sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Família Cristã

Lição 1 - A Família - Obra prima de Deus Questionário Texto Áureo: Gn 1.28 E Deus os abençoou e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra. Verdade Prática: A família é uma instituição Divina. Cada um de seus membros deve fazer a sua parte a fim de promover a felicidade, a integridade e o fortalecimento da união familiar; e desempenhar sua missão bíblica para a glória de DEUS. ORIGEM DIVINA PAI - MÃE - FILHOSA família é uma instituição divina. Ela é tão importante, que foi criada antes da Igreja, antes do Estado, antes da nação. Deus não fez o homem para viver na solidão. Quando acabou de criar o homem, Adão, o Senhor disse: "Não é bom que o homem esteja só. Far-lhe-ei uma adjutora, que esteja como diante dele" (Gn 2.18). Deus tinha em mente a constituição da família, mas esta não está completa só com o casal. Por isso, o Senhor previu a procriação, dizendo: "Crescei e multiplicai-vos e enchei a terra (Gn 1.27-28). Fica mais clara a origem da família, quando lemos: "Portanto, deixará o homem seu pai e e sua mãe e se unirá à sua mulher e serão ambos uma só carne" (Gn 2.24). "O homem" aí é o filho, nascido de pai e mãe. Deus fez a família para que o homem não vivesse na solidão (Sl 68.6; 113.9). Leitura Bíblica Diária Segunda: O Casamento dá origem à Família Ef 5.31 = Por isso, deixará o homem seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher; e serão dois numa carne.FALA DE UM DEIXAR FÍSICO, EMOCIONAL E FINANCEIRO PARA SE TORNAREM OS DOIS UMA SÓ NOVA FAMÍLIA. EQUIVALE A Gn 2.24 DEIXARÁ O VARÃO O SEU PAI E A SUA MÃE. Desde o princípio, Deus estabeleceu o casamento e a família que dele surge, como a primeira e a mais importante instituição humana na terra (ver 1.28 nota). A prescrição divina para o casamento é um só homem e uma só mulher, os quais tornam-se uma só carne (i.e., unidos em corpo e alma). Este ensino divino exclui o adultério, a poligamia, a homossexualidade, a fornicação e o divórcio quando antibíblico (Mc 10.7-9; ver Mt 19.9). Terça: Diretrizes bíblicas às mulheres 1Pe 3.1 = Semelhantemente, vós, mulheres, a sede sujeitas ao vosso próprio marido, para que também, se algum não obedece à palavra, pelo procedimento de sua mulher seja ganho sem palavra, MARIDOS... SEJAM GANHOS. Pedro ensina como uma esposa deve agir a fim de ganhar para Cristo o seu marido não salvo. (1) Ela deve ser submissa ao marido e reconhecer a sua liderança na família (ver Ef 5.22). (2) Ela deve conduzir-se de modo santo e respeitoso, com espírito manso e quieto (vv. 2-4; ver 1 Tm 2.13,15). (3) Ela deve esforçar-se para ganhar o marido para Cristo, mais pelo comportamento, do que por suas palavras. Quarta: Diretrizes bíblicas aos maridos Ef 5.33 = Assim também vós, cada um em particular ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido. O amor, a proteção, a segurança e o interesse pelo bem-estar dela, da mesma maneira que Cristo ama a Igreja (vv. 25-33); (3) honra, compreensão, apreço e consideração pela esposa (Cl 3.19; 1 Pe 3.7); (4) lealdade e fidelidade totais na vivência conjugal (v. 31; Mt 5.27,28).Quinta: Diretrizes bíblicas aos filhos Ef 6.1,2 = Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa, FILHOS, SEDE OBEDIENTES. Os filhos de crentes devem permanecer sob a orientação dos pais, até se tornarem membros doutra unidade familiar através do casamento. (1) As crianças pequenas devem ser ensinadas a obedecer e a honrar os pais, mediante a criação na disciplina e doutrina do Senhor (ver 6.4 nota; Pv 13.24; 22.6 nota; ver a nota seguinte). (2) Os filhos mais velhos, mesmo depois de casados, devem receber com respeito, o conselho dos pais (v. 2) e honrá-los na velhice, mediante cuidados e ajuda financeira, conforme a necessidade(Mt 15.1-6). (3)Os filhos que honram seus pais serão abençoados p/Deus, aqui na terra e na eternidade (v.3). Sexta: Diretrizes bíblicas aos pais Ef 6.4 = E vós, pais, não provoqueis a ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor.PAIS... VOSSOS FILHOS. É obrigação solene dos pais (gr. pateres) dar aos filhos a instrução e a disciplina condizente com a formação cristã. Os pais devem ser exemplos de vida e conduta cristãs, e se importar mais com a salvação dos filhos do que com seu emprego, profissão, trabalho na igreja ou posição social (cf. Sl 127.3). ***Instruam seus filhos diariamente nas Sagradas Escrituras, na conversação e no culto doméstico (Dt 4.9; 6.5, 7; 1Tm 4.6; 2Tm 3.15).(1) Mediante o exemplo e conselhos, encorajem seus filhos a uma vida de oração (At 6.4; Rm 12.12; Ef 6.18; Tg 5.16).(2) Previnam seus filhos sobre suportar perseguições por amor à justiça (Mt 5.10-12). Eles devem saber que “todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições” (2Tm 3.12).(3) Levem seus filhos diante de Deus em intercessão constante e fervorosa (Ef 6.18; Tg 5.16-18; ver Jo 17.1, nota sobre a oração de Jesus por seus discípulos, como modelo da oração dos pais por seus filhos).(4) Tenham tanto amor e desvelo pelos filhos, que estejam dispostos a consumir suas vidas como sacrifício ao Senhor, para que se aprofundem na fé e se cumpra nas suas vidas a vontade do Senhor (ver Fp 2.17). Sábado: A Família Servindo Ao Senhor Js 24.15 = Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao SENHOR, escolhei hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram vossos pais, que estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao SENHOR.EU E A MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR. No processo da salvação por Deus concedida, está o assunto da escolha individual. Depende de cada um decidir a quem servir continuamente.Como no caso de Josué e dos israelitas, permanecer em Deus não é um ato isolado no tempo e ocorrido uma única vez (cf. 1.16-18; Dt 30.19,20); precisamos vez por outra reafirmar nossa decisão feita de permanecer na fé e em obediência. A reafirmação de decisões justas, feitas pelo crente, inclui temor ao Senhor, lealdade à verdade, a obediência sincera e renúncia ao pecado e todos os prazeres a ele associados (vv. 14-16). Deixar de servir e amar ao Senhor resultará depois em julgamento e destruição (v. 20; 23.11-13). Leitura Bíblica Em Classe: Gn 1.27 E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou.28 E Deus os abençoou e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra. FRUTIFICAI, E MULTIPLICAI-VOS. O homem e a mulher receberam o encargo de serem frutíferos e de dominarem sobre a terra e o reino animal. (1) Foram criados para constituírem lares para a família. Esse propósito de Deus, declarado na criação, indica que Ele volta-se para a família que o serve e que a criação de filhos é algo de máxima prioridade no mundo (ver Ef 5.21; Tt 2.4,5). (2) Deus esperava deles que lhe dedicassem todas as coisas da terra e que as administrassem de modo a glorificar a Deus e cumprir o propósito divino (Sl 8.6-8; Hb 2.7-9). (3) O futuro da terra passou a depender deles. Quando pecaram, trouxeram ruína, fracasso e sofrimento à criação de Deus (3.14-24; Rm 18.19-22). (4) É obra exclusiva de Jesus Cristo restaurar a terra à sua posição e função perfeitas, na sua vinda, no fim desta era (Rm 8.19-25; 1 Co 15.24-28; Hb 2.5-8; ver Ap 21.1)Gn 2.7 E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente. ALMA VIVENTE. A outorga da vida aos seres humanos é descrita como o resultado de um ato -especial de Deus, para distingui-la da criação de todos os demais seres vivos. Deus comunicou de modo específico a vida e o fôlego ao primeiro homem, e assim evidenciou que a vida humana está num nível acima de todas as outras formas de vida, e que pertence a uma categoria à parte, e há uma relação ímpar entre a vida divina e a humana (1.26,27). Deus é a fonte suprema da vida humana.Gn 2.18 E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele. UMA ADJUTORA QUE ESTEJA COMO DIANTE DELE. A mulher foi criada para ser a amável companheira do homem e sua ajudadora. Daí, ela ser partícipe da responsabilidade de Adão e com ele cooperar no plano de Deus para a vida dele e da família (ver Ef 5.22; Sl 33.20; 70.5; 115.9, onde o termo auxílio , referente a Deus, tem o mesmo sentido que ajudadora, em 2.18).Gn 2.22 E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem formou uma mulher; e trouxe-a a Adão. O primeiro clone, se fosse feito pelo homem, porém o milagre, porque foi feito por DEUS. Introdução O ministério da família começa com o ministério entre marido e esposa (Gn 2:15-24). Antes de ministrar para o mundo, Deus chama o casal para ministrar um para o outro. Em Gênesis lemos que, quando Deus criou o homem, ele era incapaz de realizar todo o plano divino para sua vida ("não é bom que o homem esteja só", Gn 2:18). Deus criou a mulher justamente para completar o que faltava no homem, e vice-versa. O ministério marido-esposa e esposa-marido acontece pelo fato de que Deus criou a mulher como "auxiliadora idônea". "A família esta morta" dizem alguns. Mas apesar das estatísticas, apesar das crises, apesar de tudo que ouvimos pelo contrário, Deus ainda não assinou o óbito familiar. O plano que Ele implementou no Jardim do Éden, e que foi resgatado na cruz do Calvário, continua em pé hoje. Mas precisamos renovar uma perspectiva realmente bíblica do propósito de Deus para a família se veremos um reavivamento em nossos dias. Tópico I - Conceito E Atribuições Da Família: CONCEITO A palavra lar vem de lare (Latim), significando, etimologicamente, " a parte da cozinha onde se acende o fogo"; "a família"(fig.). Certamente, isso dá idéia de lugar íntimo, aconchegante. Daí, vem a palavra "lareira", onde a família se reunia para conversar, ao redor do fogo, principalmente nas noites e dias frios. Podemos dizer que o lar é o ambiente em que convive uma família. Hoje, a TV tem prejudicado a reunião da família. É um verdadeiro "altar". "Disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só. Far-lhe-ei uma auxiliadora (ajudadora, complemento) que lhe seja idônea. Então o Senhor fez cair pesado sono sobre o homem, e este adormeceu (Não foi Adão Que Procurou Pela Mulher, DEUS É Que Lhe Deu, Ele Estava Dormindo Enquanto DEUS Trabalhava.); tomou uma de suas costelas, e fechou o lugar com carne (Não Pegou Da Cabeça, Para Que A Mulher Não Mandasse No Marido; Não Pegou Do Pé, Para Que O Homem Não Pisasse Nela). E disse o homem: Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne (Indica União, Mesma Essência.); chamar-se-á varoa, porquanto do varão foi tomada. Por isso deixará o homem pai e mãe, e se unirá à sua mulher (Deixar Aqui É Sob Três Aspectos: Geográfico, Financeiro E Emocional.) , tornando-se os dois uma só carne. Ora, um e outro, o homem e sua mulher, estavam nus, e não se envergonhavam”(Quem trouxe a idéia de errado ou vergonhoso no sexo foi o pecado.) (Gn. 2:18-25.). Lembre-se De Que DEUS Fez Uma Eva Para Um Adão, Se DEUS Quisesse Que A Mulher Ou O Homem Fossem Polígamos Faria Diferente. Sete princípios do casamento bíblico Sete razões para o casamento 1 Sua origem divina. (Gn 2.24) 1 Só, o homem é incompleto. (Gn 2.18) 2 Sua santidade. (Hb 13.4) 2 Cumprir o plano divino. (Gn 2.24) 3 Sua indissolubilidade. (Mt 19.6) 3 Gerar filhos. (Gn 1.28) 4 Sua monogamia. (I Co 7.2) 4 Evitar a prostituição. (I Co 7.2) 5 Sua heterossexualidade. (Gn 1.27; 2.24) 5 Será base da Nação. (Sl 144.12-15) 6 A submissão da esposa. (Ef 5.22) 6 Para glorificar a Deus. (I Co 10.31) 7 O amor do marido. (Ef 5.23) 7 Expressar o amor de Deus. (Ct 8.7) 1- Conceito: A família existe para produzir uma herança piedosa na terra, e já é um meio ideal para evangelizar e discipular o mundo. E sempre foi assim. Desde Adão e Eva, Deus tem usado famílias para alcançar o mundo. Como já vimos, o primeiro casal recebeu a "comissão" de encher a terra com novas imagens para a glória de Deus. Anos depois da queda, Noé recebeu exatamente a mesma ordem, sem dúvida mais difícil depois da Queda, mas a mesma ordem (Gn 9:1). Abraão, o "pai de muitas nações", foi escolhido para que sua família fosse uma bênção trazendo salvação às nações. E o próprio Senhor Jesus veio para a terra morar em família. Deus criou o homem e a mulher criou cada um à sua imagem. Representam algo sobre a Pessoa de Deus como indivíduos (por exemplo, personalidade, intelecto, emoção, vontade, espírito, etc.). Mas Deus também criou os dois à imagem de Deus: "Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou" (Gn 1:27). "Homem e mulher os criou" (à imagem de Deus) significa que o casal como casal revela aspectos profundos sobre a Pessoa de Deus. Este foi o primeiro propósito de Deus para a união conjugal, e revela a centralidade do relacionamento marido-esposa no plano de Deus. 2- Atribuições da Família Quais são os propósitos divinos no casamento: 1 - Companheirismo e complementação mútua do casal (Gn 2:18, I Co. 11:9, 11). 2 - Satisfação amorosa e mútua do casal (Ec. 9:9). 3 - Propagação do gênero humano (Gn. 1:28). 4 - Preservação da pureza moral, na família e na sociedade (I Co. 7:2). 5 - Estabelecimento do Lar (Mt. 19:5). 6 - Ser um meio de falar de Cristo e da Sua igreja (Ef. 5:31-32). O casamento é a base da sociedade e da igreja. O primeiro grande propósito de Deus para a família é simplesmente Espelhar a Imagem de Deus. Existe um segundo propósito que Deus tem para a família, e que a faz "erguer seus olhos, para ver os campos já brancos para a ceifa . . . ": A família existe para ESPALHAR o reino de Deus. Vida Íntima Conjugal O homem tem se tornado tão egoísta que até mesmo onde nunca deveria ser egoista, tem sido um péssimo exemplo disto: O prazer sexual é para os dois, para a esposa e para o esposo. Infelizmente a falta de diálogo e de amor por parte do marido tem negligenciado o prazer sexual da esposa que na mairia das vêzes finge o orgasmo para que não perca seu companheiro. Que amor cristão é este que se satisfaz em detrimento da parceira, da companheira, da adjutora que DEUS deu ao homem para com ele desfrutar das bênçãos do casamento, da família. Não vos priveis um do outro, salvo por mútuo consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e novamente vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência (I Co. 7:4-5). O marido não deve decidir se privar de relação sexual com sua mulher salvo por mútuo consentimento, o mesmo acontece com respeito à mulher. Ambos devem se lembrar que de acordo com a Bíblia, agora são "uma só carne”. Portanto, o marido deve se colocar à disposição do prazer da sua esposa, assim como a mulher O relacionamento à dois tem de ser protegido a qualquer custo contra a invasão de terceiros, seja eles os sogros, os filhos, a televisão, os amigos, uma secretária, ou o telefone. Na analogia do casamento segundo Paulo a esposa representa a Igreja (Noiva de CRISTO) e o marido representa CRISTO (o Noivo). Por isso a relação amizade (Jo 15.15), irmandade(Mt 12.49, Hb 2.11), amor (Jo 3.16 com Ef 5.33) e temor (Mc 4.41 com Ef 5.33) entre a esposa e o marido devem sempre existir. "Eis que os filhos são herança do SENHOR, e o fruto do ventre o seu galardão" (SL 127:3) 5 "Como flechas na mão de um homem poderoso, assim são os filhos da mocidade" As 7 colunas do casamento em Provérbios 1 A 1ª é o temor do Senhor. (1.7) 2 A 2ª é a bênção dos pais. (1.8; 6.20) 3 A fidelidade é a 3ª coluna. (5.15-21) 4 A 4ª é o carinho da esposa. (31.26) 5 O amor e o carinho do marido. (31.28) 6 O trabalho, sustento da família. (31) 7 E educação dos filhos é a 7ª. (Pv 22.6) Tópico II - A Família De DEUS 1- DEUS, nosso Pai = Como é bom conhecer DEUS como nosso pai, amá-lo, respeitá-lo, conversar com ELE, Ouví-lo, Contar-lhe nossos segredos mais ocultos e pedir-lhe conselhos!!!!!! Este Pai está sempre presente, tanto nas horas de alegria como nas horas de angústia. Este Pai nos protege e livra de todo o mal. Este Pai vê nossas falhas e nos orienta a vencê-las. Este pai não fica de mal conosco, não fica irritado e irado conosco, está sempre nos chamando ao arrependimento e à consequente reconciliação. Pai cuidadoso e provedor que jamais falha Cuida de cada um de seus filhos, nos deu sua maior dádiva: JESUS CRISTO. Proveu a nossa salvação através de seu próprio filho. Pai amorável Compassivo para com o filho que erra, sempre buscando a reconciliação através do perdão. Pai que disciplina Disciplina e Discípulo, significam aprender. Feliz o filho que é corrigido, pois a maior prova de amor é a correção. Pai perdoador Filho Pródigo, mas amado mesmo assim, por mais que erremos ainda assim ELE nos perdoa se confessarmos nossos pecados arrependidos. Pai conciliador Mediador do conflito na família. Está sempre no meio de nós para apaziguar os ânimos, é nessa hora de tribulação que temos que nos lembrar de que DEUS está conosco. 2- O Relacionamento Entre Os Irmãos. Irmãos devem se comunicar e trabalharem juntos para o progresso do evangelho na terra. Um grande edifício é construído de pedras que possuem arestas que de vez em quando se cortam e arranham umas nas outras, porém quando são rebocadas e pintadas não mais se lembram das diferenças, pois o mais importante é fazer parte do edifício que chega ao céu. No edificio de DEUS, a Igreja, os irmãos se perdoam e se amam, procurando esquecer as falhas de cada um e ajudando-se uns aos outros a serem membros deste tão maravilhoso edifício que vai morar no céu. 1 Pe 2.5 vós também, quais pedras vivas, sois edificados como casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais, aceitáveis a Deus por Jesus Cristo. SACERDÓCIO SANTO. No AT, o sacerdócio era restrito a uma minoria qualificada. Sua atividade distintiva era oferecer sacrifícios a Deus, em prol do seu povo e comunicar-se diretamente com Deus (Êx 19.6; 28.1; 2 Cr 29.11). Agora, por meio de Jesus Cristo, todo crente é constituído sacerdote para o serviço de Deus (Ap 1.6; 5.10; 20.6). Esse sacerdócio de todos os crentes abrange o seguinte. (1) Todos os crentes têm acesso direto a Deus, através de Cristo (3.18; Jo 14.6; At 4.12; Ef 2.18). (2) Todos os crentes têm a obrigação de viver uma vida santa (vv. 5,9; 1.14-17). (3) Todos os crentes devem oferecer "sacrifícios espirituais" a Deus, inclusive: (a) viver em obediência a Deus, sem conformar-se com o mundo (Rm 12.1,2); (b) orar a Deus e louvá-lo (Sl 50.14; Hb 13.15); (c) servir com coração íntegro e mente disposta (1 Cr 28.9; Fp 2.17; Ef 5.1,2); (d) praticar boas ações (Hb 13.16); (e) contribuir com nossas posses materiais (Rm 12.13; Fp 4.18) e (f) apresentar nossos corpos a Deus como instrumentos da justiça (Rm 6.13,19). (4) Todos os crentes devem interceder e orar uns pelos outros e por todos (Cl 4.12; 1 Tm 2.1; Ap 8.3). (5) Todos os crentes devem proclamar a Palavra e orar pelo sucesso dela (v. 9; 3.15; At 4.31; 1 Co 14.26; 2 Ts 3.1; Hb 13.15) 2.9 A NAÇÃO SANTA. Os crentes são separados do mundo a fim de pertencerem totalmente a Deus (Cf. At 20.28; Tt 2.14) e de proclamarem o evangelho da salvação para a glória e louvor de Deus (cf. Êx 19.6; Is 43.20,21). 2.11 PEREGRINOS E FORASTEIROS. Nossa nova condição de possessão peculiar de Deus nos separa do povo deste mundo e nos faz peregrinos aqui. Vivemos numa terra à qual não pertencemos. Nossa verdadeira cidadania está no céu com Cristo (cf. Fp 3.20; Hb 11.9-16). Por sermos estrangeiros nesta terra, devemos abster-nos dos prazeres malignos deste mundo, que procuram destruir nossa alma Tópico III - Bons Exemplos De Família Exemplo Porque Noé - Hb 11.7 Seus filhos eram obedientes e foram escolhidos para serem instrumento de DEUS na preservação da espécie humana. "Para salvação de sua família, construiu a arca'. Josué - Js 24.15 Eu e a minha casa serviremos ao Senhor, escolheu para si e sua família. Ordem na casa para deixar a idolatria e servir a DEUS de todo o coração e de todo o entendimento. Filipe - At 21.8,9 De diácono a evangelista, com quatro filhas que profetizavam. A família cristã avivada possui Dons do ESPÍRITO SANTO. Conclusão: A satisfação sexual deve ser do casal, cada um se esforça pelo prazer do outro, são parceiros no amor conjugal. A esposa é mansa e quieta, submissa à autoridade dada por DEUS ao seu marido; O marido ama sua esposa e a sustenta de amor, carinho e compreensão; os filhos são obedientes aos seus pais e tementes a DEUS; este é o modelo bíblico da Família Cristã. A Família vem antes da Igreja, pois não há Igreja sem família. Não podemos ser felizes na Igreja sem sermos felizes em nossa família. Façamos portanto da Igreja, a nossa Família. Nossa Família é responsável pela evangelização do mundo. Questionário da Lição 1 - A Família - Obra prima de Deus Ev.Luiz Henrique http://www.henriqueestudos.cjb.net/ Texto Áureo: 1- O que o homem deveria fazer com a terra segundo a ordem de DEUS ? ( ) Adorá-la ( ) Sujeitar-se a ela ( ) Dominá-la Verdade Prática: 2- Que tipo de instituição é a família? ( ) Humana ( ) Filantrópica ( ) Divina Introdução 3- A família deve identificar-se e relacionar-se intimamente com que tipo de instituição? ( ) A Igreja ( ) A sociedade helenizada ( ) Com a sociedade idólatra Tópico I - Conceito e Atribuições da Família 4- Qual foi a primeira instituição divina sobre a terra? ( ) A Igreja ( ) A Família ( ) A propriedade particular 5- O que justifica a relação sexual entre um casal? ( ) O namoro ( ) O Noivado ( ) O Casamento 6- Nas 5 atribuições da Família a seguir, ligue a primeira coluna de acordo com a segunda: Vida intima Conjugal A criança recebe afeto, cuidado amoroso dos pais e irmãos mais velhos Propagação do gênero humano Corpinho para alimentar, estômago para alimentar, personalidade para formar, mente para educar, pessoa para ser conduzida a CRISTO. Subsistência União sexual entre marido-esposa (homem-mulher) Educação Geração de Filhos Proteção O sustento, o conforto, o bem-estar, enfim, o atendimento das necessidades dos membros da família Afeto Proteção e amparo Tópico II - A Família de DEUS 7- O que DEUS tomou como exemplo para ilustrar o seu relacionamento com a Igreja? ( ) Um casal de namorados ( ) A Família ( ) Um casal de pombos 8- Nas características de DEUS como nosso Pai Celestial, ligue a primeira coluna de acordo com a segunda: Pai cuidadoso e provedor que jamais falha Mediador do conflito na família Pai amorável Disciplina e Discípulo, significam aprender Pai que disciplina Filho Pródigo Pai perdoador Cuida de cada um de seus filhos, nos deu sua maior dádiva Pai conciliador Compassivo para com o filho que erra 9- Pelo que os crentes devem ser conhecidos? ( ) Pelo seu amor de uns para com outros ( ) Pelo seu poderio econômico ( ) Pelo seu poderio político 10- O que leva o crente a considerar seus semelhantes com estima, respeito, justiça e compaixão? ( ) Seu grau de parentesco ( ) Sua condição social ( ) O amor de DEUS em si Tópico III - Bons Exemplos de Família: 11- Cite pelo menos três famílias que nos servem de exemplo e por que o são, ligando a primeira coluna de acordo com a segunda Exemplo Porque Noé De diácono a evangelista, com quatro filhas que profetizavam Josué Seus filhos eram obedientes e foram escolhidos para serem instrumento de DEUS na preservação da espécie humana Filipe Eu e a minha casa serviremos ao Senhor, escolheu para si e sua família Conclusão: 12- Quem é o centro do lar? ( ) O Marido ( ) O Senhor JESUS ( ) A Esposa 13- O que é um guia para tudo em nossa vida? ( ) Nosso casamento ( ) A Palavra de DEUS ( ) Nossa Igreja Não deixe de ver http://www.armazemnadia.com.br/henrique/Familia.htm PAIS E FILHOSCl 3.21 “Vós, pais, não irriteis a vossos filhos, para que não percam o ânimo.”É obrigação solene dos pais (gr. pateres) dar aos filhos a instrução e a disciplina condizente com a formação cristã. Os pais devem ser exemplos de vida e conduta cristãs, e se importar mais com a salvação dos filhos do que com seu emprego, profissão, trabalho na igreja ou posição social (cf. Sl 127.3).(1) Segundo a palavra de Paulo em Ef 6.4 e Cl 3.21, bem como as instruções de Deus em muitos trechos do AT (ver Gn 18.19 nota; Dt 6.7; Sl 78.5; Pv 4.1-4; 6.20), é responsabilidade dos pais dar aos filhos criação que os prepare para uma vida do agrado do Senhor. É a família, e não a igreja ou a Escola Dominical, que tem a principal responsabilidade do ensino bíblico e espiritual dos filhos. A igreja e a Escola Dominical apenas ajudam os pais no ensino dos filhos.(2) A essência da educação cristã dos filhos consiste nisto: o pai voltar-se para o coração dos filhos, a fim de levar o coração dos filhos ao coração do Salvador (ver Lc 1.17). (3) Na criação dos filhos, os pais não devem ter favoritismo; devem ajudar, como também corrigir e castigar somente faltas intencionais, e dedicar sua vida aos filhos, com amor compassivo, bondade, humildade, mansidão e paciência (3.12-14, 21).(4) Seguem-se quinze passos que os pais devem dar para levar os filhos a uma vida devotada a Cristo:(a) Dediquem seus filhos a Deus no começo da vida deles (1Sm 1.28; Lc 2.22). (b) Ensinem seus filhos a temer o Senhor e desviar-se do mal, a amar a justiça e a odiar a iniqüidade. Incutam neles a consciência da atitude de Deus para com o pecado e do seu julgamento contra ele (ver Hb 1.9 nota).(c) Ensinem seus filhos a obedecer aos pais, mediante a disciplina bíblica com amor (Dt 8.5; Pv 3.11,12; 13.24;23.13,14; 29.15, 17; Hb 12.7).(d) Protejam seus filhos da influência pecaminosa, sabendo que Satanás procurará destruí-los espiritualmente mediante a atração ao mundo ou através de companheiros imorais (Pv 13.20; 28.7; 2.15-17). (e) Façam saber a seus filhos que Deus está sempre observando e avaliando aquilo que fazem, pensam e dizem (Sl 139.1-12).(f) Levem seus filhos bem cedo na vida à fé pessoal em Cristo, ao arrependimento e ao batismo em água (Mt 19.14).(g) Habituem seus filhos numa igreja espiritual, onde se fala a Palavra de Deus, se mantém os padrões de retidão e o Espírito Santo se manifesta. Ensinem seus filhos a observar o princípio: “Companheiro sou de todos os que te temem”(Sl 119.63; ver At 12.5 nota).(h) Motivem seus filhos a permanecerem separados do mundo, a testemunhar e trabalhar para Deus (2Co 6.14—7.1;Tg 4.4). Ensinem-lhes que são forasteiros e peregrinos neste mundo (Hb 11.13-16), que seu verdadeiro lar e cidadania estão no céu com Cristo (Fp 3.20; Cl 3.1-3).(i) Instruam-nos sobre a importância do batismo no Espírito Santo (At 1.4,5, 8; 2.4, 39).(j) Ensinem a seus filhos que Deus os ama e tem um propósito específico para suas vidas (Lc 1.13-17; Rm 8.29,30; 1Pe 1.3-9).(l) Instruam seus filhos diariamente nas Sagradas Escrituras, na conversação e no culto doméstico (Dt 4.9; 6.5, 7; 1Tm 4.6; 2Tm 3.15).(m) Mediante o exemplo e conselhos, encorajem seus filhos a uma vida de oração (At 6.4; Rm 12.12; Ef 6.18; Tg 5.16).(n) Previnam seus filhos sobre suportar perseguições por amor à justiça (Mt 5.10-12). Eles devem saber que “todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições” (2Tm 3.12).(o) Levem seus filhos diante de Deus em intercessão constante e fervorosa (Ef 6.18; Tg 5.16-18; ver Jo 17.1).(p) Tenham tanto amor e desvelo pelos filhos, que estejam dispostos a consumir suas vidas como sacrifício ao Senhor, para que se aprofundem na fé e se cumpra nas suas vidas a vontade do Senhor (ver Fp 2.17). CPAD - BEP O PLANO DE DEUS NO CASAMENTO Márcio Klauber Maia http://www.ebdweb.com.br/ 1 – DEUS E A FAMÍLIA "Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam" Sl 127.1 Quando lemos este texto sagrado, vemos que a família é algo que procede de Deus, visto que Ele tem interesse em resguardá-la da destruição e a guarda. A- DEUS CRIOU A FAMÍLIA Deus criou o homem e a mulher "E da costela que o Senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher: e trouxe-a a Adão. E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos , e carne da minha carne: esta será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. Portanto deixará o varão o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne" Gn 2.22-24 É Deus quem forma o casal "A casa e a fazenda são a herança dos pais; mas do Senhor vem a mulher prudente" Pv 19.14 A família é a célula mater da sociedade, por isto sofre os maiores ataques de Satanás "O Senhor te abençoará desde Sião, e tu verás os bens de Jerusalém em todos os dias da tua vida. E verás os filhos de teus filhos, e a paz sobre Israel" Sl 128.5,6 B- O PROPÓSITO DA FAMÍLIA 1- Objetivos errados * Progresso Material * Felicidade Pessoal * Benefícios da vida familiar 2- Objetivos Corretos: A perpetuação da Espécie "E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai, multiplicai-vos e enchei a terra..." Gn 1.28a Companheirismo "E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só: far-lhe-ei uma ADJUTORA que esteja como diante dele" Gn 2.18 Satisfação física e felicidade do cônjuge "Seja bendito o teu manancial, e alegra-te COM a mulher da tua mocidade" Prov. 5.18 "Goza a vida COM a mulher que amas..." Ec 9.9 "Quando algum homem tomar uma mulher nova, não sairá à guerra, nem se lhe imporá carga alguma; por um ano inteiro ficará livre na sua casa, e ALEGRARÁ a sua mulher que tomou" Dt 24.5 Símbolo da união de Cristo com a Igreja "Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, COMO AO SENHOR" Ef 5.22 "Vós, maridos, amai vossas mulheres, COMO TAMBÉM CRISTO AMOU A IGREJA" Ef 5.25 2- O CASAMENTO A- O FUNDAMENTO DO CASAMENTO O Compromisso "Porque o Senhor foi testemunha entre ti e a mulher da tua mocidade" Ml 2.14a "Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim, Não, não, porque o que passa disto é de procedência maligna" Mt 5.37 O amor (um mandamento) "Vós, maridos, amai a vossas mulheres" Cl 3.19a "Para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos" Tt 2.4 A união física (sexual), emocional (afetiva) e espiritual (no Senhor) "Portanto deixará o varão o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne" Gn 2.24 B- A INDISSOLUBILIDADE DO CASAMENTO A união do casal foi estabelecida por Deus "Portanto, o que DEUS ajuntou, não o separe o homem" Mt 19.6b Ela deve durar a vida inteira "A mulher casada está ligada pela lei todo o tempo que o seu marido vive; mas, se falecer o seu marido fica livre para casar com quem quiser, contanto que seja no Senhor" I Cor 7.39 É um mandamento divino "Todavia, aos casados, mando, não eu, MAS O SENHOR, que a mulher não se aparte do marido. Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a sua mulher" I Cor 7.10,11 Deus diz não ao divórcio "Porque o Senhor foi testemunha entre ti e a mulher da tua mocidade, com a qual tu foste desleal sendo ela a tua companheira, e a mulher da tua aliança. Não fez ele somente um? Em carne e espírito são dele. E por que somente um? Ele buscava uma descendência piedosa. Portanto cuidai-vos de vós mesmos, e ninguém seja desleal para com a mulher da sua mocidade. Eu DETESTO o divórcio, diz o Senhor Deus de Israel, e aquele que cobre de violência as suas vestes, diz o Senhor dos Exércitos. Portanto cuidai de vós mesmos, e não sejais desleais." Ml 2.14-16 O divórcio representa uma fuga dos problemas e traz conseqüências desastrosas para o casal e para os filhos, tudo porque dois adultos não souberam resolver os seus problemas. O PLANO DE DEUS PARA O CASAL 1 – O PAPEL DOS CÔNJUGES A- O HOMEM, O CABEÇA – SUAS ATRIBUIÇÕES "Mas quero que saibais que Cristo é o cabeça de todo o homem, e o homem o cabeça da mulher, e Deus o cabeça de Cristo" I Cor 11.3 "Pois o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo ele próprio o Salvador do corpo" Ef 5.23 Governar o lar e assumir a responsabilidade principal na disciplina dos filhos "Que governe bem a sua casa, tendo seus filhos sob disciplina, com todo o respeito... Os diáconos sejam maridos de uma só mulher, e governem bem seus filhos e suas próprias casas." I Tm 3.4,12 "Naquele dia suscitarei contra Eli tudo o que tenho falado a respeito da sua casa; começarei, e o cumprirei. Pois já lhe disse que julgarei a sua casa para sempre, pela iniqüidade que ele bem conhecia; seus filhos se fizeram execráveis, e ele não os repreendeu" I Sm 3.12,13 Cuidar e proteger a família "Mas, se alguém não cuida dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior que o incrédulo." I Tm 5.8 Sustentar a família "Afinal de contas, nunca ninguém odiou a sua própria carne, antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à Igreja" Ef 5.29 O sacerdote "Pois eu o escolhi para que ordene a seus filhos e a sua casa depois dele, para que guardem o caminho do Senhor, para que pratiquem a justiça e o juízo, a fim de que o Senhor faça vir sobre Abraão o que acerca dele tem falado" Gn 18.19 B- COMO O HOMEM DESEMPENHA O SEU PAPEL 1- ASSUMINDO A POSIÇÃO DE CABEÇA Não sobrecarregando a esposa Não anulando a esposa "Igualmente, vós, maridos, viveis com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais frágil, e como sendo elas herdeiras convosco da graça da vida, para que não sejam impedidas as vossas orações" I Pe 3.7 2- AMANDO A SUA ESPOSA O Amor sacrificial "Vós, maridos, amai vossas mulheres, COMO TAMBÉM CRISTO AMOU A IGREJA, e a si mesmo entregou-se por ela." Ef 5.25 "Tende, antes de tudo, ardente amor uns para com os outros, porque o amor cobre uma multidão de pecados" I Pe 4.8 "O amor é paciente, é benigno... tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta" I Cor 13.6,7 O Amor Sentimental "Vós, maridos, amai a vossas mulheres, E NÃO AS TRATEIS ASPERAMENTE." Cl 3.19a "Eu sou do meu amado, e ele me tem afeição" Ct 7.10 3- COMPRENDENDO A SUA ESPOSA Dedicando tempo a ela Escutando-a (ela precisa de um ombro, não de uma boca) "Responder antes de ouvir é estultícia e vergonha" Pv 18.13 "Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar" Tg 1.19 1- VALORIZANDO A SUA ESPOSA "Porque onde está o vosso tesouro, aí estará também o teu coração" Mt 6.21 2- ELOGIANDO A SUA ESPOSA "Levantem os seus filhos, e lhe chamem bem-aventurada; o seu marido também, e a louva, dizendo: Muitas mulheres procedem virtuosamente, mas tu a todas és superior" Pv 31.28,29 A- A MULHER, A AJUDADORA – SUAS ATRIBUIÇÕES "Vós, mulheres, sede submissas a vossos próprios maridos, como convém no Senhor" Cl 3.18 "De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres o sejam em tudo a seus maridos" Ef 5.24 Ser mãe "Quero, pois, que as mais novas se casem, tenham filhos, sejam boas donas de casa e não dêem ocasião ao adversário." I Tm 5.14 Administração do lar "Não teme por causa da neve, pois toda a sua casa anda vestida de lã escarlate. Faz para si cobertas; de linho fino e de púrpura é o seu vestido. Olha pelo governo da sua casa e não come o pão da preguiça." Pv 31.21,22,27 Auxiliar o esposo, complementando o seu ministério no lar "E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só: far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele" Gn 2.18 B- COMO A MULHER DESEMPENHA O SEU PAPEL 1- SENDO SUBMISSA AO MARIDO A submissão não deve ser imposta pelo marido, mas reconhecida pela esposa como sendo um mandamento de Deus Ela não anula a mulher, mas a protege como membro mais frágil e ser mais afetivo. Ela não a torna inferior, apenas com uma função diferente, podendo opinar e ter influência nas decisões da família 2- RESPEITANDO O MARIDO Não reclamando ou maldizendo "O gotejar contínuo no dia de grande chuva, e a mulher rixosa, são semelhantes; contê-la é como conter o vento, ou segurar o óleo com a mão" Pv 27.15,16 "Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu:... tempo de estar calado, e tempo de falar" Ec 3.1,7 Tendo um espírito manso "A beleza das esposas não seja o enfeite exterior, como o frisado de cabelos, o uso de jóias de ouro, ou o luxo dos vestidos, mas a beleza interior, no incorruptível traje de um ESPÍRITO MANSO E TRANQÜILO, que é precioso diante de Deus." I Pe 3.3,4 CONCLUSÃO Todos os problemas da família não serão resolvidos de uma só vez, mas devemos buscar o aperfeiçoamento cada dia. "tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até o dia de Cristo Jesus." Fp 1.6 O perdão deve ser exercitado diariamente na vida do casal, perdoando-se mutuamente e conversando abertamente a cada dia: terminem o dia com uma folha limpa. "Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados" Tg 5.16 Ajuda http://www.cpad.com.br/ BEP e Revistas http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/videosebdnatv.htm http://www.dominicalnet.com.br/

Um comentário:

EBD NA TV disse...

A Família cristã precisa d ensino urgente, pois é a representante máxima da Igreja de JESUS CRISTO na Terra.