sábado, 19 de setembro de 2009

LIÇÃO 12 - O TESTEMUNHO INTERIOR DO CRENTE Lições Bíblicas Aluno - Jovens e Adultos - 3º TRIMESTRE DE 2009 1 João - Os Fundamentos Da Fé Cristã Comentários do Pr. Eliezer de Lira e Silva Consultor Doutrinário e Teológico: Pr. Antonio Gilberto Complementos, questionários e videos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
TEXTO ÁUREO "Porque todo o que é nascido de DEUS vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé" (1 Jo 5.4).
VERDADE PRÁTICA Só poderemos vencer o mundo se tivermos passado pela experiência do novo nascimento em CRISTO através do ESPÍRITO SANTO.
LEITURA DIÁRIA Segunda 1 Jo 5.12 Quem crê no Filho de DEUS tem a vida eterna Terça 1 Jo 5.13 Temos a vida eterna e podemos nos aproximar de DEUS com a certeza de que Ele nos ouve Quarta 1 Jo 3.23 O amor fraternal é resultado do novo nascimento Quinta 1 Jo 3.10 Quem não ama o seu irmão não é de DEUS Sexta 1 Jo 2.15 Quem experimenta o novo nascimento abandona aquilo que é vil Sábado 1 Jo 5.6 O tríplice testemunho LEITURA BÍBLICA EM CLASSE 1 João 5. 1-10. 1 Todo aquele que crê que JESUS é o CRISTO é nascido de DEUS; e todo aquele que ama ao que o gerou também ama ao que dele é nascido. 2 Nisto conhecemos que amamos os filhos de DEUS: quando amamos a DEUS e guardamos os seus mandamentos. 3 Porque esta é a caridade de DEUS: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados. 4 Porque todo o que é nascido de DEUS vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. 5 Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que JESUS é o Filho de DEUS? 6 Este é aquele que veio por água e sangue, isto é, JESUS CRISTO; não só por água, mas por água e por sangue. E o ESPÍRITO é o que testifica, porque o ESPÍRITO é a verdade. 7 Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra e o ESPÍRITO SANTO; e estes três são um. 8 E três são os que testificam na terra: o ESPÍRITO, e a água, e o sangue; e estes três concordam num. 9 Se recebemos o testemunho dos homens, o testemunho de DEUS é maior; porque o testemunho de DEUS é este, que de seu Filho testificou. 10 Quem crê no Filho de DEUS em si mesmo tem o testemunho; quem em DEUS não crê mentiroso o fez, porquanto não creu no testemunho que DEUS de seu Filho deu. Estudando a leitura: 1 Todo aquele que crê que JESUS é o CRISTO é nascido de DEUS Crer que JESUS é o Messias, o salvador é imprescindível para a salvação. Também é importante crer que ELE foi gerado do ESPÍRITO SANTO, pois do contrário seria um pecador como todos os demais descendentes de Adão. É importante sabermos que não está sendo dito que JESUS como DEUS foi criado ou gerado, mas que JESUS num corpo físico, humano, foi gerado aqui na Terra. e todo aquele que ama ao que o gerou também ama ao que dele é nascido. Se amamos a DEUS que gerou a JESUS significa que amamos a JESUS que por ELE foi gerado aqui na Terra. Automaticamente amamos os filhos que DEUS gerou aqui na Terra. através do sacrifício de JESUS. 2 Nisto conhecemos que amamos os filhos de DEUS: quando amamos a DEUS e guardamos os seus mandamentos. Só praticaremos o amor pelos nossos irmãos que são gerados por DEUS, se amarmos verdadeiramente a DEUS e guardarmos em nosso interior seus mandamentos e colocá-los em prática, então verdadeiramente amamos a DEUS; já que os mandamentos nisto mesmo se resume: Em amarmos a DEUS sobre todas a s coisas e aos irmãos como a nós mesmos. 3 Porque esta é a caridade de DEUS: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados. Este é o verdadeiro amor de DEUS - guardar seus mandamentos não os achando pesados, mas guardá-los com amor e prazer. 4 Porque todo o que é nascido de DEUS vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Aquele que ama vence o mundo, pois ama até seus inimigos, ama aqueles que o maltratam. Pela nossa fé em DEUS é que amamos a todos e enfrentamos qualquer perigo, pois sabemos que temos um PAI amoroso e mesericordioso que nos livrará de todo o mal e senão com ele estaremos para sempre. 5 Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que JESUS é o Filho de DEUS? Se sabemos, se temos certeza que JESUS é o filho de DEUS, então NELE confiamos em tudo. 6 Este é aquele que veio por água e sangue, isto é, JESUS CRISTO; não só por água, mas por água e por sangue. E o ESPÍRITO é o que testifica, porque o ESPÍRITO é a verdade. Veio por Água e sangue só pode significar pelo "nascimento físico", tem a ver com parto. O ESPÍRITO SANTO é quem gerou no ventre de Maria o filho que salvaria os homens de seus pecados, portanto, ELE dá o testemunho verdadeiro disso no reino espiritual. 7 Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra e o ESPÍRITO SANTO; e estes três são um. JESUS ressuscitou como homem e está no céu, ELE é o cumprimento da Palavra de DEUS, é a PALAVRA VIVA, testificando da verdade. Lá está também o PAI e o ESPÍRITO SANTO que está em toda parte ao mesmo tempo. 8 E três são os que testificam na terra: o ESPÍRITO, e a água, e o sangue; e estes três concordam num. O ESPÍRITO SANTO está também na terra e mora em nós, ELE gerou JESUS o salvador no ventre de Maria que deus à luz ao nosso salvador através de um nascimento normal como de qualquer ser humano normal, havia água ao romper da bolsa e sangue da placenta ao nascer JESUS. Isso é testemunho do nascimento de nosso salvador. 9 Se recebemos o testemunho dos homens, o testemunho de DEUS é maior; porque o testemunho de DEUS é este, que de seu Filho testificou. Se várias pessoas importantes da sociedade, como juízes, imperadores, reis, sacerdotes, políticos, tivessem testificado isso, a sociedade com todos os povos aceitariam isso de bom grado, então o testemunho bíblico (o testemunho de DEUS), deve ser mais importante do que o dos homens, deve ser aceito e crido por todos, pois é maior do que a palavra de homens mortais. 10 Quem crê no Filho de DEUS em si mesmo tem o testemunho; quem em DEUS não crê mentiroso o fez, porquanto não creu no testemunho que DEUS de seu Filho deu. É um perigo muito grande não crer no testemunho de DEUS, é o mesmo que dizer que DEUS é mentiroso e isso atrai a maldição de DEUS sobre homens tolos que acreditam mais em homens falhos do no DEUS todo poderoso e verdadeiro. Escolhamos pois em quem acreditar, ou seja, somente em DEUS e sua PALAVRA, e sigamos com fé a nossa jornada até à cidade formosa e maravilhosa que nos está preparada. I. NASCIDOS DE DEUS NOVO NASCIMENTO = Acontece quando há o arrependimento de pecado e o pecador arrependido confessa a JESUS CRISTO como único e suficiente salvador, é invisível a presença do ESPÍRITO SANTO na pessoa, mas a partir desse momento Ele está morando nesse novo filho de DEUS, nascido de novo, era do reino das trevas, agora é do reino da luz, era do reino de Satanás, agora pertence ao reino de DEUS. JESUS disse que é como o vento que ninguém vê, mas sabe que está balançando a árvore, assim o que é nascido de novo apresenta mudança de vida, mas ninguém vê o ESPÍRITO SANTO na pessoa, embora O Mesmo esteja morando lá. SINAL INTERNO E INVISÍVEL. Nascemos no mundo como filhos de Adão - descendentes de um pai pecador que gerou filhos à sua imagem e semelhança Gn 5. Por natureza estamos condenados (Rm 3.23). Merecemos um salário pelo pecado (Rm 6.23), a morte, ou seja sermos todos condenados a passar a eternidade no lago de fogo e enxofre junto com Satanás e seus seguidores. Precisamos morrer para o pecado, para nosso velho pai, Adão e nascermos de novo, agora para uma nova vida com DEUS, como filhos amados. Para isso só nos basta aceitarmos que JESUS levou sobre ELE nosso pecado na cruz e arrependermos O aceitarmos como único Salvador e Senhor. II. OS FILHOS DE DEUS E O AMOR A) Amar a DEUS acima de tudo EU AMO A DEUS, devo toda a minha vida a Ele, e a Ele entrego-me com alegria para o seu serviço. Dedicar-me-ei a este curso, participando com empenho e com prazer, esforçando-me para aprender, de maneira que eu possa crescer espiritualmente, fortalecendo-me na graça e no conhecimento do meu Senhor, Jesus Cristo. O Exemplo de JESUS À esta altura percebemos que o “amor ao próximo”, conforme apresentado na primeira epístola de João, embora não negue um peculiar caráter “opcional”, ultrapassa a dimensão da escolha racional para tornar-se, principalmente, um resultado da graça divina. Sua fonte transfere-se da alma (antropologia hebraica) para o ser de Deus. A adesão (sent. próprio do hebraico 'ahabh), segundo esta teologia joanina, não é uma mera filiação partidária ou paixão por uma causa (coisa que os “do mundo” também podem ter); ela é, antes, uma aliança ou pacto com o próprio Deus. É aderir não a algo, mas a alguém. A partir deste ponto, podemos interpretar João com os olhos de Santo Agostinho que entendia o Ágape joanino como sendo uma pessoa. Aliás, note-se que, desde o evangelho e o Apocalipse, é comum para João personificar em Deus, os títulos que lhe atribuímos. E assim como o Logos e a Luz procederam do Pai, encarnando-se na figura histórica de Jesus Cristo, do mesmo modo o Amor manifestado entre os homens (4:9) é outra “figuração personificada” para falar do mistério da encarnação. Portanto, o dizer que o Amor procede de Deus (h agaph ek tou qeou estin[ 4:7]) é uma explícita referência à procedência de Cristo do Pai(para tou Patera [ João 6:46; 7:29; 8:14; 8:42; 11:27, 16:28]) e quando se diz “Deus é amor”(o Qeos agaph estin) paralelamente se deve lembrar do dito “e o Verbo era Deus”(kai Qeos hn o logos).O amor/ágape é, enfim, o Filho de Deus vindo ao mundo e o “permanecer” neste amor equivale a “andar como ele andou” (amando ao próximo, cumprindo a justiça, obedecendo à lei) e confessar o que ele é de fato (1:6 e 4:2). Fazendo isto, trazemos para o presente uma encarnação salvadora fazendo com que ela deixe de ser mero evento de um longínquo passado com o qual não temos relação. O Teste do Amor ágape Como sabermos se amamos com o amor de DEUS? Se somos capazes de amar como DEUS ama, então sentimos este amor fluir de cada um de nós. Jo 3.16 "Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Somos capazes de amar a ponto de darmos tudo o que temos de mais precioso, por amor aos outros? Rm 5.8 Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores. Veja que DEUS não nos amou porque éramos bons; somos capazes de amar aos pecadores e por eles darmos nossas vidas? Mt 5.44 Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, Somos capazes de amar nossos inimigos e orar por eles? Jo 13.35 A marca distintiva do crente 35 Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.CONHECERÃO QUE SOIS MEUS DISCÍPULOS. O amor (gr. agape) deve ser a marca distintiva dos seguidores de Cristo (1 Jo 3.23; 4.7-21). Este amor é, em suma, um amor abnegado e sacrificial, que visa ao bem do próximo (1 Jo 4.9,10). Por isso, o relacionamento entre os crentes deve ser caracterizado por uma solicitude dedicada e firme, que vise altruisticamente a promover o sumo bem uns dos outros. Os cristãos devem ajudar uns aos outros nas provações, evitar ferir os sentimentos e a reputação uns dos outros e negar-se a si mesmos para promover o mútuo bem-estar (cf 1 Jo 3.23; 1 Co 13; 1 Ts 4.9; 1 Pe 1.22; 2 Ts 1.3; Gl 6.2; 2 Pe 1.7). B) Amor Ao Próximo - A Dimensão Horizontal A questão do relacionamento humano, se torna ajustada, encaminhada e equilibrada quando há o diferencial Deus, que nos tornou, pela salvação em Cristo Jesus, Seus filhos, e criou a família de fé na qual somos irmãos que devem aprender a se amar. Afinal, "Aquele que odeia a seu irmão está nas trevas, e anda nas trevas; não sabe para onde vai, porque as trevas lhe cegaram os olhos" e, "Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo: quem não pratica a justiça não é de Deus, nem aquele que não ama a seu irmão" (1Jo 2.11; 3.10).Entendamos: para o Antigo Testamento, para a cultura hebréia, o próximo, o semelhante era o igual. Os termos de Levítico 19.18 deixam claro esse fato: "Não te vingarás, nem guardarás ira contra os filhos do teu povo, mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor" (cf. Pv 3.28; Jr 22.13). Amar o próximo tinha como contrapartida odiar o inimigo. Assim o refletem Êxodo 15.6 e Levítico 26.8: "A tua destra, ó Senhor, é gloriosa em poder; a tua destra, ó Senhor, despedaça o inimigo"; "Cinco de vós perseguirão a cem, e cem de vós perseguirão a dez mil, e os vossos inimigos cairão à espada diante de vós". Jesus e os apóstolos, porém, estendem o significado: "Amar ao próximo como a si mesmo excede a todos os holocaustos e sacrifícios", disse um escriba ao Mestre, que aprovou a sua exclamação (cf. Mc 12.33). "Cada um de nós agrade ao seu próximo no que é bom para edificação", enunciou Paulo (Rm 15.2), precisamente na linha de João que deixou a exortação, "Aquele que não ama a seu irmão a quem viu, como pode amar a Deus a quem não viu?" (1Jo 4.20b). 4.7 AMEMO-NOS UNS AOS OUTROS. Embora o amor seja um aspecto do fruto do Espírito (Gl 5.22,23) e uma evidência do novo nascimento (2.29; 3.9,10; 5.1), é também algo que temos a responsabilidade de desenvolver. Por essa razão, João nos exorta a amar uns aos outros, a termos solicitude por eles e procurar o bem-estar deles. João não está falando apenas em sentimento de boa-vontade, mas em disposição decisiva e prática, de ajudar as pessoas nas suas necessidades (3.16-18; cf. Lc 6.31). João nos admoesta a demonstrar amor, por três razões: (1) O amor é a própria natureza de Deus (vv. 7-9), e Ele o demonstrou ao dar seu próprio Filho por nós (vv. 9,10). Compartilhamos da sua natureza porque nascemos dEle (v. 7). (2) Porque Deus nos amou, nós, que temos experimentado o seu amor, perdão e ajuda, temos a obrigação de ajudar o próximo, mesmo com grande custo pessoal. (3) Se amamos uns aos outros, Deus continua a habitar em nós, e o seu amor é em nós aperfeiçoado (v. 12). C) Amor A Si Mesmo - A Dimensão Interior O Amor a si mesmo reflete o amor de DEUS por nós É importante ser ensinável, se submeter à sã doutrina. Mas há algumas coisas que nenhum ser humano pode ensinar. Há algumas crises que só o Espírito Santo pode levar à uma saída. Às vezes inexistem respostas em lugar algum da mente humana, e então o Espírito Santo precisa nos ensinar como sair da crise! Necessitamos voltar-nos para o nosso interior, e bloquear todas as vozes e as falas exteriores. Eis a prova: “...a unção que dele recebestes permanece em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine...” (I João 2:27). “...a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens” (I Coríntios 1:25). As coisas que Deus deseja fazer por nós ainda nem sequer chegaram à mente dos conselheiros sábios do mundo. “...nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam” (I Coríntios 2:9). Elas são reveladas pelo Espírito em nós! “...Deus no-lo revelou pelo Espírito...” Se aquilo que Deus preparou para nós ainda “nem penetrou na mente humana”, como alguém poderá me dizer algo que não sabe? “Porque qual dos homens sabe as cousas do homem, senão o seu próprio espírito, que nele está? Assim, também as cousas de Deus, ninguém as conhece, senão o Espírito de Deus” (I Coríntios 2:11). Não estou contra o cristão buscar bom aconselhamento. Não estou contra a psicologia cristã. Mas nenhuma delas vale sequer mencionar, a menos que leve a pessoa à esta verdade absoluta: nenhum outro ser humano pode ser a sua fonte de felicidade e paz! Os que se apóiam nos braços da carne cavam poços que não agüentam um teste. Estão sempre precisando de alguém para lhes derramar um conselho, mas não o retém. São cisternas rotas. "Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (I Coríntios 3:16). “Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio...” (Gal. 5:22). “é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe (em nós) e que se torna galardoador dos que o buscam” (Hebreus 11:6). “em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa, o qual é o penhor da nossa herança, até o resgate da sua propriedade...” (Efésios 1:13,14). Você está pronto para receber essa verdade e agir baseado nela? O que foi que acabamos de ler? Ele está em você: para consolar, para guiar, para guiar à toda a verdade; para lhe mostrar as coisas que virão; para lhe vivificar; para lhe ajudar em suas enfermidades; para lhe ajudar a entender todas as coisas que Deus graciosamente lhe concedeu; para lhe trazer alegria, amor, paz, paciência, bondade, domínio próprio; para lhe dar tudo que foi prometido a um filho de Deus; para lhe recompensar por sua diligência; para lhe assegurar liberdade; para lhe prover acesso ao Pai; para lhe levar a um lugar de repouso suave e de verdade. O Pecado impede que a pessoa ame a si mesma O pecado faz divisão entre nós e DEUS, causa o efeito "Falta de confiança para falar com DEUS ou ouvir DEUS falando conosco". A fé fraqueja no momento mais difícil e de precisão da alma que anseia pela comunhão, mas sucumbe na dúvida. Relação entre as três dimensões do amor ágape Há uma distinção entre ágape e as outras qualidades do amor, sempre integradas uma à outra e presentes em toda experiência do amor. Pelo seu caráter transcendente, ágape não pode ser experimentada como força vital, senão através das outras e especialmente do eros. Contudo, em todas as decisões morais, ágape deve ser o elemento determinante, pois é ligado à justiça e transcende a finitude do amor humano. Sozinha, ágape se tornaria moralista e legalista. Mas sem ágape, o amor perderia a sua seriedade. Contudo, não vimos uma ordem hierárquica entre as qualidades do amor, a não ser em relação à ágape. O fruto do Espírito é como uma linda flor que se abre com uma chave chamada AMOR; é só apartir do Amor que conhecemos as outras qualidades do fruto do ESPÍRITO em nós implantado, no instante em que aceitamos a CRISTO como nosso Senhor e Salvador. III. OS FILHOS DE DEUS E A OBEDIÊNCIA O discípulo e a obediência A obediência é o caminho mais seguro para se obter a s mais ricas bênçãos de DEUS. A obediência requerida pelo evangelho só é possível pela fé. A palavra obedecer significa “dar ouvidos a” ou ouvir debaixo autoridade ou influência de quem fala. Devemos obedecer a DEUS incondicionalmente JESUS CRISTO obedeceu a DEUS sendo obediente até a morte, e morte de cruz; ele é o modelo . Exemplo de homens obedientes: no Velho Testamento, Noé (Gn 6.22- fez tudo conforme DEUS mandou; Hb 11.7) e Abraão (recebeu tudo de DEUS porque deu a DEUS tudo que tinha; Hb11.8) e no Novo Testamento, Ananias e Paulo (At 26.19; a obediência de Paulo trouxe Benefício ao mundo todo e lhe custou a vida - 2 Tm 4.7). Devemos obedecer a DEUS através de sua palavra, à igreja e aos nossos pastores ou líderes. A obediência é melhor do que sacrificar (1 Sm 15.22) e traz efeitos benéficos à nossa vida. Obedecer ou desobedecer afeta toda uma existência. Obediência aos patrões (Ef 6.5; Cl 3.22) Obediência aos pais faz futuro ser melhor.(Cl 3.20) Obediência aos pastores.(Hb 13.17; comparando o que nos ensinam com a bíblia. – 1 Ts 5.21-22) A obediência à igreja é sempre à luz da palavra de DEUS. não é a igreja que dita as normas, é a bíblia. A obediência a DEUS nos dá o Espírito Santo. (At 5.32). A obediência a DEUS nos deixa inabaláveis. (Mt 7.24). A obediência a DEUS nos torna conhecidos. (Rm 16.19). A obediência a DEUS o glorifica. (2 Co 9.13). A obediência a DEUS nos torna irrepreensíveis. (Fl 2.12-15). LIGUE A COLUNA À ESQUERDA COM A REFERÊNCIA CORRETA À DIREITA 1 A QUEM OBEDECER EM 1º LUGAR. II Ts 3.14 2 EXEMPLO DE OBEDIÊNCIA NA IGREJA. Rm 6.12
3 O PECADO AGRADA ÀS CONCUPISCÊNCIAS E NÃO A DEUS. At 5.29 4 A OBEDIÊNCIA DE TODAS AS COISAS DEPENDE DE NOSSA FÉ. Lc 17.6 5 A DESOBEDIÊNCIA DE UM TROUXE A CONDENAÇÃO E A OBEDIÊNCIA DE UM TROUXE A SALVAÇÃO. Hb 5.8 6 OS PENSAMENTOS DEVEM FICAR PRESOS À OBEDIÊNCIA. Ef 5.6 7 A IRA DE DEUS ESTÁ SOBRE OS DESOBEDIENTES. II Co 10.5 8 O SOFRIMENTO DE CRISTO FOI POR OBEDIÊNCIA A DEUS. Rm 5.19 IV- O TRÍPLICE TESTEMUNHO 1. O ESPÍRITO SANTO. JESUS foi concebido pelo ESPÍRITO SANTO no últero virgem de Maria. Isso dá testemunho de seu nascimento virginal. O novo nascimento só é possível pela ação do ESPÍRITO SANTO em nosso interior. É o convencimento do pecado, da justiça e do juízo que nos aproxima do amor de DEUS. Está aqui na Terra conosco, foi nos dado ao aceitarmos a CRISTO como único salvador e Senhor de nossas vidas. è nosso companheiro, amigo, confidente, professor, consolador, confortador, guia, poderoso em obras e milagres. 2. A água. Pode indicar o nascimento físico de JESUS, água do parto. JESUS veio do céu, mas não entrou no mundo como Satanás que caiu aqui (entrou por outra porta), mas JESUS entrou pela porta que todo ser humano entra aqui no mundo, a porta do nascimento físico, nasceu de mulher, a bolsa estourou, a água saiu, isso prova que ELE nasceu aqui como homem. Jo 10.1- Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador. JESUS aqui cita a porta de entrada para o homem na terra, ou seja, o nascimento físico (nascer de mulher), o curral é o mundo (a terra), subiu por outra parte é quem foi lançado do céu, caiu aqui na terra, no inferno e subiu para a superfície (Pv 15.24, inferno é em baixo) para tentar o homem para conseguir-lhe a condição de imagem e semelhança de DEUS(Is 14.14), que sempre foi o seu maior desejo. JESUS diz-nos aqui que quem entra pela porta correta (nascimento virginal de CRISTO) é o pastor das ovelhas, a esse o porteiro (ESPÍRITO SANTO), abre a porta de entrada (concebido do ESPÍRITO SANTO, Mt 1.20) e JESUS (o pastor das ovelhas) nos chama através da pregação do evangelho, para fora desse mundo de condenação e nos dá o pão da vida levando-nos depois para ele (Jo 14.3; 17.16). Estamos mundo, mas não somos do mundo – Jo 17.14. No restante do capítulo, JESUS faz como de outras vezes, já que não entendiam quando lhes falava de coisas terrenas, passou a falar-lhes de coisas espirituais, celestes, que entendiam menos ainda e nem se interessavam em entender. Daí para frente JESUS declara-se a própria porta de entrada para a salvação e o próprio pastor das ovelhas. A água também fala da Palavra de DEUS. DEUS falou e JESUS foi gerado. A água tem o significado também da lavagem pela Palavra de DEUS e consequentemente do novo nascimento. 3. O sangue Pode indicar o sangue do parto, nasceu como homem, como qualquer outro homem. O sangue que escorreu das feridas de JESUS também são a prova de que ele era homem e que sua vida foi ceifada (sangue é vida). Em sentido espiritual, o sangue de JESUS nos purifica de todo pecado e foi o preço pago pela nossa redenção. João queria mostrar que JESUS era homem e assim, tanto o ESPÍRITO como a água, como o sangue provam essa veracidade. Esse é o tríplice testemunho. INTERAÇÃO De acordo com a lição de hoje, o filho de DEUS possui três características (fé, amor e obediência), que se encontram intimamente associadas. Baseado nisso, convide seus alunos a realizarem as seguintes reflexões: Amamos a DEUS de fato? Obedecemos aos mandamentos dEle? Cremos em JESUS CRISTO como o Filho de DEUS? OBJETIVOS: Após esta aula, seu aluno deverá estar apto a: Explicar o novo nascimento. Relacionar os filhos de DEUS ao amor. Descrever o perfil dos filhos de DEUS. ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA Utilize a seguinte tabela sintética a respeito do Novo Nascimento para introduzir a lição de hoje. NOVO NASCIMENTO Adaptado do livro João, o Evangelho do Filho de DEUS, Myer Pearlman. Razão Tornar-se filho de DEUS para ter acesso ao Reino dEle. (Jo 3.3) Base A experiência espiritual, a origem celestial e a obra expiatória de CRISTO. (Jo 3.11-15) Meios Lavagem da regeneração e renovação do ESPÍRITO. (Tt 3.5) Palavra Chave: Testemunho Interior - É a declaração do ESPÍRITO SANTO no íntimo crente de que ele é filho de DEUS RESUMO DA LIÇÃO 12 - O TESTEMUNHO INTERIOR DO CRENTE REVISTA DA CPAD - 3º TRIMESTRE DE 2009 I. NASCIDOS DE DEUS "todo aquele que crê que JESUS é o CRISTO, é nascido de DEUS" (v.1). 1. Nascer de DEUS. É mediante a fé no sacrifício de JESUS que experimentamos uma nova vida. II. OS FILHOS DE DEUS E O AMOR 1. O amor cristão. A essência do Cristianismo é o amor (Rm 13.8-10; 1 Co 13). 2. O amor de DEUS. Ele nos amou tanto que enviou seu Filho para morrer em nosso lugar (Jo 3.16). 3. O amor ao próximo. O próximo pode ser qualquer pessoa que necessite do nosso amor (Lc 10.25-37). 4. O amor que procede do ESPÍRITO. O fruto do ESPÍRITO leva-nos a amar até mesmo aos que nos odeiam. III. OS FILHOS DE DEUS E A OBEDIÊNCIA 1. Os filhos de DEUS são obedientes. 2. Os filhos de DEUS vencem o mundo (v. 5). 3. Os filhos de DEUS O conhecem. IV. O TRÍPLICE TESTEMUNHO 1. O ESPÍRITO SANTO. 2. A água. 3. O sangue CONCLUSÃO É requerido dos filhos de DEUS amar o próximo. Quem ama a DEUS e ao próximo tem prazer em seguir os mandamentos divinos, demonstrando ser um verdadeiro cristão. Não se esqueça: o verdadeiro crente vence o mundo mediante a fé em CRISTO. SINOPSE DO TÓPICO (1) O novo nascimento possibilita ao homem ter um relacionamento de filho com DEUS. SINOPSE DO TÓPICO (2) O amor é a essência do cristianismo. SINOPSE DO TÓPICO (3) Os filhos de DEUS são obedientes, vencem o mundo e conhecem o seu Pai. SINOPSE DO TÓPICO (4) Há três testemunhas das doutrinas da Pessoa de CRISTO e da sua salvação: o ESPÍRITO SANTO, a água e o sangue. AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO "Quatro passagens de 1 João mencionam o ESPÍRITO SANTO. Duas delas lidam com a confirmação para os crentes de que DEUS reside neles. 1 João 3.24 afirma: 'E nisto conhecemos que ele está em nós: pelo ESPÍRITO que nos tem dado.' De forma semelhante, 1 João 4.13 invoca a presença do ESPÍRITO na vida dos crentes como garantia do relacionamento deles com DEUS. Essa linguagem é semelhante à de João 15.1-17, em que JESUS discute o 'estar' nos discípulos (NVI, 'permanecer'; em grego, menō). Essa passagem vem depois da promessa que JESUS fez aos discípulos de 'outro Consolador' (o ESPÍRITO SANTO, 14.16) e precede a argumentação de JESUS sobre a obra do ESPÍRITO SANTO em relação aos discípulos e ao mundo (16.5-16). Primeira João 5.6, da mesma forma que o Evangelho de João, afirma o papel de testemunha do ESPÍRITO: 'E o ESPÍRITO é o que testifica, porque o ESPÍRITO é a verdade' (cf. Jo 15.26; 16.13-15). O versículo seguinte, 1 João 5.7, reitera de forma clara, embora difícil, o papel do ESPÍRITO, junto com a água e o sangue, como testemunha por JESUS CRISTO (cf. 5.6,10). (ZUCK, R.B. Teologia do Novo Testamento. RJ: CPAD, 2008, p.225). BIBLIOGRAFIA SUGERIDA HOOVER, T. R. Comentário Bíblico: 1 e 2 Coríntios. RJ: CPAD, 1999. SAIBA MAIS na Revista Ensinador Cristão, CPAD, no 39, p.42. APLICAÇÃO PESSOAL Vivemos num momento eclesiástico em que nunca ouvimos tanto a palavra "vitória" ser pronunciada. "Quem não deseja ser um vencedor?" A epístola de João nos apresenta o segredo da vitória sobre o mundo: a fé em JESUS como o Filho de DEUS. (5.1,4). Esta fé é essencial não somente para que o crente vença o mundo, mas também para que o homem nasça de novo, guarde os mandamentos divinos, ame a DEUS e ao próximo. Na verdade, crer em JESUS como o Filho de DEUS implica amá-lo, obedecer-Lhe e amar ao próximo. Por isso, João enfatiza tanto essa fé em seus escritos. Na verdade, sob a perspectiva joanina, se o crente, que não tem vencido o mundo, fizer uma investigação profunda em sua vida, descobrirá que a raiz do seu problema ou dificuldade encontra-se neste simples, mas indispensável, fundamento: a fé em JESUS como o Filho de DEUS. AJUDA CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - BÍBLIA de Estudos Pentecostal. VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD. Nosso novo endereço: http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/ Veja vídeos em http://ebdnatv.blogspot.com , http://www.ebdweb.com.br/, em http://sitecristaovideos.magnify.net/widgets/playlist?playlist=KW77LM31JGJWHVW7 - Ou nos sites seguintes: 4Shared, BauCristao, Dadanet, Dailymotion, GodTube, Google, Magnify, MSN, Multiply, Netlog, Space, Videolog, Weshow, Yahoo, Youtube.

Nenhum comentário: