar os dedos nos ouvidos, e crer que o poder de DEUS vai fluir por esses dedos.
HÁ PODER NO TOQUE DAS MÃOS!
UM MILAGRE POR MEIO DA IMPOSIÇÃO DE MÃOS!
Geralmente DEUS cura simultaneamente mais de uma pessoa que padece da mesma enfermidade em uma reunião, usando diferentes formas.
 
O segredo é usar este poder sempre. Necessitávamos do batismo com o ESPÍRITO SANTO.
Você precisa ser PERSISTENTE! Se impõe as mãos sobre alguém e não acontece nada, TENTE COM O PRÓXIMO, ponha suas mãos sobre ele ou ela, e se ainda não acontece nada, não se renda; TENTE MAIS UMA VEZ!
Isto é o que DEUS quer que cada crente faça: avance na fé e comece a impor as mãos sobre os enfermos, e CRER que serão curados.
Através de todas as suas epístolas Paulo pregou: "CRISTO EM VÓS, esperança da glória!" Paulo nunca descreveu JESUS como se estivesse fora do crente, infiltrando-se e dizendo: "Eu vou fazer que você ponha as mãos e cure os enfermos!"
TÃO SOMENTE PORQUE A PALAVRA DE DEUS O DIZ, NÓS TEMOS QUE CRER QUE JESUS CRISTO ESTÁ VIVO EM, E ATRAVÉS DE NÓS!
A coisa mais excitante que eu posso ver, é saber que o corpo físico é o que foi dado a um apessoa usada por DEUS, porém, a PESSOA QUE VIVE DENTRO DELA, é JESUS CRISTO!
Quando você compreender totalmente que JESUS vive EM você, isso transformará totalmente a sua vida. Então um dia, você concluirá que ao estender a sua mão, é a mão de JESUS CRISTO que atua. JESUS disse: "O que crê em mim, também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou Para o Pai" (Jo 14.12). Assim que; Quem JESUS deixou aqui na terra para terminar sua obra? NÓS.
Ele nos comissionou a impormos as mãos sobre os enfermos, usando de sua autoridade. Lembre-se, tudo é feito em Nome de JESUS. É no Nome de JESUS que todos os milagres acontecem e são realizados, porque JESUS VIVE EM, E POR MEIO DE NÓS.
Esta realidade não nos torna divinos, mas nos faz saber QUEM nós somos em CRISTO. Quando o diabo lhe perguntar: "Quem você pensa que é?" você deve ser capaz de responder: "Eu sou um filho de DEUS, Tenho a justiça de DEUS em mim; JESUS vive em meu coração, e EU SEI quem sou, não sou um Zé-Ninguém. Sou alguém em quem mora JESUS". Cada crente nascido de novo, cheio do ESPÍRITO SANTO, tem uma importância tremenda, porque JESUS vive DENTRO DE CADA UM!
Agora lhe peço que faça uma coisa...você a fará? Estenda suas mãos à sua frente e diga: "Estas são as mãos de JESUS. Portanto, há poder para curar, em minhas mãos". Assentado erga seus pés do solo e diga: "Estes são os pés de JESUS. O poder de DEUS flui por todo o meu corpo, não está limitado as minhas mãos somente; está em meus pés, meus joelhos, está em minha cabeça, está em todo o meu ser!"
Muitas vezes por causa do número de pessoas, não temos a oportunidade de orar por elas individualmente na reunião, por isso dizemos: "Cada pessoa imponha suas mãos sobre si mesma!"
 
EM SUAS PRÓPRIAS MÃOS HÁ PODER PARA CURAR A SI MESMO!
Nunca subestime o poder do ESPÍRITO SANTO que flui através de suas próprias mãos!
Todas as vezes que você disser SAIA EM NOME DE JESUS, diga-o com autoridade, não "entre dentes", duvidando. Deixe que o diabo saiba que sua fé é ativa!
ISSO É PODER REAL! É crer que há poder em suas mãos. Agora, Avance! e faça o mesmo!
 
Alguma vez você tem ligado ou desligado um interruptor elétrico? Se já o fez, está suficientemente treinado para curar um enfermo. Em algum lugar, não muito longe de onde você está, há um gerador, uma Central Elétrica, que produz eletricidade. Essa eletricidade, esse poder é trazido à sua casa, por meio de um fio, até chegar aos aparelhos elétricos.
A energia que flui desde a Central, faz com que o filamento desse foco elétrico produza luz, e então dizemos que a luz está acesa.
Entre a central elétrica e essa luz, há um interruptor de corrente, o qual é desenhado para "interromper" o fluir dessa energia (o poder que provém da central) e evitar que chegue à luz. Quando se coloca o interruptor em “aceso” as duas pontas do fio se conectam e a energia flui. Porém se o interruptor é colocado em "apagado" o fio se separa, e a energia não pode continuar, porque há espaço entre a central elétrica e a luz.
Igualmente o ESPÍRITO SANTO "em você" é o gerador, ou a Central elétrica - a fonte de Poder. Suas mãos, leitor, são o interruptor que acende e apaga o fluir da corrente até à pessoa enferma.
A decisão de apagar ou acender o interruptor, é sua Também é inteiramente sua a decisão de participar na cura divina. Se você impor as mãos sobre o enfermo, o Poder de DEUS efetuará a cura, assim como a corrente elétrica "acenderá" a luz. Se deseja que um quarto escuro seja iluminado, você pode ligar a luz. Se não deseja, o quarto permanecerá escuro. Se há uma oportunidade para curar, você tem que fazer a mesma decisão. Pode impor as mãos e curar, ou deixar que a pessoa permaneça enferma!
Se todavia você ainda não tem recebido esse gerador divino, receba-o agora mesmo! Peça á JESUS CRISTO que o(a) batize com o ESPÍRITO SANTO, levante suas mãos para DEUS, e comece a adorá-lo e amá-lo, porém faça isso no idioma Celestial, não em sua língua materna. Comece a emitir sons de adoração e amor a DEUS, para que o ESPÍRITO SANTO possa transformá-los na língua estranha, que torna qualquer pessoa comum, em alguém extraordinário!
Deixe que seu espírito alcance as alturas, enquanto você fala em línguas com DEUS pela primeira vez (I Co 14.12).
Seja um "interruptor" de corrente, assegurando-se que está sempre ligado, conectado em JESUS. Permita que esta seja uma parte de seu modo de viver, ao ser a luz do mundo, JESUS disse:" Vós sois a luz do mundo" (Mt 5.14).
Impondo as mãos sobre os enfermos e curando-os, foi uma das maneiras que JESUS utilizou para ser a Luz do mundo. Ele deixou essa tarefa de iluminar o caminho aos perdidos para nós, e nos deu com ela, a sua virtude de curar. Esse poder dinâmico que está em nós, para que possamos desenvolver com eficiência sua obra, enquanto estamos aqui na terra.
Repito que não há nenhum poder na carne de nossa mãos, mas quando o ESPÍRITO SANTO flui através delas, o poder de CRISTO é presente.
Nossos corpos físicos são feitos de pó e barro. Coloca um pedaço de barro sobre outro, não produzirá como resultado nenhuma cura. O que fazemos com nossas mãos, quem sabe é um reflexo de nosso amor e compaixão. Como seres humanos não podemos curar os enfermos com nossos próprios poderes - só o poder de DEUS o faz! Porém nossos corpos têm a capacidade para auto-cura, ou seja, têm as suas defesas próprias. DEUS nos criou saudáveis, e pôs os elementos físicos que nos manterão com saúde, se os conservarmos de acordo com as leis de DEUS.
 
Quando você pedir ao Senhor que lhe perdoe os seus pecados, Ele o fará num instante, se você foi sincero com ele. Antes do perdão, seus pecados estavam ali, porém quando que você sinceramente o faz, já não estão mais ali.
"Os discípulos de JESUS, o viram realizar muitos milagres além dos que estão relatados neste livro. Estes porém tenho narrado, PARA QUE CREIAIS QUE JESUS É O MESSIAS, O FILHO DE DEUS, E PARA QUE CRENDO NELE, OBTENHÁM VIDA" (Jo 20.30,31 Bíblia Viva).
A fé pode vir simplesmente por narrar um milagre.
 
Você notou que a Bíblia não diz: "Porão as mãos sobre as cabeças dos enfermos e os curarão?" Observe algumas curas que temos relatado, e notará que as mãos foram colocadas as vezes num ouvido, num nariz, nos pés, nas mãos, nos olhos. Como é o poder de DEUS que opera o milagre curando os enfermos, coloquemos nossas mãos o mais perto possível do local da enfermidade.
Muitas vezes o poder de DEUS se manifesta tão fortemente, que se tocamos em um pé a pessoa cai prostrada, pelo poder do Senhor.
Outra sugestão, é que você deve permanecer o mais perto possível da pessoa a qual você está ministrando a cura divina. Isso porque atualmente, o poder flui de todas as partes de nosso espírito, por todas as partes de nosso corpo, atingindo a pessoa que está perto de nós. Creio que muitos são curados na multidão, porque a fé dos crentes, faz com que o poder do ESPÍRITO SANTO, seja como um campo de força, o qual inunda aos que nos rodeiam.
Eu tomo tão seriamente qualquer desejo de JESUS, como o faço com os demais mandamentos de DEUS. Pai.
Também eu creio firmemente que devemos impor nossas mãos sobre os enfermos e curá-los. Essa foi uma das formas que JESUS utilizou, enquanto cumpria seu ministério terreno, para persuadir a humanidade para que cressem nele, como o Messias, o Enviado de DEUS, o Salvador. Os discípulos aplicaram essa mesma lei, com o mesmo poder que JESUS usou, e nós não somos diferentes deles. De fato nem o somos de JESUS, quando ele se fez homem por um pouco de tempo aqui na terra, limitando sua divindade.
Que privilégio tremendo! Que responsabilidade tão grande!
Que encargo tão precioso nossos Senhor JESUS tem colocado em nossas mãos!
Que maravilhosas grande comissão nos tem dado - a de ser verdadeiramente Seu corpo operando aqui na terra, para fazer sua boa vontade. JESUS não só morreu para salvar o pecador, senão que também para curar os enfermos, e libertar os cativos e oprimidos do diabo.
Fazer a vontade de JESUS é tão fácil. Simplesmente ponha suas mãos sobre os enfermos, creia que este poder dinâmico do ESPÍRITO SANTO fluirá Em e Através de você, para quem está necessitando desse toque.
Se fossemos transladados aos dias quando JESUS caminhou por essa terra, e tivéssemos o privilégio de estar com ele, o que nós faríamos se ele nos dissesse: "vai, e apanha um peixe, e pegues a moeda que esta em sua boca, e pague os impostos"? Eu creio que teríamos corrido mais rápido do que Pedro para obedecê-lo.
O próprio JESUS estabeleceu esta forma dinâmica de curar os enfermos, e a pôs em prática. Ele quer que nós a saiamos fazendo, para ajudar a humanidade sofredora a crer nele. JESUS disse:" ...porão as mãos sobre os enfermos e os curarão" (Mc 16.16). A outra versão diz: "...e quando puserem as mãos sobre os enfermos, estes ficarão curados". Isso foi dito diretamente por JESUS, e é uma parte da grande comissão.
ESTAS DEZ PALAVRAS FORAM AS ÚLTIMAS PALAVRAS QUE ESTÁO REGISTRADAS, QUE JESUS FALOU ENQUANTO ESTEVE AQUI NA TERRA.
Existe alguma diferença em obedecê-lo agora e naquela época? JESUS simplesmente disse: "vá e ponha as mãos sobre os enfermos, que serão curados assim como eu o fiz. Vá e ponha tuas mãos sobre os enfermos, e Eu os curarei por meio de ti também".
Deve haver suficiente fé em cada um de nós para obedecê-lo.
A palavra de DEUS nos diz que, como Cristãos, somos o Corpo de CRISTO. Assim que, se ele operou estando em seu corpo há quase dois mil anos, porque nós tentaríamos fazê-lo de outra forma hoje em dia?
É maravilhoso saber que JESUS vive Em e Através de nós. É maravilhoso saber que o mesmo poder do ESPÍRITO SANTO sempre está a disposição em nós para operar milagres!
SE VOCÊ AINDA NÁO TEM EXPERIMENTADO A EMOÇÃO DE VER DEUS CURANDO POR MEIO DE SUAS MÃOS, PORQUE NÃO EXPERIMENTA AGORA? COMECE AGORA MESMO!
 
IMPOSIÇÃO DE MÃOS e ainda MAIS!
Algumas vezes usamos mais de um método para curar o enfermo. Algumas vezes impomos as mãos de acordo com Mc 16.18 e Mc 11.23: "dizendo" ou ordenando que algo seja feito. Isso deve ser acompanhado de fé em ação, o dom de fé e estar sob a direção do ESPÍRITO SANTO. Você descobrirá que muitas vezes em uma cura, há muitos métodos que se podem utilizar. Assim, não se detenha, se um dos métodos empregados por você venha a falhar.
Nos livro de Marcos, JESUS disse: "E estes sinais seguirão aos que crerem; Em meu nome...porão as mãos sobre os enfermos e os curarão" (Mc 16.17,18).
JESUS CRISTO não nos deu nenhuma outra opção nessa promessa. Não nos indica que exista uma probabilidade ou possibilidade da pessoa ser ou não curada. Ele disse: E OS CURARÃO, assim que quando nós colocamos nossas mãos sobre você, esperamos que seja curado. Cremos que JESUS disse, e suas condições são simplesmente: “os que crerem!”
Você ainda pode até impor as mãos sobre você mesmo, se está doente. Se o diabo me quer dar uma dor de cabeça, e se não tem alguém por perto que ore por mim, sabe o que eu faço? Eu ponho as mãos sobre eu mesma. A Bíblia não limita esta ação dizendo: "os que crerem porão as mãos sobre os enfermos, mas não sobre eles mesmos!"
Simplesmente diz que os que crerem imporão as mãos sobre os enfermos e os curarão. Assim que com autoridade auto-imponho minhas mãos, e digo: "Dor de cabeça, fora em Nome de JESUS!"
Muitos cristãos permitem que o diabo lhes roube a sua cura por meio da dúvida e da incredulidade; portanto jamais permita que a dúvida se infiltre. Quando o diabo o escuta ordenando a enfermidade que se vá, ele imediatamente entra em ação, porque ele conhece a passagem das escrituras de Mc 11. 23 tão bem como você a conhece. Ele sabe que você terá o que disse, se tão somente não duvidar em seu coração.
Você sabe que tipo de personalidade o diabo tem? JESUS disse: Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai, ele tem sido homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira (Jo 8.44). A natureza do diabo é mentir ao ser humano, e tratar de destruí-lo. Principalmente se você tem uma enfermidade "fatal", o que o diabo vai fazer, é lançar dúvida e incredulidade depois que você orou pela cura, porque ele tem sido homicida desde o princípio.
Como ele faz? ele lhe diz: "tua oração não serviu para nada, você não esta melhor que antes, mas sim tem piorado".
Desejo dar-lhe um exemplo maravilhoso, para mostrar-lhe como trabalha a fé. Porque creio que se pudermos entender que a Palavra de DEUS é realmente verdadeira, se colocamos nossa dependência nela como a Resposta, e não olhamos as circunstâncias, o problema, então estaremos marchando na direção correta.
 
Salmos 107. Enviou a sua palavra e os sarou, e os livrou da sua destruição.
Salmo 118.17 : "Não morrerei, mas viverei e contarei as obras do Senhor".
 
"Que bom, eu posso ser curado, eu posso realmente ser curado! De acordo com a Palavra de DEUS, EU POSSO SER CURADO"!
Desafortunadamente, muitos têm aprendido que a cura divina não é para hoje. De acordo com alguns, a cura foi possível somente no tempo dos apóstolos. Você já encontrou alguém assim? ISSO É UMA MENTIRA DO DIABO! Se JESUS CRISTO curou ontem, ele o fará hoje; se ele o faz hoje, o fará amanhã, porque Ele nunca mudou e jamais mudará.
O diabo quer que você creia na enfermidade. DEUS ao contrário, deseja que você creia na cura e na sanidade!
 
JESUS falava às pessoas, que pusessem sua fé em ação! "Estende tua mão" (Mc 3.5). "Levanta, toma o teu leito e anda" (Jo 9.7).
A fé precisa ser colocada em ação. A cura geralmente ocorre, no exato momento quando a pessoa põe sua fé em ação. A imposição de mãos, mais a fé em ação, produzem resultados.
 
Três formas de cura geralmente estão implicados entre si: Imposição de mãos MAIS uma ordem, mais uma AÇÃO DE FÉ.
A fé que é colocada em ação prontamente, sempre traz os resultados desejados, porque atua antes de que a dúvida e a incredulidade do diabo, começam a introduzir-se!
 
DEUS nos dá muitas formas para curar os enfermos, portanto não se detenha em um só método. Os milagres podem ocorrer no sobrenatural.
No caso de Escoliose, é necessário ordenar ao espírito que saia (é uma enfermidade incurável) e então ordenar aos ossos da espinha que se endireitem. Porque ainda que espírito saia, não necessariamente quer dizer que os ossos se endireitaram. Somente quando a ordem é dada isso acontece, assim que, se não se faz as duas coisas, a espinha pode permanecer retorcida.
 
DEIXE QUE OS ENFERMOS TOQUEM EM VOCÊ!
"E toda a multidão procurava tocar-lhe, porque saía dele virtude e curava a todos" (Lucas 6.19).
"E onde quer que entrava, ou em cidade, ou em aldeia, ou no campo, apresentavam os enfermos nas praças, e o rogavam que o deixassem tocar ao menos na orla do seu vestido, e todos os que lhe tocavam, saravam" (Mc 6.56).
JESUS não precisou tocá-los. Eles tocaram nele, e foram curados por causa do poder do ESPÍRITO SANTO, que é como uma energia ou vento, o qual fluiu de JESUS até eles.
"Mas recebereis poder ao descer sobre vós o ESPÍRITO SANTO" (At 1.8).
Foi JESUS que curou aquelas pessoas? Sim e não. JESUS naquela ocasião, foi somente um vaso na terra, que DEUS usou, porque este é um método bíblico de cura, e é o contrário da imposição de mãos sobre os enfermos.
Deixe que os enfermos coloquem as mãos em você. Não há muitos exemplos deste tipo de cura na Bíblia e não ouço muito deles nos dias presentes, porém há ocasiões que acontecem.
E certa mulher que havia doze anos tinha um fluxo de sangue, e que havia padecido muito, com muito médicos, e que havia despendido tudo quanto tinha, nada lhe aproveitando isso, antes indo a pior; ouvindo falar de JESUS veio por detrás, entre a multidão, e tocou no seu vestido. Porque dizia: Se tão somente tocar nos seus vestidos, sararei. E logo se secou a fonte de seu sangue. E sentiu no seu corpo já estar curada daquele mal. E logo JESUS, conhecendo que a virtude de si mesmo saíra, voltou-se para a multidão e disse: Quem tocou nos meus vestidos? E disseram-lhe os seus discípulos: Vês que a multidão te aperta, e dizes: quem me tocou? e ele olhava em redor, para ver a que isto fizera. Então a mulher, que sabia o que tinha acontecido, temendo e tremendo, aproximou-se e prostrou-se diante dele e disse-lhe toda a verdade. E Ele lhe disse: Filha, a tua fé te salvou; vai em paz e sê curada deste teu mal (Mc 5:25-34). Essa mulher soube que tinha sido curada.
  
Elizeu era persistente e ambicioso nas coisas espirituais:
 "Sucedeu pois que havendo eles passado, Elias disse a Elizeu: Pede-me o que queres que eu te faça, antes que eu seja tomado de ti. E disse Elizeu: Peço-te que haja porção dobrada do teu espírito sobre mim". Ele não estava satisfeito em receber umas migalhas de poder de Elias, e nem tampouco em ter o mesmo poder de Elias. Ele era um avarento espiritual, queria quantidade dobrada! Era um glutão espiritual, e isso é o que CADA UM DE NÓS deve ser, UM VERDADEIRO GLUTÃO ESPIRITUAL! Eu admiro Elizeu, porque ele desejava tudo o que DEUS tinha para ele. Agora vejamos o que disse Elias: "Coisa dura pediste. Se me vires quando for tomado de ti, assim se fará; porém, se não, não se fará". Eu quero que a partir de agora você grife o verbo VER, porque isto vai desempenhar um papel muito importante em sua vida.
"E aconteceu que indo eles andando e falando, eis que um carro de fogo com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho. E VIU Eliseu e clamou:" Meu pai, meu pai, carros de Israel e seus cavaleiros! E nunca mais o viu; e travando dos seus vestidos, os rasgou em duas partes".
Eliseu poderia ter sido distraído por muitas coisas. Poderia ter observado as árvores e dito: "Olha que bonitas árvores, as folhas estão mudando de cor. Ele ainda era um moço, e poderia ter dirigido seus olhos às jovens e deixar que passasse a bênção de DEUS. Mas porque foi um homem PERSISTENTE, e manteve seus olhos no alvo, VIU a Elias quando foi elevado em um redemoinho, e OBTEVE O QUE QUERIA!
Ele era um verdadeiro homem de ação. Aqui encontramos a fé em ação. "E tomou a capa de Elias que lhe cairá, e feriu as águas e disse: Onde está o Senhor DEUS de Elias? Então feriu as águas, e se dividiram elas para uma e outra banda, e Elizeu passou".
Eliseu poderia ter pego o manto e dizer: "Isto é tão santo e tão puro que eu não posso vestir". Porém ele sabia que DEUS não faz acepção de pessoas, assim que o levantou, e fez o mesmo que fez Elias. Ele pensou: "Olha o que vou fazer, vou ferir as águas, e observe como elas se separam!" E então, ZÁZ! E as águas se abriram. Eliseu VIU quando Elias se separou dele, e imediatamente pôs em prática, o que vira Elias fazer.
 
Isaías 52.14 diz: Como pasmaram muitos á vista dele, pois o seu parecer estava tão desfigurado, mais do que o de outro qualquer, e a sua figura mais do que a dos outros filhos dos homens".
Agora, porque pasmaram e se horrorizaram quando o viram? Porque seu corpo, tinha um aspecto terrível! Pode você imaginar toda a enfermidade cerebral do mundo sobre ele? pode você ver todas as enfermidades de paralisia sobre ele? Milhões de todas as classes de enfermidades sobre JESUS ao mesmo tempo.
Você pensa que seus dedos estavam direitos? Não, penso que seu corpo estava torcido, que jamais o reconheceríamos. Ele era como algo de espanto — seu rosto, toda a sua aparência, foi desfigurada mais do que a de nenhum homem, porque nenhum outro tem sofrido tanto como JESUS, que Levou Todas as Enfermidades.
E logo Isaías 53.10 diz: "Todavia ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar..." Foi a vontade de DEUS que ele se enfermara. Porque? Porque ele amava tanto a você e a mim, que pôs toda a enfermidade sobre JESUS, para que nós não necessitássemos levá-las.
Isaías 53.5 diz: "Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades. O castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas sua pisaduras, fomos sarados!" NÓS FOMOS E SOMOS TOTALMENTE CURADOS!
Sabe porque muitos de nós não recebemos a cura que necessitamos? Porque nós não a vemos em JESUS. Creio que o dia em que os nossos olhos espirituais se abrirem, e vermos nossa cura nele, é o dia que receberemos qualquer cura que necessitamos. Quando começarmos a ver nossas enfermidades de volta sobre JESUS, onde realmente pertencem, a cura será uma realidade em nossa vida.
Comece a ver para você mesmo. Comece a ver para outros. Quando você começar a ver, simultaneamente sucederá em sua vida. Comece a ver seu corpo enfermo no corpo de JESUS, onde realmente deve estar, e seu corpo será outro, completamente curado!
Mas seja PERSISTENTE! Se não recebe a cura na primeira vez que você "pensa" que vê sua enfermidade sobre JESUS, siga tentando. Siga vendo sua enfermidade sobre Ele, onde ela realmente pertence. Tenho uma pequena nota em minha Bíblia que diz: "Ele a tomou, deste modo não tem sentido, que ambos a tenhamos".
 
Os milagres ocorrem quando nós vemos nossos problemas sobre JESUS, que os levou realmente por todos nós.
 
EM QUE NOME VAMOS EXPULSAR OS DEMÔNIOS E CURAR OS ENFERMOS?
Vejamos Mateus 12.28,29 "Mas, se eu expulso os demônios pelo Espírito de Deus, é conseguintemente chegado a vós o reino de Deus. Ou, como pode alguém entrar em casa do homem valente, e furtar os seus bens, seprimeiro não maniatar o valente, saqueando então sua casa?
Antes que você possa fazer qualquer coisa, Satanás tem que ser amarrado e atado no Nome Poderoso de Jesus. Quando você faz isto, é como se você cortasse o cordão umbilical entre Satanás, os demônios, e os pequenos diabinhos, com a fonte de seu poder.
Satanás é o príncipe dos ares, é o comandante de todos os anjos caídos. Alguns crêem que os demônios e os anjos caídos, são duas classes diferentes de seres. Realmente isso não faz nenhuma diferença. Quer se refira a demônios, diabos, anjos caídos, ou espíritos malignos, são todos iguais, porque estão todos sob o controle de Satanás; porque ele é o governante de todo o mundo espiritual maligno.
Uma vez que seu poder é atado em Nome de Jesus, e sua autoridade é controlada pelo Espírito de Deus Em nós, então podemos expulsar o demônio, o espírito maligno, ou como queira chamá-lo, e o fazemos pela autoridade do Nome de Jesus.
"Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas sim contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais" (Ef 6.12).
Nós não estamos lutando contra pessoas, mas contra poderes, invisíveis, e não podemos pelejar contra eles no natural, como certamente acontece entre um ser humano e outro.
Quando você luta contra um espírito maligno que está causando uma enfermidade, está lutando contra um principado invisível, algo que você não pode ver. É por isso que no natural não temos nenhum poder ou controle sobre os demônios. Lembre-se que somente os vencemos na área sobrenatural, em Nome de Jesus Cristo.
 
 
 
Profeta Elias e depressão
Elias soube dizer à viúva: "Não temas", mas não soube dizer a si mesmo as mesmas palavras de fé. Assim é a vida de um servo de DEUS, não é infalível e nem um super-homem, às vezes passa por momentos mais angustiantes que os demais, mesmo tendo sido usado grandiosamente por DEUS:
"Lidando com o Estresse
1. Use seus recursos espirituais. Pergunte-se: 'Estou orando e estudando a Palavra? Minha vida devocional está indo bem?' Sua vida espiritual e disciplinas são seus recursos espirituais.
2. Anote num papel as situações estressantes de sua vida. Não deixe nada de fora. Podem ser conflitos pessoais, obrigações e outros assuntos que o estejam afligindo. Ore por cada item da lista e lance suas ansiedades sobre Jesus.
3. Reexamine suas prioridades. As prioridades em nossas vidas devem ser (1) nosso relacionamento com Deus, (2) nosso relacionamento com a esposa e filhos e (3) nosso ministério.
4. Faça mudanças. Quando examinamos todas as nossas responsabilidades e exigências de tempo, freqüentemente vemos a necessidade de fazer algumas mudanças. Algumas responsabilidades podem ser delegadas a outras pessoas competentes. Outras podem ser adiadas ou mesmo canceladas. Se você está dominado pela abundância de ocupações de sua agenda, analise que compromissos podem ser mudados. Foi o que Jetro comentou a seu genro Moisés: 'Totalmente desfalecerás, assim tu como este povo que está contigo; porque este negócio é mui difícil para ti; tu só não o podes fazer' (Êx 18.18)."
(GOODALL, W. I. Dominando o estresse e evitando o esgotamento. In CARLSON, R. (et al) O pastor pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 1999, pp.173-4.)
 
APLICAÇÃO PESSOAL
Após muitas e incansáveis realizações espirituais, Elias cansou-se. Nem mesmo a lembrança dos milagres passados trazia refrigério àquele profeta de Deus. A autocomiseração, a solidão, o esgotamento físico e mental, a incerteza da eficácia de suas realizações e o desânimo o dominavam lentamente (1 Rs 19.414). Esqueceu-se dos grandes milagres operados pelo próprio Deus em sua vida. Estava, o profeta, frustrado, abatido e deprimido. Mas como julgar o sucesso ministerial? Acaso Elias não era bem-sucedido? O teólogo Silas Daniel afirma que o sucesso ministerial caracteriza-se 'pelo fiel cumprimento da chamada divina e não necessariamente pela quantidade do que foi conquistado. Não deve ser medido apenas pelas bênçãos recebidas hoje, mas pelas que virão e pelo cumprimento fiel das nossas responsabilidades. Passa pela qualidade do nosso serviço a Deus e não necessariamente pela quantidade do nosso serviço.' (Como vencer a frustração espiritual, pp.126-8.) Não desanimes! 'Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra e do trabalho da caridade que, para com o seu nome, mostrastes, enquanto servistes aos santos e ainda servis' (Hb 6.10).
 
 OBJETIVOS - Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
Explicar a origem das enfermidades. 
Discutir a respeito das principais doenças da vida moderna. 
Conscientizar-se do que devemos fazer diante da dor e do sofrimento.
 
RESUMO DA LIÇÃO 2, A ENFERMIDADE NA VIDA DO CRENTE
I. A ORIGEM DAS ENFERMIDADES 
1. A queda e as enfermidades.
2. Provados pelas enfermidades.
3. Enfermidades de origem maligna.
II. AS DOENÇAS DA VIDA MODERNA 
1. Depressão.
2. Síndrome do pânico.
3. As doenças psicossomáticas.  
III. O QUE FAZER DIANTE DA DOR E SOFRIMENTO 
1. Não culpar ou questionar a DEUS.
2. Confiar em meio à dor.
3. A espera de um milagre.
 
SINÓPSE DO TÓPICO (1) DEUS não criou o homem para enfermar ou morrer. A enfermidade é consequência direta do rompimento da relação entre DEUS e a humanidade.  
SINÓPSE DO TÓPICO (2) O crente fiel não está imune a depressão, síndrome do pânico ou as doenças chamadas psicossomáticas.  
SINÓPSE DO TÓPICO (3) A dor e o sofrimento não devem nos afastar de DEUS, mas devem servir para que aprendamos a confiar ainda mais no Senhor. 
 
BIBLIOGRAFIA SUGERIDA 
JOHNSON, Bernhard. Como Receber a Cura Divina: A bênção dos que têm a JESUS como o médico da alma e do corpo. 2. ed. Rio de Janeiro, CPAD, 1995.
HORTON, Stanley. Teologia Sistemática: Uma perspectiva pentecostal. 1 ed. Rio de Janeiro, 1996. 
 
SAIBA MAIS PELA Revista Ensinador Cristão CPAD -  nº 51, p.37.
 
QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 2, A ENFERMIDADE NA VIDA DO CRENTE
Responda conforme a revista da CPAD do 2º Trimestre de 2012
Complete os espaços vazios e marque com "V" as respostas verdadeiras e com "F" as falsas
 
TEXTO ÁUREO 
1- Complete:
"O Senhor o assiste no ______________________ da enfermidade; na _________________________, tu lhe ___________________________ a cama" (Sl 41.3 - ARA).
 
VERDADE PRÁTICA 
2- Complete:
DEUS nem sempre __________________________ as nossas ____________________________, mas concede-nos forças para que, mesmo no ________________________________ de dor, continuemos a glorificar o seu nome.
 
INTRODUÇÃO
3- Complete:
Enquanto estivermos nesse mundo, vivendo em um corpo ____________________________________, estaremos sujeitos a dores e enfermidades. Muitos cristãos, equivocadamente, acreditam que a enfermidade na vida do crente sempre é fruto de algum _________________________________ oculto ou até mesmo obra do _____________________________________, mas raramente essas são as reais causas (Jo 11.4). 
 
I. A ORIGEM DAS ENFERMIDADES 
4- Toda vez que uma pessoa adoece é porque está em pecado? Qual a origem da enfermidade?
(    ) A Bíblia menciona diversos casos de homens tementes a DEUS que sofreram com as enfermidades.
(    ) A Bíblia menciona diversos casos de homens que sofreram com as enfermidades, mas nenhum deles era temente a DEUS.
(    ) Antes da queda, Adão desfrutava de uma saúde perfeita e deveria viver eternamente em comunhão com o Criador.
(    ) Adão pecou, desobedecendo a DEUS. Como o "salário do pecado é a morte", Adão enfermou no corpo, na alma e no espírito.
(    ) A enfermidade é consequência direta desse rompimento da relação entre DEUS e a humanidade, e não deve ser confundida com a vontade do Todo-Poderoso.
 
5- Em Jo 9.2 vemos que os discipulos acreditavam que a cegueira daquele homem era resultado de alguma desobediência específica, então perguntaram a JESUS: "Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?
(    ) JESUS lhes disse: "Nem ele pecou, nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de DEUS".
(    ) Pode parecer estranho aos nossos olhos, mas aquela enfermidade era para que o nome daquele cego fosse lembrado.
(    ) Pode parecer estranho aos nossos olhos, mas aquela enfermidade era para que o nome de JESUS fosse glorificado.
 
6- Como são as enfemidades para nosso crescimento espiritual nas provações:
(    ) Algumas enfermidades geram limitações, mas nunca nos impedem de realizarmos a obra do Senhor. 
(    ) Algumas enfermidades geram limitações que nos impedem até mesmo de realizarmos a obra do Senhor. 
(    ) O Pai Celeste permite algumas vezes que sejamos provados para que a nossa fé cresça mediante uma maior experiência e comunhão com Ele.
(    ) O corpo pode estar debilitado pela doença, mas o espírito, como resultado da confiança em DEUS, está forte.
(    ) Na Bíblia, temos muitos exemplos de homens fiéis que foram acometidos por enfermidades: Abraão, João.
(    ) Na Bíblia, temos muitos exemplos de homens fiéis que foram acometidos por enfermidades: Ezequias, Timóteo.
(    ) Nos momentos de dor e aflição, corra para os braços do Pai Celeste!
(    ) Chore, e coloque diante do Senhor toda a sua dor e sofrimento. DEUS é o dono da vida. A palavra final é sempre dEle!
 
7- Como são as enfermidades de origem maligna?
(    ) O inimigo das nossas almas toca na vida e na saúde de qualquer crente, quando quer.
(    ) A Bíblia relata vários casos.
(    ) O inimigo das nossas almas não pode tocar na vida e na saúde de ninguém sem a permissão de DEUS.
(    ) A enfermidade física não significa necessariamente que alguém esteja experimentando alguma forma de "possessão demoníaca".
 
II. AS DOENÇAS DA VIDA MODERNA 
8- Quais as principais doenças da vida moderna?
(    ) Depressão, síndrome do pânico e doenças parapsicológicas.
(    ) Depressão, síndrome mielodisplásica e doenças psicossomáticas.
(    ) Depressão, síndrome do pânico e doenças psicossomáticas.
 
9- Como é a Depressão?
(    ) A depressão é uma doença.
(    ) Chegou a ser considerada por alguns especialistas como a doença do século.
(    ) Depressão é uma palavra freqüentemente usada para descrever nosso humor.
 
10- É comum as pessoas confundirem depressão com tristeza. Qual a grande diferença?
(    ) A depressão é somente uma tristeza, um desalento, com sintoma de tristeza.
(    ) A depressão não é somente uma tristeza, embora o desalento, sem uma causa aparente, seja um dos seus muitos sintomas.
(    ) Depressão é preguiça e falta de força de vontade.
 
11- Quais os principais fatores que podem causar a Depressão?
(    ) Medicamentos.
(    ) Doenças físicas.
(    ) Período pós-parto.
(    ) O desequilíbrio químico.
 
12- Pode o crente ficar deprimido?
(    ) Não. Esta enfermidade só atinge os descrentes que não teem o ESPÍRITO SANTO.
(    ) Sim. Desde que o mesmo esteja desviado..
(    ) Sim. Basta ler a Bíblia para encontrar casos em que servos de DEUS enfrentaram essa terrível enfermidade.
 
13- O que é Síndrome do pânico?
(    ) A síndrome é basicamente um conjunto de sinais e sintomas que pode ser produzido por mais de uma causa.
(    ) É a agitação das grandes metrópoles.
(    ) A síndrome do pânico é um pavor repentino e incontrolável
(    ) Síndrome do pânico é uma doença, logo não significa falta de fé ou covardia. 
 
14- Quais os principais sintomas da Síndrome do pânico?
(    ) Taquicardia, sudorese, aumento da pressão arterial e tontura.
(    ) Taquicardia, sudorese, aumento da pressão arterial e tontura.
(    ) Taquicardia, sudorese, aumento da pressão arterial e tontura.
(    ) Não há sensação de sufocação, nem há tremores, as pernas ficam firmes.
 
15- O que fazer nessa situação, para que os sintomas da Síndrome do pânico sejam amenizadas?
(    ) É preciso muita oração, apoio da família e da igreja, além de tratamento médico especializado.
(    ) Recitar textos bíblicos que falam a respeito da segurança em DEUS ajuda aqueles que estão enfrentando o problema.
(    ) Tomar muitos comprimidos pró-depressivos.
 
16- O que são Doenças psicossomáticas?
(    ) As doenças psicossomáticas manifestam-se quando os desajustes do sistema emocional transformam-se em doenças físicas.
(    ) Estando o sistema emocional abalado, possivelmente haverá reflexos no corpo.
(    ) Os estudos das doenças psicossomáticas evoluíram bastante no campo da parapsicologia e da cientologia.
(    ) A pessoa emocionalmente fragilizada ou estressada pode vir a ter dor de estômago, insônia, fadiga, artrite e dores de cabeça.
(    ) As causas de tais sintomas não se encontram em nosso físico, mas na mente.
 
17- O que fazer nessa situação, para que os sintomas das Doenças psicossomáticas sejam amenizadas?
(    ) A fé em JESUS CRISTO e na sua Palavra é um excelente remédio para ajudar-nos a manter a saúde física e mental.
(    ) O melhor caminho para a cura de doenças psicossomáticas começa pelo conhecimento das diversas doenças físicas.
(    ) Orar e meditar na Palavra de DEUS também é uma forma eficiente de cuidado com a saúde.
 
III. O QUE FAZER DIANTE DA DOR E SOFRIMENTO 
18- O que fazer diante da dor e sofrimento?
(    ) Questionar a DEUS e combater o Diabo, isso é o que mais resolve a situação.
(    ) Não culpar o Diabo, o pecado e nem questionar a DEUS, acetar a dor e esperar por um milagre.
(    ) Não culpar ou questionar a DEUS, confiar em meio à dor e esperar por um milagre.
 
19- Como deve ser nossos comportamento diante da dor e sofrimento quanto a não culparmos ou questionarmos a DEUS? Dê exemplo bíblico de alguém que não soube suportar a dor e o sofrimento:
(    ) Assim agiu o rei Zedequias, mas DEUS acrescentou-lhe mais cinco anos.
(    ) Muitos crentes ao enfrentar uma enfermidade culpam ao Senhor e, martirizando-se, questionam: "Por que DEUS?"
(    ) Assim agiu o rei Ezequias, mas DEUS acrescentou-lhe mais quinze anos.
(    ) Durante esse período de sobrevida, ele cometeu um de seus maiores erros.
(    ) Não podemos nos esquecer de que somos pó e que um dia ao pó haveremos de retornar.
(    ) Diante da vontade do Todo-Poderoso, portemo-nos humildes e não autossuficientes.
 
20- Como deve ser o nosso "confiar em meio à dor'"?.
(    ) A dor e o sofrimento podem afastar-nos da presença do Pai Celeste por um período, mas sempre teremos a chanse de voltar à convivência saldável com DEUS.
(    ) A dor e o sofrimento não devem afastar-nos da presença do Pai Celeste; ambos devem servir para que aprendamos a confiar ainda mais no Senhor.
(    ) Até mesmo diante da morte, o crente verdadeiro pode temer, todavia, não se assombra e continua a confiar: "Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo [...].
 
21- Como deve ser a nossa vida na "espera de um milagre'"?
(    ) O crente às vezes se desespera e até é acometido de depressão, angústia, mas isso tudo é passageiro.
(    ) DEUS é imutável! Ele continua a operar milagres e maravilhas.
(    ) Não podemos nos esquecer da sua soberania. Ele opera quando quer e a sua maneira de agir é única.
(    ) Não desista, continue a confiar no poder do Altíssimo, pois sua esperança não será frustrada.
(    ) O homem sem DEUS desconhece o seu futuro, mas o crente tem a certeza da vida eterna e sabe que o Todo-Poderoso jamais nos deixará: "O Senhor conhece os dias dos retos, e a sua herança permanecerá para sempre"
 
CONCLUSÃO 
22- Complete:
O crente não está ___________________________ as enfermidades. Mas a nossa _________________________________ sobre as doenças está na _____________________________ em DEUS. Ele nos ama e jamais nos abandona em meio à dor e ao sofrimento. Se você tem sido assolado pelas enfermidades, não se desespere! Confie no Senhor e ouça a sua voz: "Não temas, pois, porque estou contigo".
 
 
RESPOSTAS DO QUESTIONÁRIO EM http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm 
 
AJUDA
CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - Bíblia de Estudos Pentecostal.
VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD.
Peq.Enc.Bíb. - Orlando Boyer - CPAD
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao04-dns-depressaoadoencadaalma.htm
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao01-dns-asdoencasdonossoseculo.htm
http://bereianos.blogspot.com.br/2009/01/crente-fica-doente.html#.T_M5-PXStr8
CARLSON, R. (et al) O pastor pentecostal. RJ: CPAD, 1999.
DANIEL. Silas. Como vencer a frustração espiritual. RJ: CPAD, 2006.
SAIBA MAIS - Revista Ensinador Cristão, CPAD, no 35, p.38.
Livro Curando os Enfermos - Por Charles e Frances Hunter - http://semeadoresdapalavra.top-forum.net/portal).- EDITORA PARMA LTDA - Guarulhos - São Paulo - Brasil
 
 
Index
Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Vídeos
Fotos
 

Nenhum comentário: